Desenvolvedor defende o Xbox Game Pass frente ao Google Play Pass

Mike Rose, desenvolvedor do Descenders, defendeu o modelo do Xbox Game Pass frente ao Google Play Pass e os “jogos Spotify”. O Google Play Pass chegou ao mercado oferecendo um modelo semelhante ao Xbox Game Pass. É um modelo de assinatura de U$ 4,99/ mês que permite reproduzir tudo o que está incluído no catálogo. Embora aparentemente seja o equivalente ao Xbox Game Pass para o Google, Rose esclareceu que não é exatamente o mesmo. De fato, Rose disse que as vendas de seu jogo Descenders dispararam graças ao Xbox Game Pass, enquanto o Google Play Pass esconde uma armadilha para os desenvolvedores.

O grande problema que o Google Play Pass coloca é que ele procura oferecer royalties aos desenvolvedores com base no tempo jogado pelos usuários em seus jogos. Mais tempo, mais dinheiro. O que seria extremamente perigoso para o futuro e estabeleceria as bases para um modelo que é bastante prejudicial para desenvolvedores e consumidores, forçando o primeiro a criar jogos especialmente orientados para que os jogadores passassem mais tempo com eles.

“Eu sabia que isso ia acontecer. Várias plataformas já se aproximaram de mim e todas se ofereceram para me pagar com base no tempo jogado no meu jogo. À medida que continuamos, em alguns anos nos afogaremos nesses serviços, o que forçará os desenvolvedores a desenvolver jogos pensando apenas em como ganhar dinheiro com eles. Os pequenos jogos narrativos desaparecerão e teremos apenas Fortnite e pachinkos”, disse Mike Rose ao site IGN.

Diante disso, Rose quis dar um exemplo ao Microsoft e Xbox Game Pass como um serviço que funciona e está fazendo bem as coisas. As vendas de Descenders só melhoraram, que dispararam graças ao serviço por assinatura da Microsoft.

102 comments on “Desenvolvedor defende o Xbox Game Pass frente ao Google Play Pass

  1. Não uso nem nunca usarei serviço de assinatura em caso NENHUM. Nem música, nem filmes, nem séries, nem jogos.
    Compro meus filmes, compro meus box de séries e compro meus jogos…. Qualquer outro modelo é prejudicial, e vai transformar a indústria de games no que acontece com a de TV, que hoje é dominado por séries Teen da Netflix

      1. Não sou “cara”, e não preciso abrir minha mente.
        Desce que a Netflix e esses serviços de Stream entraram no mercado com tudo, não saem mais séries BOAS voltadas a um público mais adulto como séries de Crime Investigation, pois não é lucrativo como era antes, pq as pessoas foram idiotizadas com séries de super heróis e séries de fantasia bobinha da Netflix, Amazon Prime, etc.
        O mesmo vale pros filmes… Filmes bons até uns anos saíam em Direct To Video, mas como agora o mercado de Vídeo físico não é mais lucrativo, eles param de ser feitos, pq os serviços de Stream praticamente não aceitam coisas que não sejam bobageira adolescente tbm como “exclusivos” deles. (Nem comento no cinema, pq hoje em dia só se faz filme de adaptação de gibi da Marvel e guerrinha de navinha e tirinho laser em Star Wars)

        1. só faltou dizer na minha opinião… se voce gosta de series de Crime Investigation e ta faltando no mercado sinto muito por voce, mas dá pra assumir isso como realidade pra todos, na netflix tem ótimas series para um publico mais adulto, pode não ser do genero que voce quer mas tem.
          sobre filmes eu até concordo com voce, pra mim realmente filmes ta complicado os blockbusters estão fazendo uma geral nas salas do cinema, mas dá pra encontrar filme bom alem desse sim, e na minha opinião a quantidade de filmes bons que lança por ano ta no mesmo de anos atras.

        2. Mas essa geração consome essas porcarias … Por isso que os filmes são assim… Se não tivesse quem consumisse não teriam tantos.
          Basta ver como essa geração é estranha pelo simples fato que eles brigam pra ver qual console de vídeo game é melhor. Isso é tão idiota quanto brigar por time de futebol.

          1. A ta, o ofuscamento do GWG! Pensei que era em cima dos titulos de jogos! Eu particularmente acho que o GWG ta a mesma merda. Nunca se foi dado muita coisa por lá e continua não fazendo, salvo alguns meses. A diferença é que desde o lançamento do gamepass, o pessoal parece querer exigir mais do GWG!

          2. Tipo, eu tenho xbox desde 2012, e dps que gamepass começou a bombar, os gwg, ficaram no limbo, exemplo, esse ano corrente, o unico mes que salvou foi o mes que deu forza e gears 4

          3. Eu não acho que deu uma caida não, mesmo antes do GAMEPASS variava de mediano pra bom. Raramente tinha meses espetaculares. Mas hoje se tem o Gamepass e ficou mais evidente essa oscilação de “qualidade” nos jogos GWG e pensamos “agora que tem gamepass ta assim.” mas sempre foi nesse nivel.

          4. Sempre foi? Tem certeza?, a maioria dos meu jogos peguei nos gwg, de 2013 a 2017 peguei quase 30 jogos triple A,

          5. Sim, desde 1 de junho de 2017 foram dados muitos jogos grandes. Watch Dogs, For Honor, Forza, Tomb Raider, Battlefield, Assassins Creed, Gears e outros. Não vejo diferença alguma desde o lançamento do Gamepass. Entretanto eu trocaria 4 jogos por mês, para somente 1 e ser todo mês um top e recente.

      1. O problema é que é a Microsoft fazendo, porque tem empresa aí que faz muito menos ou nem faz, e não gera reclamação todo maldito dia. Essa é que é a verdade. É tipo reclamar que a apresentação na E3 não foi tão boa, e ainda ficar babando uma empresa que nem na E3 foi. Não é questão do que se faz, e sim de quem faz. E isso é fato.

          1. Quem lê rápido entende Jaime, e tua foto tem jeito de foto de sujeito casado mostrando a esposa, não o contrário.

    1. É uma cultura bem diferente, no Netflix você recebe a série toda de uma vez, não tem mais aquela expectativa de antes. Game of Thrones foi a última grande série da velha guarda.

      Eu pessoalmente sinto saudades da época de descobrir coisas interessantes na TV. Hoje em dia você tem a liberdade de consumir apenas o que deseja, mas isso está afastando as pessoas em vez de aproximá-las.

    1. Então quer dizer, que Gears ultimate, gears 5, forza horizon 4, killer instint, Metro Exodus, Blazing Crome, Rise of the Tomb Raider, The Messenger, Marvel vs capcom infinit, e etc .., é tudo lixo !!!
      Abre a sua mente rapaz ! Vai exigir da sua amada Sony, o PS NOW aqui no Brasil, você vai ganhar muito mais com isso, pois esse papinho que game pass é lixo e eu compro e não alugo jogos é HIPOCRISIA, basta você ir lá no mercado livre, e acompanhar os anúncios, com as vendas de contas para aluguel de jogos de playstation, que vc vai cair na realidade da coisa !!!

  2. E ai Sonystinhas !
    Quando é que vocês vão fazer barulho, para exigir da Sony, a disponibilidade do PS NOW aqui no Brasil ? Não adianta, ficar chorando em canal haterzinhos de xbox, como Drake Sincero, Games sem Regras, e outros, porque eles lá, estão cagando para a comunidade Playstation, o que eles querem lá, é views e super chat.
    Se organizem, e exijam já da Sony, o serviço por aqui, porque é direito de vocês, vocês pagam caro, pela assinatura anual e pelos os jogos. Criem uma Hashtag, PlaystationNowBrasilJa.

    1. A questão é: será que sonystas querem isso?
      Eu não sou nenhuma sonysta e nem caixista, mas uso da lógica: se eles quisessem, estariam pedindo, não? Mas não se vê eles pedindo, então leva-se por conclusão que não querem

      1. Querem sim !
        Os números não mentem. Vai lá no mercado livre, e clique nos anúncios, de venda de jogos digitais para playstation 3 e playstation 4. Analise a quantidade de vendas, nos principais anúncios. Vai perceber, que é vantagem para qualquer pessoa, com um capital legal,investir na comprar jogos na conta e alugar lá no mercado livre. É um mercado em expansão. Não vou citar os vendedores, pois conheço alguns deles, e eles são muito honestos com os seus clientes, e trabalham de maneira correta.
        Obs: Eu ainda não citei alguns sites para vendas de jogos digitais para playstation 3 e 4, como a Spartanos Access.

          1. cara, vc disse algo meio contraditorio, pq a galera aluga contas para jogar, o serviço ps-now seria exatamente isso, mas com segurança e talvez mais vantajoso, entao se o cara q aluga conta disser q nao quer um serviço desse, ele ta sendo um puta hipocrita corno ista doente .

      2. Existe uma demanda até grande pela PS Now. O problema é que, enquanto a Sony não evolui o serviço, os fãs do PlayStation o tratam como dispensável e atacam serviços similares existentes em plataformas da concorrência.

        Outro problema é que as boas vendas do PS4 anestesiaram a comunidade deles em relação à estagnação do hardware. O único recurso realmente interessante do PS4 hoje em relação ao Xbox One é a facilidade de trocar o HD interno.

        Se tem uma coisa na qual eles não parecem ter muito interesse é no multiplayer do The Last of Us.

    2. Indiferente, igual o EA Access, pra quem sempre ta comprando os lançamentos e pegando vários jogos em promo esses serviços de aluguel não são muito atrativos, o catalogo do “mendigoNow” no meu caso se resumi: 1 – jogos que já tenho, 2 – jogos que não tenho interesse e 3 – jogos da geração passada que tbm não tenho interesse rsrs, lembrando lançamento exclusivo do PS não chega day one e opção de download só no PS no PC é só Streaming… o mendigoPass mesmo só assino a 1 real pra testar os jogos da MultiSoft (tirando os Forza H3 e H4 que fiz questão de comprar de resto não financio mais nada da MultiSoft, Gears 5 foi um bom jogo de resto só porqueira Sot, SoD2 e Crackudão 3)

      Esse mendigoNow só vai ser chamativo pra quem ta começando a jogar agora ou não tem condição de comprar jogos regulamente.

      Vc citou canais de flame do PS, mas duvido que vc não seque canais como o Mil condenados, Cervejeiro entre outros que mentem descaradamente pra tentar cobrir as cagadas da MultiSoft, todos os “Ytbers” estão nessa só por grana, não se iluda achando que tem algum preocupado com a comunidade seja ela qual for.

  3. OK, entendi, mas faltou ele explicar como é que funciona no Game Pass, por eliminação já sei que não é por tempo jogado, blz, mas como é a remuneração dos desenvolvedores ?
    De fato é preocupante pois a quantidade de assinaturas só vem crescendo !
    Game Pass PC
    Ubi
    Epic
    Steam
    Origin
    E aos poucos vai chegando mais…da mesma forma que está acontecendo para conteúdo para TV.
    Daqui a pouco vão criar combos com várias assinaturas…

    1. A diferença que temos é que ainda existe distribuição fisica de jogos. No momento que acabar a fisica e opção de compra digital e ser apenas por assinatura, ai sim será preocupante. Assim como acontece no netflix! Você não consegue de forma legal assistir seu conteudo sem ser assinante. Mas no caso de jogos ainda temos opção de compra.

    2. Nunca deram todos os detalhes de como é essa negociação, mas já especularam que é um valor “X” por um período no Game Pass esperando “N” instalações. E parece que ganham bônus quando ultrapassa esse número de instalações.
      Mas nunca confirmaram se é assim mesmo.

    3. A Microsoft paga um preço estabelecido pro jogo ficar no catálogo do Game Pass por um período determinado. É mais justo aos desenvolvedores e assim não há um tipo de jogo mais vantajogo ao serviço necessariamente, permitindo que tanto jogos singleplayers quanto multiplayers sejam beneficiados. É o melhor modelo de assinatura de jogos existente.

    1. Tudo depende da forma que o jogo é idealizado. Acredito que jogos multiplayer ou que oferecem tal modo sejam o melhor formato para o Gamepass, na visão do desenvolvedor. O cara joga pacacete, gasta no seu jogo e se por ventura sair do catalogo, a chance do jogador comprar é alta. Mas jogos single player, não acredito que venda muito para assinantes dentro do serviço, mas isso pode ser um oportunidade venda de DLC. Eu uso um exemplo proprio, joguei Life is strange pelo GamePass, iria comprar o jogo? Provavelmente não, mas o joguei e gostei tanto que comprei a DLC. Assim a desenvolvedora ganhou uma grana pra incluir seu jogo no catalogo e atingiu pessoas que não iriam comprar seu jogo e fez ele gastar com DLC. Igual eu kkkk
      Numeros de vendas, são legais, mais não é mais assim que medimos o lucro de um jogo hoje em dia.

  4. Curiosamente duas empresas que criticaram oficialmente o game pass e serviços de assinaturas colocaram seus jogos no game pass, a Bandai Nanco que criticou todos os serviços colocou jump force nele e o desenvolvedor de cities skylines criticou o game pass diretamente e acaba de colocar o jogo de novo no serviço no pc, só isso já mostra que o modelo da Ms atrai até quem é contra o serviço e no caso do cities skyline eles queriam receber por tempo jogado como o cara acabou de criticar pq segundo ele o cities skylines é jogado por centenas de horas.

      1. mas nesse caso faz total sentido kkk se os desenvolvedores estavam reclamando pq não dava dinheiro, a partir do momento que começa a dar, logo problema resolvido e a opinião muda kkkk

  5. Passando aqui pra lembrar um assunto nada a ver, mas, que este site fez questão de noticiar com força total: Sony e Marvel se acertam nos filmes do Spider. E uma assunto que nem era pra existir, só na cabeça de pessoas que fumam maconha estragada, que seria a sony perder o Spider nos games. Eram assuntos totalmente diferentes, mas, é bom que acaba a treta.

  6. A Microsoft estabeleceu ao Game Pass um modelo mais justo de retorno financeiro aos desenvolvedores de jogos; ela paga um preço estabelecido pro jogo ficar no catálogo do Game Pass pelo período determinado, independente de acesso e tempo jogado. Assim não há um tipo de jogo mais vantajogo ao serviço necessariamente, permitindo que tanto jogos singleplayers quanto multiplayers sejam beneficiados. É o melhor modelo de assinatura de jogos existente no mercado. Indo além, a Microsoft mudou seu modelo de negócios nos jogos, focando agora na venda de assinaturas; as vendas de mídias físicas e/ou digitais continuam, mas o foco dela agora é em quantas novas assinaturas ela consegue com os lançamentos de jogos no serviço Game Pass.
    Observação: O modelo de vendas em si tem como retorno financeiro o curto prazo e um risco maior, pois tem uma cadeia envolvida muito maior e os jogos lançamentos têm a maioria de sua receita gerada nas primeiras semanas. Enquanto o modelo de assinaturas tem como retorno financeiro o médio e longo prazo através de receitas contínuas, ganho em escala, uma cadeia muito menor e um risco menor, o que permite um melhor planejamento no desenvolvimento de jogos.

    1. Segundo o ex-CEO Fred Wester da Paradox interactive não paga o suficiente, apenas é “decente” sera que eu levo em consideração a palavra de um CEO que deu a cara a tapa pra falar isso pra mídia arriscando a carreira ou o achismo de um pelego fake militante da MultiSoft na sessão de comentários no Delírios Club? fiquei balançado agora rsrs.

      https://www.eurogamer.net/articles/2019-07-05-xbox-game-pass-developers

      https://www.theenemy.com.br/pc/game-pass-tem-modelo-decente-mas-nao-paga-o-suficiente-diz-ex-ceo-da-paradox

      1. Abri os dois links pensando que lá teria um link para essa tal entrevista com Fred Wester, + não vi nada, pelo menos essa do Jorge ai tem um twitter para comprovar que não foi fake, não estou falando que os links que vc postou são matérias fakes, só estou falando que fica difícil acreditar quando não se tem a fonte.

        1. Essa declaração em uma conta pessoal dele no twitter não tem, acredito que se fosse uma “fake news” ou interpretação errada feita pela Eurogamer ele já teria corrigido, mas entendi o seu ponto.

          Outras fontes, inclusive da Windowscentral e Gamingbolt ambas que o Jorge tbm usa.

          https://www.windowscentral.com/developers-believe-xbox-game-pass-fair-still-needs-take-popularity-account

          https://gamingbolt.com/game-pass-is-a-decent-business-model-but-were-not-getting-paid-enough-former-paradox-interactive-ceo

    2. Deixando o Fanboylismo de lado, os multi vendem bem mais na plataforma azul, ja no Xbox, como os multis não vendem tão bem, é vantagem para desenvolvdoras colocarem seu jogos no gamepass, irão lucrar bem mais no gamepass do que tentar vende-los na plataforma verde – gamepass surgiu de vendas fracas no Xbox!!! foi um jeito que a Microsoft encontrou de salvar o Xbox e deu muito certo!!!

      1. Vendem mais porque lá tem uma base instalada muito maior; logo tem obrigação de vender bem mais mesmo. Nada anormal aqui. Mas proporcionalmente à base instalada, relatórios já indicam que o consumo do caixista por jogos e serviços é maior que o do sonysta.

        1. Por isso acho que dificimente a Sony tera um serviço semelhante ao gamepass, pois se lucra muito com vendas!!! Em relação ao consumo caixista por jogos, sempre foi bem obvio, ja que o gamepass propicia isso a um baixo custo!!!

  7. Joguei Fortnite uma unica vez, achei chato pra krlh, silencioso demais, tem que ficar sempre alerta pra poder ouvir os passos de quem ta se aproximando, a, gente nao pode por uma musica no Spotfy e tal.

    1. Por isso o único jogo online que jogo atualmente é o lolzinho, coloco qualquer porcaria pra tocar e não atrapalha em nada, na vdd as vezes ajuda na hora da play.

  8. As pessoas ainda não se tocaram que não é mais sobre se você cobra dinheiro pelo produto, mas como você cobra. Tem trocentos exemplos, mas o que me vem na cabeça é o da GOG. Dá pra piratear os jogos deles à vontade, mas as pessoas ainda vão lá e compram os produtos, porque gostam da forma como a venda é feita.

    Esses dias saiu uma notícia de que Sea of Thieves e State of Decay 2 estavam entre os 10 exclusivos mais vendidos do Xbox. Mesmo com as vendas de PC, é bastante significativo que esses jogos tenham vendido mais que títulos como Forza Horizon 2.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *