Após “Scalebound”, Microsoft vai mudar a estratégia de anúncio para próximos jogos

scalebound

Infelizmente, “Scalebound” está fora do Xbox One, mas isso parece que serviu de aprendizado para a Microsoft.

“Sim, começar novos [projetos] é crítico”, respondeu a um fã no Twitter. “Vou pensar mais sobre quando devemos mostrar coisas novas, este é um bom aprendizado para mim.”

Como dito anteriormente, Spencer lamentou que o jogo foi cancelado. Contudo, ele não apara de responder aos fãs através do Twitter, inclusive o mais furiosos com o ocorrido.

“Doeu para mim também e peço desculpas à comunidade”, disse. “Eu quero que tudo que nós comecemos termine de forma excelente, tomar riscos, criar diversidade.”

“É fácil para mim dar a cara quando as coisas vão bem, é importante para mim também ficar presente quando as coisas não estão bem. Não há o que agradecer.”

É importante ver a atenção que Phil Spencer ainda continua a dar aos fãs da marca, algo sem precedentes entre os chefões da industria de games.

Também é bom saber que agora terão mais cautela antes de divulgarem jogos. Aliás, mais cautela é o que todos dessa industria deveriam ter, e não apenas a Microsoft.

26 comments on “Após “Scalebound”, Microsoft vai mudar a estratégia de anúncio para próximos jogos

  1. O punk é…a MS vai ter cautela, o que é ótimo,mas a sony maldita vai continuar alardeando qq coisa como a oitava maravilha do mundo. Ai aguenta os sonystas fala do bobagem

      1. Então… Isso que estou falando. É desleal a coisa. Sony mente, atrasa, cancela, lança jogo ruim e pode. MS cancela um jogo e é o maior pecado.

          1. o problema que se não cancelasse da forma que as coisas iam ia chegar em nossas mãos com atraso e todo cagado de bug já que ficou claro que estavam tendo dificuldade com o desenvolvimento

          2. Não tenho nada contra atrasos. E tem coelho nesse mato aí, duvido que seja essa de “dificuldade com o desenvolvimento”

          3. Se todo jogo com “potencial” cancelado for considerado pecado a Sony tem mais pecados.
            Tem tantos pecados que nem entra na porra da porta do paraíso.

          4. Isso é verdade também. Mas como a Sony vem e vomita na tua cara 79 jogos a maioria nem lembra do que foi cancelado ou não.

            Scalebound era um dos carros chefe da MS pra esse ano. Ficou feio.

          5. Feio, ficou mesmo. Concordo.
            Mas os comentários por aí de “caixistas” falando que vão vender o One pra comprar um PS4 eu achei meio patético.
            Não é pra tanto.
            cancelou? Então já foi.
            Que venha o próximo.

        1. Cara, no mundo dos negócios não existe deslealdade desde que a coisa seja legalmente jurídica. Microsoft tem sua linha de marketing, a Sony tem a sua, Nintendo tem a sua, cada uma no seu quadrado. A Microsoft pode fazer o que ela bem entender dos jogos dela, assim como sua rival direta, lançar ou cancelar, adiar, lançar o jogo ruim, etc, é direito dela e cabe aos fãs entenderem que se cancelou, algo de errado tinha, pois o jogo tinha muito potencial.

    1. Apesar do cancelamento do Scalebound, no global da coisa, estou satisfeito com o Xbox One, pois o pacote agregado é incrível, e vem melhorando. E isso não se apaga com um cancelamento de um jogo, e nem tampouco com o lançamento dele.

      Mas claro, sempre tendo em vista que pode melhorar, anunciar mais jogos exclusivos M$, etc, mas sempre analisando o console pelo seu conjunto, e não por 1 ou outro fator isolado e coloca-lo a peso de todo.

    1. Concordo 100% com você.
      Mas agora parece que esse era o único e mais importante título que a Microsoft poderia lançar.
      Esses punheteiros de franquias japas são foda.
      Se peidar um japa no japão milhões de “gamers” ocidentais aspiram e tragam.
      Porque afinal tudo que é do Japão é bom.

  2. O jogo parecia promissor, não sei se os direitos são 100% dá MS, se não forem que comprem e passem para algum estúdio interno,ou externo mas, muito bem planejado para não passar vergonha e queimar o filme, é o mínimo que deveria fazer em respeito aos usuários.

  3. Cancelou. Não vai me fazer falta. Lamento por quem estava na espera desse jogo.
    Mas se usarem do argumento “ah, esse jogo era o único Jrpg que o Xbox teria e eu queria muito ele” está na hora de trocarem de console e migrarem para o PS4, lar dos Jrpgs.

  4. Eu estava muito ansioso por esse game, mas entendo a MS.
    Poxa! Não é fácil não gente, mesmo para a grande MS.
    Com certeza faltou coisas que prejudicariam o game e iria frustrar os fans.

    Não gosto de usar outra marca para minimizar os problemas de outra, mas olha aquele game que levou uns 10 anos para ser lançado. Não vou dizer o nome, mas será que alguém gostou do game pra valer?

    Dica: tem um menino e uma baita mistura de cão com gato gigante.

    E antes que alguém diga que é haterismo da minha parte, eu gosto de muitas coisas da Sony (ops! entreguei), inclusive do PS4 como gosto do Xbox One. Só que decidi seguir para a linha PC. Ao menos até então.
    E tenho sobrinhos que amam a Nintendo, outro ama o PS4 e outro não troca por nada seu Xbox One. Eu fico no PC, mas vou lá jogar os exclusivos. hehehehe

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *