App do Mixer dispara em downloads após a chegada do streamer Ninja

A Microsoft acaba de atrair Tyler “Ninja” Blevins para sua plataforma Mixer de streaming, um acordo de exclusividade com uma das personalidades mais eminentes dos jogos. Com crescimento paralelo à ascensão do Fortnite, Ninja atraiu quase meio bilhão para suas transmissões ao vivo no Twitch, reunindo 14,7 milhões de seguidores dedicados desde sua ascensão em 2018. E agora, sob exclusividade da Microsoft, a iniciativa reforça ainda mais seu portfólio de streaming.

A estreia do Ninja no Mixer já significou um grande fluxo de novos espectadores para o Mixer, acumulando rapidamente 275.000 assinantes a partir da publicação. A empresa também trouxe o aplicativo para smartphones do Mixer para novas mãos em todo o mundo, já superando os melhores gratuitos do iOS da App Store da Apple. Embora não tenhamos números concretos, o aplicativo já ultrapassou o YouTube e o Gmail em muitas regiões. O primeiro lugar do Mixer ainda precisa ser espelhado no Google Play Store do Android.

Reduzindo a programação original, o acordo do Ninja com Mixer sinaliza um impulso maior para a plataforma de streaming de jogos que rivaliza com os jogadores mais proeminentes do espaço. Enquanto o Google e a Amazon dominam atualmente com o YouTube e o Twitch, apenas três anos viram a escala do Mixer da obscuridade para um rival genuíno. As horas de visualização no Mixer aumentaram aproximadamente 357% ano a ano, atingindo 37 milhões de visualizações no segundo trimestre de 2018 e quase 120 milhões no segundo trimestre de 2019.

Enquanto Ninja ainda está para sediar sua primeira transmissão no Mixer, seu show Lollapalooza começa em 2 de agosto de 2019, às 14:00 no horários de Brasília.

139 comments on “App do Mixer dispara em downloads após a chegada do streamer Ninja

      1. Base pra streamers é a mais complicada de absorver, lá é a mesma coisa que guerra de console, pessoal não quer mudar, prefere abandonar o streamer do que mudar se plataforma, foi assim com a Cube Tv, Adubu, Hitbox, e etc…

        Ninja é a excessão, pois o cara simplesmente é o maior streamer do mercado… Certamente sua fan base é mais fiel.

          1. Não cara, existe uma coisa chamada comodidade coisa que a maioria das empresas não entendem quando lançam um serviço. O servico de Streaming deveria já vir com uma programação decente pra não ter que rodar em Java, estamos quase em 2020 e tem gente ainda usando isso… Aplicativo pra smartphone, console, tv smart, torradeiras e vídeo cassete… Aí sim a base vai aprovar o produto novo… Quero mudar pra algo que me dê mais recursos e não que me libere a um serviço as coxas…. Por isso que os streamers da Cube voltaram pra Twitch ou fora pra outras plataformas..

          2. O YouTube hoje em dia só é cômodo pra gente preguiçosa. Pior plataforma de streaming de longe: remunera mal e tem menos recursos.

          3. Quando a Cube lançou os streamers faziam piada com quem estava mudando, o chat era só pessoas falando que não ia assistir na Cube por motivo X e Y, na real o pessoal só não tinha saco pra trocar de navegador e usar o aplicativo da Cube (que era horrível).

            Tipo o YouTube e o face tem streaming de jogos, porem lá os números são muito menores, mesmo com o pessoal que tem uma fan base gigante no YouTube… Tem um motivo… O publico acha trabalhoso ter que usar duas plataformas e assim ficam com a que é mais estavel e famosa.

          4. O Mixer é bem estável e não perde em nada para o Twitch, dentre todas, Mixer e Youtube são os que tem a interface mais limpa, frente ao Twitch, até o Facebook a interface é lixo, mas no Face o alcance é gigantesco. Detalhe, Ninja já bateu o record de inscrições no Mixer e já conta com quase 300 mil inscritos. Querendo ou não, todo mundo tá falando do Mixer, isso gera o efeito manada, um comenta com o outro sobre as possibilidades de crescer no Mixer e oportunidades de faturamento maiores. Foi uma bela contratação, o valor foi gigante, mas isso pode se converter em lucro lá na frente.

          5. Infelizmente Ninja não é modelo de média pra ninguém, é a mesma coisa que contratar Pie Die Pew e dizer que ele bateu recordes em inscrições… São pessoal tão famosas que deixam de serem relevantes pra cálculos singulares…

            O que eu quero dizer é que tirando a Cube na época antiga, nenhum canal de streaming (famoso) era RUIM, porém todos tinham um suporte fraco para regiões fora dos Estados Unidos… A Twitch foi a primeira a se tocar e tentar resolver o problema e alocar servidores no Brasil.

            Não estou dizendo que a Mixer é ruim, mas os fatos contam outra história… A Twitch com o tempo aprendeu a comer a concorrência. Por isso YouTube stream e Facebook gamer nunca foram ameaça… Ela tem a Amazon ao lado dela.

            Eu sinceramente queria que a Twitch perdesse seu reinado, não gosto da forma co o eles tratam os streamer menores ou sem contrato, mas não vai ser a Mixer pelo menos não nesse ano ou no próximo.

            E por último Ninja é igual puta fina, não basta pagar mais os benefícios tem que ser os melhores, por isso ele tá na Mixer, Amazon certamente pode oferecer o mesmo ou mais pra ele, porém talvez eles acreditem que não vale o investimento… Não julgo e nem crítico, ele pode, afinal ele conquistou a fama por mérito dele e ele se vende da forma que quiser.

          6. Amazon vem perdendo streamer para o Facebook como nunca antes, só do pessoal que eu gostava de acompanhar, saíram uns 4 para o Facebook e outros para outras plataformas. A única plataforma fora o Youtube e Twitch que gostei, foi o Mixer, principalmente depois dos sparks, onde você ganha por assistir e pode compartilhar esses pontos em troca de emotions in tela. Tem streamer ba Twitch que tira do própria bolso pra fazer algo parecido com sparks do Mixer, seria uma boa pra esses streamers, eles não gastariam absolutamente nada e lhes renderia uma grana. Basta a Microsoft expandir isso, terá pouco lucro para a Microsoft, mas é assim que se cresce, depois é só balancear os ganhos.

    1. A jogada foi muito boa realmente e os números desse moleque impressionam. Para ajudar a manter seus usuários conectados no seu ecossistema, alavancar o Mixer é uma boa para a Microsoft. E nada mais impactante do que trazer um dos maiores da plataforma rival.

  1. Tipo Mixer dar certo é só a Microsoft pegar os 5 principais streamers da Twitch de cada região, claro que pra fazer isso vai dinheiro, muito dinheiro, talvez mais do que tenha real interesse em investir.

    Veremos se o Mixer realmente vai conseguir absorver os streamers daqui uns dois anos quanto os contrato dos mesmos vierem reincidir, se eles migrarem pra outra plataforma e se manterem lá o Mixer vira um forte concorrente pra Twitch, até lá é só especulação.

    1. Na verdade, para o Mixer dar certo, basta abrir a plataforma, fazer igual Youtube no começo, sem ter requisitos mínimos para ser parceiro e ter a monetização liberada, poderia criar uma parceria com produtoras de músicas, caso o streamer compre a música, ele terá direito de usar a música em live no Mixer apenas, isso não incluiria distribuição, vendas ou uso em outros plataformas. O que mais me desanima e deve desanimar o pessoal, são os direitos autorais de músicas, muitas vezes eliminando um canal no Youtube por isso. O segredo é abrir a plataforma.

      1. Cube e azubu começaram assim… Cube não cresceu e azubu faliu.
        Edit: Cube começou com monetização aberta, mas não teve o retorno suficiente pra mantê-lo.

        Sobre vendas de músicas, nenhum streamer compra playlists… Até por que uns mal tem dinheiro pra streamar imagina comprar direito de músicas, basicamente todos usam as disponibilizadas pelo YouTube.

        Sobre as músicas, o problema é quando o streamer usa o conteúdo da Live pra por no YouTube lá que é o problema, porém a maioria já sabe disse e quando é conteúdo pro YT fazem live sem áudio, tirando isso a Twitch nunca reclamou do uso das mesmas.

        1. Cara, já entrei nesses sites, a interface dos dois, parece interface feita nos anos 2000, mais poluída que o rio de tietê. O Mixer está anos luz a frente desses citados.

  2. Pra quem acha isso pouca coisa. Veja quem estava tentando contratar esse cara.

    Amazon – E quem tinha o contrato com ele.

    Facebook – Está investindo pesado, já levou centenas de streamer da Twitch para sua plataforma.

    Google – Seria uma adição gigantesca para impulsionar lives do Youtube.

    Microsoft – Com baixa participação no mercado de streaming, precisava de uma adição desse tamanho.

    Nessa lista, temos as seguintes empresas mais valiosas do mundo, segundo o mercado de ações.

    Microsoft®- A única a chegar a um trilhão e se manter nele após o fechamento do dia.

    Amazon -Logo atrás da Microsoft, com 950 bilhões em valor de mercado, foi a primeira empresa do mundo a chegar em um trilhão, mas não conseguiu fechar o dia nessa marca.

    Google – A gigante das buscas, dona do maior site de vídeo do mundo e com valor de mercado próximo a 890 bilhões.

    Facebook – Dona das redes sociais mais usadas no mundo.

    Sone – Concorrendo com as fraudas Pampers, tem seu mercado avaliado em 60 bilhões, troco de pinga para a gigante Microsoft.

    1. Kkkk. Eu entendo seu “tesão” com streamer . Não tem jogo… vamos assistir. Bom mesmo. Se continuar caindo 48% nas vendas o flopbox vai acabar.
      Sobre a Sony: o lucro dela ficou muito próximo no lucro obtido pela Amazon, no fechamento do trimestre. Tem muita coisa que fala se uma empresa é boa ou ruim. Valor de mercado é importante sim, mas, capacidade de gerar caixa também.
      Aqui… 100.000.000 de consoles vendidos. Quantos no flopbox ? Esta semana foi boa. Conseguiram superar a barreira de 40.000 unidades. Vai Phill

        1. Pra começar não sou investidor. Eu quero que a sony tenha lucro pra continuar fazendo os jogos que gosto. Mas, Coloque no google:

          lucro sony 2019
          Primeiro link.

          Depois “lucro Amazon 2019 valor economico”. Primeiro link. Ambos na casa de 2BI US$. Mas, a Amazon é mais robusta sim. Apenas mostrando que a sony esta progredindo bem.

          1. Se você saber ler vai colocar no google “lucro sony 2019” e clicar no 1o. link. Eu acho tá, não tenho muito certeza, mas, esta tal de forbes entende de negócio, de empresas…

          2. É verdade esse bilhete. https://canaltech.com.br/resultados-financeiros/queda-livre-vendas-de-smartphones-da-sony-cairam-55-no-2o-trimestre-de-2019-145711/

          3. Mas se pegarmos a mesma linha de pensamento a Microsoft não poderia uma das mais valiosas já que deixaram sua franquia de smart phone falir igual a da Sony.

          4. Mas a Microsoft é gigante, seu faturamento está muito acima, além de ser uma empresa com foco em serviços, já a Sone parou no tempo, não inova em absolutamente nada, a Sone que não tinha medo de errar e inovar, ficou no passado, essa Sone de joguinhos narrativos com gráficos realistas, não é a mesma Sone com foco em gameplay e qualidade de outrora. Enfim, a Microsoft pode errar e matar uma divisão que não está dando lucro, isso terá pouco impacto em suas receitas, já a Sone, não pode se dar ao luxo de errar de novo, como na era do Ps3, caso ele erre de novo, será o fim triste de uma empresa que tinha tudo pra dar certo.

          1. talvez, até pq uma contratação dessas pra 66 pessoas ASSISTINDO NO MUNDO INTEIRO É RIDICULO HAHAHAHAHA

    1. 66 pessoas? Acabei de ir lá e tem mais de 60k pessoas vendo. Acho que você viu a live bem na hora que estava iniciando. Bem, fazer o que né.

  3. Como o sonysta lê a matéria:

    Exclusividade de streaming famoso de Fortnite no Mixer. Agora o Xflop decola. Hihihi

    Como a Sony lê a matéria:

    É um $$$ que não vai entrar nos nossos cofres. Alguém vai ter que pagar a conta… Sushiko Nakaboka, quero uma nova tabela de preços reajustados na PSN em breve.

    1. HAHAHAHAHA Vc acha mesmo que a Sony está preocupado com a contratação do felipe neto dos games ? HAHAHAHAHHAHA

      A sony acabou de vender 100 MILHÕES DE PS4 hahahahahaha 100 FUCK MILHÕES

      vcs estão ai comemorando a contratação desse lixo

      1. Que bom que a Sony vendeu 100 milhões, embora não se saiba quanto desse total foi usado para substituir unidades e/ou lotes defeituosos. As faturas do Azure não tiram férias. E VOCÊ vai ajudar no pagamento dessas faturas, querendo ou não.

        1. controla o dano não paspalho…

          xbox pouco mais de 30 milhoes hahahahaha
          usando sua lógica não sabemos quantos desses xbox foram usados pra substituir os estragados e lotes defeituosos.

          hahahahaha

          vai lá ajudar seu “extrimer” a sair do flop

          1. Peguei um vídeo aleatório:

            https://www.youtube.com/watch?v=Ya_iKZacrqY

            Os comentários, assim como o vídeo já entregam. “Ah, mas PS4 vendeu mais que o XOne, por isso que dá mais defeito”. E o que isso se traduz? PS4 é um console lixo mesmo, pois a taxa de RMA deveria ser mínima, mesmo para um console que supostamente vendeu 100 milhões.

            Mas vamos falar dos defeitos na geração anterior? Como a Sony resolveu o problema daqueles que tiveram YLOD, pois da MS já é sabido.

          2. estamos na geração atual filhote, mas se quiser falar da geração passada vamos falar das 3rl onde o xbox passou a maior vergonha do UNIVERSO

          3. Aham, assim como o PS1 que só funcionava na vertical e depois de cabeça para baixo após de alguns meses? Aliás, aquele stand que deixa o PS2 na vertical já foi criado para isso, né?

            Uma vergonha que foi aprendida, fora que a MS trocou todos os aparelhos defeituosos e ainda deu três anos de garantia. E o que a Tia Sony fez no YLOD? Fala aí.

          4. Eu acho que a ms deve aproveitar que o ps4 é um lixo e tomar parte dos 100.000.000 de consoles e abater na queda de 48%.

          5. Com o problema YLOD a Sony resolveu do jeito que mais sabe: “A porta é ali”.

            Sonysta é uma raça a ser estudada. Ele acha que tem quatro culhões, mas não sabe que dois não são dele HAHAHA

          6. Huahuahauhauhua Like! “A porta é ali” foi ótima. Até achei estranho não terem passado pano nesse evento.

        2. Esse cara só fala de “vendas” e está bloqueado pra mim. Mas na verdade é um fator vergonhoso pra Sony, pois nem vendendo mais que o dobro de consoles foi capaz de fazer uma plataforma PS que chegue perto do XB. Uma vergonha!

      2. E o que adianta vender 100 milhões e continuar fechando setores? A MS começou bem atrás na geração (de forma justa e ao mesmo tempo injusta), era uma empresa à época “só” bilionária, vendeu 30 milhões e hoje, trilionária, rivaliza enquanto empresa com Google, Apple, Amazon, ou seja, a nata.

        1. Coloca no google “lucro sony 2019”, clica no 1o link (uma tal de Forbes) e depois a gente conversa. Foda-se que fechou setores deficitários. Importante é recuperar a empresa. Cadê a Nokia ? Você acha que a Ms ia ficar colocando $ em uma marca morta ? Você acha errado a Sony fechar a Vaio ? Acorda.

      3. Cara, dá um desconto: eles não tem jogos que presta (vamos ver o Gears 5). O negócio é ficar sentado igual um idiota vendo um rapazinho jogar jogo de criança.

        1. Particularmente eu não gosto, mas gosto do modo Battle Royale, tanto é que jogo muito PUBG até hoje. Entrei agora a pouco pra ver o Ninja fazendo o primeiro stream no Mixer e tava com tipo 75mil viewers, só vi números assim no Mixer na transmissão da E3 no canal Xbox.
          E o moleque joga bem pra caralho!

        1. Claro que sim, pokemon é extreamente nostalgico pra muita gente, inclusive pra mim, adorava assistir, e quando comprei o red pro meu game boy foi maravilhoso, um dos melhores dias da minha vida até hoje.

  4. Esse cara é um fenômeno de audiência e vai atrair bastante público e, possivelmente, mais um ou outro streamer da twitch para o mixer. O que a Microsoft parece estar fazendo é progressivamente relegando a divisão Xbox a um segundo plano e tentando dar uma sobrevida à divisão de games apostando em stream. Já que o xone nunca deu o retorno esperado para uma empresa desse porte, o negócio é apostar em novas frentes, já que sair do mercado de games é totalmente improvável. A questão é que ainda existem várias sombras do passado, como Zune, Kinect, Windows Fone que, no fim das contas, também eram apostas em mercados que estavam em ascensão e a MS tentou surfar na onda, mas sem sucesso. O mixer também é isso: inovação zero, aproveita-se talentos que foram criados em outros lugares (a rare e o pubg foram casos parecidos, nenhum foi investimento da MS, mas aproveitamento de produtos/estúdios que já vieram prontos paras as mãos endinheirada da empresa) e se tenta convencer o público a mudar de plataforma. Vai dar certo? Bem, se pelo menos a MS fizer uma limpa no mixer e tirar os parasitas fanboys que não atraem nenhum público de qualidade, já será alguma coisa. Ao menos acabaram com os sparks, assim boa parte dos chupins vão embora.

      1. Não é questão de burrice. É aposta equivocada. Ainda que para os fanboys números não sejam nada, para os investidores é tudo. Sempre insisto: uma empresa trancar dados referentes a vendas no primeiro ano do lançamento de um produto de alcance global é fatal para a percepção da boa saúde da marca. Contra fatos não há argumentos, só chorume de fanboys.

        1. Não é burrice?? Como assim, claro que é!! Presta atenção: ela ainda está fazendo outro console, deixando Game Pass a 1 real para seus usuários, comprando e ampliando estúdios, criando parcerias third party, contratando celebridades streamer, ampliando o Mixer, criando Mixer Dome, fazendo E3, Gamescom, XO19, Streaming xCloud e tudo isso por uma divisão que nunca deu o retorno esperado!

          É claro que é burrice ué! Você não acha? Você parece tão inteligente pra não ver que é burrice

          1. A peça central é o Xbox. A partir daí vc consegue responder positivamente à seguinte pergunta: a MS está satisfeita com o 3o lugar, considerando que ela seja uma das mais valiosas empresas do planeta, num mercado em que seu principal produto gera um interesse muito menor que seus outros concorrentes? Consegue responder sim à essa questão, inclusive depois de entrevistas do próprio Phil Spencer admitindo erros na condução da divisão Xbox?

          2. Cara, você é inteligente, você vai perceber que é burrice, releia: tudo isso por uma divisão (Xbox) que nunca deu o retorno esperado!
            É, ou não é burrice?

          3. O problema é a resposta. Se vc não consegue responder à minha pergunta, com um sim ou com um não, é pq isso implicaria admitir que, ou a MS está satisfeita com os números que ela esconde (referentes ao seu 3o lugar no mercado), ou ela não está (e por isso ataca em várias frentes à parte do Xbox e jogos para a plataforma), e isso faria vc admitir que está errado. Sim, o problema é a resposta.

          4. Não sei responder, só sei que ela é muito burra de continuar investindo nessa divisão que leva o nome “Xbox”, não é verdade? Sua análise financeira mostra que ela é falida. É tipo a burra da Apple que mal consegue 1/3 do mercado…

          5. Não entendi pq vc enfiou a Apple na conversa, está comparando coisas e situações diferentes para causar um falso paralelismo. Mas eu acho que estou sendo otimista demais…

          6. Com base na sua suposição que uma posição de não liderança no mercado seria motivo de considerar uma divisão de uma empresa “falida”.
            a MS está satisfeita com os números que ela esconde (referentes ao seu 3o lugar no mercado)

            Por exemplo, mobile, a Apple não é lider.

          7. A Apple é outro assunto e tem outras particularidades, que nem eu e nem vc sabem a respeito, além disso a Apple não oferece produtos a 1 real para fazer público em uma expectativa de negócio futuro, como é o caso do game pass, por exemplo, porque os produtos dela são muito bem consolidados e disseminados. E essa palavra, “falida”, é um típico absurdo que é usado por fanboys de ambos os lados. Nunca falei em falência, foi vc. E é evidente os problemas de inserção no mercado do Xbox, que foi promissor na gen passada mas foi atropelado pelo Playstation nessa atual. O próprio Phil Spencer admitiu isso em entrevistas recentes. A MS não é perfeita como querem os fanboys, ela está sim apostando em várias frentes, diversificando bastante suas opções por causa da lanterna do Xbox. Na minha opinião, a próxima geração vai ser um ponto crítico para o mercado de games como um todo, mas acho que pra MS vai ser ainda mais fraco do que foi essa geração. O que é bem ruim, já que eu abomino as políticas de censura da Sony, e sem uma concorrência relevante, essas práticas tendem a se intensificar.

          8. Phil Spencer admitiu que seus jogos first party precisam de mais qualidade e nesta mesma entrevista, se vc viu ela toda, ele disse que a divisão Xbox é lucrativa e em outra já deixou claro que não é o número de consoles que você vende. Vocês esquecem que desde 2014 quando a Microsoft começou com o Play Anywhere deixou claro que não importa onde você vai consumir os produtos da divisão Xbox, desde que os consumam, e o console é apenas um dos meios. Ao fazer isso, ela mesmo diminuiu suas vendas de consoles e se deu muito bem com isso.
            Game Pass a 1 real e por três anos não é somente para “fazer público em uma expectativa de negócio futuro” como disse, é simplesmente… investimento em marketing estratégico. Marketing porque da mesma forma que a Apple gasta bilhões em uma inserção no Super Bowl a Microsoft preferiu investir esses bilhões mantendo e ampliando sua base de usuários por três anos; e é estratégico pois seus usuários serão assinantes durante a transição desta para a próxima geração. Perceba que todos que assinaram agora já têm garantidos Halo Infinite e todos os jogos* que chegarão com o Scarlett até 2022 (claro, quem aproveitou e assinou por 3 anos).
            Não tente dar uma de isentão agora pois seu comentário foi bem claro em tentar denegrir a marca ao especificar o console, mas não colou, ela não está “diversificando suas opções por causa do lanterna Xbox“, ela está fazendo tudo isso em torno do Xbox como marca e plataforma desde 2014.

            Edit: todos os jogos XGS que chegarão com o Scarlett

          9. Denegrir a marca? Como um comentário desimportante num site de Internet pode denegrir uma marca como a MS? Isso é absurdo. E vc não pode em todos os momentos acreditar em tudo que os mais interessados na marca tem a dizer. Ou vc acha que alguém de dentro da MS é maluco de admitir problemas com o Xbox? Isso seria suicídio empresarial
            Os problemas que foram admitidos por Phil Spencer vieram depois que muita gente do mercado apontou esses problemas. Um diretor, um CEO jamais vai admitir “prejuízos” simplesmente pq isso seria péssimo para os negócios. É aí que entra a crítica vinda de fora, é necessário um distanciamento, e que os fanboys confundem com o ridículo da “mídia sonysta”. Sobre a Apple, vc está se referindo a ANÚNCIOS de produtos consolidados, ela está apenas fazendo a manutenção do nome. Game pass não é anúncio, é o próprio produto. É não é oferecendo ele a 1 real que a MS vai ter lucro, está somente tentando fazer público para quando ela puder cobrar o que deve no futuro. Todas as promessas de amarrar exclusivos ao GP é tentativa de fidelizar consumidores a ele. Não confunda as coisas.

          10. Então eu tenho que acreditar em você ou na midia e não no CEO da divisão ou no CEO da Microsoft, justamente os que são OBRIGADOS a prestar reports aos investidores a cada trimestre?? OK…

            Game pass não é anúncio, é o próprio produto. É não é oferecendo ele a 1 real que a MS vai ter lucro
            Não vai ter lucro mesmo, só que você não entendeu nada. 1 Real é O MARKETING DE HOJE, óbvio que estou falando do investimento em propaganda feito nele próprio! Só isso talvez tenha sido o suficiente pra aumentar os números de usuários da Live em 5milhões conforme os dois últimos reports financeiros. Só que sabemos que esse valor não será para sempre. E então é só você pegar alguns números de hoje e fazer uma simples previsão: atualmente são 65milhões de usuários ativos na Live. No meu chutômetro acredito em pelo menos 15milhões de assinantes continuando com a assinatura após encerrado o prazo que compraram o GP por 1 real. Faça as contas e veja qual o valor disso anualmente. Estamos falando de bilhões só com a assinatura de um único serviço. Ou se você preferir vendas: é o equivalente a mais de 35milhões de jogos vendidos a U$ 60 dólares/ano. É uma conta simples e perfeitamente dentro da realidade que comprova que o tal “Marketing de 1 Real” é praticamente uma aposta certeira.

            E você é fanboy nos seus comentário conforme seu histórico que é público, depois tentou parecer isento. Mas enfim, sua preferência está clara e isso é o de menos. Só não tente disfarçar.

          11. Meu Deus, que conta é essa? Você faz uma conta simples de multiplicação e conclui que isso é o lucro! Esquece que quem produz jogos precisam ter retorno pelos jogos oferecidos no game pass, que existem inúmeros outros custos envolvidos, etc. Como pode achar que um serviço que está mostrando seu formato futuro somente agora é que é constantemente oferecido a um valor simbólico pode já estar dando lucros bilionário para a MS? Sobre a mídia, ela aponta erros e acertos, que podem estar certos ou não. Já os diretamente envolvidos no negócio não vão falar que estão tendo prejuízo ou que ainda estão trabalhando com expectativa futura pq como já disse, isso se resolve entre os próprios administradores, é assunto interno. Cabe aos analistas profissionais usar as ferramentas que tem para analisar o mercado e passar isso para o consumidor. Sobre eu ser fanboy, não, não sou. Tenho preferência pelos jogos que saem no Playstation 4 e por isso escolhi essa plataforma. Falo sobre o Xbox pq gosto e pq posso. Lê quem quer.

          12. Você faz uma conta simples de multiplicação e conclui que isso é o lucro
            Não disse que é lucro, falei uma receita estimada baseada em um chute, deixei claro isso e equiparei com o valor de vendas de jogos, tudo em valor bruto, leia de novo.

            que é constantemente oferecido a um valor simbólico pode já estar dando lucros bilionário
            Também leu errado, pois deixei claro que estou chutando um número de assinantes com o valor padrão do serviço.

            E eu disse praticamente certeira pois usei um número “baixo” de assinantes em relação aos ativos.

            Cara, se os investidores da MS fossem preocupados com a opinião ou pressão da mídia ou dos fãs da Sony, a Microsoft não estaria até hoje investindo tanto dinheiro na divisão Xbox, os investidores não permitiriam isso. Não é preciso ser analista de mercado pra entender. Portanto, o que diz o CEO é de grande valia, mesmo que você não acredite em suas palavras.

          13. No meu primeiro comentário não tem nada relativo a lucros, prejuízos ou, pior, falência. Isso tudo foi vc quem trouxe pra discussão. O que eu disse, tudo minhas opiniões, são de direções que eu disse que a MS está tomando com base no que foi o xone nessa geração. Esses argumentos catastrofistas de falência são sempre trazido por fanboys. E se seus números só são chutes, pra que trazê-los? Só para dar a aparência de que seus argumentos são melhores? Uma coisa são números, que devem ser exatos. Outra bem diferente é a opinião a respeito das direções que a MS tá tomando. Números são de algo exato, consolidado. O que eu disse são opiniões, e aí eu posso estar certo ou errado, só o futuro vai dizer. Se vc focasse em dar apenas a sua opinião se a MS vai se dar bem ou não considerando o que ela já fez no passado e está fazendo agora, essa discussão nem precisaria chegar tão longe. É sobre o que diz o diretor do Xbox, óbvio que é relevante, mas se o público e os especialistas não tiverem espírito crítico, seria mais fácil só ler os press release das empresas. E isso não é confiável.

          14. eu disse que a MS está tomando com base no que foi o xone

            Aí que está todo o ponto errado seu. Você e todo fanboy sonysta assume que tudo que a Microsoft está fazendo é com base no número de vendas do One.
            E eu, desde o início, tento te mostrar que desde 2014 (menos de 1 ano nesta geração) essa afirmação é incorreta. A própria Microsoft prejudicou as vendas do Xone com o play anywhere e ela esteve bem com isso, não duvido que tudo já estava arquitetado desde que Satya assumiu o comando da MS, mas aí é minha opinião.

            Os números foram hipotéticos para exemplificar que o Game Pass é facilmente viável, claro, quando pagarem o valor cheio. Existe uma conta na internet, com valores mais precisos, usando de salários de todos os funcionários do Xbox Game Studios + custo de produção de jogos com base em custos históricos + marketing e a conta é ainda mais otimista, mas claro, nada oficial, por isso falei por alto.

          15. Eu assumo que tudo que a MS faz é baseado em número de vendas? Acho que vc pensa saber muito sobre mim. Não disse que tudo que MS faz é pensado com base no número de vendas. Mas a MS é uma empresa, e empresas fazem seu lucro com vendas de produtos ou serviços. Ainda que o Mixer não seja dependente do Xbox, todo o ecossistema de jogos da empresa é feito em torno do console (ou era feito, o que não é animador, já que ultimamente a MS tem deixado claro que não precisa tanto do xone para se manter nesse mercado, o que no mínimo põe o console como apenas “mais um dispositivo”). E o Game Pass ainda é algo muito pequeno em vista do que pode se tornar, pq o serviço ainda está se estabelecendo, só ver a fusão com a live gold que foi lançada há pouco tempo. Poder ser mais lucrativo no futuro, mas não acho que já esteja no formato desejado pela MS. Eu acho que o GP é mais uma aposta furada, assim como o Mixer. E não existe fanboy suficiente no mundo que possa sustentar serviços se o grande público não demonstrar interesse. Com o xbox tb foi assim, até um retardatário como o switch alcançou o xone rapidamente.

          16. Números são exatos se a fonte e o critério forem exatos

            A Microsoft não revela números então tudo é baseado em CHUTE única coisa que revelam é os rendimentos e o Xbox vai muito bem nesse campo obrigado

            Inclusive vem bem o suficiente pra fazer do lançamento do Scarlett um possível sucesso pois Halo Infinite é o FPS mais aguardado do momento

          17. E a Sony deixando a criançada jogar Fortnite de graça sem pagar a Plus é o que

            Aí aparece lá 100 200 milhões de consoles mas o nego comprou pra jogar Fifinha e Fortnite cujo dinheiro vem tão somente de microtransações

          18. Satisfeita a Microsoft não está, ainda mais uma empresa que sempre buscou e busca inovação e o topo de tudo que cria, mas que eles estão saindo forte depois de um começo desastroso, isso ninguém pode negar. É como a fórmula 1, se você sai em último e chega em terceiro, é uma grande vitória, se você sai em primeiro e chega em segundo por erros na reta final, é uma verdadeira derrota.

          19. “Saindo forte” ainda é ser otimista demais. Não começaremos a ver possíveis resultados tão cedo. Na próxima geração é que vamos saber se tudo que a MS tá fazendo vai resultar em algo ou não. Espero que sim.

        2. Microsoft teve alta na bolsa depois da E3 que todo mundo odiou

          Bleeding Edge o joguinho multi da Ninja Theory foi eleito melhor da E3

          Se vc é analista de mercado eu sou astronauta

    1. 500 milhões no Halo Infinite é segundo plano de que exatamente

      Comprar trocentos estúdios é segundo plano de que exatamente

      E no YouTube que só tem praga de sonysta um bando de retardado que só existe pra atrapalhar live de Xbox e idolatrar o Mazinho ex-amante do Chief com tatuagem do Gears hahaha

      Não adianta escrever textão pra respaldar opinião a bosta não fica mais limpinha só pq vc cagou a mais

    1. Não é pelo jogo e sim pelo besteirol… Sabe quando tu se junta com seus amigos pra conta uma mentira e fala uma putaria engraçada, então pessoal assistem pelo mesmo motivo.

  5. Já assisti essa cara jogando…realmente ele é incrível. O que eu não entendo é que ele não para de jogar Fortinite e o pessoal continua assistindo. Eu não entendo isso….é o mesmo jogo sempre pq será que a galera não enjoa de ficar assistindo?

  6. Pessoal, não sei. Posso estar errado. Eu prefiro esperar um bom Gears 5 do que ficar dando bola pra um streamer de um jogo que nunca dei a menor bola (apesar que um filho meu gostou muito, e hoje ainda joga, mas, bem menos). Eu creio que a MS deve saber o que esta fazendo, mas, dei minha opinião. Tipo assim: solta a nota, mas, não fica achando que isto vai mudar a nossa vida de gamer.

  7. A melhor coisa que a MS fez foi acabar com o farm de spark, tava chato entrar no Mixer e só ver “farmando spark” “meta 1000000 spark” etc… Agora tá bem melhor, e os streamers estão focando em conteúdo.

  8. Hoje reparei nas configurações que o sistema do xbox já está preparado para o streaming, entrei nas configurações e já estava lá as opções para autorizar o streaming para outros dispositivos.

  9. Bem, eu só sei que o Mixer ainda eh muito BUGADO, que no meu celular os vídeos não abrem, que pra ver vídeos mesmo na minha internet de 200 mega não eh lá essas coisas, aí vc vai e usa o Twitch, tudo funciona perfeito… Sou caixista, mas o Mixer ainda precisa melhorar muito.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *