Carregando...

Fecha o cerco contra grupo “Xbox Mil Grau” no Twitch, Youtube e até com a Rare

O assunto da semana são os escândalos das acusações de racismos feitas ao antigo grupo chamado Xbox Mil Grau, que agora tiveram que mudar de nome já que a Microsoft obrigou tal situação já que a marca estaria sendo utilizada para propagar ideias que a empresa não apoia.

A Microsoft sempre rejeitou o racismo e discursos de ódio e a atitude foi bastante elogiada por fãs no Twitter. Apesar disso, o cerco continua a ser fechado contra e já estão se manifestando para que a Rare proíba que eles utilizem seu mascote, o Rash de Battletoads (foto acima).

No Twitch, ontem entrou nos trends topics e até chhegou ficar em primeiro a tag TwichApoiaRacista”, e o portal de streaming da Amazon acabou banindo eles – aparentemente apenas por 14 dias. Contudo, parece que os manifestantes não irão descansar até que eles sejam expulsos.

Se você não viu, neste link aqui você pode encontrar vários vídeos com as piadas dos Ex-Xbox Mil Grau e entre elas incluem enaltecer Afolf Hitler, supremacia da cor branca, desmerecerem a cor negra, falam em senzala e muito mais. Atualmente, o grupo removeu quase todos os seus vídeos do Youtube, acredita-se que foi uma forma de se proteger e esconder piadas que podem se enquadrar como racistas e que o Google caso descobrisse suspenderia ou excluiria o canal.

Além disso, segundo o site Critical Hits, a ordem para expulsar o grupo da comunidade Xbox partiu do próprio Phil Spencer.

O Windows Club está aberto para caso o Ex-Xbox Mil Grau queira se manifestar ou se defender do que disse em diversos vídeos e mensagens em redes sociais.  Vamos continuar acompanhando o caso.

Jorge Henrique
Sou advogado, jornalista e fã da plataforma Windows há cerca de 10 anos. Faço cobertura em eventos e estou diariamente atento a respeito do universo da Microsoft no que tange aos produtos para os consumidores. Respondo como editor-executivo do Windows Club. Estou no Facebook e no Instagram a sua disposição.