Quem tem um Windows Phone deve se lembrar do pessoal do Vietnã, pois por lá o sistema fez sucesso (participação maior de 25%) e... Chuva de jogos pagos piratas invadem a Windows Store, mas é justo?

assassins-creed-unity

Quem tem um Windows Phone deve se lembrar do pessoal do Vietnã, pois por lá o sistema fez sucesso (participação maior de 25%) e muitos “hackers” começaram a publicar games e aplicativos na Windows Store burlando as políticas da Microsoft.

Bem, aconteceu novamente, e muitos jogos pirateados estão na Windows Store, mas dessa vez a polêmica é maior…

A Microsoft vai prosseguir o trabalho feito no Windows Phone (Windows 10 Mobile, inclusive o visual da CShell em telas pequenas) no Windows 10 “PC”. Ou seja, os sistema desktop entrará em fusão com o mobile, isso tem codinome “Andrômeda OS”. No próximo ano, a Microsoft deverá lançar uma nova categoria de PCs que poderão funcionar como smartphones.

Diante disso, no próximo ano, os jogos da Steam poderão ser um dos pontos altos de tais dispositivos, e como o Windows 10 Mobile se tornará apenas Windows 10, muitos estão justificando que a pirataria nesta hipótese seria válido, já que o Windows 10 para processadores ARM não será disponibilizado para os modelos atuais.

Alguns exemplos:

Minecraft.

Darkgaurdoans.

Assassin’s Creed.

Violett.

God of dark war.

Justo ou continua errado?

 

jorgemoderador

Sou advogado e fã da plataforma Windows há cerca de 10 anos. Acompanho todos os produtos das Microsoft, inclusive como jogador do Xbox One.

Curta nossa nova página no Facebook!