Carregando...

PUBG está melhor no Xbox, e a culpa disso são os trapaceiros

PUBG está melhor no Xbox, e a culpa disso são os trapaceiros

pubg-mato

Falar sobre os PlayerUnknown’s Battlegrounds (PUBG) é a mesma coisa do que falar de sucesso. O jogo da Bluehole colocou milhões de unidades no mercado e mais de 4 milhões de cópias no Xbox One graças à sua versão do Xbox Game Preview. Todo um fenômeno em massa que não está isento de controvérsia por causa de trapaças. E é que todos os jogos bem sucedidos sofrem com este tipo de pessoa sem ética que só quer modificar suas estatísticas e irritar o resto dos usuários.

No Xbox One, por sorte, não encontramos esse perfil de jogador, graças, em parte, à estrutura fechada e controlada da Xbox Live. No entanto, na Steam a realidade é muito diferente e ameaça alcançar outras plataformas. O caso é que o número de usuários que modificam os arquivos do jogo para ganhar vantagem não é pequeno e a Bluehole está se dedicando para resolver esse problema. O último foi eliminar a compatibilidade com o “Family Share”. Este recurso oferecido pelo Steam permite o compartilhamento de jogos com até 5 pessoas diferentes, nem todos os jogos são compatíveis com ele, até agora, o PUBG era. O recurso trazia muitas brechas para PUBG, o que permitia que cheaters usassem as vulnerabilidades para montar softwares de trapaça.

“Por favor, entendam que introduzimos esta medida para combater o abuso e garantir um ambiente justo”, explica a subsidiária da Bluehole em uma postagem anunciando as novidades do game.

Como dito acima, o motivo para eliminar essa possibilidade foram os cheaters, trapaceiros, fraudadores, desonesto ou qualquer outro adjetivo que você queira usar. Felizmente, o estúdio parece mais do que determinado a lutar contra essa praga, embora não seja uma tarefa fácil.

O que você acha disso?

VIA: VG247

Jorge Henrique
Sou advogado, jornalista e fã da plataforma Windows há cerca de 10 anos. Faço cobertura em eventos e estou diariamente atento a respeito do universo da Microsoft no que tange aos produtos para os consumidores. Respondo como editor-executivo do Windows Club. Estou no Facebook e no Instagram a sua disposição.

Curta nossa nova página no Facebook!