Carregando...

DirectX Raytracing está agora disponível no Windows 10, nova geração dos gráficos em jogos!

A atualização para o Windows 10 de outubro já foi liberada (e explicativos tudo neste link), trazendo novos recursos, como o Your Phone, que simplifica as interações com dispositivos Android, atualizações no Outlook.com e muito mais. De particular interesse para nós é o DirectX Raytracing (ou ray tracing, se você preferir), que agora é totalmente suportado, o que significa que você não precisa mais ativar o modo de desenvolvedor para ver o que ele pode fazer.

“Raytracing em tempo real é citado como sendo o santo graal dos gráficos e é uma parte fundamental de um sonho de décadas para alcançar o realismo nos jogos”, disse a Microsoft em uma atualização do Blog do Desenvolvedor.

“Hoje temos um marco importante para tornar esse sonho uma realidade: os jogadores agora têm acesso ao sistema operacional e ao hardware para suportar o Raytracing em tempo real nos jogos. Com os primeiros títulos equipados com DirectX Raytracing ao virar da esquina, para dar o primeiro passo para um futuro com feixes de luz.”

“O DirectX Raytracing permite que os jogos atinjam um nível de realismo inatingível pela rasterização tradicional. Isso ocorre porque o raytracing se destaca em áreas onde a rasterização tradicional está ausente, como reflexos, sombras e oclusão de ambiente”, escreveu.

“Projetamos especificamente nossa API de raytracing para ser usada junto com pipelines de jogos baseados em rasterização e para que os desenvolvedores possam integrar o suporte ao DirectX Raytracing em seus mecanismos existentes, sem a necessidade de reconstruir seus mecanismos de jogo a partir do zero”.

A atualização aborda como o DXR está “bem alinhado com a evolução futura das GPUs” e como ele facilitará a vida dos desenvolvedores, que não precisarão gastar tanto tempo gerando mapas de luz personalizados, mapas de sombra e oclusão de ambiente como eles fazem agora. Mas o resultado final para os jogadores é que ele promete proporcionar uma melhoria significativa na fidelidade visual e no realismo, sem exigir um investimento maciço em nova tecnologia de GPU que a maioria de nós não conseguirá pagar até meados de 2020, de qualquer maneira. Lembrem-se, de acordo com a Microsoft, e diferente da Nvidia, a tecnologia DXR funciona em hardware existente!

A atualização inclui tiros de três jogos que demonstram o DXR em ação através da tecnologia RTX da Nvidia: Battlefield 5, que terá reflexos de luz; Shadow of the Tomb Raider, que usará “sombras acionadas por RayX, DirectX”; e o Metro Exodus, que empregará o DXR para iluminação global e oclusão de ambiente. A Microsoft disse que eles serão “seguidos pela próxima onda de títulos que fazem uso de raytracing”.

A atualização do Windows 10 de outubro de 2018 está ativa agora. Se vai jogar algum desses jogos, faça atualização e prove dessa nova tecnologia que promete ser a chave para os gráficos da nova geração.

Jorge Henrique
Sou advogado, jornalista e fã da plataforma Windows há cerca de 10 anos. Faço cobertura em eventos e estou diariamente atento a respeito do universo da Microsoft no que tange aos produtos para os consumidores. Respondo como editor-executivo do Windows Club. Estou no Facebook e no Instagram a sua disposição.

Curta nossa nova página no Facebook!