Amazon Luna possui uma GPU de 8 Teraflops NVIDIA T4; entre outros detalhes

Nesta semana, a Amazon anunciou seu novo serviço de jogos em nuvem, o Luna, mas não revelou que tipo de hardware os assinantes acessariam remotamente. Bem, agora temos a resposta para isso, via The Verge – os assinantes do Luna jogarão seus jogos em uma instância de servidor EC2 G4 baseado em Windows, equipado com uma CPU Intel Cascade Lake e uma GPU NVIDIA T4. O NVIDIA T4 foi projetado para funcionar em servidores, mas é baseado na arquitetura Turing e deve fornecer 8,1 teraflops de desempenho, tornando-o quase tão poderoso quanto uma placa de vídeo GeForce RTX 2070. Claro, o Ray Tracing também é suportado.

Portanto, os assinantes do Luna estão obtendo acesso a algum hardware razoavelmente capaz, mas não totalmente top de linha – jogos em 4K podem ser um desafio para alguns títulos da próxima geração. Na verdade, são os desenvolvedores que provavelmente ficarão mais felizes, já que a decisão da Amazon de optar por um sistema baseado em Windows e uma placa de vídeo NVIDIA deve tornar a portabilidade de jogos para a plataforma muito fácil (o Google optou por um sistema baseado em Linux e processador AMD para Stadia). Como resultado, o Luna está lançando uma seleção de jogos muito maior do que o Stadia.

O Luna terá um capítulo do serviço Prime Video da Amazon e oferecerá assinaturas de canais adicionais com conteúdo específico – o primeiro deles será dedicado à Ubisoft e oferecerá acesso no primeiro dia a jogos como Assassin’s Creed Valhalla, Far Cry 6 e Immortals Fenyx Rising, mas não temos o preço disso. O canal básico do Luna inclui 100 jogos e está com preço temporário de US $ 6 por mês.

Não existe data de lançamento para o grande público ainda. Inicialmente, para os usuários que irão testá-lo, serão capazes de jogar no PC, Mac, Amazon’s Fire TV e dispositivos iOS. O serviço foi anunciado apenas para os Estados Unidos até agora.

18 comments on “Amazon Luna possui uma GPU de 8 Teraflops NVIDIA T4; entre outros detalhes

    1. O problema não é a potência, são vários fatores. As vezes pode ser que a atual estrutura da Google seja complicada para os devs… Tem muito detalhe, segundo rumores a Google estaria trabalhando na evolução do hardware físico, e o foco estaria em facilitar o trabalho das devs em entregar jogos na nuvem.

  1. Graficamente equivale à geração atual, mas, num serviço de streaming, o mais importante são coisas como ping, input lag, etc. O xCloud, em testes, foi amplamente superior ao Stadia nesse aspecto.

    Interessante lembrar que o Mixer morreu, mas as tecnologias de resposta rápida devem ter sido aproveitadas no xCloud. A Twitch sempre teve atraso maior que o do Mixer. Se a Amazon quiser ter sucesso, vai ter que consertar isso aí.

    1. eu li que a Bethesda também tem uma tecnologia de streaming, melhor que a da MS e este teria sido um dos motivos da compra também

      a tecnologia chama Orion, possibilita gamplay em 1080p e baixo input lag

    1. Se for pra rodar no ultra em 4k realmente não dá, mas eles podem usar o dlss pra escalonar, dlss pode escalonar até de 1080p para 4k, claro que não fica igual a 4k nativo mas ja ajuda.

  2. só pelo fato do amazon luna ter escolhido o windows como S.O base já da uma enorme vantagem perante ao stadia, quase nenhum jogo tem versão para linux, portar jogos direct x para vulkan, não deve ser lá mto simples.

    qual eu escolho? por enquanto nenhum, creio que nos próximos 10 anos a principal forma de jogar ainda será com um hardware rodando o jogo na sua casa.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *