Carregando...
0 1

Ninja Theory explica porque preferiu ir com a Microsoft

Ninja Theory explica porque preferiu ir com a Microsoft

hellblade

Os chefes de estúdio Ninja Theory deram algumas explicações alguma sobre a decisão da empresa de se juntar à lista da Microsoft Studios, dizendo que é uma oportunidade de “mirar mais alto do que jamais ousamos”.

Um dos anúncios mais surpreendente de toda a E3 até agora, a Microsoft comprou o estúdio Ninja Theory, além da Playground Games, a Undead Labs e a Compulsion Games.

Após o anúncio, a Ninja Theory divulgou um vídeo explicando a mudança que, como o diretor comercial Dominic Matthews admitiu, provavelmente desapontará muitos dos fãs [de outras plataformas, claro].

“Quando a Microsoft se aproximou de nós, foi totalmente inesperado e não era algo que estávamos procurando“, disse o líder criativo Tameem Antoniades.

Mesmo assim, eles nos perguntaram quais eram nossos objetivos e ambições como um estúdio em um mundo ideal, e por isso dissemos que queríamos nos livrar da máquina AAA e fazer jogos focados na experiência, não em torno da monetização”.

Queremos assumir riscos criativos maiores, e gêneros criativos sem constante ameaça de aniquilação”.

“Queremos fazer os nossos próprios jogos à nossa maneira, e não sermos informados sobre o que fazer e como fazer, e acima de tudo queremos proteger nossa equipe, nossa cultura e nossa identidade, porque, em essência, é a Ninja Theory“.

Cerca de quatro anos atrás, a Ninja Theory estava à beira do fechamento, mas um novo foco no trabalho manteve a vida por tempo suficiente para desenvolver a Hellblade com um modelo “AAA indie” feito por uma equipe com cerca de 20 pessoas.

Após o sucesso do jogo, a Ninja Theory começou a traçar planos para conceder independência criativa a cada uma de suas pequenas equipes ao longo de cinco a oito anos; a aquisição pela Microsoft mudou isso drasticamente no entanto.

“Agora estou convencido de que esta é uma oportunidade para nós pularmos anos à frente, para mirar mais alto do que jamais ousamos, para realmente voar, sem a ameaça de cair que nos deteve tanto no passado”. disse Antondas.

A Microsoft ofereceu o controle criativo completo do estúdio, além de acesso total às equipes de marketing, pesquisa, suporte e tecnologia da plataforma. Toda a máquina e estrura da Microsoft estará disponível, afinal, agora ele faz parte da casa.

“O Hellblade foi criado com uma pequena equipe de apenas 20 pessoas e recursos extremamente limitados”, disse Matthews. “Imagine o que podemos agora alcançar com toda a nossa equipe de 100 pessoas apoiada pela Microsoft focada puramente na visão da Ninja Theory“.

Sejam bem-vindos!

Jorge Henrique
Sou advogado, jornalista e fã da plataforma Windows há cerca de 10 anos. Faço cobertura em eventos e estou diariamente atento a respeito do universo da Microsoft no que tange aos produtos para os consumidores. Respondo como editor-executivo do Windows Club. Estou no Facebook e no Instagram a sua disposição.

Curta nossa nova página no Facebook!