IGN EUA é acusada de publicar fake news por ex-editores

Nas últimas horas, muito barulho entorno da IGN USA, a famosa revista americana de videogame. Agora temos uma outra polêmica, dessa vez mais grave do que o plágio da review de Dead Cells. O caos foi causado por acusações feitas por alguns ex-editores do Twitter, a saber Mitch Dyer e Kallie Plagge.

De acordo com as palavras dos dois antigos ex-funcionários da revista, os dois antigos diretores Steve Butts e Tal Blevins teriam pressionado seus subordinados por um longo período, humilhando-os em várias ocasiões e às vezes forçando-os a escrever notícias inventadas (fake news), fazendo-as assinar: de modo a aumentar as visualizações no site. Nesse sentido, parece que as notícias de 2014 sobre a saída de Amy Hennig da Naughty Dog, que segundo os artigos publicados pela IGN USA, eram devidas a más relações entre ela e a desenvolvedora. Uma das notícias falsas que, segundo Dyer e Plagge, teriam sido impostas aos editores, outra seria também a do suposto cancelamento de The Last Guardian, que causou alvoroço no momento da publicação, apesar do fato de ter sido uma notícia completamente inventada.

Os tweets também falam sobre suposto favoritismo em relação à Rockstar, com medo de não receber cópias promocionais dos jogos. Não menos graves são as acusações de disparidade no tratamento dos funcionários da empresa, uma vez que alguns deles estavam hospedados em hotéis de luxo durante as visitas à imprensa, enquanto outros eram forçados a ficar em lugares baratos e sem nenhum conforto.

Timdog exibiu um vídeo onde, segundo ele, mostra quando a Playstation Experience foi fraca, mas a IGN não queria chatear os fãs da Sony:

Eu não ia dizer nada porque tinha medo, mas o diabo. Levei anos para me recuperar de todos os abusos que sofri no IGN. Eu escrevi sobre um único incidente, mas trabalhar com Steve Butts e Tal Blevins foi uma experiência incomparável em termos de abuso. ”

Segundo Dyers, no entanto, a situação do jornal hoje seria completamente diferente devido ao saída dos dois indivíduos. De fato, o ex-editor afirma ter contatos na IGN EUA e que, no momento, estão todos muito felizes com a atual situação de trabalho.

À espera de uma resposta dos dois acusados, Butts e Blevins, para responder aos tweets dos dois ex-editores, havia também Neil Druckmann, diretor de jogos de The Last of Us Part 2,  confirmou  que a notícia de 2014 era fake.

204 comments on “IGN EUA é acusada de publicar fake news por ex-editores

  1. Para o sonistas, a mídia gamer é a mais limpa e imparcial que existe. kkkkkkkkkkkkkkkkkkk Eu falo que esses otários vivem em um mundo paralelo. Tem corrupção em todas as mídias, mas para os sonystinhas, a mídia gamer é muito limpa e faz seu trabalho honesto sem pensar em dinheiro. Esses Youtubers que recebem jogos antecipados, não da pra confiar em nenhum também, tudo chupa bola.

    1. Eles não se importam, desde que digam a eles o que eles querem ouvir está perfeito! Essa merda acontece a muito tempo. Está realmente nojento e piorou agora com esses youtubers famosinhos formadores de opiniões.

    2. Essa semana tava vendo um video de um volante pra ver se prestava, no video tu via q negócio tinha folga e respondia mal e com atraso e cara elogiando o volante kkkk

    3. Essa mídia limpa e imparcial, deu nota baixa para Days Gone, The Order, Knack,….mas engraçado que ninguém, lembra disso, como também ninguém lembra que Microsoft PAGA/PAGOU para diversos Youtubers falarem bem da plataforma, e até mesmo para produtoras não mostrarem seus jogos no PS4…

      https://www.eurogamer.pt/articles/2013-06-08-rumor-microsoft-paga-a-produtoras

      https://canaltech.com.br/consoles/youtubers-eram-pagos-pela-microsoft-para-falarem-bem-do-xbox-one-48579/

      https://exame.com/tecnologia/microsoft-paga-personalidades-do-youtube-por-analises-positivas-diz-site/de>

      Não adianta vcs arranjarem desculpa…independente de vc gostar ou não da história, não da pra negar que TLOU2 é um ótimo jogo, com gráficos lindos e muito bom de se jogar….é insanidade negar isso ! Vc pode ate não gostar do jogo, mas tem que ser muito doente pra achar que o jogo não é um master piece, uma obra de arte tal qual RDR2 (que eu não curto e acho chato pra carale*), mas não sou louco de negar que não é um grande jogo !!! É mesma coisa que um babaca vir aqui falar que Forza é um jogo chato, ruim e com gráficos feios…por favor, né??? isso não cola…

        1. O ruomor fala sobre isso:, “e até mesmo para produtoras não mostrarem seus jogos no PS4…”

          Os outros dois links não são rumores tb?? comenta aí o que vc acha…

  2. Recentemente saiu uma notícia falando que alguns ‘críticos’ do Meta deram notas boas pra TLOU2 por medo de não constarem mais na lista de ‘favoritos’ da Sony, e assim pararem de receber os ‘jogos de graça’ para as análises.

    Sinceramente, não sei se é verdade ou não, mas de uma coisa eu estou certo, se for verdade, praticamente 95% da indústria se comporta assim…

    1. Eu só sei de uma coisa, acabei de olhar: na psn store, em que só pode votar quem comprou o jogo, tlou2 esta com 4.5 estrelas de um total de 5, o que dá uma nota aproximada de 90%. Pode até cair um pouco, mas, garanto que não baixa de 4 estrelas. Esta é a nota que importa.

        1. Eu vou usar 1o a minha experiência. Se for olhar nota, não vai ser uma que qualquer uma vai lá e vota, sem nem ao menos ter o console. Mas, este tipo de comportamento tem de ambas as partes.

      1. Não, Cracudão realmente é um jogo ruim e Sea of Thieves foi lançado com pouco conteúdo, por isso a nota tão baixa, porém no caso do SoT, o problema do jogo foi corrigido tempos depois e hoje ele tem conteúdo pra dar e vender. O problema de se apoiar em notas de forma incondicional é que, diferente dos games, elas não são atualizadas, um bug ou falta de conteúdo de um jogo pode muito bem ser corrigido em atualizações posteriores, porém a nota do jogo não é atualizada. SoT é um jogo muito diferente do que era no lançamento, sinto pena de quem deixa de jogá-lo só por conta de sua nota baixa no Meta, se é que alguém faz isso.

        1. É porque o sistema de reviews está defasado e não se aplica corretamente a jogos de serviço.
          Uma coisa é na época do PS2/Xbox/Game Cube, onde o lançamento do jogo era definitivo.
          Hoje em dia, com grande parte dos jogos sendo serviço, o jogo hoje é muito diferente do que será ano que vem, pois estão sempre recebendo conteúdos novos, melhorias, etc.
          Aposto que 80% das críticas feitas ao SOT no lançamento não se aplicam mais hoje em dia.
          E aí, quem vai fazer a “re” review?
          A IGN fez, aposto que com um “incentivo” financeiro da M$, mas foi apenas ela.

    2. metacritic.com/game/playstation-4/spongebob-squarepants-battle-for-bikini-bottom—rehydrated

      Cara, depois de tlou 2 o pessoal começou a comparar as notas do metacritic e dá pra ver uma discrepância em diversos jogos. Não sei qual o critério que geralmente usam e se avaliam bem quando recebem mimos, mas tá ficando muito mais feio do que já era

        1. Já dizia o ditado: Quem desdenha, quer comprar!

          Você se incomoda tanto com isso, que eu acho que quem tá desejando macho é você!

          Isso se já não fizer na encolha, como metade desses machões homofóbicos de internet. Sai do armário, passivona!

        1. Não, eu respeito ostras, e todos os demais ‘bichinhos’! Diferente de uns e outros que se incomodam demais com o C* alheio!

  3. Como o GamerGate não teve repercussão no Brasil, aqui achamos ser novidade coisas como essas, mas a verdade é que já há muitos anos que a mídia gamer é vista no exterior com desconfiança.

    Resumo do GamerGate: descobriram que uma moça chamada Zoe Quinn fez um jogo e dormiu com um jornalista pra ganhar notas melhores. Um dos Baldwin brothers (Alec, Stephen, etc., enfim, os atores) retweetou a hashtag #GamerGate. Na época, quem defendeu a Zoe Quinn, acusando os detratores dela de “slutshaming”, foram os mesmos que hoje criticam quem não gostou de TLOU2.

    Essa história de condicionar envios de jogos a reviews camaradas é sim uma forma de SUBORNO. É antiético. Jornalista que se presta a esse papel desonra a profissão. As publishers que se prestam a subornar jornalistas dessa forma, algumas das quais eu curto, estão sim estragando a indústria.

    Porém também é preciso dizer que a alt-right tem se envolvido/infiltrado nessas reações contra a mídia gamer pra fazer lavagem cerebral e angariar seguidores… Um exemplo de alt-right canalha como esse é o nosso querido Dzin.

  4. “protect their relationship with Sony.” Querem comprovação maior que essa? Que evitam criticas a Sony para não serem prejudicados, está mais que comprovado.

    1. Na real vc saiu do contexto…oq aconteceu e que obrigaram o cara a escrever uma mentira e usando o nome dele…sendo assim, os “gestores” tiravam os deles da reta da fake news e botavam a culpa no pobre escritor.

      E claro que a Sony ia querer comer o anus of us…o cara ta escrevendo uma mentira, ai caia nos escritores.

      1. E da na mesma, ao criticar a sony ou invetarem mentiras com o nome dela colocam na conta do jornalista pra ele sofrer as penalidades da Sony e o site sair de boa, coisa que com certeza a Sony não engoliu.

  5. O cara mete uma foto do The Last of Us para Dar a entender que o cara favoreceu o jogo, sendo que a notícia fake era prejudicando…. Kkkkk

    Este Jorge é uma piada

    1. É envolvendo a ND oras, fora que ali tem algo que me chamou a atenção.
      Os tweets também falam sobre suposto favoritismo em relação à Rockstar, com medo de não receber cópias promocionais dos jogos

      Isso aconteceu com a ND recentemente, onde um revisor chinês, acusou a Sony de ter uma lista negra.

  6. Mas alguém tinha alguma dúvida à respeito? Só sonhystas que vivem no mundinho colorido deles pra crer na idoneidade e imparcialidade. Eles querem ser bajulados, não a verdade.

  7. Li isso tudo no Twitter hoje, mas achei que era fofoca boba, e ia perder relevância. Mas a parada tá séria.

    E cá entre nós, todos sabem disso, só não tinha provas.

    1. Nao tinha provas ? Todo jogo da Sony sendo ruim ou bom sai como notas altas, vide tlou2 que é um verdadeiro fracasso pelos verdadeiros jogadores: os usuários.
      Mídia nojenta essa .

  8. Tô jogando the last of us 2 e não vou mentir…tem muita… muita lacração,mas o gameplay e incrível…vou zerar e ver a nota que o jogo merece!

          1. Óbvia, e teve recorde de discos quebrados tbm.
            Jajá ninguém compra.
            A mídia especializada vendeu bem, mais nem todo mundo é otário.

      1. É oq começo a pensar a respeito, parece que não acreditam no conteúdo da marca e sim nas flame wars. A ideia do site deixou de ser trazer informação de xbox e virou algo como “Vejam a nova da Sony! Briguem desgraçados, briguem!”

        E isso é chato, até pq as vezes tem umas matérias bem bacanas.

    1. pq se n fosse tlou ia ser qual? tlou 2 cheio de analise corrupta, um desrespeito para os gamers , o jogo ta cheio de gente falando mal, todo bugado, historia fraca, e uma piada de mal gosto para os fãs, tipo achei o tlou 1 melhor q red dead 2 por exemplo, e esse 2 é um lixo

      1. Tipo… Uma foto do logo da IGN? Ou mesmo da Rockstar? Dessa forma, dá a entender que a fake news é sobre TLOU (é sobre a Amy Hennig, nem é sobre o jogo).

        Só acho que ficar apelando pra “Polêmica envolvendo a Sony! Corram! Corram!” é meio deplorável, até para os padrões do Jorge. O nível está caindo bastante…

  9. Não acredite em Youtuber com canal grande e não acredite em site gamer grande. IGN BR já tomou vários exposeds devido a conduta canalha de seus jornalistas. Eu destaco o review do Cuphead, no qual a lacradora não passou nem da primeira ilha, e uma matéria sobre o Zelda do Switch em que o lacrador plagiou palavra por palavra um video de um Youtuber americano.
    As notinhas do The Last of Us 2 novamente mostram a podridão deste meio, que vende a sua credibilidade muitas vezes só por um acesso antecipado. Quem escreve a verdade vai pra lista negra da Sony.

  10. Quem não lembra do brksedu fazendo malabarismo para falar do jogo do kokojima, que não ia mais jogar porque isso, porque aquilo, tudo medo de perder os mimos…kkkk

      1. Faz sentido na verdade. Se vc começa a receber muitas notificações de videos que vc não quer assistir vc pode querer cancelar a inscrição do canal.

      2. Mas era verdade: o YouTube caga os canais com vídeos muitos longos que ninguém assiste inteiro. O Death Stranding não estava atraindo as pessoas pra assistir.

      1. Engraçado o eufemismo dele pra dizer: “As lives dessa merda não estão sendo um sucesso, todo mundo só vê o primeiro e ignora os outros vídeos da série, isso caga o algoritmo do YouTube e caga meu canal.”

  11. E agora tem jornalista BR pedindo IdGT pra dar notas pros jogos, Ué mas quando pediam a ID/ GT deles falavam q era assédio que isso não prova nada se jogou ou não kkkkkkkkkkkkkkk que bando de hipócritas do crl, esse jogo só provou a farsa das notas e reviews de youtubers e Jornalistas vendidos babando pra ganhar PS5 da queridinha Sony!

    Queiram ou não, gostem ou não mas o tifi existe pra desmascarar esse bando de otário !

  12. Isso é uma prova de que a mídia gamer esta piorando muito de uns tempos (anos) pra cá, hipocrisia e imparcialidade existe em todo tipo de mídia. infelizmente com consoles não seria diferente, porem o que mais me chama atenção é que os caras mentem na cara de pau mesmo e a geração nutela (alienados) não tão nem ai, afinal todos somos consumidores e merecemos coisa melhor do que a porcaria de mídia que temos hj em dia principalmente os youtubers, que muitas das vezes não jogam nada.

    1. A mídia não presta, seja ela focada em games ou qualquer outro assunto. São uns podres que vivem numa bolha ou tem interesses porcos, com as devidas exceções.
      Ninguém deveria acreditar no que esses grandes jornais dizem.

  13. Esse tipo de notícia só mostra como a política e os interesses estão em todos os lugares, inclusive nos jogos e nas avaliações destes. Isso seria minado se as pessoas fossem mais críticas com o que lêem.

  14. Comentário direcionado para o lipinho, ele anda apagando os comentários.

    Fo$%$%se, chora, Tlou II um fracasso dentre os fã, vai la otário, aplaude mais esses lacradores, detonaram um jogo que poderia ser uma obra de arte. Lixo.

    1. Concordo. To jogando e sim,a história se tornou palco pra ATIVISMO GAY dentro dos jogos. Quanto a gráficos e gameplay, impecável.

    2. Geralmente eu discordo de 99% dos teus comentários na Gamevício. Como ando jogando TLOU 2, dessa vez vou concordar: detonaram um jogo que poderia ser uma obra de arte.

  15. Quando a gente fala, é fantasia…

    Mas daqui a pouco aparece um fulano botando panos quentes e a massa vai cair na conversa e continuar com os olhos fechados como sempre…

    1. Não interesso por nenhum, que pena.
      Agora que terminei “A Plague Tale” estou procurando um novo jogo de campanha legal para jogar mas não decidi ainda. Estou entre: RE 7, Quantum Break, Silent Hill 3, Alien Isolation, Batman Arkham Knight (pois pode sair da Game Pass em algum momento), Blair Witch, Unravel 2, Zombi e A Way Out.
      Alguma sugestão?

      1. tem amigo pra jogar o a way out? se n tiver eu gostaria kkkk, alien isolation é o motivo de ter assinado a gamepass,jogaço mas depois q vc começa ele, n quer trocar de jeito nenhum, a campanha é curta mas levei mais de 20 horas pra terminar pq vc faz tanta coisa e o alien é inteligente demais e semprre te atrrapalha em algo , blair witch é curto, terminei na segunda ou terceira gameplay, ja o quantum break q tbm é curto mas Acho melhor vc terminar qnd n tiver nada pra jogar, o alan wake tbm, o batman eu n curti, achei mto inferior ao asylum

        1. “tem amigo pra jogar o a way out? se n tiver eu gostaria”

          Ter eu tenho, mas o maluco está morrendo de preguiça de jogar kkkkkk, e precisamos, pois pegamos 1 mês de EA Access (R$6) e precisamos aproveitar essa assinatura.

          “alien isolation é o motivo de ter assinado a gamepass”

          Amo a franquia Alien e tenho curiosidade com esse jogo, o problema é ele ser focado em stealth quase que 100%, eu não gosto muito e sou péssimo em stealth

          “o alien é inteligente demais e semprre te atrrapalha em algo”

          Outra situação foda kkkk…ele inteligente e eu burro no Stealth, acho que ele terá muita vantagem

          “blair witch é curto, terminei na segunda ou terceira gameplay”

          Esse eu testei na epoca do lançamento e achei interessante, mas estava com pouco tempo pra jogar e encostei

          “ja o quantum break q tbm é curto mas Acho melhor vc terminar qnd n tiver nada pra jogar”

          Mesmo caso do Blair Witch, testei e encostei

          “o alan wake tbm”

          Esse joguei a muitos anos atrás, excelente jogo

          “o batman eu n curti, achei mto inferior ao asylum”

          Eu tenho o Arkham Asylum e o City (comprados), mas só zerei o Asylum. Meu medo é o Arkham Knight acabar saindo da Game Pass.

  16. Os grandes veículos midiáticos são podres. A maioria dos jornalistas não tem o mínimo de decência e só fazem um “deserviço”, com as devidas exceções. Infelizmente, não é exclusividade da mídia gamer.

  17. Como o GamerGate não teve repercussão no Brasil, aqui achamos ser novidade coisas como essas, mas a verdade é que já há muitos anos que a mídia gamer é vista no exterior com desconfiança.

    Resumo do GamerGate: descobriram que uma moça chamada Zoe Quinn fez um jogo e dormiu com um jornalista pra ganhar notas melhores. Um dos Baldwin brothers (Alec, Stephen, etc., enfim, os atores) retweetou a hashtag #GamerGate. Na época, quem defendeu a Zoe Quinn, acusando os detratores dela de “slutshaming”, foram os mesmos que hoje criticam quem não gostou de TLOU2.

    Essa história de condicionar envios de jogos a reviews camaradas é sim uma forma de SUBORNO. É antiético. Jornalista que se presta a esse papel desonra a profissão. As publishers que se prestam a subornar jornalistas dessa forma, algumas das quais eu curto, estão sim estragando a indústria.

    Porém também é preciso dizer que a alt-right tem se envolvido/infiltrado nessas reações contra a mídia gamer pra fazer lavagem cerebral e angariar seguidores… Um exemplo de alt-right canalha como esse é o nosso querido Dzin.

  18. A gestão do Steve Butts foi maculada por inúmeras denúncias como esta. Parece que ele criou um ambiente desagradável de trabalho, além das várias denuncias similares às descritas neste artigo. O impressionante é que ele foi o editor chefe por vários anos. Fico feliz em saber que, hoje, o ambiente é bem melhor.

    Não creio que a IGN seja vendida mas eles mesmos se apresentam como um sítio para entusiastas. Ou seja, só quando inevitável farão matérias de aspecto negativo. Eu não tenho muita paciência para este tipo de coisa.

  19. Como disse em um comentário aqui:
    Na indústria do jornalismo só se mantém puro aqueles que não visam o dinheiro.
    Imagina você fazendo sua matéria supostamente imparcial e posta no teu site, tudo bem né? Pode ser que ninguém leia pq seu site não é famoso mas como vc faz o trabalho de caridade, não tem problema ter pouca visualização.
    Quer dinheiro? Tem que achar um veículo da imprensa pra te divulgar mais. E adivinha: vc acaba de perder sua liberdade, teu patrocinador manda em ti.

  20. Timdog disse que era para não irritar A SONY, não os fãs… E é exatamente por isso que jornaleiros e lixos dessa natureza chupam o saco da Sony… O medinho de não ser convidado pra evento, não receber joguinho grátis… O Chief tem razão: CORRUPTOS!

  21. Uma coisa que começa a fazer sentido é que esse grupo de sonystas que vem enchar o saco aqui são todos da mesma panelinha do felipe024, isso ficou claro quando ele disse que o rodrigo surtado está na lista de amigos da psn dele. Neto/King Ragnar, adriano, mass effect, felipe cuzeiro e rodrigo surtado são todos do mesmo grupo de doentes psicopatas.

  22. São esses ai que dão os Goty para os Joguinhos da Sony e fazem os poneyzinhos se melarem todinhos de alegria 🙂 No fim a XMG sempre teve razão, além serem uns fracassados que nem jogam tbm são corruptos e fazem de tudo pra não perderem os mimos da mamãe Sony ;-;

  23. Bicho chega a dar nojo dessas midias ´´especializadas“ é muito trabalho porco, passando desinformação em massa, e eles ganham para privilegiar algum produto/plataforma e desmerecer outras, cara tá um lixo em todo lugar, mas o que vejo é a galera caindo em si, a galera está abrindo os olhos e vendo o tão mal essa ´´midia especializada´´faz para o mundo dos gamers!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *