Carregando...

Hellblade: Senua’s Sacrifice salvou jogador do suicídio

Muitos são os políticos ao redor do mundo que declararam guerra aos jogos e os culpam por tornar pessoas violentas, e infelizmente, ainda existem pessoas com este tipo de mentalidade. São vários países que proíbem jogos por conta dessa justificativa. Contudo, temos aqui um exemplo que merece ser repassado e monstra o lado positivo e que chegou ao ponto de salvar uma vida.

O caso emocionante foi de Jessica Prime, uma mãe orgulhosa através do Twitter informou Ninja Theory que graças ao Hellblade: Senua’s Sacrifice, seu filho reconsiderou e voltou atrás em seu plano de suicídio e esquivando-se da morte.

Obrigado, @NinjaTheory, por fazer Hellblade: Senua’s Sacrifice. Ele salvou a vida do meu filho. Depois de jogar, ele pediu para ir ao hospital para obter ajuda. Eu não podia suportar tudo com o que eu estava lidando e tinha plano para cometer suicídio. O jogo mudou esse plano. Obrigado ❤️.

A conta do estúdio no Twitter respondeu:

Obrigado por sua mensagem e é bom ouvir que encontrou um caminho através de suas dificuldades. Melhores desejos a todos vocês.

Hellblade: Senua’s Sacrifice relata uma viagem brutal na loucura. Situado na era Viking, uma guerreira mentalmente abalada embarca em uma missão obsessiva de sonhar e lutar pela alma de seu amante morto. Criado em colaboração com neurocientistas e pessoas que sofrem de psicose, o jogo nos imerge na fúria melancolia de uma pessoa desequilibrada.

A Ninja Theory já doou mais cerca cem mil dólares recentemente para instituições que cuidam de pessoas com doenças mentais.

Jorge Henrique
Sou advogado, jornalista e fã da plataforma Windows há cerca de 10 anos. Faço cobertura em eventos e estou diariamente atento a respeito do universo da Microsoft no que tange aos produtos para os consumidores. Respondo como editor-executivo do Windows Club. Estou no Facebook e no Instagram a sua disposição.