O mundo dos games está mudando. Existem novos modelos de negócios, novas maneiras de jogar e, felizmente, um grande interesse na indústria para dar... Women in Gaming: Microsoft luta para dar visibilidade as mulheres no Xbox

mulher-xbox

O mundo dos games está mudando. Existem novos modelos de negócios, novas maneiras de jogar e, felizmente, um grande interesse na indústria para dar visibilidade as mulheres que merecem respeito também dentro deste meio. Estamos em 2018 e, embora ainda haja muito a fazer para alcançar a equidade e o respeito que as mulheres deveriam ter nos jogos, há iniciativas que procuram ajudar.

E é disso que queremos falar hoje, da Women in Gaming, uma iniciativa da Microsoft para Xbox, sem interferência de gênero. Eventos por e para mulheres, iniciativas de e para mulheres. E em suma, um ambiente que busca fazer mulheres de todo o mundo se juntarem para estarem em contato e incentivar sua participação em um meio que todos nós amamos. As protagonistas são elas.

Como nasceu Women in Gaming?

A Women in Gaming nasceu em 2013, com uma Microsoft que estava ciente da necessidade de pôr fim ao ódio racial, ódio contra gays, ao machismo e a todos os males que continuam a afetar a nossa sociedade hoje. Com a Women in Gaming, a Redmond procurou eliminar a falácia de que mulheres só jogam Candy Crush, e que podem ser jogadoras profisionas de PUBG. Afinal, os games não devem ser dividos. Você joga, você se diverte, quem quiser.

Em 2017, a partir desta iniciativa, um evento internacional foi realizado com mais de 350 mulheres que trabalham na indústria para dar voz a outras mulheres que desejam se aproximar desse setor.

Women in Gaming, quebrando outras barreiras

Na Microsoft, eles não estão inteiramente satisfeitos, apenas incluindo as mulheres no videogame. Há muitos outros grupos deslocados deste ambiente, e há muito trabalho a ser feito. Portanto, este ano, no mês de março na GDC 2018, apresentará o “Gaming for Everyone Community Events“, onde tentará incluir, falar e capacitar também o público LGTB.

Então, para fechar, parabéns para a Microsoft para apoiar a indústria dos jogos de forma mais humana e inclusiva, espero que, eventualmente, podemos dizer adeus ao comportamento de assédio infeliz em jogos online com o auxílio desses eventos de conscientização. Quem sabe.

jorgemoderador

Sou advogado e fã da plataforma Windows há cerca de 10 anos. Acompanho todos os produtos das Microsoft, inclusive como jogador do Xbox One.

Curta nossa nova página no Facebook!