Fable 4 e Perfect Dark é o que falta para o Xbox fechar “feridas” com a Sony e a Nintendo

fable-conceito

A Microsoft tem reconstruído a marca Xbox nos últimos anos, e esta sem dúvida alguma está melhorando graças ao Phil Spencer. Ocorre que, para a mídia, o Xbox One sofre com a falta de exclusivos “AAA” criados pela própria Microsoft. Contudo, o Windows Club acredita que isso é um tanto cruel com o lado verde, pois jogos como Cuphead e PUBG são fenômenos, e não precisaram ser criados pela Microsoft e nem serem “AAA” para conquistarem uma legião de fãs.

Entretanto, a Microsoft revitalizou a Xbox Live, com recursos como a retrocompatilidade, Game Pass, Play Anywhere, atualizações cobiçadas no sistema operacional, e mais. Depois disso, a Microsoft aprimorou o hardware, criando assim uma máquina a nível de um PC top linha mais poderosas que seus concorrentes. Mas apesar de tudo, a mídia quer mais da Microsoft, e segundo Phil Spencer assim será.

Acompanho vários sites, inclusive meios que tratam de notícias não apenas restritas aos games, e o clamor por exclusivos AAA da Microsoft é uma crítica latente.  Nas últimas entrevistas com Phil, o tema principal foram “exclusivos”,  olha que os exclusivos mais vendidos na última semana no Reino Unido foram os da Microsoft e Nintendo.

A Microsoft tem bons jogos, e certamente domina o mercado lucrativo dos jogos multiplayer nos consoles, pois além de Call Of Duty: WWII, Destiny 2, Overwatch, Rainbown Six Siege, GTA Online e tantos outros multiplataforma, ela possui Halo, Gears of War, Minecraft e PUBG. São nomes de peso nas suas mãos. A Sony não conseguiu decolocar jogos neste nicho, pois sabemos que Killzone e Resistance não estão entre o mais jogados, longe disso. Contudo, a mídia não cobra isso da empresas japonesa, não dá forma como a Microsoft é pressionada.

Notem, parece que da Microsoft estão exigindo a perfeição, e é para isso que Phil Spencer recebe salário, o Xbox tem que ser perfeito. Para fechar essa lacuna, assim como Forza abafou completamente o antes todo poderoso Gran Turismo, a Microsoft terá que abafar os títulos da Nintendo e da Sony para assim fechar todas as lacunas do Xbox, pois já possui os melhores serviços, melhor rede online e console poderoso. Se for consagrada com  melhores exclusivos tornaria a marca perfeita aos olhos do consumidor.

Perfect-Dark

De acordo com alguns rumores, ao lado do trio imbatível Gears/Forza/Halo, uma nova dupla de peso poderá ser anunciada: Fable 4 e Perfect Dark. Este primeiro seria um concorrente direto de The Legend Of Zelda Breath Of The Wild, criado pela Playground Games, estúdio responsável pelo Forza Horizon e sem dúvida alguma um dos melhores do mundo. Já o segundo, acredito como uma das mais precisos franquias enterradas que a Microsoft possui, onde jogadores assumem o papel da agente especial Joanna Dark. Perfect Dark é frequentemente descrito como a continuação do jogo GoldenEye 007, lançado pela Rare em 1997 e poderia ser o novo rival de Uncharted.

Na E3 2017, Phil afirmou que seriam lançados 22 jogos exclusivos para o Xbox One, ele berrou o nome “exclusivos“. Logo, entenda que isso será a grande aposta da Microsoft daqui para frente, pois falta melhorar a imagem do seu console neste aspecto. Aparentemente, a Microsoft poder ter vários games de sucessos, mas só conseguirá ser reconhecida como um gigante dos exclusivos caso abafe, como dito acima, os jogos da concorrência.

Rise-of-The-Tomb-Raider-Gameplay-3

Quando a Microsoft chocou a muitos com o anúncio da exclusividade (temporária) de Rise Of The Tomb Raider, segundo Phil, isso foi feito porque a Microsoft não tem nada ao nível de Uncharted. O Eurogamer.net perguntou se o acordo seria uma espécie de garantia de que o Xbox tivesse algo que competisse com Uncharted 4, Spencer respondeu:

Completamente. Sou um grande fã de Uncharted e eu gostaria de ter um jogo de ação e aventura do mesmo gabarito. Começamos a fazer alguns, e olhamos para eles. Mas atualmente não temos um jogo com a mesma qualidade. Por isso esta é uma grande oportunidade.”

Notem, jogos competitivos do Xbox para Uncharted, relatados na entrevista ao Eurogamer em 2014, ainda não estavam prontos, por isso a Microsoft fechou parceria com Lara Croft. Bem, estamos em 2018, e talvez seja o momento de ver alguns desses jogos que Phil falou. Seria um tão cobiçado Perfect Dark em terceira pessoa? Adoraríamos.

Como visto acima, seja com Fable ou Perfacet Dark, ou com outros, a Microsoft tem a ciência, e não é de hoje, que precisa criar exclusivos que chamem os holofotes para o seu console. Não basta apenas ter jogos como Ori ou Cuphead, sucessos em 2D, ser a melhor nos jogos de corrida, reinar no multiplayer ou ter games a 4k. Do Xbox é exigido a perfeição, e 2018 é um bom ano para que isso aconteça.

O que vocês acham?

249 comments on “Fable 4 e Perfect Dark é o que falta para o Xbox fechar “feridas” com a Sony e a Nintendo

  1. Seria bom se viesse vários exclusivos AAA só para acabar com o último argumento de sonystas com sua PSN ridícula com seus serviços e preços absurdos,eles estão mais preocupados com exclusivos da Microsoft que os próprios caixistas,estão enfie bem nas profundezas dos cu deles exclusivos xbox

    1. Não adianta ter gráfico excepcional e enredo lindo pra virar filme de cinema. O jogo tem que ser jogado. Tem que ter ação. Nisso a Microsoft tá muito a frente da sony.

      1. isso é verdade, mas grande parte das pessoas gostam muito desses jogos com um enredo incrível. Eu não aguento ficar vendo história por muito tempo na tela, mas muitos gostam.

  2. Gostei do texto, e realmente retrata a realidade, quer gostem ou não. Infelizmente essa cobrança árdua só sobra para a Microsoft. Hoje a PSN está um pouco melhor, mas quando “vivia mais fora” que online, não víamos mídias reclamarem, não há cobrança para jogos de peso multiplayer para o PS, mas cobram muito alguns sinlges da Microsoft. Devagarinho ela vem abafando e fazendo corretamente, sem dar um passo maior que a perna e não oferecendo sonhos.. Depois de scalebound a Phil percebeu que não é assim que os caixistas são, não gostamos de ficar 3~4 ou até mesmo 5 anos assistindo trailers de jogos que são “o nome do console” mas que até então são apenas isso “trailers”.. Que venha os “tão cobrados” exclusivos, pois agora a mídia só pode cobrar isso (e olha que isso é bem “relativo”).. Vamos ver até quando eles “estragarão” os jogos exclusivos com reviews banais e críticas destrutivas com base em gosto pessoal.. Só veremos

  3. Gostei do texto, e realmente retrata a realidade, quer gostem ou não. Infelizmente essa cobrança árdua só sobra para a Microsoft. Hoje a PSN está um pouco melhor, mas quando “vivia mais fora” que online, não víamos mídias reclamarem, não há cobrança para jogos de peso multiplayer para o PS, mas cobram muito alguns sinlges da Microsoft

    1. Não adianta ter quantidade sem qualidade. Os exclusivos do xbox mesmo que poucos são melhores que todo o mundo de exclusivos da sony. Exceto para os japoneses e seus gostos por pornô de desenho

    2. Não digo que a Microsoft esteja abarrotada de exclusivos, mas sabemos muito bem qua essas reclamações infelizmente vem de quem não tem o console, em poucas palavras: sonystas.

  4. Eu entendo que a treta é entre caixista e sonhysta, entendo tbm q o site é o windows club eu o sigo porque gosto do Xbox One, mas lendo a matéria não entendo onde a Nintendo se encaixa nisso, isso porque a empresa nem tenta concorrer diretamente com a Microsoft tendo em vista como o Switch funciona ele é um console de geração passada basicamente, fez sucesso isso é bom mas mesmo assim essa questão de exclusivo é briga da Sony e Microsoft a Nintendo tem os dela mas é porque já estão aí no mercado a muito tempo são mais velhos que o próprio Playstation a Nintendo já consolidou isso, nem por isso leva a risca olha ela fazendo cross-play com a Microsoft, o fato é que a briga de exclusivos é entre caixista e sonhysta( nomes para fãs que não são fã, são apenas garotinhos que brigam)
    PS: antes que me repudiam, eu sou fã do Xbox e Nintendo

    1. Claro que sim. Exclusivo em consoles. Pc não é console. Outro exemplo seria exclusivo para pc Windows. Outros so tipo o mac os, Linux ou android pc não teriam o jogo.

        1. Existe, exclusividade em sistema! Gears of War 4 somente está disponível no sistema Xbox em duas plataformas: Console e PC. Pode ser baixado pela Steam ou qualquer outra loja além da Microsoft Store? Não.

  5. Olha o recalque e a fissura com a Sony, igual aqueles religiosos que falam mais no diabo que em seu Deus. “a Microsoft terá que abafar os títulos DA NINTENDO e da Sony”
    huuahauhauahauahauahaua
    “Fable 4 seria um concorrente direto de The Legend Of Zelda Breath Of The Wild”
    hauhauhauahauahauhauhaua
    Esse texto me fez rir no domingo, é por isso que eu adoro esse site

  6. A cobrança por jogos AAA é questão de mercado, não apenas midiática. Leia as entrevistas com o Spencer e veja as ações tomadas pela MS em relação aos exclusivos e perceberão isso. Tomemos a Nintendo como exemplo.
    O Switch é o menos poderoso da geração, custa tanto quanto um XONE e um PS4 (básicos), não tem retrocompatibilidade, tem muito menos jogos disponíveis que o XONE e o PS4, mesmo assim já tem um terço da base de usuários de xbox (em menos de um ano!!). Ou seja, não foram as características do console que levaram à sua compra, mas seus jogos exclusivos.
    Em menos de seis meses de vida, Mario Odyssey vendeu mais do que quase TODOS os exclusivos de XONE (exceto Halo 5). O mesmo vale pra Zelda. E Halo 5, diga-se de passagem, vendeu pouco mais da metade do que aquele que, até então, era considerado o pior Halo (Halo 4).

    1. Concordo em partes. Vende muitos consoles pela praticidade em ser um console portatil que também pode ser usado como de mesa. Vende muitos jogos pois a pessoa ao comprar o console tem que adquirir os jogos tendo em vista não ter nenhum serviço de aluguel como a Microsoft com a ea e a game pass. E como 90% são jogos da própria Nintendo lógico que vai ter muitos exclusivos. Esperamos ver se o fator novidade vai durar ou não

      1. Eu concordo que parte das vendas está, de fato, relacionada aos pontos que você apresenta. Porém, a tradição e a qualidade dos jogos pesam bastante. Zelda, por exemplo, além de ser um action-rpg de mundo aberto, que por si só já desperta interesse em um grande público alvo, tem a tradição de ser Zelda e tem a qualidade de grandes títulos como Witcher 3 e skyrim.

        Pra mim, o melhor exclusivo do xone, até agora, é o Cuphead, o único que bate de frente com os grandes das concorrentes. O próprio Phill admitiu que não temos nada como uncharted. Eu adiciono, não temos nada como Zelda ou Mario (Super Lucky’s Tale foi uma tentativa bem fracassada).
        Por outro lado, se o PS4 não tem shooters, multiplayer exclusivos, seus usuários podem suprir essa falta com alguns dos melhores da categoria que são multiplataforma.

        1. É interessante sua colocação, mas pq ela não é usada para os dois lados? A lacuna pela falta de exclusivos multiplayers pode ser compensada pelos multis. E a lacuna dos single players no xbox não pode ser compensada pelos multis? A falta de um jogo como Uncharted que pra mim é bastante casual, pode ser compensada e com grande maestria por Tomb raider.

          1. Concordo quanto ao Tomb Raider, a propósito, o Rise of Tomb Raider é incrível! Mas isso é pouco, pois não temos nada como Mario, Zelda, Horizon Zero Dawn, the last of us, Nier automata… Se você puder me indicar games (multis) similares de igual qualidade ficarei satisfeito.

          2. Como assim? Excetuando-se Halo 5, HZD vendeu mais do que qualquer exclusivo do xone. Mesmo no xone, foi-se a época em que Halo vendia mais de 12 milhões de cópias…

          3. A resposta é sim, se não levarmos em conta as vendas no PC. Mas há duas ressalvas: 1) os dados consultados para Cuphead são de dezembro. 2) Acredito que PUBG logo ultrapassará essa marca, mesmo considerando só o xone.

          4. Você está mentindo! A MS é a empresa que mais vende jogos em mídia digital nos consoles, como é que você pode afirmar tal coisa se não há número de vendas oficiais? Mostre a fonte. Simplesmente não existe tal fonte.

          5. As estimativas de vendas estão por aí, basta buscar. As vendas de jogos como cuphead e pugb, por exemplo, já foram publicadas nesse neste blog. As vendas de halo você pode consultar no Halo fandom (e nas referência lá citadas). Quanto a GoW4 tem o caso do deslize da The Coalition que revelou o número de jogadores (o que inclui free trials), etc. Mas é mais fácil atacar as pessoas do que fazer uma simples pesquisa.

          6. O número de jogadores retrata uma coisa, o número de unidades vendidas retrata outra. O número de jogadores fica limitado ao número de indivíduos que tem jogado determinado jogo em um período específico. Outra vez foi uma representante da MS que citou este mesmo termo em relação ao Forza Horizon 3, ela disse que 2.5 ? (rsrs) de pessoas jogavam FH 3 todo mês desde o lançamento. PUBG está em desenvolvimento ainda e foi lançado há pouco tempo, cara, esse jogo está crescendo todos os dias, não é hora de fechar a conta deste game rsrs. CupHead passou em vendas de 99% de todos os índies lançados, é outro sucesso, sucesso que ainda tem vendido bem, principalmente no PC que é onde a comunidade tem a cultura de começar a comprar/jogar alguns meses após o lançamento. Poderia quem sabe ter alcançado número de vendas superiores no ‘Xbox’, mas como também está acessível na steam, as vendas foram pra lá também, mas independente disso é um sucesso.

            É muito mais fácil espalhar mentiras e se dizer atacado quando é contrariado com verdades do que simplesmente aceita las.

          7. Mentiras? Pelo visto é incapaz de discutir sem atacar seu interlocutor.
            Seu comentário deixa claro que “PUBG está crescendo todos os dias”. Meu comentário está claro quanto a isso e não está em desacordo com o que vc disse, logo se estou a mentir o mesmo se aplica a vc .
            A pergunta a que respondi foi se ele havia vendido menos (no xone) que HZD no ano que se passou. A resposta é sim.
            Não sou vidente, mas baseado nas informações de que disponho sugeri que logo ele passará suas marcas atuais (assim como vc o fez).

          8. Antes de mais nada não há porque comparar um jogo lançado tão recentemente com um que já saiu do rol dos relevantes em vendas. Você quis passar o ar de alguém forte em raciocínio, com isso, quando você trás informações incorretas ou você mentindo ou você simplesmente errou. Peço desculpas se foi erro seu e não uma tentativa de agir com má fé.

            As mentiras mais quais eu me referi são esses números que você insiste em apresentar mesmo depois de todos os fatos que apresentei. Você não conhece as próprias fontes que utiliza… Além disso você vem agir de má fé comparando jogos recentemente lançados com jogos lançados há muito mais tempo, sem sentido isso, falta bom senso. Você está tentando ganhar razão no grito… Não adianta, você quer fazer uma comparação mais confiável? Procure os resultados financeiros da divisão de jogos de ambas as empresas. Sony vende 2.5x mais consoles por semana, tem duas vezes mais consoles vendidos no total, supostamente vende duas vezes mais jogos tanto multiplayer quanto exclusivos, supostamente tem duas vezes mais assinantes da plus, etc… Deveria ter a receita de jogos pelo menos duas vezes maior, porém essa não é a realidade.

            Dias, tá na hora de cair na real..

          9. Difícil discutir com alguém que passa a maior parte do tempo falando do seu interlocutor, mas não de seus argumentos.
            – Quais fatos apresentou? Há alguma referência? Por que vc diz a verdade e eu estou a mentir?
            – Mais uma vez: a pergunta foi se haviam vendido menos que HZD, a resposta foi sim. Inclusive os dados de Cuphead (referente a dezembro) está disponível no próprio site da MDHR studios e os de PUBG já foram postados aqui várias vezes. Vc fez juízo de valor dos resultados e decidiu me atacar sem ao menos perguntar oq eu achava (e sem ler meu comentário onde sugiro que PUBG logo passaria HZD).
            – Os relatórios anuais de Sony (disponível apenas fevereiro, mas com um Q3 de lucro superior ao esperado ) e MS estão disponíveis (registrando leve queda de receita) para o público, basta ler.
            – Com relação à venda de jogos, sugiro ler o relatório anual de grandes empresas como Ubisoft e EA (que, em alguns mercados, chegam a responder por ~25% do market share), lá vc terá uma ideia de quanto da venda está relacionada a cada plataforma (já adianto que está ~2×1 pra Sony).

            – É… seria muita má fé comparar Mario Odyssey (recém lançado) com Recore (do final de 2016), por exemplo. Guardadas as devidas proporções, a diferença de tempo no lançamento não é um impedimento.

          10. Engraçado é que segundo sua própria premissa e fazendo uso do seu raciocínio, chegamos a conclusão que você está mentindo. Afinal, “se não há números de vendas oficiais” (e vc não admite estimativas, como fica claro em seu ataque a mim (e não ao meu comentário)), como vc pode afirmar que “a MS é a empresa que mais vende jogos em mídia digital?”

          11. Bom, não eu não citei números. Mas já virou notícia algumas vezes onde inclusive empresas grandes no passado não tão distante afirmaram que a Microsoft pega a maior parte dos compradores digitais. No entanto, ainda assim, eu não afirmei e não vou afirmar que a MS vende mais jogos porém tendo em vista uma possível soberania desta empresa em vendas digitais, você provavelmente está muito errado. A MS desde o X360 oferece um serviço chamado Xbox Live Gold que é consumida por muita gente, sempre foi um sucesso, taí um indício de que a MS tem soberania da venda de jogos digitais, já é cultura de quem tem um Xbox comprar jogos digitais e, agora, reforçado com o fim das gerações no Xbox (a retrocompatibilidade), os usuários de Xbox, assim como no PC, podem adquirir jogos digitais com a garantia de que continuarão a ter acesso aos jogos digitais adquiridos continuamente no futuro.

          12. Sem números oficiais é impossível dizer. Se basear em dados do grupo NPD ou em VGshart é a demonstração de ingenuidade. Basta pesquisar mais informações sobre esses levantamentos no próprio site do grupo NPD, lá eles são claros sobre as pesquisas de vendas de jogos. No Brasil por exemplo eles só fazem levantamentos de venda de artigos de esporte rsrs.

          13. “Sem números oficiais é impossível dizer”
            Caso não seja de ciências, tecnologia ou economia, sugiro buscar informações sobre métodos de inferência estatística.
            As metodologias estão disponíveis, entendê-las permite que se entenda os limites das conclusões. Além disso, com amostras tão grandes dos principais mercados (EUA e Europa) é possível fz inferências robustas sobre o comportamento das vendas ao longo dos anos. Ingenuidade é achar que

          14. Você não percebe que pra obter um valor confiável nessas amostras você não pode jamais excluir uma variável da população. Se você mostrasse algum levantamento do número de vendas de mídia digital eu te daria a razão nesse ponto. Já tivemos várias vezes informações que tira a credibilidade dos números de vendas apresentados por vocês pela diferença grandiosa. Todos sabem o quanto avança o crescimento de jogos em mídia digital diante da física, não há como considerar esses números. Quando se trata de números de vendas de consoles, tudo bem, há alguma credibilidade e sabemos que não há venda de consoles digitais. O Xbox ainda assim é exceção nesse caso pois o Xbox também está presente em todo SO Windows 10.

          15. Como disse em outro comentário, cheque os relatórios anuais de publishers como Ubisoft e EA, lá tem tudo que vc precisa saber sobre vendas por plataforma (incluindo vendas digitais e físicas).
            Ademais, a metodologia é a mesma para todas as plataformas. Só faltou mostrar que xbox vende mais mídias digitais. Pq não é isso que os relatórios as publishers mostram.

          16. Eu não sei que relatórios são esses que você tem consultado… faltou você mostrar pois não achei nada com tais detalhes vindo dessas empresas.

          17. não vou postar links, pois já tive comentário marcado como spam por causa disso. Mas vá ao site da ubisoft e procure por “annual report 2017” (ou no google mesmo), por exemplo.

          18. Mario desde que passou a ser 3d pra mim perdeu a graça. Por mim ele teria uma pegada tipo Rayman. Nier não me atrai e HZD The Witcher 3 ta aí.

          19. Estou gostando de conversar com vc. Por aqui é difícil conversar sem receber ofensas pessoais. Se pelo seu gosto os exclusivos da sony são melhores é direito seu, mas eu gosto mais dos da MS. O chato é o pessoal querendo impor gosto.

          20. Concordo. Aqui há muitas pessoas que atacam pelo simples fato de não termos os mesmos gostos que elas, ou porque discordamos de seus pontos de vista.
            Na verdade eu tenho um xone (pois sou fã de gears, halo e forza, ori, sunset overdrive e até Max the curse of brotherhood), mas tenho um amigo com quem jogo PS (3 e 4), às vezes trocamos de console.
            Acho que todas as plataformas têm suas vantagens. Com relação aos exclusivos, acho a Sony e a Nintendo estão em vantagem nesses últimos anos. Torço para que a MS lance concorrentes de peso nessas áreas, já que PUBG e Sea of Thieves não fazem meu estilo.

          21. Apesar de não serem novidades mas: Mário = Rayman, Zelda = Oceanhorn, Horizon nem sei qual é o estilo mas com certeza existe algo do gênero, TLoU = Quantum Break, e assim vai. O problema é que muitas vezes as pessoas não observam vários jogos que são lançados e ficam só nos que se sobressaem como GTA e CoD.

          22. Tomei seu comentário como uma recomendação e aproveitei as ofertas da última semana e comprei o Rayman Legends. Independentemente dos nossos gostos, devo dizer que Rayman é um bom jogo, mas, tecnicamente, inferior a Mario. Talvez seja pq Rayman tenha sido desenvolvido com o foco nas crianças (será?). O nível de dificuldade é muito baixo (mesmo nas fases com muitas “caveiras”), os setores “escondidos” das fases são muito óbvios, os controles são menos precisos (principalmente aquela mosquinha verde) e o level design é um pouco repetitivo, com exceção do quarto mundo (e suas mecânicas de furtividade). Enfim, poderia mencionar ainda a ausência de power ups diversificados (que trazem um gameplay mais diversificado), mas fico por aqui e finalizo dizendo que, por 25 reais, valeu a pena. O jogo é bonito, tem músicas muito boas, mas está em um degrau abaixo de Mario (claro que estou comparando com plataformas 2d como super mario bros U).
            Anyway, obrigado pela sugestão.

          23. Não tem como comparar, tanto Mário como Zelda, são jogos que quando lançados sempre ganham GOTY, mesmo assim foi como disse, se não tem ele, tem algum suplente, mas não disse que era melhor, é para tanto que quando comprei um WiiU que joguei Mário, só consegui parar quando zerei.

          1. Sim, mas como estava falando sobre os shooters, alguns dos melhores são exclusivos do xone (além, claro, de ter as ótimas opções multi).

          1. Porque a MS comprou a Rare sem saber o que iria fazer… em 16 anos só lançou viva piñata, kameo, sequências meia boca de banjo e KI, alguns remakes e um monte de jogo de kinect. E nem vou começar a falar o que fizeram com o Conker…

          2. Verdade. Mas fizeram um Banjo (o Nuts and Bolts) com uma proposta completamente distinta da original, o jogo foi muito voltado pra construção de veículos e isso desagradou muita gente. Mas eu gostaria de ver novas versões desses jogos também.

          3. O erro do Nuts and Bolts foi você ser obrigado a saber montar os veículos, que para muitos é chato e trabalhoso, incluindo eu. No mais, o jogo é super divertido.

          4. Sim. Se vc não faz o veículo como deve ser feito, vc não avança no game e em alguns momentos isso é frustrante, pois vc gasta mais tempo nisso do que explorando.

          5. Concordo, esse negócio de carros estragou o jogo, além disso, pra colocar isso tudo eles tiveram que aumentar demais o tamanho das fases, era muito chato atravessar uma fase correndo, demorava muito, mesmo depois de fazer o Banjo emagrecer.

      1. Mas é exatamente esse o ponto!! A única razão pra se comprar o switch (mesmo diante de todas as desvantagens que citei) é sua carta de exclusivos. E é tendo isso em mente (que exclusivos vendem console), que a MS está investindo, aparentemente, pesado nesse seguimento.

        1. “A única razão pra se comprar o switch (mesmo diante de todas as desvantagens que citei) é sua carta de exclusivos.” Basicamente, todos do WiiU.

          1. Isso, para mim, não é tão importante, já que vejo a retro como uma das grandes vantagens do xone (poder jogar todos os gears, mass effect, dead space!!). Além disso, não é de se assustar, já que o switch é console de meia geração.

          2. No entanto você recompra os jogos, mas, esquecendo isso o que quero falar é que quem é fã da Nintendo e comprou o WiiU está basicamente na mesma.

          3. Arms, Super Mario Odyssey, Splatoon 2, Mario Rabbids, Snipperclips, Xenoblade chronicles 2, super Bomberman r, Disgaea 5… todos do WiiU.

          4. Não irei pesquisar, mas acredito que Arms tenha no WiiU junto com Splatton que só foi colocado o 2, Mario kart igual e Zelda também, dentre outros.

        2. Está saindo muitos jogos Triple AAA pro Switch tmb, esse ultimo ano não teve muitos jogos então não chegou muitos pra nenhum dos 3 consoles, mas bons jogos que lançaram nos últimos anos estão chegando no Switch já

    2. Me desculpa mano más vc tá um pouco equivocado em relação a venda de exclusivos da Microsoft, Halo por exemplo é um ” jogo com serviços” foi feito pra ser jogado por anos, hj se vende mais jogos digitais que físicos então o único jeito de saber quanto um Halo, gears ou Forza vendeu totalmente é si a MS divulgar. São franquias que rendem bilhões a longo prazo, são jogados por milhões de jogadores mensalmente. Diferente dos exclusivos da Sony e Nintendo que não tem foco no multiplayer online. A Sony teve um ótimo ano com bons exclusivos porém…os anos anteriores foram muito fracos com poucos exclusivos de qualidade e Ninguém reclamou.

      1. Tem todo o direito de discordar! Que os “jogos como um serviço” rendem boas quantias ao longo dos anos, eu não vou discordar, mesmo pq foram eles que fizeram com que o valor da indústria dos games chegasse ao patamar atual. Mas não era isso a que me referia no comentário anterior. Falei apenas das vendas e como bons exclusivos são vendáveis. Quando digo que Halo 5 vendeu pouco (este é um conceito relativo) em relação aos outros Halo e não em relação aos outros jogos de XONE.
        “único jeito de saber quanto um Halo, gears ou Forza vendeu totalmente é si a MS divulgar” Não funciona dessa maneira, existem métodos de estimar esses valores.

        Com relação aos anos anteriores da Sony, é claro que houve reclamações sobre a má qualidade dos exclusivos. Last guardian e No man’s sky foram dois fiascos que ocuparam manchetes e mais manchetes

  7. O que se percebe é que a cada ano a Microsoft ataca um dos alegados problemas da plataforma e por isso o console esta sempre se mostrando em evolução. Agora só faltam dois : O tal papo dos exclusivos de peso e as vendas. Parece que esse ano será dedicado aos exclusivos e as vendas virão como consequência a todo o trabalho feito de 2014 para frente.

    1. Em minha opinião os exclusivos Xbox tem QUALIDADE e não QUANTIDADE (por mim visar mais a qualidade do que a quantidade é uma proposta bem melhor…)Halo,Gears,Forza’s,Sunset Overdrive e State Of Decay são excelentes games!!!

      Só falta ter MAIS ao nível desses pra competir com os filminhos clichês de Netflix da Sony.

  8. Acho que agora a Sony encontrou um adversário a altura, (Lembro o que o PS2 fez com o Dreamcast, destruindo a Sega). Microsoft é gigante e mais importante é rica pode erra quantas vezes quiser, já a Sony, sabemos que a divisão Playstation tem sustentado a Sony, logo um pequeno deslize e as coisas vão ficar bastante complicada pra japonesa.

    1. Toda empresa visa lucro. A sony vende mais console e todos sabem que os consoles não dão lucro. O lucro vem com a venda dos serviços aos consoles. Ms muito a frente da sony em lucro

          1. Cara, isso é uma falácia comum, em alguns mercados emergentes isso pode ser verdade meia verdade, pq quando aconteceu o console ja estava estabelecido. Alguns games venderam acima de 15 milhões de cópias na plataforma.

          2. Na verdade o Xbox clássico era o mais forte da geração por isso falam que o Xbox one x está voltando às origens

    2. A situação já começou a ficar perigosa pra Sony. No Japão o Switch representou 60% das vendas de consoles durante o Natal. No top 10 japonês só dá jogo do Switch. Nos EUA, o Xbox One vendeu mais que o PS4 e ainda gera mais receita. Quando uma empresa diz para o seu clente ‘ Não tá satisfeito ? A porta é ali’ ela merece a falência.

      1. Eu ainda espero que a Sony crie vergonha na cara e se torne uma boa empresa…digna pra competir com os joguinhos mobile 4KKKKKKKK pq ta foda competir com a Microsoft eim?4KKKKKK

        Nintendo tbm só nas enrabada com a Sony!

      2. vc tá ligado que o switch é novo e Xbox one vende pouco quem já tem ps4 compra Xbox one ou switch. o ps4 deve ter vendido para a maioria dos interessados por isso a quedas de interesse. o ps4 não vai vender bem para sempre

  9. Me permita discordar do blogueiro num ponto, mas colocando uma outra Perspectiva: Não é a Microsoft que teve “poucos jogos” em 2017 ou tem feridas a sarar, mas Sony e Nintendo que tiveram um ano acima da média em termos de conteúdos próprios, por diferentes motivos. É simples.

    No caso da Sony, alguns jogos japoneses oriundo de produtoras third party foram o fiel da balança, como Nioh, Nier, Yakuza, Persona…, onde ganharam mais notoriedade não pelo fato de sairem para o Playstation (alguns sairam pra Pc final), mas por NÃO SAIR para Xbox. E como são competidores diretos, esse detalhe pode ter feito a diferença, ao meu ver.

    No caso da Nintendo, foi o casamento perfeito entre proposta de hardware popular + software midiático e clássico, afinal, Zelda e Mário se misturam com a história moderna dos videogames, franquias conceituadas e fortes. O Switch foi a surpresa do ano, tendo em conta o relativo fracasso do wii u.

    Em 2017 houve boas sementes plantadas como Super Luck Tales e CupHead (2 novas Ip´s), para um gênero clássico plataforma, Halo Wars 2 como um excepcional game de estratégia para consoles… e 2018 ao que tudo indica será mais forte midiaticamente, com novas Ips a somar com Ips consagradas do Xbox. O Xbox está numa fase de completa reestruturação como plataforma de jogos, criando bases não só para o presente, mas principalmente para o futuro. Naturalmente chegarão os jogos de mais impacto para os fãs.

  10. Ninguém tá conseguindo jogar o dragon ball no ps4. Segue comentário retirado do site meu ps4:
    “eu tenho os dois videogames e para xbox one funcionou, na sony ficou esta merda de mensagem de erro de rede, zuado”

      1. Para de falar bobagens com todo respeito, o próprio Phil Spencer já confirmou que 2018 é ano de VÁRIOS EXCLUSIVOS AAA. Aliás, qual a sensação de jogar num console, sabendo que a concorrência tem um console mais poderoso e roda jogos em 4k?

        1. Qual é a sensação de jogar em um console com um mesmo preço de um PC melhor que roda os mesmos jogos na mesma resolução na mesma Live e de quebra tem a Steam, o PlayStation Now, emuladores e milhares de programas pra tu fazer praticamente tudo mesmo lugar?

          1. Xbox one X com um mesmo preço de um PC ? Kkkkkkk eu não li isso…
            Só se vc mora em outro mundo amigão. Apaga que tá feio…nem vou discutir mais depois dessa… Já vi que não vale a pena kk

  11. Jogos mais aclamados vieram de estúdios japoneses (Nier, NiOH, Persona 5, Zelda, Mario) onde a MS tem 0 de entrada, único que vinha de lá scalabound foi cancelado. Xbox precisa de jrpg, e adventure de peso não dá pra viver vida td de jogo de tiro

    1. O mais aclamado foi um jogo cagadinho em acesso antecipado chamado PUBG. Mais de 30 milhões de jogos vendidos. Dono de PS4 caga pra jogo de punhetinha japonesa e sonysta só põe eles nas listinhas. Se vc tem um Xbox One S passa a sua gamertag.

      1. Rapaz vc já viu falar no jogo FREE FIRE pesquisa ele aí no celular e se possível baixe ele é experimente! Melhor que o próprio PUBGS ! Veja bem ele é pra smart Phone !

          1. Não amigo to falando que la tem menos BUGB’S do que no xbox x eu to até jogando no meu celular e olha ta top viu !

          2. E no xboxsta tem os dois né kkk ! Ontem fui numa loja americanas e vi lá a mídia do PUBGS 129,90 isso é uma piada ! Vou ficar no meu smartphone!

    2. pois é, mas se parar pra pensar os jogos do ps são aventuras cinematográficas e jrpg. Não tem variedade (os tão aclamados exclusivos das listinhas). Queria era jrpg no xbox tbm, pq faz falta

    3. Realmente, de jogos nipônicos a oferta não foi tão grande quanto poderia (está melhorando aos poucos),mas também não chega a ser ‘tudo exclusivo da Sony’, estás com uma percepção exagerada.

      Vou citar alguns jogos japoneses interessantes JÁ LANÇADOS:
      Final Fantasy XV, Tekken 7, Metal Gear Solid V, Raiden V, Stranger of Sword City, Dynasty Warriors 8, The Evil Within 1 e 2, BlazeBlue: Chronophantasma Extend, Dead or Alive 5: Last Round, Attack on Titan 1.

      Retrocompatíveis do X360:
      Bayonetta, Lost Odissey, Blue Dragoon, Soulcalibur 1 e 2HD, Skullgirls.

      Jogos previstos pra 2018:
      Monster Hunter: World, Kingdom Hearts 3, Code Vein, Bloodstained, Soulcalibur VI, Ace Combat 7, Dynasty Warriors 9, Sword Art Online: Fatal Bullet, Attack on Titan 2, My Hero Academia, Kunio-kun: The World Classics Collection, Valkyria Chronicles 4.

      Enfim, esses são os que eu vi, pesquisando mais a fundo encontra mais jogos.

      Eu tive consoles PS e Nintendo e curtia alguns jogos japoneses. Ao Adquirir um XO, com uma pesquisa rápida constatei que tem sim bons jogos japoneses no Xbox (comprei e joguei alguns desses), Apenas não é na mesma medida do Playstation e Nintendo, obviamente, e nunca será.

    4. Desses que vc citou , todos são uma bosta , baixei a demo do Nier , achei uma droga, baixei a Beta do ni-ho outra droga, comprei Zelda não aguentei jogar 30 horas , persona pra mim sempre foi uma merda desde o PS 2, Mário só o 3 d Lande e kart, o restante é uma bosta, mais do mesmo, então pra quem é dono de Xbox são jogos que não fazem falta

  12. Rise of Tomb Raider foi disparado muito melhor que Uncharted 4 que, alias, nem deveria ser chamado de jogo. Sobre os exclusivos não importa muito o que a Microsoft faça, a mídia especializada que não joga merda nenhuma e se sente ofendida ao ser cobrada quanto a gamertag vai sempre pesar a mão nas criticas. Ori, os Forzas e Cuphead foram exceçoes pra não se jogar uma pá de cal de vez no pouco que resta de credibilidade, e mesmo assim, a critica especializada não jogou estes jogos. Cuphead é a prova do que eu disse. Um monte de jornalista que fez review de Cuphead tomou exposeds humilhantes ao redor do mundo. Aqui no Brasil o caso mais notório foi o da Bruna Penilhas, da IGN BR, que escreveu um review até elogiando Cuphead, mas não passou nem da primeira ilha. Felizmente, a internet é uma via de mão dupla, e muitos destes canalhas estão engrossando as estatísticas de desemprego… cof…cof… UOL Jogos.

    1. Pois é kkkkkk a única mídia que eu realmente dou um pouco e valor é a Meta Critic(deu nota bem mais alta pro Forza Motorsport 7 do que pro Gran Turismo Sport…)

        1. O metacritic se fosse usado de forma correta , seria uma ótima ferramenta para os games, mas infelizmente a mídia especializada destruiu o que poderia ser algo útil

    2. Incompetentes tem que pegar as contas mesmo. Antes tarde do que nunca a UOL jogos foi finalmente fechada. Acessei a UOL jogos umas 2 ou 3 vezes na minha vida e a impressão que tive é que tudo aquilo tinha sido jogado nas mãos dos piores estagiários.

    3. Pena que Rise of the Tomb Raider não chegou nem aos pés de Tomb Raider 2013, não joguei Uncharted 4 ainda, mas pelas Gameplays que vi achei um jogo muito interessante, agora Zelda joguei no emulador no PC e realmente foi o melhor jogo do ano, fiquei até com vontade de ter um Switch, o ultimo exclusivo de One que joguei foi Quantum Break aqui no PC e achei muito bom, já Forza eu não curto muito, acho jogo de corrida um saco.

  13. Agradeço ao Android por alguma razão colocar as notícias desse site no meu feed. Isso aqui é melhor que Escolinha do Professor Raimundo! Fable “abafando Zelda”? Perfect Dark tendo alguma importância depois do fiasco para o Xbox 360 (aliás um entre tantos nomes da Rare que a Microsoft conseguiu jogar na lama)? Nada como uma boa risada na tarde de domingo!

  14. Podem chorar a vontade, prevejo muitos sonystas no desespero, pois sabem que em quesito de qualidade nos serviços e poder de console eles ficam anos luz atrás, disso todos sabem. Embora comprei Xbox justamente pra jogar exclusivos também, esse talvez seria o momento de maior desespero dos sonystas, pois além de tudo isso, está vindo exclusivos AAA pro Xbox One. Isso já foi confirmado pelo Phil Spencer. Podem anotar, teremos um novo GEARS, HALO, FORZA HORIZON 4, FABLE, PERFECT DARK, e mais jogos AAA que talvez vai pegar o mundo dos jogos de surpresa. Phil Spencer disse que 2018 é ano de exclusivoS, e surpresas….

    1. Pra mim quanto mais jogo melhor, pc ta pronto pra jogar os exclusivos dos 2 aqui, só preciso de um Nintendo Switch agora, isso é, se a Nintendo não lançar um serviço pra jogar exclusivos de Switch no PC neh, os consoles brigam, o PC ganha

  15. Esse suposto novo Perfect Dark poderia ter mecânicas mais no estilo de Metal Gear, pra mim seria mais interessante. Competidor de Uncharted?? Melhor uma nova IP que tenha originalmente essa característica.

  16. A Microsoft é muito grande para se vangloriar com PUGB E Minecraft, isso é apequenar a empresa e o console. Agora Perfect Dark é um. jogaço que fez muito sucesso, e ressucita-lo como uma nova forma de gameplay pode sim colocar o Xbox nos holofotes, pois ate agora a Sony está muito a frente, tanto em jogos quanto em popularidade, ou a Microsoft esse ano anuncia jogos exclusivos de peso, não Halo nem. Forza, ou vai ter um. console. poderoso sem o uso que poderia e deveria. Eu como gamer, possuo um PS4 e vejo o Nintendo Switch com mais potencial, mas o Xbox One X tem. tudo para ser uma pedra no sapato.

    1. Por mim Fable 4 ja esta de excelente tamanho,eu sinceramente acho que nem jogaria esse perfect dark(não é minha praia o estilo do jogo)e outra cara me desculpe mas eu estou MUITO SATISFEITO COM OS MEUS HALO’S,GEAR’S E FORZA’S viu?

    2. Uma coisa que cagou muito no Xbox é deixar os “exclusivos” serem multiplataforma com o Windows, porquê eu iria comprar um XONE X se com o mesmo preço eu monto um PC gamer com GTX 1060 e Ryzen 5 e jogar os mesmos jogos na mesma resolução além de aproveitar os jogos que só tem na STEAM?

      1. Não é uma realidade esse pensamento, aonde a Sony excluí mercado a Microsoft abrange com a idéia do playaniwhere. Digo por experiência própria, nessa geração optei por não comprar console e fiz upgrade no PC com RX 480, logo passei a criar uma “conta Microsoft” e virei cliente de uma hora pra outra devido ao jogo Quantum Break. Então mesmo que você optar por ter um ps4 poderá jogar os jogos da Microsoft no PC, abrindo uma conta e sendo de certa forma um cliente, o pensamento da empresa não é de clientes apaixonados por plataformas, e sim por games.

  17. Desse jeito vai beirar a perfeição rsrs. Pra mim já está ótimo do jeito que está. Mas acho que nenhuma outra consegue bater os divertidissimos games da Nintendo, nem o games cinematograficos da Sony e muito menos os games altamente competitivos da Microsoft.

    1. A MS pode fazer muito melhor que a Sony nesse sentido, mas em relação a Nintendo é mais difícil imaginar jogos que poderiam abafar Mario, Zelda, e outros. Os jogos da Nintendo não são famosos apenas pela Altíssima qualidade, até por ser algo normal para esta empresa, mas o ponto que marca é a nostalgia que dá tanto prazer em rever as franquias e as torna insubstituíveis. Diferente dos jogos da Sony que são as vezes ‘novos1 mas senpre trazendo histórias tão clichês e que não satisfaz mais por não serem franquias consagradas como os da Nintendo.

    2. Eu sou dono de um Wii e Wii u, e não acho os jogos da Nintendo tão divertidos assim, comprei o Wii por fatal frame ,o Wii u comprei por causa do controle que achei interessante ,tanto que deixei passar o swith batido. Se um dia lançar algo que eu achei interessante eu posso até compra lo

      1. Vish cara, ai que ta, o Wii e o Wii U são os consoles “fracassados” da Nintendo, as empresas Third Party não lançavam jogos e ficou como console segundario para todos, já o Switch já tem o que um console Triple A precisa, HardWare e Relevância, como já vimos esse ano, é um console que alem dos jogos de peso da Nintendo ainda está recebendo Triple A de alta qualidade, só peca mesmo nos serviços online que é onde ela entra com as atualizações, realmente a Nintendo está com um console muito completo pro primeiro ano de lançamento

  18. Para fechar essa lacuna, assim como Forza abafou completamente o antes todo poderoso Gran Turismo, a Microsoft terá que abafar os títulos da Nintendo e da Sony para assim fechar todas as lacunas do Xbox!

    Isso é uma piada !

    Vai ter que passar por cima xonão sem freio de 16 estúdios da SONY. Kkkk

          1. Gran Turismo morreu no 4, mas eu não curto nenhum jogo de simulação, não consigo ficar 10 minutos jogando Forza Motorsport, Gran Turismo, Project Cars, o negocio é jogar um Forza Horizon ou Need For Speed, mas se for pra comprar console pra jogar jogo de corrida nem quero, PS4 tmb não me agradei com nenhum jogo exclusivo como era antigamente, nessa geração o PC virou a plataforma mais interessante pois você joga exclusivos de XONE e de PS4 via o serviço Now, plataforma com jogos bons atualmente é a Nintendo, só bastou o Zelda que ja vendeu mais que o dobro dos concorrentes no ano.

          2. Corcordo com seu comentário principalmente por estarmos no Brasil. Lá fora ainda vale mais a pena ter um console por praticidade.

      1. Brasileiro é besta de mais deixa eu te falar? Americano é a pior raça de gente que existe na terra !Vem Na Amazônia roubas vários tipos de coisas que existem e levam pra eles !Americano n ta nem ai pro mundo são o tipos de pessoas egoístas e arrogantes que existem na terra e vc ai lambendo a rola deles !Se dinheiro fosse tudo então porque a Xbox não é a número um ! Sony é pioneira cara larga mão de se burro e outra eu não quero que nenhuma empresa chegue a falência pra ver o sucesso de outra deixa de se ridículo mano !Cresce velho e pra finalizar sabe quando a xbox vai ganhar da Sony ? Nunca porque o mundo sabe quem é esse tipo de gente Americano. “OS DONO DO MUNDO”.

        1. I LOVE UNITED STATES FIO, ANTES O TRUMP TOMAR CONTA DO MUNDO DO QUE O LULA E CIA…. E SIM QUERO QUE A SONY SE FODA, SAI UMA ENTRA OUTRA, E DE NOVO… I LOVEEEEE UNITED STATES OF THE AMERICAN

        2. OUTRA COISA, QUEM TE DISSE QUE XBOX NAO É O NUMERO 1? EM VENDAS? O FUSCA É MELHOR QUE A FERRARI ENTAO? SE LIGA ANIMAL, O NUMERO 1 É QUEM FATURA MAIS COM MENOS GASTOS, O QUE NAO É O CASO DO PRESITERCO E A SONY, ENTAO VA SE INFORMAR.

  19. Achei esse artigo bem ruim, por vangloriar de muitas coisas da Microsoft e minimizar o seu principal problema: exclusivos AAA da própria Microsoft. Dizer que a mídia cobra mais da Microsoft do que da Sony e Nintendo é muito sem noção. No último ano, quantos jogos exclusivos desenvolvidos pela Nintendo e Sony foram feitos? E nessa perspectiva, quantos da Microsoft? O Xbox é uma grande plataforma mas que sofre por culpa da própria Microsoft (assim como o Wii U sofria por causa da Nintendo e suas decisões duvidosas – apesar de ter ótimos exclusivos – e o PS Vita por causa da Sony ter tratado o portátil mais como controle do que console).

      1. Mas como se fosse um problema menor, como eu disse o artigo minimiza o problema real e dá voltas em questões totalmente desnecessárias e que não é o motivo real. E o pior que é que diz que ela é “atacada pela mídia”. Pelo amor.

        Além disso justifica que a Microsoft tem que “abafar” os jogos da Sony e Nintendo. Isso é ridículo porque a Microsoft tem que se importar é em fazer exclusivos de qualidade e em quantidade, não “abafar” ninguém. A Nintendo não faz jogos como Mario ou Zelda pra abafar os concorrentes, mas unicamente pra agradar seu próprio público. A mesma coisa a Sony, ela não faz Uncharted ou The Last of Us pra abafar ninguém, mas pra garantir que quem comprar seu console vai ter jogos de qualidade. Ambas sabem que uma plataforma sem jogos exclusivos não se justifica, e a Microsoft se focou tanto no One com um esquema de serviços que esqueceu isso. Pô, ano passado a quantidade de estúdios fechados e jogos que ela parou o desenvolvimento não é brincadeira. Esse é o único problema da Microsoft. Não é a Nintendo, não é a Sony: é ela mesma. E não é a exclusividade de títulos indies que vai salvar o console (são ótimos, mas o Xbox One X é muito caro para ter só indies e Forza como AAA feito por ela).

        1. E o texto ainda falou de todas essas coisas que mencionou. E sim, o termo abafar realmente não foi a melhor escolha.
          Mas fora isso o texto eh coerente sim.
          Uma olhada simples e rápida (e isenta) e vc vai ver q a midia tem tratativas bem diferentes para o xone e para o ps4.

          1. Então rapaz, estou sendo isento, por isso estou fazendo uma crítica dura para esse artigo. O que eu vejo é a mídia atacando na principal ferida da Microsoft, que é quanto aos jogos exclusivos dela mesma. A mídia também atacava a Nintendo na época do Wii U, pois tinha jogos first mas não os thirds. A Sony tinha feito as coisas certas até 2016, ano passado ela foi bem malhada por não mostrar data e só ficar de cutscenes – com muitos anúncios que ainda demoraria anos pra sair (o que fez ter poucos lançamentos ano passado) e não mostrando jogos novos pro mesmo ano. Não estou sendo fanboy disso ou aquilo, apenas que na minha visão o artigo se focou em tantas coisas desnecessárias que acabou não focando no real problema, dizendo pouco e mal.

            Não odeio a Microsoft, mas na minha concepção o Xbox One X tem problema de conceito (mesma coisa era o Wii U). Se ela quer arrumar isso, precisa construir uma biblioteca que justifique o console não só com indies (ainda estou triste com Scalebound).

          2. Realmente, Xbox one x tem muito poder pra pouco uso, faltam coisas pra aproveitar esse poder. É tipo usar o Thanos pra enfrentar o Gavião Arqueiro kkk

          3. Exato. Não é só Fable ou Perfect Dark que vão resolver o problema, e sim uma biblioteca construída com planejamento pela própria Microsoft de forma coerente para o seu público.

          4. Então, são vários aspectos.

            Exclusivos: A microsoft lançou diversos exclusivos no ano passado, e só para exemplificar vamos ficar em 3 deles. Forza, PUBG e Cuphead.

            Ótimos número de vendas. Pubg e Cuphead no Game Awards, e Forza levando na categoria jogo de corrida.

            Forza um AAA, Pubg e cuphead indies com apoio da Microsoft.

            Há muitos outros, mas foquemos nesses. Grandes jogos, boas vendas. Mas parte da mídia insiste que precisa de mais (e não discordo, mais é sempre melhor). Mas pergunta é, mais quanto? E mais qual?

            A impressão que se tem que é que não importa o quanto os jogos exclusivos da microsoft vendam e sejam lançados, a mídia sempre diz que não tem jogos, e que a Sony (que lançou datas, trailers e remasters) tem mais.

            É uma conta que não fecha, a MS lança muitos jogos, os jogos vendem mais, tem mais horas jogadas, as desenvolderas ganham mais nos pós venda no xbox.

            O ps lança remasters, remakes, exclusivos que vendem pouco, os jogadores tem menos horas jogadas na plataforma, lança trailers e remarca datas.

            E de quem a mídia fala? E c acha q há isenção da mídia gamer?

            (e nem vou entrar no mérito do 4k fake do ps4 pro…)

          5. Mas 3 jogos apenas? Para sustentar um ano do console? Sei lá, dos jogos da Xbox One só lembro de Quantum Break e Sunset Overdrive, além de Forza, Cuphead e PUBG. Eu acho isso pouco, principalmente para sustentar um console como o Xbox. Lançar dois jogos no fim do ano não é muito bom a longo prazo, você não acha? Olha quantos jogos o Switch recebeu no seu primeiro ano pela Nintendo, e quantos a Sony lançou até hoje no PS4. E então comparemos com a Microsoft. Entende? Além de variedade, falta quantidade (com qualidade).

            Entendi o que você quis dizer, e concordo que o Xbox tem jogos, mas eu vejo que não numa quantidade que dê para sustentar ele. Por exemplo, vamos por em perspectiva o ano de 2017: só de lançar Cuphead, Forza e PUGB com o Xbox One X as vendas de Natal do console superaram o PS4 (ou seja, mais de 6 milhões de consoles vendidos entre fim de novembro e começo de dezembro). Isso mostra que jogos de qualidade e em quantidade trazem resultados. O que eu gostaria é que isso fosse bem mais recorrente no console. E espero que seja!

          6. Quem disse que são só três?

            Olha o que eu escrevi: “só para exemplificar vamos ficar em 3 deles. Forza, PUBG e Cuphead.”

            Eu escolhi tres só para exemplificar. Evidente que tivemos muito mais que três. Jogos como Halo Wars 2, F.Horizon 3, Gears 4 e por ai vai.

            Mas escolhi três para o meu texto. 3 jogos grandes (pq ficar enchendo lista com jogo indie que vendeu 100 mil cópias, e remaster, na boa, não rola)

            E vamos além, que jogos exclusivos (e com boa vendagem) a Sony lançou em 2017?

    1. Tem razão, devia ter falado que o PS4 é melhor porque tem exclusivos, pilhas e The Last If Us > ALL.
      Alias, nunca vi o site Meu PS4 destacar o problemas do PS4 numa matéria…

      1. Bem um dos grandes problemas hoje da Sony é em relação a datas, fazer anúncios de cutscenes sem gameplay e de jogos que demoraram 2 ou 3 anos ainda de desenvolvimento, e já vi eles realizando críticas quanto a isso. E tudo isso se resume ao cômodo que a Sony criou ao ficar na liderança, fazendo ela criar uma péssima E3 e uma PSX horrível, recebendo duras críticas da mídia e fãs. Eu sei disso, eu fui um dos que criticaram. Mas ela lançou muitos e incríveis jogos, bem mais que a Microsoft.

        Bem, e do pessoal do Meu PS4 eu não posso reclamar. Já li artigos deles e, apesar de achar alguns textos ruins e precisarem de uma boa revisão, realizam críticas bem pontuadas sem utilizarem da artimanha do rage de fanboy, nem fazendo intrigas com a Microsoft. Claro, se houvesse alguma coisa eu faria uma crítica também (lá no Meu PS4), como fiz sobre o comodismo da Sony. Mas isso não vem ao caso.

      1. quem vai amargar o terceiro lugar jaja vai ser a Microsoft, a questão de tempo ate o Switch passar o Xbox one em vendas, mas fanboy é muito burro e não ta vendo que a parada não anda bem

          1. nossa, to tão incomodado com isso que irei vender meu xbox one para comprar o Xbox one X e continuar jogando meus mesmos jogos so que com “pixels extra”, é muito incomodo kkkkkk

    1. Né mano, o primeiro Perfect Dark la do N64 ta no Top 10 dos melhores jogos ja feitos, não só Perfect Dark mas podem fazer Conker e Banjo, quem não queria ver um jogo politicamente incorreto como um Conker Bad Fur Day? Kkk

    1. Segundo Phil Spencer, os exclusivos do Xbox vão ser anunciados pouquíssimo tempo antes de lançar, ou seja, não vamos precisar esperar anos igual a Sony faz com os sonystas. Nesse momento estão produzindo jogos AAA pro Xbox one, apenas não sabemos quais são.

        1. É sonystas , o que resta pra vcs é isso o que vc está fazendo, chora mesmo… Porque esse ano além do Xbox ter vários exclusivos AAA, perde nos serviços, e ainda vão servir de chacota, quando o assunto for PODER DE CONSOLE. Afinal já viu que os jogos do Xbox one X estão rodando a 3200×1800, o PS4 PRO roda a 2240×1260 kkkkkkkkkk … Vcs deveriam ter ficado com o PS4 beta mesmo, foram enganados mais uma vez kkkkkkk

          1. Cara, leva a mal, so pq vc é doente não quer dizer que todos sejam, nem play 4 eu tenho, e se eu quiser PODER eu compro duas 1080TI, meto em SLI e não vai ter console algum que vá chegar perto por menos uns 15 anos pelo jeito, 4k é mais puro desperdício de processamento que se tem atualmente na industria de jogos e a cambada de animal bate palmas para isso, impressionante.

            Alias tu ja pagou 4 mil reais no seu one X ou ta gozando com um pau que tu nem tem?

          2. 4 mil reais onde amigão? O Xbox One X já encontra por 3.000,00.
            Para de chorar aí, que esse ano o jogo virou, amarguem o segundo lugar, abraços…
            Saudações 4K.

          3. que seja, 3 mil reais em uma GPU que chega perto de uma GTX1060 e que vem junto um “AMD Jaguar” (deveria mudar o nome de processador para ancora) kkkkkkk

            Serio mesmo que tu acha foda ter de comprar outro console para rodar as mesma coisas com pixels a mais? eu acho doença, seja a pessoa compradora de um PS4 pro ou de um Xbox one X, mas enfim, tem gente que curte ter problema mental né rsrs

        2. Na verdade evitar balde de água fria dos trailers sem data, que faz os fãs criarem espectativas de um lançamento próximo e depois levarem anos para serem lançados, muitas vezes até numa geração posterior a que foi anunciado.
          Tipo o que aconteceu com The Last Guardian, ou com The Last o f Us part 2, que muita gente acreditou que viria em 2017, só que não…

    1. A Nintendo com as mesmas franquias desde 1980 e faz um sucesso danado, a diferença é que eles reformulam a franquia mudando varios elementos assim que o sucesso diminui, ja a MS só tenta aprimorar o que um jogo apresentou no próximo da franquia e assim disperta menos interesse de quem quer ver algo diferente no mesmo universo.

  20. Queria saber porque a galera desse site e canais como xboxmilgraus tem esse complexo de inferioridade. Segue em frente galera, não precisa ficar se reafirmando em toda matéria e criticar a Sony em toda oportunidade. Se Xbox é tão bom assim o sucesso vai vir automaticamente, não vai ser o mal jornalismo que vocês fazem aqui e nem a “denúncia de mídia golpista” que o milgrau que vai mudar a percepção do Xbox.

    Aliás, se estão procurando algum algoz pra ser rival do Xbox peguem a Nintendo pq em menos de 1 ano já tem um console mais interessante que o Xbox one em 5.

    1. Realmente a Nintendo em menos de um ano fez um console para conquistar o mundo, com apenas um jogo ja fez o console render sozinho o que o Wii U fez em 5 anos, assim o interesse das empresas aumenta na plataforma, faz o console receber mais jogos e os jogadores que apostaram no console no primeiro ano não se arrependem de ter comprado ele.

      1. Ano passado inteiro a microsoft só falou do one X, ate quando cancelaram jogo o filho de uma puta do “fiu” vem e fala “vai ter coisa boa, vai ter o projeto scorpio” a vá, pelo jeito a Nintendo vez o dever de casa e não ta pretendendo cometer os erros do wii U, e a micrososft pelo jeito ainda tem que estudar bastante, pq não vai ser so os serviços e o “4k” do one X que vai fazer a divisão xbox reagir não

    2. Exatamente. O único problema da Microsoft é a falta de jogos exclusivos AAA desenvolvidos por ela. Não tem perseguição, não tem mídia golpista, é só isso. É simples. A Microsoft precisa entender que se ela quer vender um console de jogos, ela antes de tudo precisa entregar esses jogos – e precisam ser variados. O exemplo da Nintendo é muito bom pois o primeiro ano do Wii U foi exatamente o oposto do Switch, e o resultado está aí para nos recordarmos: só jogos vendem consoles.

  21. Acho que falta sim um concorrente para Zelda e Horizon zero down. Acho tomb raider muito melhor que uncharted e o contrato temporário quebrou um galhão. Mas sem sombra de dúvidas precisamos de nomes tão fortes quanto Halo, gears e Forza para competir com as concorrentes. Quero muito que Fable se inspire em Zelda e tampe de vez essa lacuna.

  22. XB é um excelente console, tive os antecessores mas não o atual, exatamente por essa lacuna. Eu pensei os prós e contras no momento de adquirir um console da nova geração e o PS4 ganhou pelos seus exclusivos. Porém se Fable for realmente vir, mas de forma reestruturada, eu daria uma chance ao XBs. Fable 2 é um dos melhores jogos q já joguei, uma pena não ter sido lançado pra Windows como os demais. Oq peca, ao meu ver, é o tempo curto de jogo. Realmente gostaria de uma campanha longa e que viva por muito tempo, assim como Skyrim ainda é jogado mesmo depois de tantos anos.

  23. Falando sério não tô nem aí pra mídia porca de gamers, tanto Sony e Nintendo tem ótimas franquias que eu gosto muito. Más meu console preferido na antiga geração e nessa é o Xbox estou satisfeito com todos os recursos e serviços que ele possui e com os jogos também, esse ano teremos grandes jogos exclusivos que se encaixa no perfil dos donos de Xbox…que não é igual de quem prefere os exclusivos do PS4 ou switch, os haters que se fodam…eles fazem a cabeça de jogadores casuais não a minha que jogo games a muitos anos.

  24. Ofuscar exclusivos da Nintendo? Uma coisa que não acontece é um jogo que tenha relevância maior que os exclusivos da Nintendo, pode sair qualquer jogo de plataforma legal, mas Mário vai tar na frente, vish saiu Horizon? Jogo legal e tal, mas ficou totalmente esquecido na mídia por causa de Zelda que praticamente foi o jogo mais falado desde 2016. Pra conquistar o mercado vão ter que fazer jogos que conquistem seus fans e ao mesmo tempo um novo público, porém, que tenha uma proposta diferente do habitual, por exemplo essa foi a aposta do Switch em 2017, lançou o Zelda que uniu diversos elementos e mudou a formula da série, quem é fan gostou e quem não é ficou com vontade de jogar, creio que seja isso que falta, a vontade de jogar, PUGB é um jogo legal, mas convenhamos, por ser igual em todas as partidas, quando você aprende a jogar você enjoa rapidamente, a proposta do one é jogar online, então faça jogos online com diversos modos de jogo rodando a 60FPS, garanta ao jogador 600horas de jogo sem enjoar.

      1. Curti bastante joguei no emulador no PC e foi uma puta proposta, reformularam o jogo e ao mesmo tempo deixaram ele nos padrões, ao mesmo tempo que é mundo aberto, tem uma linearidade de cada parte da história, não tem dungeons, mas tem divine beasts pra compensar, tem história e tem muito oq fazer.

  25. O Xbox One S pode é bem melhor que o slim do PS4 e o X muito melhor que o PRO maaas… De que adianta se eu não posso jogar God of War, The last of us 1 e 2, série uncharted incluindo Lost Legacy, heavy rain, beyond two souls, Horizon Zero Dawn, Detroit Become Human, The Last Guardian, Shadow… Tipo, podem ficar com Pubg, nunca vai chegar aos pés desses jogos, adorei jogar todos e os que não joguei mal posso esperar.. E a maioria é offline.. Jogo online é repetitivo e as vezes só tem mlk dando rage então por isso prefiro PS4 do q Xbox mesmo sabendo que o console, a live e tudo mais são melhores.. Fica a questão mais importante… De que adianta ser o melhor videogame e não ter os melhores jogos?

    1. Pera, mais esse é seu gosto pessoal, não o da maioria, olhe os jogos mais vendidos no próprio ps4 são jogos com multiplayer, olhe as ips atuais da própria Nintendo, splatoom, arms, ips com foco no multiplayer, não é bem assim amigo, você tem seu gosto não generalize, eu por exemplo gostei muito de Alan wake, ryse, sunset overdrive, Dead rising 3, recore, ori, cuphead, Quantum break, state of Decay, jogos com foco no singleplayer exclusivos de Xbox, então não é uma exclusividade da Sony jogos deste gênero, a questão é que a Microsoft domina o cenário competitivo nos consoles por isso ficou com este rotolo.

    2. Essa é sua opinião, tem pessoas que prefere a série Forza, Gears e Halo… Exclusivo é coisa muito pessoal. Mas pelo jeito exclusivo esse ano é o que mais vai sair pra Xbox One. Mais uma vez, pra vc esses jogos são melhores, prós donos de Xbox assim como eu, estamos cagando pra esses jogos, pois possuo um Xbox One, por causa dos jogos e serviços. Valeu!

    3. Se eu quisesse jogar esses games da sua lista, tinha comprado um Ps4, mas não me interesso por nenhum dessa lista, quem compra Xbox one sabe que não tem esses jogos, compra porque curte outras coisas que o console da Microsoft oferece, como os serviços, o controle, a Live, e os jogos do Xbox one é simples, quem quer jogar os jogos do Ps4, compra um Ps4, quem quer jogar os jogos do Xbox, compra um Xbox e quem curte PC, curte PC, questão de gosto pessoal, muitos preferem os títulos do Xbox one é difícil entender isso?

        1. Vou traduzir. Não citei todos os exclusivos pra não ser covardia.
          Só esses 5 já espancam toda a biblioteca de exclusivos do ps4, vou nem citar killer instinct

  26. Exclusivos assim que a Microsoft tem que trazer para o xbox. Sem falar em alguns titulos como Vigilante 8 (que teve a versao arcade no 360), Bayonetta que era so pro 360. Dead or alive (que estava no play 1 e 2, passou pro xbox classic e 360 e voltou para o playstation)…. sem falar no classico e esquecido midtown madness. Minha geração de bons jogos acabou no play3 e xbox 360. Agora é só lixo eletrônico para tampar buraco e faturar em cima de quen ainda paga por bugs, historias sem enredo….

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *