Aaron Greenberg, do Xbox, diz que não está preocupado com o PS5

Foto conceito.

O X019, o festival anual para os fãs do Xbox, está atualmente em Londres, na Copper Box Arena, onde a Kotaku conversou com Aaron Greenberg, da Microsoft. Atualmente, ele é gerente geral de marketing de jogos no Xbox, depois de desempenhar várias funções ao longo dos anos. Greenberg existe por lá desde os primeiros dias do Xbox, “quando havia apenas 20 pessoas trabalhando no console”. Falamos sobre o X019 e o próprio Xbox, e o que eles farão para o PlayStation 5.

Acontece que próximo ano vamos entrar em mais uma nova geração de consoles e o Xbox Scarlett duelará com o Playstation 5 da Sony. Então, é sempre bom ouvir o que a Microsoft tem a dizer para entendermos melhor como será esse futuro tão breve.

Kotaku: A Sony está provocando aspectos do próximo PS5. Algo que você vê lá o preocupa?

Greenberg: Na verdade não. Somos mais obcecados pelo cliente do que pelo concorrente. Acho que a Sony construiu um ótimo negócio, eles têm uma marca muito forte e uma presença forte e temos muita admiração pelo que fizeram.

Da mesma forma, sentimos orgulho pelo fato de termos construído o console mais poderoso do mundo, acho que crescemos agora nossos estúdios internos, por isso temos uma das maiores, se não a maior equipe interna de estúdios, e continuaremos inovar com coisas como o Project xCloud. Inovaremos com diferentes variedades de jogos – você está vendo nossas parcerias com desenvolvedores japoneses e criadores japoneses com coisas como a série Yakuza, coisas como mais jogos de Final Fantasy no Xbox Game Pass, toda a série Kingdom Hearts no Xbox. Todos nós ouvimos fãs e dedicamos tempo para realizar esses projetos.

Kotaku: Muitas vezes ouvimos essa frase do Xbox: “O console mais poderoso do mundo”. Você já pensou duas vezes sobre essa estratégia? Porque o sucesso da Nintendo sugere que o mercado em geral não se importa tanto com poder. Há um segmento on-line que sempre grita assassinato azul sobre 4K ou o que seja, mas, na realidade, a tecnologia do consumidor atingiu um nível em que é bom o suficiente para que muitos estejam felizes com algo como o Switch.

Greenberg: Eu acho que depende de que tipo de jogos que você deseja jogar e que tipo de dispositivo você está. Existem diferentes segmentos de clientes que desejam coisas diferentes. Então, as pessoas que investiram em uma TV 4K de ponta e realmente querem um produto muito poderoso, acho que isso importa para elas. Eles estão tentando decidir “Qual jogo de terceiros eu compro?” “Onde jogo Call of Duty ?” Ou qualquer que seja o seu jogo favorito. Sabendo que o jogo vai parecer e jogar melhor no Xbox One X, acho que importa para essa pessoa.

Escute, o Switch é um ótimo dispositivo, nós adoramos, temos Switches, e tendo isso como um dispositivo de jogo on-the-go, você está certo, acho que não é uma plataforma onde a resolução importa tanto. E tudo bem também. Eu acho que há um conjunto diferente de clientes, e também dispositivos e casos de uso diferentes em que as pessoas priorizam coisas diferentes. Eu acho que está tudo bem. Você está certo que há muitos casos em que tudo está bem. Os jogos têm que ser ótimos, em última análise. Eles precisam ser divertidos, atraentes e, às vezes, são vitrines visuais, outras vezes não. Eu acho que é isso que torna a indústria tão diferente das outras.

A Microsoft tem se mostrado confiante e afirma que não está preocupada com o PS5, o foco dela são os clientes e não a concorrente. Ainda assim, mostra que o poder ainda deve ser um ponto forte para a bandeira da marca Xbox.

O que vocês acham das respostas de Greenberg?

 

Fonte

117 comments on “Aaron Greenberg, do Xbox, diz que não está preocupado com o PS5

  1. Se eles que trabalham na empresa não se importam com o concorrente, imagine eu que aou cliente. Estou feliz por ter varios jogos para desfrutar no meu xbox. E não me incomoda o desempenho ou excluaivos da concorrência. Parabéns a Microsoft que foca em agradar seus clientes, inclusive os Brasileiros.

  2. Somos mais obcecados pelo cliente do que pelo concorrente“, a Microsoft dando aula de como ser “prossumidor”. É ÓBVIO! Caixista não está preocupado com o PS pq está tranquilo com o XB como melhor plataforma de jogos, recursos e serviços DISPARADO do mercado; e na próxima geração receberá um ecossistema completo: console XB + PC + xCloud (nuvem), todo INTEGRADO. Já sonysta está com inveja do GP, arrependido de ter um PS; logo, ficam em sites de XB soltando FALÁCIAS, preocupadíssimo com o que diz ser “falido”, “flopado” e outras besteiras mais. Engraçado d+.

  3. No dia em que o PlayStation voltar a me chamar a atenção, volto e compro ele e os demais consoles, como já tinha feito, antigamente possuía o Xbox, o Gamecube, o PS2 (ordem de preferência) e em outras gerações fiz o mesmo. Porém, nessas duas últimas comprei apenas o 360 e o X, talvez o PS5 possa ter alguma surpresa, mas não sei se terá algum jogo que valha a pena comprar o console.

    1. Se com o tanto de jogo que já saiu para ps3e ps4 exclusivamente e vc não se interessou, então esquece, você é fanboy de Xbox é mais fácil aceitar isso, pq jogo foda os dois consoles da Sony tem aos montes.

      1. Eu não comento muito aqui por causa da aspereza que aqui tem, mas vou te contar uma história.

        De tanto o pessoal falar em PS4 eu resolvi comprar um em 2017 e eu fiqui com ele por um ano certinho até vender pois nada ali me fazia ficar com ele, eu comprei a Plus, comprei alguns jogos exclusivos como o Remaster de God Of War 3, Uncharted e o famoso Remaster de The Last Of US.

        Durante todo o ano que eu fiqui com o PS4 os jogos que eu terminei foram God Of War 3, Abzu, Life Is Strange e o horrível Knack que só joguei e terminei porque meu One tinha ido ao concerto.

        Em resumo, NADA conseguiu me atrair e NADA ainda me atrai na plataforma PS, talvez eu volte a comprar outro console da Sony, mas por enquanto não tem nada lá que me faça deixar o Xbox descansar um pouco.

        1. Eu tenho o mesmo pensamento que o seu, pelo menos por enquanto nada ou quase nada dos jogos de Xbox me atraem. Se futuramente mudarem isso, talvez eu experimente, mas por enquanto não.

        2. É um dos pontos que penso e passei por isso, nos tempos de PS2 poucos games me divertiam no PS2 em vista a tamanha quantidade de jogos lançados, até aí normal, mas em comparação ao Game Cube que possuía menor quantidade de jogos, porém a proporção de diversão era maior.
          O PlayStation possui ótimos títulos, mas como o Kojima diz, “Não é pra todos” (fiz referência…rsrs.)

      2. Esquece, esse papo de fanboy. Já tive o NES, PS1 e N64, SNES e MEGA, NEO GEO, SATURN e DREAMCAST, além dos mencionados.
        Então não tenho problemas com a marca. Só que a partir do 360 não tive o interesse em ter outra plataforma em minha casa após jogar o Gears, ter uma fantástica experiência no Forza Motorsport 1 e 2 e o histórico do XBOX Clássico. O único caso que tive vontade e quase comprei o PS3 foi com o lançamento de metal gear 4 (sim, fiquei louco com a representação), mas coloquei na balança os títulos de cada console e pesou para o XBOX 360, me faltou dinheiro para ter os dois consoles.
        Em 2018 perguntei aos meus filhos qual vídeo game eles prefeririam, eles poderiam escolher o PS4 devido aos colegas de escolas e da rua, só que optaram pelo Xbox.

        Antes de comprar devemos nos perguntar, o Gran Turismo ficou melhor ou o mesmo patamar que o Forza? O Killzone ficou bom? O Horizon Zero Dawn tem para XBOX?

        Forza e Gran Turismo são games que me faz decidir uma plataforma, pois são games “sem fim” e fantásticos, utilizarei durante anos e fora os jogos multiplayer.

        E nesta geração entra um ponto forte que ditará o negócio, a Microsoft não está de olho no cliente e sim nos sentimentos dele (não só ela, outras empresas de outros produtos também), como respeito e paixão. Respeito no atendimento em seus canais e a paixão que eles sabem que temos pelos games. Claro que a Microsoft tem muito a melhorar, e vejo esforço nisso.
        O problema não é pagar 2.000,00 em um PS4 PRO, mas sim o que vem junto.

        Agora, as minhas perguntas são outras; o que vem além dos games.
        serviços (Game Pass, Live), gráficos (jogo games indie até Gear 5), Como funcionará a interação com outros dispositivos(xcloud)? Com outros consoles? Multimedia? Tenho PC, posso jogar nele?

        Quero sempre ter opções, se o PS5 tiver algo que me interesse, a mim apenas e não à mídia especializada também poderei comprar ele, contudo, a minha compra certa será o Scarlett pelo que estão construindo, cabe a Sony correr para ser também competitiva e assim espero.

      3. Jogo foda ????

        – Gays Bug Fone 71
        – Érica Traveka 69
        – GaydiEvil 67
        – Concreto de Gonorréia 75
        – Urina Simulator de Satanás 83 Multi flopado

        ????????????

    2. ps5 acho que possa ser bem interessante pois você poderá jogar os jogos de todas as gerações , não me refiro a retro, duvido que a sony faça alem do ps4 ( ela mesma n sabe se a do ps4 será selecionada ou completa) porem pelo psnow vc consegue jogar jogos de ps2/ps3 , para quem tem o ps4 e não teve xbox o scarllet é muito atrativo por conta da retro full + gamepass , já para qm teve o xbox e não teve ps4 o ps5 é atrativo por conta da retro + psnow

      1. Cara, não ligo tanto para a retrocompatibilidade….tenho alguns jogos de 360 (digital) e quando quero jogar games antigos entro no emulador no PC e jogo games de luta, Street Fighter ll, ll’ e NEO GEO.

        Coloco na balança os serviços e games. Live, Game Pass, integracão com o computador, tipo, jogo no X e qdo estou na empresa jogo no computador no mesmo perfil e save (Killer Instinct, Forza, Gears, acho que Hellblade também). Gostei muito do God of War(PS2), Gran Turismo(PS2/PS3) e Horizon Zero Dawn (PS4), apenas o Horizon Zero Dawn dos games triple A que achei muito bom nessa geração. God e GT se perderam.
        GoW Não lembra nem um pouco o original e Gran Turismo pelo que até onde eu vi você joga com 12 carros na pista (Forza 24 carros na pista), mudança climática (chuva, tempestade, sol, nublado, noite, sol e chuva na mesma corrida, etc) vc tem isso no Forza em todas as pista, isso não ocorre no GT.

    3. Acho que a primeira mudança que você gostaria de ver no ps5 seria uma atualização no sistema da PSN. Não precisa ser igual do Xbox, só melhorar. Melhorar desde a criação de conta, manutenir a conta, criar post procurando grupos pra jogar, alteração de gamertag, ter menos problemas com cartão de crédito, ter menos problemas com conexão de internet, catálogo que bata de frente com GamePass, ser um console potente que entregue 4K60 pelo menos nos seus exclusivos.

      1. Seria muito interessante se a Sony fizesse algo como o Game Pass ou cobrar apenas o serviço, tipo, pague apenas o que utilizar.
        Ela poderia ter todo o seu catálogo e vc pagaria apenas o que consumisse, pegou o Final Fantasy, cobraria os dias de permanência com o game, 1 dia custaria 5,00 reais por jogo.

  4. Microsoft fidelizando cada vez mais clientes com atitudes pró consumidor. Primeiro retro, EA access, game pass, compatibilidade de acessórios para o próximo console, jogos da Microsoft igual Halo infinite se vc comprar nessa geração ganha uma cópia gratuita para o Scarlett. Sempre me senti mais a vontade comprar um jogo no Xbox q no PS q tenho desde 2017. Se eu posso comprar um multi q eu sei q vai funcionar na próxima geração pq iria comprar no PS sendo q os mesmos diziam q retro não era importante? Depois q comprei o one x q não compro mais jogo mesmo no PS.
    Ainda tem q ver acéfalos dizendo “ah mais e exclusivo”, aí vc vai ver os jogos de PS esse ano nem precisa responder um cara desse.

    1. Eu já sinto que a Microsoft está cada dia mais me atraindo para o PC e deixar as “gerações” pra trás. Veja, já tem todos os First deles no PC, PC única plataforma tem retrocompatibilidade nativa com tudo que saiu em windows desde sempre, única com mods que fazem jogos antigos ficarem com cara de atuais tanto em gráficos quanto em controles, emuladores e mais emuladores, agora Gamepass lá com uma variedade grande de jogos, e crossplay com console em vários third e todos os first. A cada notícia nova da Microsoft, me sinto mais seduzido a começar a montar um PC

      1. Para Microsoft pouco importa para onde você vai, o importante é o consumo dentro dos seus domínios kkkkkkk. O GamePass além de genial para o console é ainda mais genial no computador ? pois vai fazer com que o pessoal use mais e mais ➕ sua loja ?.

        A Microsoft pensou em tudo.

      2. Sim, você, eu e muita gente está se jogando para o PC. Não somente por causa da MS, mas, por tudo que está acontecendo no geral. PC irá centralizar todas as assinaturas, logo, sem limitação de hardware diferente para cada caso.

        Para a MS, não importa mais o hardware que vai escolher, tudo será centralizado no Windows e todo o ecossistema da empresa.

        Sempre me perguntava porque a MS ainda não havia se jogado de cabeça no PC. Bom, agora veio a resposta. Steam, EA, Sony, Epic, Origin, GP, tudo rodando em um só lugar, Windows.

  5. Ja repararam que nas entrevistas com os “chefes” de xbox os entrevistadores sempre perguntam do PlayStation e os jogos exclusivos deles?
    Ou será apenas algo da minha cabeça?
    ?????‍♂️?‍♂️?‍♂️?‍♂️

  6. Os caras estão tão despreocupado que ficam falando de PlayStation, sei! Ai se na próxima geração for o primeiro em vendas duvido que não vão querer mostrar a superioridade.
    Acompanho matérias sobre a Sony e dificilmente vejo eles falando da Microsoft.

    E a galera do Brasil diz com se o PlayStation não tivesse serviço algum, ok no nosso país ainda não tem o Now mas com certeza terá! Mas o gamepass tem concorrente nos principais mercados do mundo. E na próxima geração, a única limitação que é ser retrocompativel vai mudar…

    1. Aqui é um site de Xbox, Windows e Flame War, acostume-se com isso.

      A retro do PS5 será limitada apenas ao PS4, enquanto o Scarlett será retrocompatível com todos os Xbox anteriores; tem nem comparação.

        1. Só tô me baseando nas afirmações da Sony…

          https://www.techtudo.com.br/noticias/2019/04/ps5-sony-confirma-retrocompatibilidade-com-jogos-do-ps4-e-resolucao-8k.ghtml

          https://www.meups4.com.br/noticias/retrocompatibilidade-ps5-nao-sera-ps4/

          1. São todos rumores e informações preliminares. Ou seja, nada concreto sobre como vai ser no fim das contas… Eu esperarei informações oficiais de “vai ser isso e não vai mudar”

    2. Quem falou de Playstation ali? Quem? Quem? Como sempre a mídia. De mansinho colocam uma perguntinha flame war no meio…

      A mídia é o iago, de Shakespeare. A gente pode falar de Playstation como iago, a mídia nao. Por isso que cago pra tudo que vem da mídia, nota, review, goty toddy, ja para os sonystas fanáticos, a mídia eh tipo uma muleta, um pai ou mãe, uma proteção…

          1. Eu já acho que a Microsoft não agrada esses jornalista. Se olhar, DS jogo de nicho total, nota 83, Pokemon, um dos piores já lançados, nota 81, ai me vem a Microsoft com SUPER LUCKY’S TALE, nota 64, o mesmo game lança para Switch, nota 75. Os cara tem algo contra a Microsoft, não é de hoje.

        1. Icônicos jogos ?????

          – Gays Bug Fone 71
          – Érica Traveka 69
          – GaydiEvil 67
          – Concreto de Gonorréia 75
          – Urina Simulator MULTI FLOPADA 83

          ???????

      1. Só se mudou este ano, pq até o final do ano passado o Now estuprava o gamepass e o EA access juntos dando mais retorno financeiro que os dois somados. Agora que reduziram o valor, imagina como esta

        1. Mas poney é exatamente assim, burro q nem uma porta, pra ele não importa a qualidade do serviço, o importante é se está dando mais receita ???? não interessa se a Çoni lançou um monte de gonorréia esse ano, importante é q tá vendendo mais ???? eu falei q o Gamepass estupra em qualidade, q é oq importa pra mim animal, PS-ANAL não chega nem aos pés, e nem tem no Brasil ainda por cima ????

          1. Só você vê o site focando em Xbox. Na minha opinião, focam mais no Playstation. Em quase todas as matérias do Xbox, é mencionado o Playstation ou pelo menos existe a tentativa de criar uma abertura para comparações e console War. O Jorge conhece dos paranauê, e o rebanho apenas segue o roteiro.

        1. ????? não pode falar isso, as notícias de pixels acabaram com a chegada do One X, só voltarão caso o Playmerda 5 seja mais poderoso q o Scarlett ???

  7. Dificilmente a sonhyos sairá do “mais do mesmo”……para alguns isso é ótimo…quanto a mim “meu muito obrigado mas nao”.
    Com tantas possibilidades dentro do ecossistema Xbox (vejam que não me referi mais apenas a console), eu seria um tolo em abrir mão de tudo isso e migrar para a mesmice sem nenhum diferencial que me interesse.
    Se eu tivesse tempo com a grana que disponho, a plataforma secundária seria o Switch e talvez ainda assim mais para o meu filho utilizar.
    Hoje não há nada que se possa comparar com a “arapuca” que a M$ armou.

  8. Kotaku ainda nessa ladainha de que as pessoas que compram o Switch jogam apenas no Switch.

    No Ocidente, grande parte do público do Switch (eu diria até que a maioria) são pessoas como o Aaron Greenberg, que têm uma máquina mais forte em casa (seja PC, Xbox One ou PS4) e, quando estão na rua, jogam no seu tablet (Switch).

      1. É diversificado, Nintendo aposta muito na nostalgia, por isso que tirando Mario, Zelda e Pokémon o que sobra é um monte de indie estilo SNES e alguns poucos AAA remasterizados de anos passados.

        Eu sou da opinião de que a Nintendo tinha que ter lançado um telefone e não um tablet. Ia ser foda demais. E eles ainda iam poder cobrar preços nível Apple num produto desses.

        1. Olha, não sei. Eu gosto muito dos RPGs que estão saindo lá… Muitos encontraram sua “casa” lá, agora que o Playstation se americanizou

  9. Não temos do que se preocupar; ganhamos a geração do PS2 com maior poder; ganhamos em cima do PS3 de lavada com a melhor lineup da história dos games e ganhamos em cima do PS4 com os melhores serviços e o melhor de tudo! Jogos! É para isso que serve a porra de um vídeo game caralho

  10. “Somos mais obcecados pelo cliente do que pelo concorrente”, a Microsoft dando aula de como ser “prossumidor”. É ÓBVIO! Caixista não está preocupado com o PS pq está tranquilo com o XB como melhor plataforma de jogos, recursos e serviços DISPARADO do mercado; e na próxima geração receberá um ecossistema completo: console XB + PC + xCloud (nuvem), todo INTEGRADO. Já sonysta está com inveja do GP, arrependido de ter um PS; logo, ficam em sites de XB soltando FALÁCIAS, preocupadíssimo com o que diz ser “falido”, “flopado” e outras besteiras mais. Engraçado d+.

    1. Concordo que o Xbox tem seus pontos fortes e prefiro usá-lo para quase tudo, exceto os os exclusivos, que queiram ou não, os da Sony chamam muito mais a atenção..

      Mas se continuar assim você vai acabar sendo contratado pela Microsoft para ficar fazendo propaganda gratuita pelos sites.

      1. Se vc tiver falando em relação a mídia eu concordo, pq o q é cobrado do xbox é o msm q do ps, jogos com grandes histórias e gráficos espetaculares . A nintendo fica isenta de qualquer critica nessa relação. Agor se for em relação ao público, muito pouco realmente compra os AAA da microsoft e sony. Os jogos “meia boca” (só modo de falar) da nintendo vendem absurdos mais

        1. Opa, grandes jogos é bem subjetivo nem tem como entrar com esse “argumento”.

          Ori é para mim tudo que não é God Of War não é, jogo tem que ser bom independente seu tamanho ou gráfico.

          1. Concordo com vc, só citei q essa parte dos holofotes em cima dos jogos não é mentira, é bastante real, mas isso n significa q ele é bom pra td mundo. Eu tbm adoro ori, e de uma forma inexplicável kkk

          2. Nossa cara. Foi banido do Meups4? Pudera mesmo. Só de tentar comparar estes dois jogos aí, vê-se que você é louco de pedra. São dois puta jogos, mas são propostas, universos, gêneros, tipo, e tudo o que se puder imaginar diferente um do outro.. não são nomes para se usar em uma comparação. “Ori é tudo o que GOW não é.” Iria adorar ver seu ponto de vista listando todos os pontos que fazem GOW não chegar aos pés de Ori.

          1. O que na minha opinião tornou a Nintendo irrelevante. Presença no mercado é dada pelos thirds.

            Jogos como Resident Evil, Street Fighter Alpha, Megaman X, Parasite Eve, MGS, Tekken 3, e até FFVII, pelos quais o PS1 ficou conhecido, não eram exclusivos de PS1. Alguns saíram também pra PC. O que acontecia era que, como era ridiculamente fácil de fazer jogos pro PS1 comparado ao N64 ou mesmo ao Saturn, nos consoles as thirds foram todas pro PS1 e, se sobrasse tempo, faziam pra outras plataformas.

            A Nintendo teve que sambar pra conseguir que a Capcom fizesse RE2 pro N64, isso muito depois de o jogo já ter sido um sucesso. Quem ficou no N64 perdeu grande parte do que estava acontecendo na indústria e a situação pro nintendista foi só piorando nos consoles seguintes.

            Por outro lado, quem está no Xbox One não perde absolutamente nada do mercado a não ser os exclusivos de outras empresas, e quem tem Xbox, com todo o respeito, não tem o perfil de quem ia ficar horas jogando Zelda ou Pokémon. A plataforma sempre priorizou jogos de ação e seu maior jogo é um FPS.

            Com o Wii a Nintendo praticamente abdicou do grande mercado, preferindo focar no seu nicho. Por isso mesmo, apesar de o Wii ter sido o console mais vendido da sua geração, a guerra de verdade, aos olhos do grande público, foi entre 360 e PS3, e o 360 ganhou no período que mais importou.

            Existe sim uma forçação de barra pra tornar os jogos do PlayStation e até os da Nintendo “indispensáveis”, mas os fracassos críticos de Days Gone, Death Stranding e Pokémon Sword and Shield e a expectativa em torno de Bleeding Edge e mesmo Halo Infinite (o FPS mais aguardado de 2020) nos mostram que essa ideia de forma alguma se sustenta.

          2. Esse textão só pra falar que a Nintendo é “””IrrEleVaNtE”””?

            O jogo fps mais aguardado do ano que vem é Cyberpunk 2077 cara, não tenta inventar dado onde não existe.

            Bleeding Edge tem um nível de hype moderado e só.

            Há a forçação de barra em torno dos jogos de PS e Nintendo de forma positiva (“jogos indispensáveis”) e a forma negativa (“merdas que nem devem ser chamadas de jogo”) no fim vc deve jogar pra saber.

            E sim a Nintendo se sustenta bem mais em Mario e Zelda, doq o PS se sustenta em GOW ou Tlou ou o Xbox que tem como foco a trindade Halo,Gears e Forza.

        2. A Nintendo é foda, vai conseguir explorar as mesmas franquias pelo resto da eternidade. Não consegue acompanhar Sony e Microsoft quando o assunto é poder de hardware, por outro lado, tem uma legião de fãs de Mario, zelda, pokemon, etc etc etc.. Apesar de não ter jogado nenhum destes games na atual geração, acredito que sejam muito mais divertidos que os jogos do play e Xbox..

          1. Eu acho bem mais divertidos kkk to testando os jogos de 3ds e to curtindo muito. Só q tbm vejo defeitos dos jogos que, caso existissem no ps e xbox, os jogos seriam massacrados nas avaliações. Mas mesmo com esses defeitos os jogos continuam sendo mt bons, até vale a pena pegar algum console da nintendo pra jogar quando der.

        1. Talvez não a atenção de alienados como vocês, mas o fato é… Se o Xbox e seus jogos são tão bons assim, porque venderam muito mais que Playstation ou até Nintendo..?? Será que é porque chamaram mais atenção mesmo? Realmente são melhores? São tudo o que os jogos do Playstation não são? E a Nintendo que que se bobear ultrapassa o Xbox em vendas com um híbrido meia boca.. E isso porque o Xbox está indo de vento em poupa, tá lucrando horrores, vendendo absurdos, tudo é motivo de comemoração, porém ninguém mostra números. Só um bando de imbecil pra acreditar em tudo o que leem sem nem refletir um pouco. São umas ovelhas mesmo.

          Pra vocês a resposta é e sempre será sim! Por isso não me importo muito com comentários desse nível.

      2. Chamam mais atenção pra você, pra mim não. E outra, você é um privilegiado e pode ter duas plataformas ou dois consoles. Quantos podem e ainda estão dispostos a isso? A verdade é que apenas um console já atende muito bem qualquer consumidor, e nisso o XB é a melhor opção disparado. A maioria dos consumidores de PS, inclusive, não tem outra plataforma, e nem sabem que estariam muito melhor atendidos num XB, o que não deixa de ser um fator de alienação. Já você, que pode ter mais de uma plataforma e tem um PS “só pelos exclusivos”, além de ser um privilegiado, constitui a exceção da exceção, pois a maioria tem um console só por FIFA, Fortnite, Minecraft, CoD, GTA.

        1. Fato, aí na NET todo haters da Microsoft tem PS4 e pc q custa o dobro do one x. E pra falar a verdade nem compensa ter as duas plataformas a não ser q vc trabalhe com conteúdo gamer. Mal do conta dos jogos do Xbox último jogo q salvei no PS já faz uns 5 meses. Vou tentar terminar o q tenho no PS nas férias e passar pra frente.

        2. Na verdade você se engana novamente. Não tenho esyes jogos citados por você. E não tenho o PS só pelos exclusivos. Tenho uma biblioteca extensa, maior do que consigo jogar. A opção pela aquisição do Xbox foi por curiosidade. Como você disse, não é necessário ter duas plataformas na maioria das vezes e ainda assim prefiro o meu play pra jogar, o gamepass não tem nada pra mim, talvez quando possuírem uma biblioteca de pelo menos 500 jogos, apareçam mais jogos top. Por enquanto utilizo o Xbox pra jogar alguns games que não tenho no play e transmitir meus vídeos do smartphone.

          1. Você diz que tem o PS “por causa dos exclusivos”, mas depois que não. Decida-se. E novamente você citou o SEU EXEMPLO, que não é nem perto o caso da grande maioria dos consumidores, que tem um console mesmo pra jogar os multiplataformas já citados.

    2. Olhando para o departamento de jogos first party, que foi o calcanhar de aquiles do Xbox nesse ciclo, noto que a MS vem crescendo e adquirindo maturidade muito rapidamente. Você olha para jogos como Wasteland 3, Ori 2, Bleeding Edge…. jogos interessantes e para públicos diversos. Isso sem contar os novos projetos da Playground, Initiative, Ninja Theory, que sequer apareceram no ultimo evento. Jogos para diversos públicos e estilos, pra somar aos já consagrados Halo, Gears e Forza.

      Eu posso olhar para a line up geral, e certos jogos não me interessar (Grounded e Bleeding Edge, por exemplo), mas tenho ali o Ori 2 e Wasteland 3 no horizonte, jogos que me parecem incríveis. Aqui não entro no mérito de serem ou não blockbusters comerciais, mas da abrangência de estilos dos games da XGS.

  11. [OFF] bem q a microsoft podia descolar aquele digimon complete edition (nem precisa ser via gamepass não, só me poem o jogo na loja), é uma coletânea de 2 jogos de digimon que eram exclusivos do play 4 (Cyber Sleuth e Hackers Memory) que perderam sua exclusividade pra switch e pc esse ano com o lançamento do complete edition , porem ele não saiu para xbox one (???), sendo que o novo digimon ( Survive) que parece ser bem bacana (lança em 2020) FOI DITO QUE SAIRÁ PARA XBOX ONE! ( alem do ps4/pc,/switch) então pq diabos os cara não lançou essa complete edition tb…’

  12. Na minha opinião Windows club, tem toda razão que o Aaron Greenberg, do Xbox não vou ter medo do ps5 não, o Aaron Greenberg, do Xbox está fazendo o Xbox scarlett sim. Na minha oi. Ok Windows club.

  13. eu ja vi essa cena na E3 2013 no lançamento do xbox one. Deveria sim estar preocupado e ficar de olho para não sair atrás na próxima geração como foi nessa. sem contar que ainda há a nintendo e o stadia, que está entrando na competição.

    1. Existe uma enorme diferença entre gerações. Hoje, temos assinaturas de diversas empresas que estão dentro de um único ecossistema, PC com Windows.

      Só isso já fará com que a Sony procure um lugar ao Sol, como já tem procurado, Azure.

      O que vai determinar uma possível Vitória ou derrota, será a qualidade e a quantidade de jogos ofertados. Como estamos vendo, a MS não está atrás nesse quesito, visto as grandes aquisições de estúdios e investimentos.

      Acredito que a MS fez uma jogada de mestre, amarrou o mercado dentro do seu Sistema operacional. Daí para frente são detalhes, ajustes e melhores ofertas.

  14. “veja a Nintendo, gráficos não importam…. Mas aí de vcs se não fizerem o console mais poderoso, esfregaremos tabelinha de resolução na cara de vcs toda semana”…

  15. Achou o quê, Jorge, que o relações públicas do Xbox ia chegar dizendo abertamente que está com medo da concorrência? Cada notícia que se lê por aqui…

  16. Com certeza o AG não está preocupado. Eles estão com um monte de estúdios dando jogos atrás de jogos, vão lançar um console 4x mais potente que o X,um serviço de assinatura que está mudando a forma dos consumidores de jogar, sempre tem grandes promoções de jogos na Live, em breve teremos um serviço de cloud que será um sucesso pelo acesso que ele dará aos seus usuários fora do seu console de mesa. Eu espero que o concorrente venha com 10 milhões de exclusivos porque só assim pra se salvar. Obs: não coloquei o restante dos benefícios do Xbox aqui porquê não lembro agora.

  17. So ter gamepass ta bom kkkkkkkkkkkkkkkk nao precisa ter exclusivos, ter qualidadr nem nada! So sair a serie sea of thives 1,2,3,4,5,6,7,8 o caixista ja fica satisfeito!

  18. A opinião dele é exatamente a mesma que a minha. Repetiu o que falo sempre. Diferentes clientes querem diferentes produtos. Gráficos não importam pra jogadores do Switch, já para outros…

  19. Eu fico lendo idiotices como desse babaca de “BURIGAS”, o cara consegue ser tao mediocre, que ele acha que quem gosta de playstation nao pode gostar da microsoft! O fato dele nao aceitar criticas sobre seu consolinho, se acha intelectualmente expert no assunto e que suas opinioes sao soberanas kkkkkkkkk me da pena dele, nao sabe o que esta perdendo! Enquanto fica no seu mundinho de gamepass, perde tudo de excelente que a nintendo e a sony tem a oferecer !

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *