Diretor do Google Stadia diz que os streamers devem pagar para transmitir jogos

Se você está procurando uma polêmica quente, nós ajudamos você. O dia por aqui é mais divertido. O diretor de criação do Google Stadia, Alex Hutchinson, afirmou hoje que os streamers devem pagar para as editoras para transmitirem seus jogos por streaming. Isso aconteceu logo depois que um grupo de streamers do Twitch receber avisos de direitos autorais em suas contas por usarem vários conteúdos em streams anteriores.

“Os streamers preocupados em ter seu conteúdo retirado porque usaram música pela qual não pagaram, deveriam estar mais preocupados com o fato de que estão transmitindo jogos pelos quais também não pagaram. Tudo acaba assim que as editoras decidirem comprarem ”, disse Hutchinson no Twitter. “A verdade real é que os streamers deveriam pagar aos desenvolvedores e editoras dos jogos que fazem streaming. Eles deveriam comprar uma licença como qualquer empresa real e pagar pelo conteúdo que usam”.

Outras mídias, como músicas e filmes, requerem permissão para serem usadas dessa forma. Você paga por uma licença ou eles lhe concedem consentimento por escrito para usar o conteúdo. Em teoria, os jogos também podem se enquadrar nisso, mas a maioria das editoras e desenvolvedoras não vai atrás das pessoas para fazer streaming de seus jogos. A razão o streaming de jogos funciona como ferramenta de marketing gratuita!

Os filmes são uma experiência mais passiva, então se você assistir de graça, não há realmente uma razão para pagar para vê-los novamente. Os jogos, no entanto, podem ser jogados novamente e as transmissões geralmente encorajam as pessoas a comprar um jogo. Os streamers também podem reproduzi-los de forma diferente, proporcionando uma experiência diferente do que se você mesmo jogasse.

Jogos como Sea of Thieves e Among Us foram popularizados por streamers e YouTubers. A única vez que as editoras tendem a proteger vídeos ou streams é quando o jogo ainda não foi lançado. Hutchinson tem recebido muitas críticas por esta polêmica, com algumas pessoas com o pé atrás do Google Stadia por uma declaração como esta.

O que vocês acham?

175 comments on “Diretor do Google Stadia diz que os streamers devem pagar para transmitir jogos

  1. O que estava morrendo vai terminar de morrer, as pessoas em sua maioria já compram os jogos e a geração de conteúdo GRATUITA já reverte lucro para a desenvolvedora vendendo copias do produto, essa declaração é totalmente irrelevante e dispensável.

  2. isso é loucura, se eu comprar um jogo significa que não posso transmitir? e as empresas que fornecem seus jogos para youtubers (o que acho errado, eles tinham que comprar também)? Declaração ridícula vindo de uma empresa enorme, se continuar assim, o feto (Stadia) vai morrer cedo

    1. Se fosse eu um desenvolvedor, não permitira que transmitissem ou que fizessem série no YouTube do jogo na integra. Um monte de gente ganhando dinheiro em cima de algo que não criaram.

      1. Cara, eu proibiria os CGs, pq? Pq meio q o gameplay eh até bom, alguma dica ali, eh bacana, agora se vc mostra os CGs meio q a pessoa nem precisa mais jogar…

      2. isso é total escolha das desenvolvedoras, elas poderiam muito bem colocar restrição, assim que o vídeo vai pro youtube já aparece flag, não tem porque eles não querem, pra eles é marketing.

      3. So 1 marketing de alguns segundos nas TV abertas e fechadas custa milhões. E tem jogos que a midia nem cita e as vezes fazem analises negativas, ai 1 video no youtube alcança milhares alguns desses vão la e compram. Apex Legends é 1 exemplo disso EA pagou para streamers divulgarem, as placas de videos que youtuber ganham voce acha que é o que ? para eles falarem mal ? pelo contrario, marketing é muito caro.

      4. So 1 marketing de alguns segundos nas TV abertas e fechadas custa milhões. E tem jogos que a midia nem cita e as vezes fazem analises negativas, ai 1 video no youtube alcança milhares alguns desses vão la e compram. Apex Legends é 1 exemplo disso EA pagou para streamers divulgarem, as placas de videos que youtuber ganham voce acha que é o que ? para eles falarem mal ? pelo contrario, marketing é muito caro.

      5. Boa parte das pessoas conhecem tal jogo por conta do YouTube, que coincidentemente é do Google, é um tremendo tiro no pé. Imagina o quanto que não ganham também por essa divulgação? Se fosse assim, streamers não receberiam jogos das editoras para produzir “conteúdo”

          1. Cara, não que vc tenha que assistir toda uma série, o gameplay serve pra vc se apreciar, conhecer um pouco do jogo e não pra zerar pelo YouTube kkkk

          1. É uma via de mão dupla, os youtubers vão perder por falta de conteúdo, mas o estrago será maior pras desenvolvedora, eu particularmente não compro jogo sem conhecer, sem ver pelo menos ver algo interessante.

