Carregando...

Não, não é certo afirmar que Sea of Thieves perdeu 50% de seus usuários no final dos 14 dias gratuitos do Game Pass

Não, não é certo afirmar que Sea of Thieves perdeu 50% de seus usuários no final dos 14 dias gratuitos do Game Pass

sea-of-thieves-barco

O site The Inquisitr publicou há poucos dias a notícia de que o Sea of Thieves perdeu metade de seus jogadores quando os 14 dias gratuitos de Game Pass expiraram. Este relatório é baseado em um relatório no site da Superdata, que faz estimativas com base em estudos de mercado e atividades online. Disse tal site que no primeiro mês de Sea of Thieves o jogo passou os dois milhões, mas que metade dos mesmos acessaram o jogo graças ao teste grátis do Game Pass.

Contudo, como é de se imaginar, o analista e insider Zughex já declarou no Resetera que o Superdata não tem informações diretas da Microsoft, nem de qualquer outra organização que possa fornecer dados reais de uso, e que faz estimativas baseadas em seus próprios métodos. No entanto, e apesar de seus dados possam estar corretos, a realidade está longe do que o The Inquisitr diz. Não podemos saber, pois só a Microsoft sabe quantos usuários acessaram o Sea of Thieves através de testes gratuitos e, novamente, apenas a Microsoft sabe quantos desses usuários continuaram a pagar o Game Pass ou adquiriram o jogo depois de usar o teste. Ocorre que, muitos sites afirmam como se a Microsoft tivesse dito isso, e não como um rumor.

Mat Piscatella, fonte confiável do NPD Group, afirma que sua presença no Game Pass realmente ajudou Sea of Thieves a vender mais unidades, e embora seja normal uma diminuição na base de usuários em títulos desse tipo, afirmar que perderam todos os seus usuários vindos do Game Pass, não é apenas ousado, mas também bastante malicioso. O fato é que o jogo foi sucesso de público, vendeu bem em mídia física e certamente motivou o uso do Xbox Game Pass, mas só a Microsoft poder nos dá detalhes tão profundos dos seus serviços digitais de forma confiável.

VIA

Jorge Henrique
Sou advogado, jornalista e fã da plataforma Windows há cerca de 10 anos. Faço cobertura em eventos e estou diariamente atento a respeito do universo da Microsoft no que tange aos produtos para os consumidores. Respondo como editor-executivo do Windows Club. Estou no Facebook e no Instagram a sua disposição.

Curta nossa nova página no Facebook!