Carregando...

Kamiya abre as portas da Platinum para a Microsoft

Kamiya abre as portas da Platinum para a Microsoft

scalebound

Embora tenham tido jogos nefastos, eles também obtiveram êxito em alguns gêneros com títulos como Vanquish ou Bayonetta. Platinum Games é um estúdio que pode nos surpreender com o pior ou o melhor. O estúdio japonês é lar de vários talentos do setor. Hideki Kamiya é, talvez, o líder mais chamativo do estúdio, mas há um bom número de mentes criativas que também colaboram.

No que diz respeito à Microsoft, temos que nos lembrar de Scalebound novamente. O jogo de ação com dragões e criaturas enormes seria um dos grandes jogos do Xbox em 2017. Mas no ano passado, surgiram notícias sobre o cancelamento do jogo. Tem passado um ano e meio e, embora existam várias teorias, não sabemos ao certo o que aconteceu entre os japoneses e a Microsoft.

A verdade é que aparentemente não existiu uma ruptura entre as duas empresas, uma não fechou as portas para outra. Na verdade, Kamiya as abriu, literalmente, através do Twitter.

“Nossa porta está sempre aberta” é o que o designer respondeu à questão de saber se algum dia trabalharão com a Microsoft novamente. Kamiya é bem conhecida no Twitter por responder sem meias palavras, por isso, se realmente não quisesse trabalhar com a Microsoft teria dito.

Lembre-se que há apenas um ano, Platinum anunciou que passou a publicar seus próprios jogos, algo que lhes dá teoricamente mais liberdade na escolha e desenvolvimento de projetos. Vamos ver se a Redmond nos surpreende com um novo IP (ou uma saga bem conhecida) desenvolvido pela Platinum. Será que a Microsoft estaria interessada? 

Jorge Henrique
Sou advogado, jornalista e fã da plataforma Windows há cerca de 10 anos. Faço cobertura em eventos e estou diariamente atento a respeito do universo da Microsoft no que tange aos produtos para os consumidores. Respondo como editor-executivo do Windows Club. Estou no Facebook e no Instagram a sua disposição.

Curta nossa nova página no Facebook!