  3. Perae, comprei o jogo, é meu. Quero jogar e mostrar pros outros que eu to jogando… Tenho que pagar?? Direitos autorais ta ficando cada vez mais lixo, algumas coisas não fazem sentido nenhum. Uma grande ideia lixo porque o cara que faz isso ta ajudando a divulgar a marca/jogo enfim… Não quero esse gugu vadia, nem de graça

    1. Não, vc comprou uma licença de uso. O jogo não é seu pra fazer o que bem entender. As editoras de jogos só toleram o streaming porque é uma ferramenta de marketing muito poderosa.

      1. Mas é ai que está o grande negócio, pois com 2 horas de gameplay, dependendo do jogo nós já sabemos se compramos ou não, resumindo: As empresas tem que fazer bons jogos pra gente realmente comprar, eu particularmente já sai de muita furada graças a gameplays que assisti! Anthem por exemplo, eu ia comprar pra jogar no lançamento mas o jogo tava tão ruim que resolvi guardar o dinheiro kkkkkk

        1. Anthem, Fallout 76, The Division 1, foram os jogos que eu vi a gameplay antes de comprar e acabei n comprando. Os jogos que eu tenho mais hype, eu vejo a gameplay antes de comprar. Cyberpunk 2077 é o próximo que eu vou ver a primeira meia hora ou alguém falando se vale a pena o investimento. Comprar jogos as cegas, atualmente só vai te frustrar. Pq todos estão sendo o mais do mesmo e nenhum te prende como os jogos antigamente.

  4. não curto assistir streaming de jogos, mas a verdade é que muito jogo ficou famoso graças à streamers, é publicidade gratuita que atinge muita gente, a questão maior não é nem querer cobrar para o cara transmitir (o que já é um absurdo), mas sim querer ter controle do conteúdo, quem vai poder transmitir e o que vai poder falar.

    1. censura ou capitalismo? se for capitalismo é muita burrice, já que ele e/ou a equipe poderiam arrumar uma maneira de ganhar dinheiro em cima disso, como já fazem

      1. se quisessem ganhar mais grana era só fazerem o streamer colocar na live um link que leve pra uma loja pra comprar o jogo e dar uma porcentagem da venda pelo link pro streamer, tenho certeza de que se isso fosse algo incentivado pelas empresas, muitos streamers fariam isso

        1. com toda certeza, você deu essa ideia e pode ter muitas outras. Quero ver aplicarem isso no YouTube, muita gente sai de lá para outras plataformas. E olha que já tão socando anúncio atrás de anúncio pra ganhar dinheiro

          1. Um monte de youtubers bons estão saindo do youtube pra twitch, como foi o cellbit e agora o pablo castro, por que? Porque na twitch com 500 pessoas que acompanham suas lives ja conseguem ganhar alguns donates mesmo que sejam de poucos reais, e monetizar as lives na twitch (o que é bem mais facil que monetizar conteudo no youtube) alem de que a pessoa pode simplesmente ficar jogando alguma coisa ou conversando com o chat, e se ela se atrapalhar na fala ou espirrar ou qualquer coisa, ta ao vivo, e isso é meio que uma desculpa tambem pra se der algo errado, alem de que pode ser muito mais divertido jogar ao vivo e ganhar grana com isso, que jogar mas ainda ter que produzir videos pra uma plataforma merda.

      2. Mas claro que é capitalismo.

        A Google está alegando que a propriedade privada dos seus parceiros está sendo violada e que por isso os streamers deveriam ser impedidos de trabalhar a menos que paguem royalties.

        Quer algo mais capitalista que isso?

        Quem apoia os streamers nessa parada flerta com algo próximo do comunismo e nem percebe kkkkkkkkkkkkkkkk

  5. Se partir para o lado da propriedade intelectual, não está errado, mas alguns jogos, como Minecraft só são um sucesso por causa dos yotubers, plataformas específicas exclusivas para isso só existem por causa deles. Eu já comprei jogos baseado em vídeos de YouTube. Então não concordo, além do mais, a empresa distribuidora não vai querer fazer um vídeo completo de seu jogo para o gamer se basear.

    Como diz o ditado:“Há males que vem pra bem.” Nesse caso, eu acho que as empresas ganham mais, o YouTube vende mais anúncios e por aí vai.

    1. eu como nunca compro lançamento, procuro saber sobre os jogos no YouTube, que bizarramente é do Google, não faz sentido nenhum essa declaração.

  6. Li a matéria e não discordo. Direito é direito, sobre não ser cobrado é por puro “oportunismo de marketing” ou seja lucram mais tendo os jogos vendidos do que por direitos autorais. Faço vídeos no YT e todo cuidado com a edição é pouco.

    1. Não é bem assim. Você pagou pelo jogo: licença de uso inclusa. Você posta sua gameplay gastando a sua intenet e seus equipamentos e ainda faz propaganda gratuita para o jogo/desenvolvedor.

  7. Errado ele não está. Mas o Youtube arrecada bilhões com as visualizaçoes de streaming de jogos, e ainda é uma plataforma diretamente atrelada ao Stadia. Tem vezes que é melhor ficar quieto pra depois não ficar desempregado.

    1. Errado não está mas certo tambem não afinal o streamer de um certo modo pagou para ter acesso ao titulo. De qualquer forma o stadia ta com uma calibre 12 mirando no proprio pé!

      1. Mas o que ele pagou foi pra ter acesso à reprodução do título de forma privada. Transmitir/retransmitir de forma pública é diferente, requer outro tipo de licença e contrato

        1. Tem que ver os contratos de jogos e as leis, mas quando voce compra 1 produto voce faz o que quiser inclusive expor nas redes. A propriedade daquele codigo é seu, voce não pode praticar pirataria

        2. Sim eu entendo a diferença entre a compra e a licença por isso disse que de certo modo o streamer pagou. E concordo que exibição publica seria errado de acordo com a politica da plataforma. Mas na pratica é nadar no contrafluxo do rio, pois outras plataformas como o luna nao tem essa restrição. É a google tentando evitar problemas criando outros!

          Off: As compras na live e psn por exemplo também sao licenças de uso. E nao temos tal restrição.

    2. Acho que ele está muito errado. Mas muito, não faço streaming mas as coisas estão tomando um pessimo rumo as vezes. Certo é boicotar mas o gado vai abraçar, aguarde…

  8. Tá maluco, só pode ser! Quer dizer que eu compro o jogo e não posso transmitir?
    Papo de empresa monopolizadora, sem falar que o retorno que as empresas tem é gigante pois muitos youtubers tem milhares de seguidores, quanto mais a [email protected] dessas empresas lucram mais querem “roubar” da gente!

      1. Concordo em parte, MAS só quem vai perder com isso são as desenvolvedoras, pelo menos as pessoas só vão comprar jogos de estúdios que realmente são confiáveis. O gameplay é o que ajuda todos os estúdios, claro que existe o lucro por parte de quem transmite mas o retorno de pessoas que vão comprar o jogo tbm é grande!

  9. O fim do streaming, tipo, como um cara que tá começando vai ganhar?

    Os grandes ficam, e logo acaba, pois o investimento para streaming será maior.

    Realmente, se levar em consideração filmes e música faz sentido. Mas mesmo assim, jogos são um ponto fora da curva.

  10. Pra quem acha que as produtoras não podem fazer isso procure saber o que a Nintendo fazia uns anos atrás, ninguém fazia video dela de tanto que ela incomodava os youtubers e mesmo hoje raramente se vê streamings dos jogos dela, teve uma época que ela tentou um programa diferente onde cadastrava apenas alguns que pagariam para mostrar os jogos dela, mas não deu certo e então ela liberou, mas mesmo hoje o pessoal evita mexer com a Nintendo pra não se incomodar, é de fato uma medida burra, mas se a empresa resolver pegar pesado é bom que esteja preparado para investir em muito marketing, mesmo um AAA grande precisa estar em evidencia pra vender um pouco além de seu publico tradicional.

    1. Mario Party poderia vender muito bem (na gringa é claro) se a nintendo não desse flag, imagina a quantidade de youtubers que iriam gravar gameplay de mario party com desafio, tipo: quem perder leva um balde de gelo na cabeça. O jogo ia ficar bem mais conhecido

  11. O cara tem razão horas, se as publishers quisessem fazer isso elas teriam todo o direito. É propriedade delas, mas como o streamer acaba fazendo propaganda do jogo, então elas ignoram isso

      1. É nebuloso, tem jogos (a grande maioria) que cai sim, tem outros que é difícil pois são jogos de narrativa, aí fica complicado você permitir que milhões de pessoas deem spoiler.

        Inclusive um argumento muito forte em favor do fair use é que a pessoa do streamer faz diferença na hora de assistir conteúdo.

        1. Da para por restrição e ja tem os embargos. É so pensar Alex huchinston que da. Jogo narrativa libera stream so depois de 1 mês apos lançamento (algo assim) prevendo multa para quem quebrar embargo, ai jogo não cai no esquecimento

  12. O marketing do gameplay é gigante, as próprias empresas sabem disso!
    As vezes tem um jogo que foi lançado a 3 anos ou mais e as empresas nem investem mais naquele jogo, mas ai alguém mexendo no youtube viu o vídeo, curtiu o jogo e comprou! marketing 0800

      1. Para indies e jogos baixo orçamento é foda o stream ajuda demais. Agora google gigante arrogancia ne. Se o jogo é bom pode ter stream muitos irão comprar, eles querem esconder jogos ruins

  13. Stadia já é um serviço respirando por aparelhos, o cara ainda fala uma coisas dessas.

    btw aparentemente ele é diretor apenas de um estudio dentro da Stadia e não da Stadia inteira

      1. Começou um boato sobre.

        Dizem que Yakuza Like a Dragon será 4k60fps no Play5. Já no XboxSeriesX será 1440p60fps ou 4k30fps.

        Tá no Reddit.

        Por enquanto a Sega não comentou se é verdade ou mentira, que eu saiba.

        NADA NA INTERNET É VERDADEIRO!!

        SÓ EXISTE A VERDADE COM OS NOSSOS PRÓPRIOS OLHOS. AO VIVO E A CORES!!

          1. Fanboy de Marcas não repara nos pontos negativos que tal produto da Marca predileta pode apresentar no decorrer dos tempos.
            Só repara nos pontos positivos do presente momento.

            Sabe-se muito bem que o que você disse pode ser manipulado facilmente.

            Ainda mais pela queridinha Digital Foundry!

          2. Halo infinite foi adiado por causa das pancadas dos fãs, ai voce diz que não veem o lado negativo. Agora do lado da sony não vemos isso o Miranha Remaster cheio de problemas. Digital Foundry eles mostram em videos assim como a Adrenaline faz as analises voce pode não gostar, discordar faz parte.

          3. Fanboy nada!

            Foi adiado por causa dos Haters tirando sarro da qualidade.

            Fanboy que se preze aceitava de boa um HaloInfinite não importando pelos gráficos.

          4. A reclamação veio dos graficos do macaco craig (1 mob para tomar tiro) jogo de mundo aberto não da para exigir gráficos ultra, mega fucker. No nivel de Red Dead 2 ja esta no top, vi algumas vezes aquela gameplay e os gráficos estão muito bom (Lembrando que youtube cai bastante os graficos) da para melhorar sim, so minha opinião por mim lançava assim mesmo

          5. Dava pra lançar do jeito que tava.

            Podia lançar primeiro no XboxOne, pra tentar dar uma mascarada por causa da qualidade.

            E depois, sei lá uns 3/4 meses depois lançaria por via Smart Delivery com a devida atenção no XboxSeriesS/X.

            Mas engordaram os zoios no jogo, e queriam por que queriam lançar DayOne no XboxSeriesS/X.

            E com isso tomaram na jabiraca.

          6. Com certeza e não acredito que eles vão melhorar muito os gráficos não eles poderiam ter feito semi-aberto como são alguns halo. Mas essa ideia primeiro no One é boa se eles tivessem coragem e pensado nisso

          7. Talvez até pensaram nisso. Lançar primeiro no One.

            Mas como o lançamento do jogo era previsto para ser próximo ao do XboxSeriesS/X.

            Então, preferiu mostrar na ShowCase que o jogo seria lançado somente no XboxSeriesS/X.

            Já que o Combo HaloInfinite + XboxSeriesS/X seria O BOOM no lançamento do XboxSeriesS/X.

          8. Essa foi a estrategia eles poderiam ter mostrado so trailer gameplay tipo as do cyberpunk 2077 no começo e não aquela gameplay.

          9. Com certeza e não acredito que eles vão melhorar muito os gráficos não eles poderiam ter feito semi-aberto como são alguns halo. Mas essa ideia primeiro no One é boa se eles tivessem coragem e pensado nisso

          1. Sim pode ser sim.

            Mas também existe a possibilidade disso acontecer.

            Já que o Yakuza Like a Dragon terá “upgrade grátis” para o Play5 em meados de fev/mar do próximo ano.

  14. Que coisa absurda mano, as músicas eu já acho que estão errados em quererem barrar por direitos autorais, piorou os jogos, não entendem que muito desses streamers influenciam milhares de consumidores a adquirirem os seus jogos, falar uma coisa dessas é uma completa ignorância.

    1. Definitivamente, um stream de Detroit: Become Human, que me revele todo o enredo do jogo, vai me influenciar a comprá-lo!

      Só que não, né. Pra que eu vou comprar um jogo baseado em narrativa cujo final eu já conheço?

      1. Para de ser leigo, pra não dizer outra coisa, existem vários gêneros de jogos diferentes, não necessariamente vá te influenciar comprar um jogo de historia, ou se queira comprar não assista, agora falar que não influenciam ninguém é ignorância sua igual ao do sujeito da matéria, among us é um exemplo recente disso, agora se você não quer enxergar problema é seu.

        1. Estou dizendo que, apesar de eu não gostar da ideia, existem vários e vários jogos em relação aos quais ele poderia até ter razão. Ele não estava falando de Fortnite ou Fall Guys, né.

          É bom que haja declarações como essas pras pessoas se tocarem de que o YouTube não é um serviço público, é uma empresa privada que deixaram chegar ao tamanho que ela tem hoje por puro conformismo.

      2. Pior que não o detroit become tem vários finais, so a historia e a narrativa são muito boas a parte das escolhas. Agora se voce falar de Until Dawn ai concordo contigo

    2. Música é burrice barrar. QUANTA banda e artista não pode ter seu trabalho divulgado 0800 nos streams? O cara ouve lá, curte, e vai ouvir no Spotify

    3. É o que eu penso da música. Se eu não quero que compartilhem, não posto na net e continuo vendendo CD/DVD.

      Piratear sim é crime. Agora usar em vídeos? Estou fazendo propaganda gratuita para o imbecil da música e ainda quer mais?

      Querem cobrar tudo que vem da net. Isso é o começo do fim. Aliás, a pirataria ainda existe em alguns casos por causa desse pensamento mesquinho.

      1. Perdendo mercado onde?? Se vc estiver falando em vendas de consoles, e em vendas de jogos, isso não poderia estar mais errado….primeiro que a geração atual ela basicamente vendeu mais que o dobro do seu principal concorrente…Na próxima geração, ainda não há numeros, então vc não pode falar nada.

        Sua afirmação não tem sentido nenhum…foi baseada no futurismo ou achismo?

        1. A M$ comprou a zenimax pelo valor de lucro do Xbox neste último ano, equivalente oque vala a divisão Playstation.
          Xbox lucra 3 X mais que toda Sony junta.
          Está entra as 100 empresa mais valiosas do mundo vendendo pão?
          Xbox com seus 100 milhões + 15/20 milhões de game pass.
          Sony só com 37 milhões e conta clonada.
          Quem lucra mais?
          110 milhões não vale nada já que lucra apenas 18 dólares por console vendido. Buaaa

          1. Mano, não adianta discutir com esse Anderson, ele bate na tecla do que vende mais é melhor. Sempre é assim. Ele nunca vai admitir que o XBOX é superior em vários aspectos, inclusive nos lucros. Por isso eu sempre digo, não batem na tecla repetidas vezes, pq nem sempre o que vende mais é melhor. Se isso fosse o caso, o Onix seria melhor que uma Ferrari KKKKKKKK Enfim, cansei de dar esse exemplo

          2. Bom, se eu faço um produto, eu quero que ele venda mais que o do concorrente, não é?

            O PS4 vendeu mais de 2 vezes o número de Xbox One. Se o xCloud/Game Pass decolar, os jogos da Microsoft começarem a vender bem no PC, e o Xbox Series não vender nada diante do PS5, experimenta ver se a Microsoft não mata o console…

          3. E pq a Sony não comprou a Bethesda com o dinheiro que eles obtiveram com as vendas do PS4? Primeiro, seu produto pode flopar se a concorrente inovar para algo que vc não consiga acompanhar… É exatamente o que ta acontecendo com o Playstation, vendeu mais, mas n consegue acompanhar. E o pior que o console não vai morrer, sistema operacional universal nas duas plataformas, você escolhe onde prefere jogar, eu prefiro em consoles, mais custo beneficio que montar um PC de 14 mil reais para rodar na mesma qualidade do Series X.

          4. Porque a companhia-mãe da PlayStation é a Sony, não a Microsoft. A Sony não tem tanto dinheiro quanto a Microsoft.

            E o motivo é simples: a Sony não tem pacote 365, OneDrive, Azure, Windows e uma série de outros serviços alheios ao mercado de games pra financiá-la.

            Você acha que a Microsoft usou o dinheiro da receita da Xbox pra comprar a Bethesda, a Mojang e todos aqueles estúdios??? Santa ingenuidade, Batman!

            Um PC de 14 mil reais surra o Series X, não fala besteira.

          5. Agora você mencionou o ponto chave!
            A Sony infelizmente não tem receita suficiente pra acompanhar Microsoft e Amazon nessa corrida.
            A popularização do streaming de jogos em smartphones e tablets tendem a afetar a venda de consoles em médio e longo prazo.

          6. Já foi dito diversas vezes que o foco da Microsoft é serviço. O projeto todo em torno do Xbox é rentável para a Microsoft, caso contrário, ela não estaria investindo rios de dinheiro nesse departamento. A marca Xbox por si própria é mais valiosa que a divisão Playstation, não é eu que estou afirmando isso, os relatórios estão aí pra qualquer um ver. Você diz que houve aqui no site que a Sony está falindo, mas isso é a mais pura realidade. A cada ano os números financeiros da Sony despencam, fábricas sendo fechadas, você acha que se a Sony tivesse indo tão bem das pernas com a divisão Playstation como a maioria dos sonystas pensam que está, a marca não estaria numa posição melhor? É uma vergonha ter valor de mercado menor que marca de fralda mano. O PlayStation é símbolo sim de nostalgia, pura diversão, eu mesmo joguei muito no PS1, PS2, mas as coisas mudam, as empresas se mexem, o mercado é dinâmico e a Sony tá ficando pra trás com essa idéia de querer lucrar com venda de consoles a preço de custo, enquanto as outras empresas estão investindo a longo prazo. Tenho certeza que os diretores da Sony se preocupam muito com o futuro da marca e eles trabalham dentro das suas possibilidades, mas sobreviver num mercado em que três das maiores empresas do mundo estão investindo pesado, pode significar sim o fim da marca Playstation como a conhecemos hoje. E por fim, se a Microsoft estivesse tão preocupada em vender console, não adotaria a estratégia de liberar jogos para o PC e agora celular via streaming na nuvem. Ela quer ganhar dinheiro em todas as frentes e tornar acessível seus jogos para bilhões de pessoas.

        2. Vocês batendo na tecla “quem vende mais é melhor” Entao, pq a Sony não comprou a Zenimax Media? Se eles tem tanto dinheiro com a venda do PS4?!?! A Sony ta perdendo sim, e não é só para a Microsoft, para a Google e para a Amazon…(Tá certo que a Google deu uma mancada hoje) mas não quer dizer que vai manter assim. Futuro champs, é XCLOUD, Stadia e agora o Luna, da Amazon. E a Sony ta investindo onde? Em SSDs.

          Então resumindo: Microsoft vendeu menos Xbox, mas tá pensando no futuro. Sony vendeu mais PS4 e tá garfando seus consumidores. (Para não dizer que estão metendo a pá no brioco)

          A próxima geração, o PS5 pode vender mais, mas não vai dizer que ele seja “melhor” o que é muito de se ver que o XBOX ainda está na frente.
          Eita teoria do que vende mais é melhor que só mata os argumentos de çonysta.

        3. Nós dois vendemos parafusos.

          Você vende 140 parafusos por mês a 1 real.
          Eu vendo 40 parafusos por mês a 8 reais.

          Qual dá mais lucro?

          Pois é, a divisão Xbox dá mais lucro que a divisão Playstation por isso.

          Zenimax ta aí pra provar que “está falindo”.

          1. essa conta é tão basica que os çonystas não entendem kkkkk. 1 jogo vende 30 milhões e so levando 5 anos para desenvolver, enquanto os battle royale tudo baixo orçamento lucro de milhões por mês

          2. Nem a sony afirmou que vendas importa. Voce ta ouvindo muito youtubers, proprio CEO sony disse aumentar o numero de contas ativas (PSN, Plus, PS Now)

          3. Não sabia que os lunáticos que ficam aqui igual papagaio falando de vendas de consoles eram youtubers.
            Se puder me manda o nome dos canais deles para que eu possa me inscrever lá.
            Grato

          4. Quem compraria parafusos por 8 reais se tem alguém vendendo por 1 real?

            A Xbox tem mais receita (não lucro) que a PlayStation, mas é preciso pesar o fato de que na Xbox Live não se faz praticamente nada sem assinar a Gold, enquanto que na PSN é até possível jogar alguns jogos online sem a Plus.

            E de nada adianta você ter mais receita se você não é tão relevante. Com todo o respeito, mas o Xbox perdeu muita relevância na geração atual. Ainda é significativo, mas é só sair daqui do Windows Club e dobrar a esquina que você vai ver que se fala muito mais de PlayStation do que de Xbox.

            Estão fazendo o velório do PlayStation desde que eu cheguei aqui neste site (já faz um tempo, aliás) e o que aconteceu de lá pra cá foi a PlayStation aumentando a distância pra Xbox em vendas e relevância. Repito: nunca vi ninguém contente em vender menos que a concorrência, mas aqui é como se festejassem todas as derrotas da Xbox. Absurdo!

            O Phil Spencer sabe que a marca Xbox ainda depende bastante do console e que a base de jogadores é muito maior no Xbox One/360 do que no PC. Essas declarações dele de que “a Sony não é nossa concorrente” são controle de dano sim, ainda mais porque Stadia e Luna são irrelevantes e não dão sinal algum de que vão bombar, então sobraram PS5 e Switch de concorrentes mesmo.

          5. Quem compraria parafuso a 8 reais? Ué da mesma forma que tem gente que está pagando 2400 num ps4 hoje, sendo que ano passado era 1500 ué, nada a ver.

            O que eu disse, foi uma metáfora, teoria, não realidade, você não entendeu.

            O que quero dizer é que o que importa é o lucro, só isso, receita é diferente de lucro… São coisas diferentes, e a divisão Xbox é mais lucrativa por obviedade mesmo.

            Esse papo que “Xbox foi derrotada” “Xbox tá muito atrás”, bem, o dia que a Sony ou a divisão playstation tiver CULHÕES de adquirir uma Zenimax da vida, aí mudo minha opinião…

            PS só tem popularidade, mais nada, a sony só ta se ferrando por conta da MS ter dinheiro infinito. Isso é óbvio, é o que o mercado está vendo.

            Quanto a ser concorrente, ela é sim, nunca disse que não seria, mas não é um concorrente capaz de derrubar o Xbox ou engolir como fez com a Sega… isso é óbvio. É Microsoft, não é qualquer empresa.

            Pode vender milhões de Ps5, nunca passará o dinheiro e investimento que a divisão Xbox tem.

            Se o tio Nadella quiser, ele injeta 5 trilhões lá e já era. Dane-se. Dinheiro de Pinga.

          6. PS só tem popularidade

            Só tem justo o mais importante!

            E não é como se o modelo da PlayStation não fosse sustentável. O que pode pegar eles de jeito é o aumento dos preços dos jogos, mas até aqui a Sony estava fazendo dinheiro com os seus AAA. Só não fazia tanto dinheiro quanto um Fortnite da vida, mas fazia.

            Eu penso que a Microsoft tem que começar a usar todo esse dinheiro pra alguma coisa. Inadmissível vir jogos com bug de conquista, etc. no lançamento. Inadmissível torrar dinheiro em Crackdown! Ou então 500 milhões de USD no Halo Infinite pra ser ofuscado pelo Destiny em julho. Ou ainda 2 milhões no Ninja pra matar o Mixer 1 ano depois.

            A Nintendo é muito menor que a Microsoft, nem tem mais um console de mesa propriamente dito, pegou um resto de hardware da Nvidia e fez muito dinheiro com ele. A Microsoft precisa ser eficiente do mesmo jeito.

          7. Falou muito mas falou até que bem

            Mas ao meu ver o Xbox tá numa situação BEM MELHOR que 2013 só ainda não comparável a 2005 :/

  15. Na minha opinião Jorge, Diretor do Google Stadia não diz que os streamers não devem pagar para transmitir jogos não, nada haver com isso, os streamers que fazem videos não devem pagar nada para transmitir jogos na twitch ou Facebook gaming, eu discordo do diretor do Google stadia o Alex Hutchinson, galera eu tenho um canal da twitch chamado Ricardoau14, me segue por favor, eu faço live de jogos quase todos os dias. Ok galera do Windows club.

    1. Esse auto HDR foi uma função que me deixou com pulga atrás da orelha desde o começo. Tudo que é implantado assim automaticamente em coisas que não foram feitas pra isso, pelo menos em algum momento vai dar algum glitch

  16. Eu vejo da seguinte forma!

    Eu paguei pelo jogo: licença inclusa
    Eu gasto meus equipamentos: ninguém me dá um PC pra eu jogar
    Eu gasto minha internet: nenhuma emprea paga o boleto pra mim
    Eu sim faço MKT GRATUITO para o desenvolvedor e para o jogo
    Música entra no mesmo esquema. Acho que deveriam liberar o uso para vídeos e afins. Muitos artistas ficaram conhecidos através de pessoas que usaram suas músicas em vídeos.

    Fora que, ainda faço propaganda para Razer, AMD, Intel, Windows, teclado, mouse, etc…

    O Google é um câncer (assim como a MS foi um dia) que está entrando na mira de vários governos (inclusive dos EUA) e está com o c* por causa do monopólio que criou em sistema de busca e sistema móvel/loja.

    Se este monopólio for quebrado, Google morre (80% de sua receita vem de propagandas).

    1. A sua visão é torpe, vc pagou pela licença de jogar o jogo em uma plataforma específica. Vc não pagou pela exibição do conteúdo, se fosse assim, eu poderia comprar um filme e passar ele no YouTube, pq eu comprei.

      1. Faz sentido o que voce falou questão de filmes, animes, seriados. Mas tem que ver os direitos do consumidor quando compra 1 jogo, no fim cada país vai ter sua legislação. Nos estamos numa época que o direito do consumidor esta bem forte

      2. Esse seu exemplo é sem sentido. Filmes não são iguais aos jogos. Filmes passam temporadas e vendem pelo próprio market que a produtora faz. Jogos também, inicialmente. Mas quem faz mais eles venderem é: Streamers. Streamers fazem market gratuito e eles não estão reclamando sobre isso. Aí vem um cara zé mané e reclama que eles estão fazendo streaming do jogo sem pagar por isso. Aí é foda meu amigo.

        1. Presta atenção no que eu disse, vc compra a licença para jogar o jogo, vc não compra a licença para transmitir. Os streamers dão sorte pq games é uma atividade ativa, mano que vc assista hj streamer, ainda sim, não é a mesma coisa que jogar, então, o streamer acaba ajudando a vender o jogo, fazendo um marketing para o jogo. Mas atente-se, que isso é uma escolha da publicadora, se um dia eles quiserem mudar isso, vai ter strike em massa de vários streamers, mas eu acho que economicamente, não vale a pena fazer isso, por isso eles mesmo incentivam, mandando jogo para os principais e mais conhecidos streamers

    2. O x da questão nessa historia é exibição pública! Por um lado eles tem razão por outro está contra a tendência do mercado. Os caras querem vão evitar problemas legais em quanto dobram o faturamento. Igual a apple com a retirada dos carregadores. Vende o aparelho e eventualmente o carregador.

      Pessoalmente comparo com brincar de roleta russa com uma calibre12 pois pode reduzir e muito a aceitação da plataforma.

      1. Não acho que seja a questão. Daqui a pouco, exemplo tosco mas cabe ao entendimento, não poderei usar um tênis da Nike em público?

        Eu vejo que o ponto principal está no domínio e controle total. Se um youtoba não pagasse pelo jogo, pelos equipamentos e pela estrutura, aí ok. Seria um acordo comercial.

        O figura ali só viu um lado da história. Fora que nem comentamos sobre tempo como recurso e investimento. Aí mesmo já teria argumento suficiente pra desmontar a opinião do figura lá.

    3. O x da questão nessa historia é exibição pública! Por um lado eles tem razão por outro está contra a tendência do mercado. Os caras querem vão evitar problemas legais em quanto dobram o faturamento. Igual a apple com a retirada dos carregadores. Vende o aparelho e eventualmente o carregador.

      Pessoalmente comparo com brincar de roleta russa com uma calibre12 pois pode reduzir e muito a aceitação da plataforma.

  17. Não concordo, todavia se isso viesse a acontecer, não faria muita diferença para os assinantes do Xbox Game Pass que podem, por si, experimentar o jogo de interesse sem a necessidade de assistir.

  18. A Google vem estendendo cada vez mais os seus tentáculos sobre o conteúdo que passa no YouTube. Além de restringir ao mínimo possível a monetização, agora tem um recurso de boost que torna os canais dependentes de pagar ao YouTube pra turbinar sua divulgação (que aliás o nosso prezado Xbox Náticos, a enésima linha auxiliar do Chief, usou pra aparecer no mapa). É um passo nessa direção.

    Eu tenho certeza de que o endgame não só da Google como também da Amazon e do Facebook é de afunilar a produção de conteúdo de modo que sobrem apenas os “verificados”. Os pequenos estão sendo sistematicamente mortos, e já não é de hoje.

    Por um lado é bom, porque entre os pequenos está gente merda que faz dinheiro com guerra de console, esses têm que desaparecer mesmo, mas por outro o que vai acontecer é o capitalismo das grandes corporações finalmente tomando conta da internet e manipulando tudo o que você assiste, mais do que hoje.

    E não se enganem, pois embora o Jorge queira incitar a turba contra a Google, a Microsoft também está nessa parada com o mesmo objetivo. Basta lembrar que o Mixer tinha algumas das políticas mais restritivas pros parceiros da plataforma!

    1. As retrições vem dos direitos autorais, profissionais que entram na justiça contra google, youtube, twitch e outras. So ver youtube, facebook multada em milhões por causa de processos. Guerras de consoles voce esta confundindo com ofensas a pessoas, zoar playstation e xbox, memes faz parte e engraçado demais, o do macaco halo fico rindo, e geladeira apareceu até no inside xbox. Fanáticos os que estão ameaçando o diretor da insonmiac é que são os podres.

  19. Cara, que sacanagem. Os streamers fazem uma baita publicidade pras produtoras e eles vão querer cobrar eles ainda? Muito jogo que nem seria conhecido se populariza por causa dos streamers, não é à toa que até cópia gratuita de jogos as produtoras mandam pra eles antecipado. Isso é benéfico pros dois lados.
    Que viagem querer cobrar eles

  20. Marketing é muito difícil nos tempos atuais para jogos. O boca a boca é o modo mais eficiente de convencer alguém a jogar, e imagina um YouTuber jogando meu jogo para milhares de pessoas, e mostrando que é muito divertido? Isso vale mais do que qualquer campanha de marketing por aí.

  21. Eu vejo que ao fazer uma série de jogo do seu início ao fim é bem parecido com o ato de uma pessoa publicar um filme completo fazendo comentários das cenas. Isso sim parece-me quebra de Direitos Autorais. Só que quem deve reclamar disso é produtora do jogo…se ela nunca questionou isso então esse tipo de streaming é permitido. Penso também que talvez queiram limitar os streamers , apenas para “YouTube gamers autorizados”.

  22. Esse diretor já mostrou que o Stadia vai ser um fracasso, mente fecha, eu tenho um canal de um jogo de celular Hero Wars, as vezes me mato para fazer um video legal sem praticamente ganhar nada em troca só por diversão imagina ter que pagar aos desenvolvedores, kkkkkkkkkkkkkkkk Esse cara vai falir o stadia… diretor de destruição não de criação… e sim eu também já recebi aviso de uso ilegal de musica em video, e o google não remove o video, só manda aviso que você não será monetizado enquanto não remover, para evitar comecei usar só do próprio jogo…

  23. Acho que a turma do YouTube que instala os games em suas máquinas (PC ou console) vai ter que ler a licença antes de clicar em aceitar pra não se ferrar kkkk

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *