Carregando...

Ao contrário do Xbox, PlayStation diz que a E3 perdeu impacto e fará menos jogos

Apresentação de Ghost of Tsushima. E3 2018.

Não é segredo dizer que o maior evento do ano para os gamers é a E3, tal show ocorre tradicionalmente há décadas e tem sido muito importante para reunir toda as indústrias e os fãs em um só lugar em uma festa enorme. Bem, a Microsoft e a Nintendo já confirmaram que estarão na E3 2019, mas a Sony desistiu de comparecer, e agora eles deram a sua versão explicando os motivos.

Shawn Layden, responsável pelos estúdios internos da PlayStation, foi questionado sobre a ausência da E3 2019. Layden afirmou que o evento perdeu o seu impacto e que precisa rapidamente encontrar um novo fulgor.

Segundo ele, quando o PlayStation aderiu à E3, o evento servia para unir a empresa aos jornalistas e aos vendedores, numa época sem internet em que um evento neste moldes era necessário, algo que mudou drasticamente ao longo dos anos.

Layden diz ainda que o mundo mudou e que temos a internet com notícias todos os dias da semana, a qualquer hora, o que tira impacto ao evento.

“Com a nossa decisão de fazer menos jogos – jogos maiores – durante períodos de tempo mais longos, chegamos a um ponto em que Junho de 2019 não era o momento para termos algo novo a dizer.”

Enquanto isso a Microsoft segue na contra mão dessa ideia, pois em novembro tivemos o evento X018, enquanto a Playstation Experience foi cancela, ainda neste mês tivemos o Inside Xbox e além disso a empresa tem garantido que fará um evento grandioso na E3. Com a aquisições de novos estúdios para o Xbox, são esperados ainda mais jogos. Contudo, como vimos acima, Layden quer fazer menos jogos para o Playstation (mas que sejam melhores).

São duas estratégia diferentes, e só o tempo dirá qual dará certo. O que vocês acham?

 

Fonte

Jorge Henrique
Sou advogado, jornalista e fã da plataforma Windows há cerca de 10 anos. Faço cobertura em eventos e estou diariamente atento a respeito do universo da Microsoft no que tange aos produtos para os consumidores. Respondo como editor-executivo do Windows Club. Estou no Facebook e no Instagram a sua disposição.

Curta nossa nova página no Facebook!