Ontem (05), a Qualcomm e a Microsoft anunciaram os primeiros dispositivos com Windows completo em processadores ARM, e está sendo visto como a maior... Novas categorias e telas dobravéis são alvos da Qualcomm e Microsoft com “Windows 10 ARM”

samsung-Tela-flexivel

Ontem (05), a Qualcomm e a Microsoft anunciaram os primeiros dispositivos com Windows completo em processadores ARM, e está sendo visto como a maior revolução no mercado de PCs em ano. A partir de então, o sistema operacional desktop da Microsoft ganhou recursos de smartphones como maior autonomia da bateria, conexão de alta velocidade, leveza no hardware e produtos mais compactos. Contudo, tudo isso é só o começo.

Vários parceiros da Microsoft já tentaram dar mobilidade ao Windows, vimos isso com a Dell e a Intel, mas os projetos não avançavam supostamente por conta do mal resultado dos processadores x86 em dispositivos menores. Bem, demorou mais chegou, só que pelas mãos da Qualcomm e seus processadores ARM.

Todos os “vazadores” mais confiáveis da Microsoft afirmam que a empresa não vai parar nos notebooks e híbridos mais compactos. Devemos ver um Surface com processador ARM ainda em 2018, se a Microsoft não cancelar o produto, claro. Contudo, tal dispositivo poderá ser dobrável e poderá inclusive caber no bolso e realizar chamadas telefônicas, mas não confunda isso com um smartphone.

A Microsoft teria sustentando o Windows Phone até onde deu, mas agora não precisaria mais dele, pois o Windows 10 possuí conectividade celular e suporte aos processadores ARM, e assim, manter dois sistemas com tais características seria redundante.

Durante o evento da Qualcomm, vimos tudo isso ganhar mais embasamento oficial, conforme o slide abaixo:

Notem, novas categorias de produtos e telas flexíveis ficaram lado a lado, e isso colabora justamente com as declarações da Microsoft de que irá criar uma nova categoria de telefones diferentes de tudo que usamos atualmente, e com os rumores que tal dispositivo será algo dobrável.

A apresentação em imagem completa pode ser vista com o link compartilhado por @h0xd0 abaixo:

Se antes precisávamos de uma rede Wi-Fi e tomadas ao nosso alcance para usar um PC com todo seu poder por várias horas, isso foi mudado drasticamente com a introdução do Windows 10 para processadores ARM. Ontem foi só o primeiro dia, muitos tipos de produtos “mais móveis” poderão ser criados, tal marco muitos duvidaram.

pgs-portatil

Um exemplo básico, o PGS – foto acima – possui dois processadores um da Intel, para rodar jogos da Steam e softwares do legado Windows, e outro Soc ARM, para usá-lo com o Android como se fosse o smartphone. Tal produto com Windows 10 ARM poderia ser mais compacto (afinal não seria mais necessário a Intel), esquentaria menos e consumiria menos a carga da bateria. A imaginação dos fabricantes será o limite.

Como visto acima, a Qualcomm quer criar novas categorias (notebooks e híbridos já existem),  fortalecer o ecossistema, criar produtos inovadores e dar uma nova experiência ao Windows.

Alguém ainda duvida que a Qualcomm e a Microsoft conseguirão isso?

jorgemoderador

  • Breno

    Esse PGS é feio, mas um produto similar feito pelas mãos dos engenheiros da marca Surface, o resultado deve ser um produto que vai movimentar o mercado. 2018 promete e muito. A haterada está nervosa aqui kkkkkkkkkkkkkk!

    • Lembrando que ele seria menor e melhorado, já que precisaria de uma cpu só (arm)

  • Pedro S. Marques

    e o Windows volta para a arquitetura arm só q agora 64bits… qto tempo será para aparecer telas menores em…

  • JussilvaniodaSilva

    Ainda não vi o Windows Phone! Seria interessante um “dispositivo” do tamanho de um smartphone!

  • Marcogro®

    Sugiro lançar o dispositivo definitivo logo (ponto). Depois vê se dobra ou enrola…
    ¯ ( ▀ ͜͞ʖ▀) /¯

    • CobreDerretido

      No ano do linux…

      • Guilherme

        Quando o meu Coritiba for campeão da libertadores.

        • Alan Bouillet

          Boa série B

  • Jackson Catoni

    Acho que a Microsoft está de parceria com o Palmeiras. Assinaram um acordo de quando o Palmeiras ganhar um Mundial lançam o Surface Phone =OP

  • Rodrigo

    Lembrando que este Windows 10 é mais pesado, necessita de mais Hardware e com isso, precisa de processadores mais potentes, e com isso, os produtos serão sempre mais caros, isso por que a Microsoft afirmou que quer atingir todo tipo de público, não com este Windows 10.

  • Raposão do Ártico 🦊

    Até o momento só foram apresentados categorias já existentes: tablets e notebooks.

    • Rafael Martins

      Pois é. rsrs

    • Roger Carvalho

      Qual seria o momento adequado para mostrar algo que não existe?

  • José Luís

    Eu com certeza sei que vai dar tudo certo.

Curta nossa nova página no Facebook!