Cyber ​​Shadow traz Ninja Gaiden de volta ao Xbox One

Do canal Kotaku pudemos ver a demo jogável do Cyber ​​Shadow, a aposta de 8 bits da Mechanical Head Studios. No entanto, ele não é apenas um indie inspirado naquela época, ele também sabe como trazer de volta toda a essência do mundo ninja com uma seção visual muito colorida e levemente temperada de cyberpunk. A fórmula tem todos os detalhes chave de uma aventura desafiadora, porque para superar as plataformas labirínticas e cenários cheios de armadilhas e inimigos, precisaremos de toda a nossa experiência e paciência.

Com tudo isso, é impossível não pensar no clássico Ninja Gaiden, não estamos falando sobre a famosa trilogia 3D slash-n-slash mas sobre os originais, que iniciaram a lenda do Dragon Clan. Mais em Cyber ​​Shadow, como o próprio nome indica, o inimigo será a tecnologia e cyborgs além dos demônios e ninjas humanos. Deve-se notar que, como em qualquer jogo de estilo, teremos uma série de melhorias e desenvolvimento de personagens enquanto adquirimos novas habilidades e as aprimoramos.

Em suma, Cyber ​​Shadow tem como objetivo lembrar uma era passada, reunindo os elementos certos da ação e o retrocesso da luz. Além de capturar a música ideal para gerar nostalgia ao tentar vencer uma aventura inteiramente nova.

O Cyber ​​Shadow chegará ao Xbox One e outras plataformas, mas ainda não tem data definida.

46 comments on “Cyber ​​Shadow traz Ninja Gaiden de volta ao Xbox One

  1. 8bits….
    Opinião bem pessoal:Sei que tem a turma que gosta de gráficos pixelados e talz, mas eu não tenho atração alguma. Na verdade me afasta.

    Um 2d com graficos trabalhados é coisa linda de Deus, mas assim eu corto volta.

      1. Já ouvi mto falar do game fraga, mas o gameplay me afastou….
        Se focassem mais no RPG(metroivania né) seria bem diferente…..
        Na verdade pra mim seria melhor hahahha

    1. 2d-3d pra mim é o melhor gráfico pra esse estilo de trabalho. O pixelado também é bom, muitas vezes são extremamente divertidos, porém não se pode dizer que são bonitos.

          1. Ori é a definição perfeita de um jogo com alma 2D trabalhado em 3D. Momodora, Guacamelee, Hollow Knight e CupHead dão ainda mais a sensação “crua” no quesito gráfico 2D sem deixar de usar o poder que os sistemas atuais podem oferecer. Até Jotun e Moolighter que deixam de lado a plataforma e vão pro RPG tem aquele gostinho de nostalgia sem datar o jogo e é quase o mesmo com Hiper Light Drifter, mas o pessoal insiste em lançar coisa “8-bits” (que as vezes jogando você percebe elementos que nem os consoles 32bits suportavam)…
            Quando rola lançamento também em cartucho pra um NES da vida beleza, no demais, é depender do purismo nostálgico do publico pra justificar baixos custos de produção – e olha que Praey for The Gods tá ai programado do zero por 3 pessoas praticamente “na garagem” pra provar que dá pra ir longe com dedicação.

    2. Pra mim, o melhor jeito de homenagear aquela era é fazendo como braid. É meio embaçado como os jogos de então, mas não é pixelado, e tem alta qualidade visual e artística. Braid é o jogo saudosista perfeito.

      1. Fechei há pouco o Hollow Knight e tive bem essa ideia.

        Não é os 3Dzaum, mas mescla ótimas artes desenhadas elcom um gameplay old-school.

        1. Devil May Cry 5 e outros no gamepass a R$ 1,00…..” Só assim pra ter caixista jogando isso”

          Da pra usar o mesmo argumento…

          P.S.: Não gosto de For Honor.

  2. Pra quem não conhece teve um game chamado kage ou Shadow of the Ninja em 1990 se não me falha a memória. Esse CSH com certeza foi baseado nele. Pra mim será uma aquisição certa.

    1. O jogo quando tem uma promissa boa, peca em outros. É extremamente estratégico, e sem munição mesmo pra um jogo de sobrevivência. Poderia estar no GP essa bosta pra ter uma ideia melhor.

  3. Quem possui os direitos da IP do Ninja Gaiden?… Puta série foda que foi abandonada. Não é possível que em uma geração onde qualquer Souls é exaltado o Ninja Gaiden sequer ser citado.

    Lembro que antes da série Souls, o Ninja Gaiden era o jogo mais difícil do mercado. (Na minha opinião)

      1. Não quero conclusões,só queria saber de quem é essa IP… Estamos na preferência por jogos difíceis e com roteiro… Ninja Gaiden tinha os dois, por isso não entendo por que não aproveitaram a franquia até hoje.

  4. Lembrou muito shadow of the ninja e a trilha sonora de shatherhand, eu curti bastante porém deveriam acrescentar gráficos melhores para justificar o poder do xbox one. Curti mais esse jogo do que a bosta que fizeram com o novo batletoads ?

  5. Interessante e juntando com The Messenger que está no Game Pass Ultimate, já temos uma overdose ! É legal, é nostálgico, mas poderia melhorar e muito o som e os gráficos poderiam ser no mínimo de 32 bits, afinal TV de tubo já saiu do mercado a mais de 10 anos… e gráfico assim em TV 4K é osso de ver !

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *