Carregando...

Diretor de Scorn acredita que diferenças entre o SSD do PS5 e o Xbox Series X não serão relevantes

No mais recente Inside Xbox, conhecemos o Scorn, um jogo que estava em desenvolvimento há muito tempo, mas foi completamente reiniciado para dar o salto para a nova geração de consoles do Xbox. Este jogo de terror será exclusivo do Xbox Series X, não será lançado em outros consoles, nem mesmo no Xbox One X.

Ljubomir Peklar, diretor desse projeto peculiar em primeira pessoa, conversou com a Gamingbolt sobre as diferenças que ele estima que haverá entre o SSD que as duas máquinas montam. Você sabe que, no momento, o Ray Tracing e o SSD estão sendo visto como algo revolucionário.

Peklar é claro, as diferenças serão residuais. Garante que, no papel, pareça maior do que acabará sendo na prática.

Quanto às diferenças entre as duas soluções [SSDs], sinto que isso acabará diminuindo os retornos[ aumentando a velocidade].

Ele também tem falado sobre o impacto desse componente e das novas tecnologias. O diretor considera que é cedo para obter avaliações e dá uma dica para os desenvolvedores, que precisam se concentrar na nova tecnologia quando a têm em suas mãos.

Você não deve apenas projetar a partir de uma perspectiva tecnológica, pois pode acabar tendo coisas peculiares, como um jogo com todas as superfícies reflexivas, para poder mostrar o Ray Tracing.

Nesta mesma entrevista, Peklar também explicou por que o jogo está sendo lançado como um console exclusivo para o Xbox Series X, dizendo que o console da Microsoft permite que o jogo tenha paridade com a versão para PC.

Jorge Henrique
Sou advogado, jornalista e fã da plataforma Windows há cerca de 10 anos. Faço cobertura em eventos e estou diariamente atento a respeito do universo da Microsoft no que tange aos produtos para os consumidores. Respondo como editor-executivo do Windows Club. Estou no Facebook e no Instagram a sua disposição.