Chefões do Vale do Silício irão até Donald Trump nesta quarta, mas a rejeição ainda é alta

satya-nadella-linux

Pode ser que ainda nesta semana o figurão americano Donald Trump lance mais polêmicas. Tim Cook, Larry Page e Satya Nadella já confirmaram presença a uma reunião de cúpula com o próximo presidente norte-americano eleito.

O encontro acontecerá nesta quarta-feira, dia 14, na Trump Tower, prédio que  é a morada de Trump em Nova Iorque. Além dos presidentes executivos da Apple, Alphabet e Microsoft, o Recode apurou que outros cinco grandes executivos do Vale do Silício também foram chamados para a reunião. Entre eles: Sheryl Sandberg, COO do Facebook; Chuck Robbins, CEO da Cisco; Ginni Rometty, CEO da IBM; Brian Krzanich, CEO da Intel; e Safra Catz, CEO da Oracle.

O tema principal ainda é desconhecido. É especulado que Trump tente se aproximar das grandes empresas de tecnologia do país, depois de praticamente tê-las hostilizado durante sua campanha. Microsoft, Apple e Google rejeitaram apoiar a sua campanha e o entraves para a economia global, inclusive a cerca da tecnologia, ainda é fazem parte do medo.

Também há quem diga que a reunião será palco de discussões relacionadas a imigração, criptografia de dados e outros assuntos de cunho social que interessam especialmente as empresas. “Meus planos são de apoiar o presidente eleito e ajudá-lo da melhor forma que pudermos“, afirmou com muito entusiamos Catz em um comunicado. “Se ele puder reformar a política tributária, reduzir a regulamentação e negociar melhores acordos comerciais, então a indústria tecnológica dos EUA será mais forte e mais competitiva do que nunca”.

Contudo, nem todos são otimistas assim, um outro executivo, disse que compareceria à reunião, mas preferiu não se identificar: “Isso claramente é um circo. Todos na indústria de tecnologia não querem saber desta administração [de Trump], mas têm de participar porque fizeram isso antes“, reclamou.

O depoimento mostra a antipatia generalizada que a indústria tech tem por Trump, e isso é evidente pois a maioria dos convidados disseram “Não“. Entre os executivos ainda não confirmaram presença: Travis Kalanick, CEO da Uber; Brian Cheshky, CEO da Airbnb; Reed Hastings, CEO da Netflix; Marc Benioff, CEO da Salesforce; Meg Whitman, CEO da Hewlett-Packard; Jack Dorsey, CEO e criador do Twitter; Drew Houston, CEO do Dropbox; Stewart Butterfield, CEO da Slack e os investidores Marc Andreessen, Max Levchin, Reid Hoffman e Mark Cuban. “Meu convite deve ter se perdido nos correios“, debochou um dos convidados que rejeitou o chamado do Trump.

Fonte: Recore

71 comments on “Chefões do Vale do Silício irão até Donald Trump nesta quarta, mas a rejeição ainda é alta

  1. Provavelmente será um aperto de mãos. Simbolizando um futuro amigável entre a área tech e seu futuro governo. Este sabe que se apertar essa área pode ser perdida para outros países. Já aconteceu antes.

  2. O Trump lance polêmica ou a mídia polemiza qualquer peido dele? Puta merda, ainda não aprenderam. E ele que hostilizou… Sério, teve até CEO demitindo funcionário por ter votado no cara, o que é crime. Galera curte uma desonestidade.

      1. Política lá quando se trata de eleição, é tão complicada quanto a nossa aqui. Já tem muitos sociólogos norte americanos que sugerem uma nova forma de eleição, pois esse sistema de “delegados de estados” nos EUA com essa eleição do Trump só comprovou que o voto do povo norte americano não vale muito. Enfim o cara não ganhou polemizando só com indústrias de tecnologia, destilou preconceitos pra todos os lados. Sendo assim acho normal essa repercussão toda da mídia.

        1. “Já tem muitos sociólogos norte americanos que sugerem uma nova forma de eleição” puro mimimi de perdedor “destilou preconceitos pra todos os lados” balela, o cara só falou contra a imigração ilegal, o que é uma coisa óbvia… nunca falou mal de imigrantes legais, tendo em vista que sua atual esposa é uma delas

          1. Claro que ele é preconceituoso jovem. Ele falou em expulsar todos os imigrantes, até mesmo os legais, mas depois voltou atrás, ele depois que ganhou, afirmou que irá revogar várias coisas criada por Obama, como no sistema de saúde que tem mais auxílio para o pobre, e de revogar a lei que permite o casamento civil homo afetivo, se isso não é preconceito é o que? Ou a bandeira dele levantada em dizer que precisam trazer de volta a soberania branca, discurso parecido com quem? Quem usava isso sobre soberania ariana, que é a mesma coisa.

          2. Me dá as fontes aí disso que vc tá falando, pq eu li muita coisa sobre o assunto, ele só falou em expulsar imigrante ilegal e criminoso! não li nada a respeito do casamento civil homo afetivo e nem em soberania branca… até pq ele é contra a imigração ilegal e afirmou no debate que era pra defender a comunidade negra e disse no debate tambémque vai fazer muito mais pela comunidade negra do que a Hillary, pois os democratas só tinham um discurso pró-negros mas que não faziam nada. Me dá os links disso aí, aí eu acredito, agora o cara fala uma coisa, jornalista interpreta outra, a culpa não é dele.

          3. Nem adianta postar isso, vai dizer que invenção da mídia.
            Um plano que toda internet tem para acabar com Trump, pobre Trump. Tadinho.

          4. Não, meu senhor. Reveja suas fontes, por favor.
            Pegar tradução de texto de reporterzinho brasileiro…. Please…
            Lembre-se que jornalismo no brasil é uma cadeira ligada a área de humanas e todos sabemos que o pessoal de humanas não costuma consumir muitos livros, mas outras coisas…
            Quero o texto original em um jornal confiável tipo WSJ, pode ser?

          5. Ele é contra ao casamento gay, mas nada deve fazê-lo contra. Assim como várias de suas propostas, essa é mais uma que dará para atrás.
            Ocorre que os gays já tem muito valor nos Estados Unidos, vide CEO da Apple e “o cara” do Paypal que ajudou muito na campanha de Trump. Não tem razão tratar gay como não-humanos, sem direito a casamentos e outras “regalias” que só beneficiam os heteros.
            Contudo, ele colocou entre seus secretários um sujeito líder de um grupo de supremacia branca, que inclusive alguns membros fizeram o símbolo nazista com as mãos.
            Se você não acha isso um absurdo, você é uma má pessoa ou perdeu valiosas aulas de história.
            Existem pessoas más nos dias de hoje, e não são poucas, com preconceitos e que pensam apenas em sim. Trump provou isso.

          6. O povo fez, que povo? É como culpar um time de futebol pelos atos da sua torcida… uma coisa não tem nada a ver com a outra.

          7. “Ocorre que os gays já tem muito valor nos Estados Unidos”? Que lixo, cara! Agora se mate e pare de pesar o mundo.
            Gays, homens, mulheres, crianças, jovens (…) não tem muito valor nos EUA, são pessoas, seres humanos e têm valor em qualquer lugar.
            Deixa de ser tonto, o único lugar que gay não tem vida fácil é em Cuba, Rússia e nos “territórios” do Estado Islâmico.
            Pare de passar vergonha e de nos envergonhar o preconceito está dentro de vc.

          8. O cara fala algumas coisas, e interpretam outra, tudo gravado, tudo em vídeo, então o mundo inteiro interpretou diferente?…. Somente você interpretou do jeito certo?

          9. Rodrigo, li TUDO que você colocou e ainda não achei nada referente a isso:
            “Ele falou em expulsar todos os imigrantes, até mesmo os legais”
            “revogar a lei que permite o casamento civil homo afetivo”
            ” a bandeira dele levantada em dizer que precisam trazer de volta a soberania branca”

          10. Sobre duas coisas que você falou sobre o Obama recomendo pesquisar sobre o aumento de preços generalizado dos planos de saúde causado pelo Obamacare (tanto que é o maior calcanhar de Aquiles dele) e principalmente sobre qual foi o presidente que mais deportou imigrantes em toda a história (dica: foi eleito em 2008).

          11. Extra! Extra, outra pessoa manipulada.
            Ahh isso foi o que saiu na mídia brasileira, gafanhoto, isso foi propalado nos esgotos da esquerda americana. Please! Não jogue tão baixo assim!
            Comparando Hilter com Trump? Trump é de direta. Hilter era de esquerda! Esqueceu do NACIONAL SOCIALISMO? Ah mas vc leu na wikipedia, né amigão? Tá explicado… kkkk Socialismo é de direita mesmo… huehuehue

          12. Só eu? Então metade do povo americano votou nesse cara porque? E se você viu apenas eu falando o que estou falando você está mal…

          13. Blz camarada, acho que já falou bastante né. Teve um cara aí que te respondeu dando até nomes dos caras nomeados pelo Trump a cargos importantes e que vão de encontro com o que falou no discurso, ou seja, ele não amenizou nada do que disse. Mas ok, cada um vê o que quer ver.

          14. Aqui só eu, mas na internet tem muitos. A diferença de votos entre Hillary e Trump foi de 170 mil (está diminuindo após as recontagens), mas ainda assim 59 milhões de americanos votaram nele. Se em um país existem 59 milhões de racistas, xenófobos, machistas e etc, esse país deveria ser pior do que a alemanha nazista ou que a união soviética, mas parece que não é né? Pq se as pessoas se arriscam a levar tiro na fronteira, se arriscam a sair de barco pra chegar lá é pq deve ser bom né…. Jornal? Qual? Estadão? Folha? Não, obrigado. Tenho minhas fontes na internet! Trump continua oprimindo nas indicações e você vão ter que engolir o choro. Eu estou bem a vontade, obrigado.

          15. Só pra te dar um conselho jovem, não existe mídia imparcial, então essas suas fontes na internet não vão ser melhores ou menos imparciais que uma ou outra fonte. Já vi que vc é inflexível, mandaram noticias, links das baboseiras que o cara falou e vc continua aí firme na defesa, boa sorte pra você então. Cada um enxerga o que quer enxergar.

          16. Não é questão de ser inflexível ou não, o tal do Rodrigo levantou vários pontos:
            “Ele falou em expulsar todos os imigrantes, até mesmo os legais”
            “revogar a lei que permite o casamento civil homo afetivo”
            ” a bandeira dele levantada em dizer que precisam trazer de volta a soberania branca”

            E nos links que ele colocou não tem absolutamente NADA referente a isso que ele falou…
            Agora, vc acusar o cara de ser um monte de coisa horrorosa, assim como os “especialistas” da Globo News que o compararam com Mussolini, isso pode, agora, pedir pro cara provar que ele falou aquilo do que está sendo acusado é ser inflexível?

            O cara pode ter falado algumas baboseiras sim, mas aí interpretar que o cara vai ser um novo Hittler, não é exagero?

            E boa sorte pra você, continue acompanhando aí suas fontes, que na véspera da eleição cravavam 90% de chances da Hillary ganhar, que cravavam que o Brexit não iria vencer, enfim, essas suas fontes que acertam sempre e nunca se fazem de surpresos no dia seguinte.

        2. Sei não, viu. Eles estão dizendo (ou disseram) isso por que aparenta que Hillary ganhou em número de votos. Mas tá rolando recontagem de votos agora e foi descoberto mais de 1000 votos a favor de Trump em um estado até agora.

          Sem falar que desde 1787 o sistema é esse e foi projetado para alcançar um equilíbrio entre os interesses dos Estados e as instituições centrais, fazendo que os grandes estados não dominassem o país politicamente. E outra, Gore vs Bush em 2000. Pode muito bem a Hillary virar essa como foi em 2000.

          Só resta esperarmos.

          Mas que tá enchendo saco esse choro pelo cara ter ganhado. Até peido dele vira notícia na Globo, ah isso tá.

          1. Então, eu vi isso aí também. Mas já vi alguns sociólogos “estadunidenses” falando que o método de eleição deveria ser reformulado, não ele como um todo, mas pequenas alterações que fariam muita diferença a nível democrático. O que alguns desses sociólogos dizem é que os interesses das instituições e Estados não podem estar acima da vontade do povo. Enfim, eu particularmente dei uma lida em como funciona as eleições deles e confesso que achei bem complicado e não tão democrático assim. Mas isso foi uma primeira impressão.

        3. Sociólogos? KKK Em que modifica ou acrescenta a opinião desse bando de “zé droguinha” na política (efetiva) e economia americana? O sistema americano SEMPRE foi assim. Agora que perderam querem mudar? Isso é democrático?
          Na próxima eleição – QUE VÃO PERDER NOVAMENTE – vão dizer que voto de branco, rico, jovem, hétero (…) não conta?
          #chola

          1. Não confunda sociólogos americanos formados nas melhores universidades e com muitas honras e méritos com estudantes da área de Ciências Sociais. Você chamar um cara desses de “Zé Droguinha”, só mostra o quanto você é leigo e limitado. Enfim não to defendendo a Hillary aqui meu caro, apenas expus o que li em alguns periódicos americanos, onde esses que você chama de “Zé Droguinha” expõem suas idéias.

      2. Na realidade o Trump perdeu na votação popular, mas como lá a vitória é dado pela quantidade de votos das escolas eleitoral, o povo de Nova York conhece muito bem ele, pois ele mora lá e mais de 70% votaram contra ele, então o povo de Nova York que convive com ele, sabe como ele é.

        1. Claro, claro.
          O sistema de eleição americano sempre funcionou dessa forma e nunca foi questionado, mas quando o Trump ganhou DENTRO DAS REGRAS, vem um punhado de boboca esquerdoso chorar e falar que “levou, mas não ganhou”. Chola mais que tá pouco! Pior, um insignificante brasileiro que votou em um analfabeto altamente corrupto querendo pautar um país, uma democracia verdadeira.
          Quanto a Nova York, sempre foi um reduto de esquerdosos, e era uma merda, não fosse o REPUBLICANO Rudolph Giuliani seria, resguardada as devidas proporções, uma espécie de Rio de Janeiro. Mas quem veio antes, quem foi o incompetente, corrupto e condescendente com as mazelas sociais e a atividade criminosa de lá? David Dinkins. De qual partido era? Sim, isso mesmo, era do democratas. Quem concertou? Rudolph Giuliani . Depois dele veio quem? Michael Bloomberg, que sempre foi democrata, mas pegou carona no bom projeto do republicano Rudolph Giuliani para se eleger, após eleito mostrou-se quem era. E depois? Agora vem o atual prefeito Bill de Blasio também democrata. Nesse ínterim, após Giuliani, nota-se que a atividade criminosa voltou a progredir em NY, daqui a pouco vão precisar novamente de um Republicano para corrigir novamente a bagunça dos democratas. Aliás, é sempre assim, os esquerdistas fazem merda, a direita é chamada e conserta, o povo esquece e cai de novo no conto do vigário esquerdista com falsas promessas, invenção de direitos e regalias, sem a correspondente fonte de custeio, o lugar cai em desgraça e o povo da direita é novamente chamado para arrumar a casa. É cíclico isso.

    1. Não coloquem culpa na mídia.
      Inclusive tem vídeos que ele fala isso. O problema é que a humanidade encontrou a voz da individualidade e de quem acha que Direitos Humanos é para proteger bandidos. A voz de quem não liga para a minoria está nas urnas.
      Eu não sou homofico mas….
      Eu não sou racista mas ….
      Eu sou a favor de políticas do meio ambiente mas ….
      Eu sou a favor de menor barreiras econômicas no planeta mas ….
      A China tá em “guerra” com Trump, a Apple manifestou mídia preocupação por suas ideias. Ele acha que brasileiros roubam empregos dos americanos.
      Eu passo a notícia, não vou pintar Trump de Santo, nem ele quer isso. Se você ama a sua política, não culpe a mídia, culpe a seu ódio interno por minorias e seu orgulho em ser machista, jovem, hetero e branco.
      O lado bom da vida é que, se você viver o bastante, será uma minoria e terá debilidade locomotora, será um deficiente com o passar da idade e verá que o “mimi” pela luta dos direitos humanos não é tão “mimi” assim.

      1. Come com “Eu “passo a notícia”. Depois “culpe a seu ódio interno por minorias e seu orgulho em ser machista, jovem, hetero e branco”. O “ISENTÃO”, como vc diz apenas “passar a notícia” se claramente demonstra ter lado? Não passa de um esquerdalho! Saia da armário e se assuma!
        Como o senhor afirma que o Rafael é machista, jovem, hétero e branco? Hipóteses: 1 O senhor o conhece? 2 Quer dizer que todo mundo que concorda com o Trump é? 3 Quer dizer que todo jovem, hétero, branco é machista e, por conseguinte, apoia o Trump? 4 Ou ainda, quer dizer que todo mundo que discorda dos seus devaneios é tudo isso que o senhor escreveu?
        Trump é a resposta para essa ditadura da esquerda, esse monte de desocupados e fracassados que cagam no mundo, que querem ganhar no grito, pois lhe faltam argumentos!
        Controle-se, esquerdista panaca!
        Acha que só aquilo que o senhor pensa é o correto? Do tipo: “desvendei a matrix e vcs são o Neo.” ?
        Vc é apenas mais um zé ruela manipulado, um esquerdinha barulhento que não representa a maioria, nem no seu broguisinho, haja vista que o comentário do Rafael tem mais “likes” que o seu. Mas ainda há tempo, chame sua trupe, aqueles mesmo que cometeram vandalismos no último “protesto” e mendigue “likes” para eles. Quem sabe assim vc não passa por minoria em seu próprio “brogui”.
        Pode deletar, tirei uma print aqui! 😀
        #GOTRUMP
        #HILARYSCUKSBUTNOTLIKEMONICA

  3. “…Microsoft, Apple e Google rejeitaram apoiar a sua campanha…”, o engraçado é ver isso na matéria e saber que teve uma outra aqui, logo após a eleição do Trump, que diz que a Microsoft apoia Donald Trump. Interessante.

  4. Eu não acredito que Trump chamou os caras pra falar besteira na cara deles!!

    Como todos ja estão falando lá, a campanha politica ja acabou, a guerra, brigas, acusações já passou! Acredito que trump vai fazer o mesmo que fez com Obama, apertar a mão e se unir a todos que puder pra fazer um governo bom.

    Muita gente que se dizia inimigo dele, já está de bem e até apoiando o governo. As eleições ja acabou, só resta trabalhar pra calar a boca de metade do pais que ridicularizou ele.

    1. Ou seja, colocou o rabinho entre as pernas, mentiu para angariar votos e se alivou aqueles que tanto repudiou.
      Ainda acredito que homem tem que ter palavra, mesmo que seja político.

      1. A empresa de Trump em vista de uma Apple, Google e Microsoft é nanica… Pois o mundo inteiro depende delas para se manter conectados, enquanto a empresa dele, tem substitutas.

      2. Sinceramente, eu não vejo assim. Ele ainda vai fazer muito do que prometeu. O discurso dele sempre foi nacionalista e patriota. Por isso ele não vai fazer nada que destrua o país. Acredito que a motivo da Reunião seja isso, conversar pra saber o que pode ser feito de melhor.

        Eu acho que quem tem que colocar o rabo entre as pernas lá, são todos que ridicularizaram ele, inclusive as mídias.

  5. Trump demonstra preconceito em todos os sentidos, a mídia exagera sim, mas não se pode mudar o que ele falou e esta gravado. Prova disso que ele quer destruir tudo o que o Obama construiu na área da saúde, principalmente por que ajuda um pouco os mais pobres, e quer acabar com o casamento civil “CIVIL” Homo-afetivo, sem mencionar que ele sempre gritava em trazer a soberania BRANCA de volta, que estimulou até mesmo espancamento, o discurso de ódio dele é tão grande, que depois que ele ganhou, o povo americano preconceituosos começaram a tacar imigrantes, ofender, teve homossexuais sendo espancados, negros sendo ofendidos e tudo mais e isso foi mostrado, filmado e ele em momento algum foi na TV pedir para os eleitores dele que fizeram isso parar.

  6. Não tenho problemas com quem critica o Trump, mas sim com quem critica ele e defende a Hillary.
    São dois psicopatas que JAMAIS deveriam ter chegado onde chegaram, e se você pensa diferente disso você é apenas uma massa de manobra que acha que a esquerda ou a direita tem razão.

    E outra coisa, desde que foi eleito, o Trump já amenizou e MUITO o discurso dele.
    E outra coisa 2, o Trump não vai ser o imperador dos EUA, ele é o presidente e possui poderes limitados pelo congresso, sem falar que cada estado nos EUA tem uma autonomia inimaginável comparado com os do Brasil.

    Sério, parem de querer acompanhar política dos EUA como se fosse a política do BR, lá o buraco é MUITO mais embaixo.

    1. O que acontece meu caro, é que o mundo depende desse país chamado EUA e acompanhar a política deles, é uma forma de saber como as coisas vão acontecer daqui pra frente no que diz respeito a economia mundial. Agora vamos ser mais sinceros ainda? Quando você faz um discurso, falando merda pra tudo que é lado, tudo sendo gravado, você acha mesmo que só amenizando e pedindo desculpas vai adiantar?

      1. O que importa na política é a PRÁTICA, meu caro. É assim em qualquer lugar do mundo. Se com o discurso medonho do Trump ele conseguiu ganhar, mérito dele que conseguiu achar um discurso “vencedor” na democracia norte americana.

        Político é lixo em QUALQUER lugar do mundo, NADA que QUALQUER um deles falem irá amenizar esse fato. TODAS as campanhas são apenas teatrinhos.

        Dependemos sim dos EUA, e é por isso que uma mudança no status quo deles irá afetar o mundo. Precisamos de mudança, não uma boa ou ruim, mas algo que inicie a mudança pra ao menos tentarmos um novo rumo. O globalismo (não é a globalização) fracassou medonhamente (vide União Européia), e precisamos começar a sair das ruínas dele e começar algo novo.

        1. Realmente o que interessa é a prática e na prática, digamos que ele já ta começando bem mal só pelas nomeações controversas a cargos importantes no governo. Qualquer mudança ou é boa ou é ruim, não tem como não ser uma das duas. Então pode “teatrinho” de preconceitos e idéias no mínimo deploráveis? Vai me desculpar, mas no mundo de hoje, esse tipo de pensamento não cabe mais.

          1. Eleitores do Trump são uma parte do mundo jovem, não o mundo todo. Não vou ficar falando aqui, mas você entendeu o sentido do argumento, não preciso te explicar, você quis apenas ser engraçado na resposta. Conseguiu.

    2. “desde que foi eleito, o Trump já amenizou e MUITO o discurso dele.”

      Eh, ações falam mais do que palavras, e várias de suas nomeações para cargos importantes no governo dos EUA praticamente comprovam que ele pretende, sim, fazer valer seu discurso de campanha: um opositor do aquecimento global para gerir a proteção ambiental, um defensor da privatização do ensino para gerir a educação, e por aí vai. Não à toa, o Saturday Night Live tirou sarro das nomeações polêmicas do Trump “revelando” a nomeação do Walter White para a chefia da DEA, a agência antidrogas americana. 🙂
      https://www.youtube.com/watch?v=7PLop6byOnM

      1. “Eh, ações falam mais do que palavras” Exato, o que importa é a prática! O discurso nas campanhas são apenas teatros, o vendedor tentando vender o seu peixe.

        Privatização do ensino é algo ruim? Conte-me mais sobre seu sonho de estado gigantesco, fera. O que mais você deseja, uma renda básica universal? hahahahah Descobre ai quem é que faz o ensino privado ser caro.

        A UNICA coisa boa até agora que eu vi no Trump foi o fato de ele não desejar fazer uma nova guerra fria, isso só é “bom” porque a Hillary queria isso. E só pra deixar claro mais uma vez, o Trump é um lixo! A Hillary é um lixo! QUALQUER político é um lixo.

        1. “Privatização do ensino é algo ruim? Conte-me mais sobre seu sonho de estado gigantesco, fera. O que mais você deseja, uma renda básica universal? hahahahah Descobre ai quem é que faz o ensino privado ser caro.”

          Não emiti opinião sobre o assunto, apenas mencionei algumas das controvérsias nas nomeações. Até porque não me diz respeito: o que os Estados Unidos fazem com o sistema de educação deles diz respeito a eles e apenas a eles. Digo apenas que isso é uma mudança radical: em geral o ensino pré-universitário lá é público, até porque as universidades no país são caríssimas e o casal americano médio precisa economizar e/ou investir cada centavo durante os 18 primeiros anos das vidas de seus filhos para que estes possam cursar nelas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *