Enquanto fabricantes como a Sony, Nintendo e Apple investem em diversas alternativas na área de games portáteis com seus PSPs, Nintendo DS’s e dispositivos... O sonho de um portátil para jogos do Xbox ficou mais perto da realidade

xbox-portatil

Enquanto fabricantes como a Sony, Nintendo e Apple investem em diversas alternativas na área de games portáteis com seus PSPs, Nintendo DS’s e dispositivos iOS, a Microsoft fica para trás, fornecendo somente consoles que passam longe de serem portáteis. Segundo Shane Kim, vice-presidente corporativo da empresa, isso poderá mudar no futuro.

Há 8 anos atrás, em uma entrevista ao site de jogos Kikizo, ele disse que a Microsoft está focando atualmente no ‘entretenimento na sala de estar’ adicionando novas funções no ambiente Live, como a integração com o Twitter e Facebook, e inovando com novos métodos de controle. Mas levar a marca Xbox para o mercado portátil seria apenas uma questão de ‘quando’ focar seus esforços na área.

Passado tantos anos, será que a Microsoft desistiu? O que aconteceu que freou o portátil do Xbox? Phil Spencer, líder da marca Xbox, neste ano de 2017, explicou:

Spencer respondeu que a empresa acreditava que “os smartphones tomariam quase todo o mercado de jogos móveis”. Basicamente, a Microsoft entendia que lançar console portátil não fazia  sucesso já que os smartphones dominaram.

Robbie Bach, ex-membro do panteão da divisão Xbox, atuou ao lado de Phil Spencer. Bach revelou no ano passado, ao IGN, que as considerações da Microsoft sobre um dispositivo portátil, internamente codinomeado de ”Xboy”, foram barradas por questões de limitação da internet. De acordo com o executivo, “não havia banda suficiente” para os audaciosos planos da empresa.

Bach se diz “arrependido” de não ter desenvolvido um “Xphone”, isto é, um smartphone da marca focado em jogos, e assim uniria o avanço dos smartphones aliado a um console portátil.

O mundo mudou

phil-spencer-2

Nós sabemos hoje que os smartphones não dominaram o mercado de jogos, e não impediram o sucesso do Nintendo Switch. Atualmente, a conectividade com internet melhorou bastante, inclusive proporcionou serviços de sucesso como o Netflix.

Mas vamos mais além, atualmente a marca Xbox foi ampliada e ultrapassou a barreia dos consoles, e o Xbox Play AnyWhere faz parte disso, ou seja um único jogo que roda no Xbox e no PC. Desse modo, tu poderá adquirir um jogo no seu Xbox e jogá-lo no PC, sem pagar mais por isso, com seus amigos online e com direito a conquistas.

Atualmente, algumas fabricantes de menor relevância apostaram com êxito em consoles portáteis com Windows 10 para rodar jogos da GoG, UPlay, Microsoft Store e clara da Steam:

Mas o Windows em dispositivos compactos nunca foram vistos tão bem, o GPD Win no vídeo acima é praticamente um milagre. Contudo, a Microsoft e a Qualcomm anunciaram ontem (05) o Windows 10 completo para processadores ARM, tipicamente encontrados em dispositivos móveis como smartphones e Nintendo Switch.

Se o sonho antigo da Microsoft era um “XboxPhone” ou um console portátil para bater de frente com seus principais concorrente mas que até então era inviável, agora ficou muito mais perto. Seja pelas mãos da própria Microsoft ou por parceiros, o desejo de levar o Xbox no bolso fica mais perto da realidade.

Vocês gostariam disso?

jorgemoderador

  • John Bravo

    um XPhone modelar.. Tipo um Z2… 🤣 🤣 🤣

  • Breno

    Seja pelas mãos da própria Microsoft ou por parceiros, o desejo de levar o Xbox no bolso fica mais perto da realidade

    Já consigo imaginar ♥ ♥ ♥

  • Pedro S. Marques

    uwp + arm64 e x64… possibilidades infinitas

    • Roger Carvalho

      Muito grande eu diria quase ilimitadas rs

  • Bruno

    E aquela história que o Switch era uma furada, que iria falir a Nintendo, que o público quer hardware monstro?

    • Francisco

      Esse “público” dentro de bilhões seriam quantos?
      Pois é. É melhor a gente por na cabeça que existe públicos e públicos.
      Eu confesso que achei a ideia NS boa, mas não acreditei que faria tanto sucesso. Está pondo o Xbox e o PS4 no bolso até então. Não sei até quando, mas acho que vai longe.

      • Bruno

        Exatamente.

      • Roger Carvalho

        https://uploads.disquscdn.com/images/b48030c024fc2c3f76993e375f7b7d36229bde2a552892955d8306fb8d521f92.jpg

        Meu ultimo console foi um PS3 em 2006 não fiquei muito tempo com ele pois me decepcionou completamente por que comprei pela propaganda que a Sony soltava nos 4 cantos que era a coisa mais absurda e mega poderosa do mundo que faria 120fps tudo a 1080p. Então foi um baque tremendo comprei por que deixei de comprar um wii ,quando vi muito jogos em SubHD com upscaling ficava praticamente a mesma coisa que o Wii as únicas coisas realmente em HD que mais via eram os videos de clips que baixava e convertia para PS3, sei que anos depois melhorou mas eu não fiquei no barco pra ver depois de saber que tinha sido enganado na cara dura com publicidade enganosa.

        Enfim desde então continuei apenas com PC pra jogos, e só agora me chamou a atenção de verdade um console novamente o Switch estou realmente muito tentado a adquirir um em 2018 simplesmente por ele poder me proporcionar algo que nem um outro pode eu realmente não to mais com paciência pra ficar preso ao monitor ou tv, mas também não acho interessante jogos nativos de celular então eis que me aparece o Switch

        • Francisco

          Posso estar dizendo bobagens, mas, para mim, a Nintendo é a única que entrega o que promete. E, nesses novos tempos, descobri que, a praticidade aliada da diversão, é o melhor conjunto. Gráficos, resolução, fps fazem parte, mas o NS com gráficos, resolução e fps mais baixos, bem mais baixos, nocauteou o PS4 pro e o Xbox One x de acordo (que alias fazem a maior propaganda de que será absurdo em tudo e no final nem tanto).
          Parabéns a Nintendo.
          No final, eu torço que todas se dão bem. Quanto mais concorrência melhor. A Nintendo já chegou colocando a MS e a Sony para pensar fora da caixa. Hoje mesmo vi uma notícia em que a Sony disse: Sony says it can not ignore the Switch, e não pode mesmo. Isso é muito bom. Faz o mercado se mexer mais e mais.

    • Jairo Picanço

      A Nintendo está sempre em busca de novos oceanos, faz parte da estratégia, porque o público cativo deles está cada ano menor nos consoles de mesa, daí que a proposta híbrida foi uma boa sacada, diria até que óbvia no atual contexto.

      Daí se faz necessário a oferecer consoles mais apelativos para as massas, seja no preço seja na proposta de hardware mesmo. Ou seja, cada console que a Nintendo lança é uma nova história, e uma incógnita, ontem o wii u fracassou, hoje o Switch é sucesso, e amanhã? Bem, a ‘deus pertence’ 🙂

      • LuizF

        Seguindo a linha da Nintendo o próximo talvez seja um fracasso novamente kkkk.

        Pq não vejo algo melhor q um híbrido
        Oq ela fará de diferente?
        Um switch melhorado e mais potente?
        Mas não é assim q ela pensa

        • Jairo Picanço

          Pois é, seguindo a filosofia que ela adora nos portáteis, pode pintar uma versão melhorada do switch, como foi com a linha DS.

    • Gir.knighT

      Ainda bem que a Nintendo não baseia suas decisões em comentários de fóruns de games…

    • LuizF

      Nintendo vai falir. Desde sempre.
      Mas nunca kkkkkk
      Só choro de hater mesmo

  • Jairo Picanço

    Eu acharia interessante um Xbox de bolso.

  • DGV

    Eu ainda tenho engavetado dois Nintendo 3DS e um PSP. Mas não sei se compraria um portátil de novo.Em julho liguei os aparelhos para dar carga e tal, mas não me animei em jogar e só fiz a manutenção básica trimestral engavetei de novo. Sei lá, PARA MIM, vai depender muito do que vier.

    • Francisco

      O mercado asiático é muito forte nesse nicho. Alias, lá detém quase a metade do lucro no mundo games. E olha. A grande maioria é game de celular.

      • DGV

        Sim, e descobri porque disso esses dias. A cultura dos portáteis advém da falta de tempo e espaço dos japoneses. O artigo fala mais sobre isso, se eu achar eu posto aqui, mas resumindo bem é isso. Loucura, né?

        • Francisco

          Loucura loucura.
          Se encontrar comenta aqui deixando o link.
          Desde já agradeço. Adoro matérias assim.

          • DGV

            Não é esse, mas esse também fala disso. Dê uma olhada.
            Como o pessoal não gosta que postem link, vou dividir.
            http://www.eurogamer depois junta o resto abaixo
            .pt/articles/2013-02-09-o-que-se-passa-com-o-japao

          • Francisco

            Deu certo aqui. Vou ler a matéria. Obrigado por enquanto.

          • Francisco

            Muito interessante a matéria. Realmente o mercado japonês já foi outro nível em outrora. Peguei essa era quando eu ainda comprava consoles e jogava muito.

          • DGV

            A outra que li focava mais no comportamento e cultura dos japoneses. Esse tem só um trecho, mas já fala também sobre isso, sobre a adoração deles pelos portáteis.

    • LuizF

      Dá um 3DS pra mim;-;

      • DGV

        kkkkkkkkk, ta fácil. Tenho um vermelho e outro preto. O preto está sem a caneta e o vermelho falhando o start, mas ambos funcionam. Um cara aqui queria me cobrar 100 reais para arrumar o botão. Eu hein… deixo na gaveta.

  • Django Fett

    Eu compraria na hora um smartphone compatível com Xbox e seu controller via bluetooth

  • DADAI

    Dispositivo Definitivo 😎, estão criando o monstro 👾

  • Marcelo

    Não acho que o Switch seja parâmetro pra dizer que o mercado portátil ainda tem espaço.. Pra mim o Switch fez sucesso por causa dos jogos (Zelda, Mario) e não por ser portátil.. se dessem a opção de um console mais forte (como um Xbox/PS4) pra jogar na TV esses mesmos jogos eu aposto que teria mais unidades vendidas dessa versão de mesa do que a portátil. Isso falando no ocidente, no Japão realmente tem um publico grande de portáteis e imagino que só compram console de mesa (PS4) por esse mesmo motivo, jogar jogos que não podem no portátil e no PC.

    • Pedron

      Eu comprei um switch, e pra mim o que está contando mesmo é o fato de ser portátil… Os jogos são ótimos, mas quando chego em casa vou pro xbox, o switch é só pra viagem mesmo…

    • Bruno

      Então, pela sua visão o Wii U deveria ter sido um sucesso.

  • Magrao Carvalho

    Xbox POCKET, Xbox Mini… bem. Vai vim muito portátil da China rodando game de PC agora. WOOOOOOOW

    • Marcos Souza

      Sem duvidas comprarei um kkkkkkk
      Os zoios rasgados tem a manha, mesmo quase queimando sua mão os produtos deles funcionam

  • Leonardo Porto

    Xbox portátil, nunca fez falta

  • Vinicius Bezerra Pazeto

    o único jeito de o xboy dar certo seria se ele tiver um catalogo de jogos bons e exclusivos dele

    • Guilherme

      O que seria um Xboy? Fanboy do Xbox?

      • Vinicius Bezerra Pazeto

        Xbox portatio

        • Guilherme

          Seria perfeitio.

  • Francisco

    Há de ter muito cuidado sobre a relevância mobile no mundo dos games.
    É um outro mundo sim.
    Nunca veio para dominar o mercado dos PC e consoles de games.
    Olha só em bilhões o que arrecada o mercado mobile hoje e a tendência é só crescimento. E olha ali que até os mortos tables abraçando mais de 11 bilhões com crescimento de +13% e smartphones +39 bilhões sendo +26%.

    Tudo isso equivale a mais de 43% do merkashare. Um feito fabuloso que não pode ser negligenciado.

    É bom a Microsoft apertar o passo e entrar nesse mercado de cabeça.

    https://newzoo.com/wp-content/uploads/2017/11/Newzoo_2017_Global_Games_Market_Per_Segment_October_2017.png

    • Russo

      Não duvido de que os jogos mobile arrecadem muito, as pessoas gastam horrores nesses pay2win da vida, mas fiquei surpreso com essa porcentagem dos pcs. Eu achava que era bem abaixo da soma dos consoles.

      • Francisco

        Eu também. E pelo que já vi em algumas matérias do tipo, é o mercado asiático que domina principalmente no mobile. A Tecent é foda lá. Em contrapartida, consoles são fracos, bem fracos no mercado asiático.
        Já PCs, principalmente na China, tem aos milhares em lanhouses. Tudo, ou ao menos a grande maioria, Windows 7. É nesse mercado (chinês + lanhouse) que o PUBG está com quase 50% do uso.

    • Roger Carvalho

      Pois é acho que ela deveria investir de verdade e acreditar pra tentar liderar com um dispositivo tudo em (com Windows 10 S ou Pro) um ARM focado em games existe um bom publico pra isso no mercado!
      Pois os esforços e tentativas foram bem pequenas nesse quesito tivemos recentemente o Razer Phone com snapdragon835, 8GB RAM e tela de 120Hz
      O novo Moto Z2 Play com Snap GamePad
      no passado alguns smartphones com tegra da nvidia na tentativa, e mais antigamente tivemos o LG Optimus 3D, Xperia Play e Nokia N-Gage…

      Sempre tem alguém tentando timidamente alavancar esse nicho de mercado mas nunca tivemos uma grande investida de verdade a Microsoft esta perdendo tempo se dessa vez com esse novo Windows 10 Desktop ARM não lançar ao menos algo para inspirar o mercado como fez com a linha Surface.

  • Macgyver Freitas

    Acho q a questão dos celulares é que até hoje ninguém apostou na plataforma, o Snapdragon 835 é superior ao Tegra X1 Switch em desempenho, a Nintendo mostrou q as pessoas ainda gostam de um portátil com bons jogos, e bons jogos n se joga em touchscreen, se joga em joystick, pra mim é isso q falta, o Android aceita lojas de terceiros, o que falta é uma empresa criar uma loja, exigir joystick, aceitar desde o do Xbox até os da China. Daria pra rodar todos os índies atuais, e alguns AAA mais velhos como Skyrim, Dragon Age etc…

    • LuizF

      Snap835 é pouca coisa do Tegra X1
      Mas ainda acho q a NVidia se sai melhor

      • Macgyver Freitas

        pelo Antutu, o X1 faz 71k de 3D e 28k de CPU, o SD835 faz 73k de 3D e 39k de CPU. Em outros testes o X1 pode ficar a frente mas é por pouco. Os celulares também alcançam 8gb de RAM e 128gb de ROM, enquanto que o Switch tem 4gb/32gb. Além do que o SD845 já está na porta, e será indiscutivelmente superior ao Tegra X1.
        Se fizessem/portassem os jogos para o Android, se teria uma enorme base de usuários que já compram o celular de qualquer maneira, e numa plataforma que as pessoas tem o costume de trocar em pouco tempo, rapidamente se teria uma grande base de usuários inclusive com modelos mais potentes. Acho q o potencial dos celulares pra jogos ainda é muito inexplorado, eu mesmo só gosto de dois jogos, plants vs zombies 1 e NFSMW, ambos já tem sucessores que achei uma porcaria, o Mortal Kombat tem um gráfico ótimo, mas ficou péssimo no touch, poderia ser um excelente jogo se suportasse joystick, poderiam até portar o mesmo jogo de PC, já q o jogo é relativamente leve.

        • LuizF

          Mas lembra que o tegra X1 é um processador de 2015 Vey.

          Desde de 2015 a NVidia é melhor q um processador lançado em 2017.

          Agora o snap845 pode ser melhor. Mas quanto tempo levou em.
          NVidia deveria lançar um novo processador top, pra durar mais 2 anos

          • Macgyver Freitas

            A NVidia é uma empresa especializada em gráfico, a Qualcomm não, e o Tegra X1 foi feito só pra tablet, acho q os requerimentos de tamanho e energia não se adequam a um celular, mas inda assim entendo seu ponto, é um ótimo processador. Mas oq coloquei não é pelo SD835/845 vs NVidia Tegra, mas sim celular vs Nintendo Switch, e mesmo q a NVidia faça um SoC novo, o Switch vai manter o X1, e deve ter no mínimo 5 anos de vida útil. Ao invés de comprar um Nintendo Switch q só serve pra jogar, eu prefiro ter um celular top, que faz um monte de coisas, e poderia estar sendo usado como console, mas oq eu tenho agora é que não tem um jogo se quer q se compare ao de um console, e n digo em gráficos, isso já tá ótimo, a questão é a jogabilidade q precisa de um simples joystick pra ficar boa

  • César Goudim

    Poderia lançar um portátil apenas para os jogos do [email protected], seria muito bom jogar os indies em um portátil numa viagem ou coisa do tipo, e os grandes jogos na grande tela em casa. Acho que assim eu tiraria o meu atraso do monte de indie que comprei/peguei e nunca joguei.

  • José Luís

    Sim.

Curta nossa nova página no Facebook!