Carregando...

Phil Spencer defende a trajetória do Xbox e dos seus futuros jogos exclusivos

Phil Spencer defende a trajetória do Xbox e dos seus futuros jogos exclusivos

gearsofwar

A coisa ficou feia, temos uma polêmica enorme aqui. As reviews de God of War, da Sony, saíram ontem e, para surpresa de todos, o jogo foi recebido com aclamação da crítica e atualmente está em 95 no Metacritic, com base em mais de oitenta resenhas. Ele foi saudado como um dos melhores jogos desta geração.

Respondendo a Ryan McCaffrey da IGN, que twittou que os “jogadores do Xbox estão ‘MORRENDO’ por não contemplarem a obra-prima que God of War”. Além disso, afirmou que o Xbox não tem capacidade de fazer jogos desse nível  a curto prazo, pois é algo que a Sony está trabalhando desde a era PS3.

Phil Spencer, líder da divisão do Xbox One, não ficou calado e nem esperou a E3 para responder ao afirmar que a empresa está de fato aumentando sua produção de jogos próprios, mas isso leva tempo. Spencer reiterou um compromisso com jogos single-player de alta qualidade, já que os consumidores do Xbox também merecem isso. Mas o Xbox também quer oferecer uma gama diversificada de experiências. E é aí que os títulos de jogos como serviço que podem evoluir com o tempo e outros serviços de assinatura entram. A intenção é não limitar seu público ao “arroz com feijão” de sempre.

Abaixo, a resposta de Phil:

Nosso Hardware levou tempo, novo serviço/plataforma/retrocompatibilidade levou tempo e um crescimento contínuo dos nossos  first party vai levar tempo. Um first party de alta qualidade e diversidade (sim, com singleplayer) feita do jeito certo é nosso objetivo e é o que os consumidores merecem. Nós podemos temos resultados parecido com o que conseguimos com a plataforma e o hardware.

Spencer levantou a bandeira que pretende oferecer jogos bons não só no single-player, como é o caso de alguns da Sony, mas focar em trazer títulos para vários públicos, e isso deve ser referido como Forza Horizon, Cuphead, PUBG ou Sea of Thieves. Voltando ao single, Gears of War possui uma história bem acalmada, e não é pecado que ele tenha um ótimo multiplayer, certo?

A E3 2018 está no horizonte, então há uma chance de vermos algumas grandes surpresas da Microsoft para todos os gostos, principalmente os single que a mídia tanto clama. Mas, novamente, essas coisas levam tempo. Tenha certeza de que o Xbox está trabalhando para agradar seus fãs, pelo menos foi isso que Phil afirma.

O que vocês acharam? O editor da IGN tem razão?

Jorge Henrique
Sou advogado, jornalista e fã da plataforma Windows há cerca de 10 anos. Faço cobertura em eventos e estou diariamente atento a respeito do universo da Microsoft no que tange aos produtos para os consumidores. Respondo como editor-executivo do Windows Club. Estou no Facebook e no Instagram a sua disposição.

Curta nossa nova página no Facebook!