Carregando...

A demonstração do Unreal Engine 5 funcionaria melhor em notebooks do que no PS5

A demonstração tecnológica do Unreal Engine 5, Lumen e Nanite, causou bastante empolgação desde que foi lançada. Embora não vejamos nada usando a tecnologia tão cedo, e o próprio motor não estará funcionando até o próximo ano, isso não impediu uma pequena guerra entre os possíveis fãs dos consoles da próxima geração.

Isso aumentou depois que uma entrevista com um engenheiro da Epic China (que foi retirada desde então) revelou que a demo vista em execução no PS5 também funcionava em um notebook. De fato, o PC executou melhor a demo, com o PS5 suportando 30fps a 1440p enquanto o notebook atingiu 40fps na mesma resolução. O laptop em questão não é desleixado, com uma placa de vídeo Nvidia RTX 2080 e uma 970 Evo Plus.

É estranho citar o SSD do laptop junto com a placa gráfica assim, mas esse é o mundo em que vivemos agora, ou melhor, onde estaremos se o hype da próxima geração cumprir sua promessa. Isso ocorre porque um dos grandes pontos de venda do PS5 é o armazenamento, com a Sony reivindicando uma taxa de transferência de 9 GB/s (usando compressão) ou 5,5 GB/s em termos de taxa de transferência direta. A suposição era de que a demonstração tecnológica da UE5 estava gerenciando alguns de seus feitos impressionantes por causa dessa taxa de transferência, embora agora pareça que não é o caso.

Muitos achavam que a tech demo em questão só fosse possível por conta do SSD do PS5, mas esta é a prova definitiva de que é um equivoco este pensamento! A própria Epic Games disse que também será incrível no Xbox Series X recentemente.

Para referência, o Samsung 970 Evo Plus que pode ser encontrado no laptop tem uma taxa de transferência de 3,5 GB/s, o que é ótimo, mas não é o disco mais rápido que você pode comprar e não é um PCIe 4.0 NVMe SSDs que podem atingir até 5 GB/s.  O SSD do Xbox Series X, por exemplo, é mais poderoso que ele. Em outras palavras, a incrível fidelidade que pode ser vista na demonstração de tecnologia não será limitada pela tecnologia encontrada nos PCs modernos ou no Xbox Series X.

A polêmica foi grande e Tim Sweeney, da Epic, respondeu aos relatórios sobre o desempenho do notebook, embora isso tenha aumentado a confusão, pois sua resposta inicial foi que eles estavam reproduzindo o vídeo de demonstração do PS5 no notebook:

Tim ainda deixou mais dúvidas ao comentar isso:

 Usuário: não é um rumor, na verdade, o streaming está disponível ao público por autoridades da Epic na China, A demo foi executada a 1440p/40Fps e eles mencionaram que a dependência do SSD é muito exagerada. Eu tenho o streaming e os registros de data e hora no meu perfil. Acho que o acordo de marketing da Sony.

Tim: todo o hardware do console da próxima geração não foi lançado e ainda está sob a NDA. No início do próximo ano, lançaremos a primeira versão pública prévia do Unreal Engine 5 com fonte C ++ completa e todos poderão fazer nela o quanto quiserem.

Vale a pena reiterar que o Unreal Engine 5 é multiplataforma e será executado no Xbox Series X, PlayStation 5 e PCs quando finalmente for lançado. Portanto, toda essa briga é essencialmente inútil, mas temos que postar todos os fatos.

Todas essas informações foram trazidas pelo site PC Gamer que colheu este conjunto de informações.

Jorge Henrique
Sou advogado, jornalista e fã da plataforma Windows há cerca de 10 anos. Faço cobertura em eventos e estou diariamente atento a respeito do universo da Microsoft no que tange aos produtos para os consumidores. Respondo como editor-executivo do Windows Club. Estou no Facebook e no Instagram a sua disposição.