A reviravolta no mercado de PCs, entenda os seguimentos mais lucrativos

xiaomi-notebook

Você certamente já deve ter ouvido falar que os PCs estão prestes a morrer, e que nesta altura do campeonato estaríamos na era pós-PC. Parece que ainda não foi dessa vez.

Ainda há muito dinheiro em cima da mesa quando o assunto é o mercado de computadores pessoais. Pelo menos, é o que relatada o Gartner. A consultoria detalho os seguimentos dos PCs mais lucrativos.

A analista Meike Escherich afirma que os computadores pessoais ainda são ferramentas importantes, especialmente, em áreas onde os smartphones e tablets suprem plenamente o anseio dos consumidores. Nesse caso, o conselho seria apostar no segmento ultraportátil premium, apontado como “o único com a certeza de alcançar um crescimento de receita este ano” pela consultoria.

Segundo as projeções do Gartner, o mercado movimentou US$ 34,5 bilhões, um aumento de 16% em relação a 2015. Em 2019, a previsão é que essa categoria se torne a maior do mercado de PCs em se tratando de receita, US$ 57,6 bilhões.

“O mercado ultraportátil premium também é o mais lucrativo em comparação com o de entrada, em que computadores custam até US$ 500 e têm uma margem bruta de 5%. Esse percentual pode alcançar até 25% para PCs ultraportáteis premium superiores a US$ 1 mil”, explica a vice-presidente de pesquisa Tracy Tsai.

É esperado que o segmento continuará a crescer devido à demanda de substituição de PCs tradicionais e à experiência de toque que o mercado dois-em-um (híbridos) trouxe.

De acordo Gartner, isso exigirá que fabricantes de PCs ajustem seu portfólio para ganharem terreno na América do Norte, Europa e Ásia onde o segmento continua a crescer. O problema maior ficará por conta do Brasil e Rússia por conta dos problemas econômicos.

Fonte: converge

21 comments on “A reviravolta no mercado de PCs, entenda os seguimentos mais lucrativos

      1. Realmente a Dell sempre foi a melhor p/ mim. Sinceramente não sei pq as pessoas reclamam tanto dela. Sempre, sério, sempre que houve um problema no meu Inspiron 15 5500 a Dell sempre estava me ajudando, não era como descaso de outas fabricantes. Falo isso por experiência que tive com outras marcas. Algumas vezes nem eu havia reparado o problema e ela mesma entrava em contato comigo. Isso sem falar dos atendentes, que uma vez me mandaram até um pen drive personalizado de brinde por uma ligação. Dell sempre foi a melhor.

        1. Não tenho o que reclamar do meu, formato vou no site instalo um programa de verificação do modelo e baixa e instala os drivers automatico.

        2. Único defeito da Dell é que ela começou a Samsungzar. Você compra um notebook e vem com um monte de bloatware de fábrica. Uma quantidade absurda de programas que é difícil pra um leigo usar e desnecessário pro usuário avançado.

    1. Concordo com você. O mercado está traçado para que a Microsoft entre fortemente. Um SO unificado e que apresenta inovações em relação aos seus rivais tanto nos computadores quanto nos celulares, um mercado aberto aos híbridos e “entendiados” com os tablets Android/iOS. Um mercado que espera pelo anúncio de uma nova categoria de hardware, que pode ser feita pela Microsoft, Xbox indo muito, mas muito bem, em todos os lançamentos sempre faltam “peças”. Um mercado que quer conhecer o Hololens. Diferente de muitos que aqui comentam, a Microsoft está com a faca e o queijo na mão, basta fazer.

  1. Matéria cheia de erros de português, confusa, mistura projeções com resultados, parece um discurso da Dilma, mas pelo menos ela é uma senhora com mais de 60 anos, e vive uma tensão danada. Teria sido melhor por simplesmente a chamada e o link da matéria real no site da converge. Sua síntese foi curta e sem sentido.
    Articule-se melhor, rapaz.

      1. Kkkkkkk, entendo, mas a matéria é tão sem pé e sem cabeça, que não se encaixa na forma da falta de ética. De mais, ou o autor digitou aquilo enquanto andava de bicicleta, ou apresenta uma dislexia que meras palavras, minhas ou de qualquer outro, não a curariam. Se o senhor desejar encaminhar a mensagem a ele, fique a vontade; no mais, boa tarde, e obrigado pelo feedback, e vamos ler uns livros para que escrevamos melhor. Não mata.

        1. Pior que isso é utilizar-se de linguagem culta, para um público simples, como forma de exibicionismo, na ideia de tripudiar sobre o autor, demonstrando uma soberba incomum. Tenha mais respeito com as pessoas rapaz!

  2. Parece que todos esquecem o seguimento industrial/corporativo/escritório: SEMPRE (ou pelo menos por UM BOM TEMPO) um bom & velho “PC de mesa” vai ser bom…

    1. Quem em sã consciência colocaria vários dessas criaturinhas caras em empresa de médio porte. O velho e bom Desktop ou velho notebook de guerra ainda vão mandar por .muito tempo.
      Esses Desktop é notebook são fáceis de consertar.
      Imagina um 2em1 dando defeito fora da garantia…

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *