Carregando...
0 1

Microsoft, Amazon e Google disputam pelo título de 2ª empresa mais valiosa do mundo

Microsoft, Amazon e Google disputam pelo título de 2ª empresa mais valiosa do mundo

microsoft-feliz-loja-fas

O valor de mercado da Microsoft está em torno de US $ 745 bilhões nesta quinta-feira, e estamos assistindo uma batalha acirrada com a matriz do Google, Alphabet, (US $ 747 bilhões) e Amazon (US $ 739 bilhões) pelo título de segunda maior empresa do mundo. Após décadas, a Microsoft continua no grupo elite das empresas de tecnologia.

Todas as empresas estão atrás da Apple (US $ 902 bilhões) em valor de mercado, segundo a Nasdaq. A Amazon assumiu o papel de segunda empresa norte-americana mais valiosa no início deste ano, mas seu valor caiu depois dos ataques do presidente Trump sobre seus contratos com o Serviço Postal dos EUA e a cobrança de impostos sobre vendas.

O CEO Satya Nadella reconstruiu o status da Microsoft como uma potência tecnológica com base em sua estratégia focada em nuvem, uma ênfase recente na inteligência artificial e minimizando o Windows como o sucesso total da empresa.

No ano passado, a Microsoft obteve US $ 20 bilhões em receita anualizada de seus produtos e serviços de nuvem comerciais, uma meta auto-imposta por Nadella em 2015. Nadella definiu a meta de receita em nuvem como uma forma de mudar a percepção da Microsoft dentro e fora da empresa. Em vez da obsessão de décadas com as vendas do Windows como o principal indicador do desempenho da Microsoft, o foco – e a entrega – de uma grande meta de receita de serviços na nuvem mostraram que a empresa estava pronta para entrar em uma nova era.

Em 2016, a Microsoft criou a AI e o Research Group, na época a quarta divisão de engenharia dentro da empresa. O grupo cresceu de 5.000 pessoas para 8.000 no primeiro ano. No mês passado, a Microsoft reformulou suas divisões de engenharia para focar ainda mais inteligência artificial e computação em nuvem.

Diversos analistas acreditam que o ímpeto positivo continuará para a Microsoft, prevendo que a empresa atingirá um valor de mercado de US $ 1 trilhão antes de seus rivais da tecnologia.

VIA

Jorge Henrique
Sou advogado, jornalista e fã da plataforma Windows há cerca de 10 anos. Faço cobertura em eventos e estou diariamente atento a respeito do universo da Microsoft no que tange aos produtos para os consumidores. Respondo como editor-executivo do Windows Club. Estou no Facebook e no Instagram a sua disposição.

Curta nossa nova página no Facebook!