Carregando...

Criador do Linux prefere processadores x86 do que ARM, e deu bons motivos

Criador do Linux prefere processadores x86 do que ARM, e deu bons motivos

android-fail

Linus Torvalds, o criador do Linux, é um sujeito sem papas na língua e que tem o hábito de falar o que vem na cabeça, e isso fez com que recentemente admitisse problemas com o kernel do Linux 4.8.

Quando questionado sobre qual a sua arquitetura favorita de chips durante a conferência Linaro Connect. Torvalds afirmou que era a x86 e não ARM. Certo que o longo histórico da x86 com os PCs pode ter influenciado a resposta do pioneiro, mas ele deu bons motivos para fundamentar sua resposta.

As pessoas ficam muito focadas com o conjunto de instruções e o núcleo da CPU, afirma Torvalds, mas no final das contas é o ecossistema em torno da arquitetura que importa mais. Há pouca fragmentação de software e hardware com a x86, e as coisas simplesmente funcionam.

“O que importa é toda a infraestrutura em torno do conjunto de instruções, e a x86 possui toda essa infraestrutura…em muitos níveis diferentes. Está abrindo um caminho que nenhuma outra arquitetura está fazendo”, continuou Torvalds.

Problemas e vantagens

A ARM dominou o mercado de smartphones, e a maior parte dos aparelhos mobile usam Android, que é baseado no kernel do Linux. Mas existe excesso de fragmentação no ecossistema ARM, e isso resultou em problemas de suporte e de aparelhos.

Um problema: não é possível criar uma versão do Android que possa ser usada em todos os aparelhos móveis por causa das diferentes configurações de hardware. Os fabricantes alteram o Android para ser compatível com os processadores dos seus smartphones. Um mesmo update Android não pode ser liberado para todos os aparelhos móveis, ao contrário das atualizações para Windows para PCs.

A Intel quando fazia processadores x86 para Android tinha este como um dos objetivos, ou seja, entregar updates Android para todos os aparelhos com x86.

Concorda com o criado do Linux, o pai do Android?

Jorge Henrique
Sou advogado, jornalista e fã da plataforma Windows há cerca de 10 anos. Faço cobertura em eventos e estou diariamente atento a respeito do universo da Microsoft no que tange aos produtos para os consumidores. Respondo como editor-executivo do Windows Club. Estou no Facebook e no Instagram a sua disposição.