O Google é uma empresa bastante ambiciosa e adora experimentar diferentes produtos e serviços. Isso aconteceu de várias maneiras ao longo da história, algumas... Google poderá lançar um concorrente do Xbox Game Pass e PlayStation Now

google-search-app

O Google é uma empresa bastante ambiciosa e adora experimentar diferentes produtos e serviços. Isso aconteceu de várias maneiras ao longo da história, algumas deram certo, outras não, mas o Gigante das Buscas não para de tentar. Hoje, estamos vendo um rumor que afirma que o Google está trabalhando em um serviço de streaming de jogos baseado em assinatura semelhante ao PlayStation Now/Nvidia GeForce. Também poderia competir com o Xbox Game Pass, mas sabemos que este não depende de streaming. A ideia é usar o Chromecast ou hardware de console feito em casa.

De acordo com o rumor da The Information, o serviço de streaming de jogos para assinantes está sendo referido internamente como Yeti. A ideia de um serviço de streaming de videogames tem sido algo que está sendo tentado há anos. As tentativas anteriores falharam devido aos altos custos ou ao mau desempenho causado por problemas de alta latência. No entanto, dois serviços recentes que embarcaram nessa ideia foram GeForce Now da NVIDIA e o PlayStation Now da Sony.

Pesquisas recentes mostraram que o mercado de videogames aumentou em pouco mais de US $ 108 bilhões em 2017. Comparando isso com outras indústrias de entretenimento, a receita mundial de bilheteria do cinema atingiu US $ 40 bilhões no ano passado, o que foi um recorde para eles. Assim, faz sentido que o Google queira entrar em algo tão rentável.

O relatório afirma que a ideia do serviço Yeti do Google é que as pessoas paguem uma taxa de assinatura mensal para acessar uma coleção de jogos. Esses jogos estão sendo executados em dispositivos remotos nos centros de dados da empresa e são transmitidos para o usuário pela Internet. O projeto é liderado por dois executivos de hardware da Google (Mario Queiroz, vice-presidente de gerenciamento de produtos e Majd Bakar, vice-presidente de engenharia).

O rumor diz que o projeto esteve em funcionamento há 2 anos e teve uma data de lançamento original durante a temporada de férias de 2017. A misteriosa contratação de Phil Harrison (alguém que trabalhou na divisão Playstation da Sony, bem como a divisão Xbox da Microsoft) agora está começando a fazer sentido e isso pode ser um sinal de um possível anúncio no Google I/O 2018.

O que vocês acham?

jorgemoderador

Sou advogado e fã da plataforma Windows há cerca de 10 anos. Acompanho todos os produtos das Microsoft, inclusive como jogador do Xbox One.

Curta nossa nova página no Facebook!