Carregando...

Jogadores de consoles estão desativando cross-play de Call of Duty: Warzone para evitar trapaças

Trapaceiro! Os jogadores de console, sejam do Xbox One ou do Playstation 4, desejam desativar o cross-play com o PC. Cada vez mais jogadores decidem que desejam desativar essa função em Call of Duty: Modern Warfare/ Warzone, à medida que mais e mais trapaceiros de PC enchem os servidores.

Como já foi dito, a Activision não está ociosa e já baniu 70.000 trapaceiros do jogo. O problema é, no entanto, que esses jogadores podem simplesmente criar uma nova conta e continuar jogando. Na maioria das vezes, esses trapaceiros usam a segunda ou a terceira conta antes de ativar o Aimbot Assistant ou outras ferramentas de trapaça.

Consequentemente, uma proibição de conta não é particularmente útil, e é por isso que cada vez mais jogadores de PC exigem uma proibição de hardware. Isso não baniria a conta sozinha, mas o hardware – no qual o jogador está jogando – de Call of Duty: Modern Warfare. É o mesmo que redes como a Xbox Live adotou nos tempos de Xbox 360, por exemplo.

This guy is cheating in MP, dude told me to F off and report him because he’ll just make another account. from r/modernwarfare

Another Blatant Cheater Name “Freedom” Please add anti-cheat. Groundwar is unplayable like this from r/modernwarfare

This is the second lobby I’ve been today with someone with walls/aimbot. Anti-cheat doesn’t pick up on that?? from r/modernwarfare

Cheater been hacking for 2 months from r/modernwarfare

Agora, um trapaceiro no Reddit está até dando dicas aos desenvolvedores sobre como banir o Aimbots do jogo. Mas o maior problema é que a Activision lançou o jogo sem um sistema anti-fraude, estragando a diversão de todos os jogadores honestos.

Por que os responsáveis ​​pelo jogo não criaram um sistema anti-fraude tão importante no setor de PCs é extremamente questionável e uma enorme bagunça para todos os jogadores honestos! Agora, resta apenas desativar este recurso nas configurações dos consoles.

Jorge Henrique
Sou advogado, jornalista e fã da plataforma Windows há cerca de 10 anos. Faço cobertura em eventos e estou diariamente atento a respeito do universo da Microsoft no que tange aos produtos para os consumidores. Respondo como editor-executivo do Windows Club. Estou no Facebook e no Instagram a sua disposição.