Carregando...

Microsoft está entre as melhores editoras de jogos do Metacritic, Sony não!

Se você for um sujeito desavisado pode até acreditar que a japonesa Sony é a “rainha das notas”, mas de acordo com o Metacritic ela está longe disso, e inclusive está fora do top 10. O Metacritic é o repositório de notas mais popular da web, e sempre está rodeado de polêmicas.

Agora, Metacritic revisou seus dados de 2019 e publicou sua lista de editoras com as melhores notas de 2019. Este não é um caso simples de apenas observar a pontuação média do Metacritic de cada editora – há uma metodologia totalmente nova este ano, com o Metacritic atribuindo uma pontuação a cada editor com base nos seguintes critérios.

  • Metascore médio para todos os jogos lançados em 2019 por 150 pontos possíveis (concedido em 1,5 x o Metascore médio)
  • Porcentagem de produtos pontuados com boas avaliações (Metascore de pelo menos 75) para 100 pontos possíveis (por exemplo: 80% bom = 80 pontos)
  • Porcentagem de produtos pontuados com críticas ruins (49 ou menos; nesse caso, uma% menor é melhor) para 100 pontos possíveis (por exemplo: 20% ruim = 80 pontos)
  • Número de títulos “ótimos” (Metascore de 90 ou mais, min. 7 avaliações) atribuídos como 5 pontos de bônus por cada título distinto, com uma pontuação de mais de 90

Então, por esse critério, a principal editora de 2019 foi… 505 Games! Depois de passar por uma editora de médio porte por anos, 505 lançou jogos como Control, Bloodstained: Ritual of the Night e Indivisible. Enquanto isso, o top 5 foi completado pela Activision Blizzard, Nintendo, Paradox Interactive e o top-chart de 2018 da Capcom. Quanto aos editores com baixo desempenho, o Take-Two foi o 12º, EA nº 13, Ubisoft nº 14, Sony nº 22 e a Bethesda está em 30º.

A Xbox Game Studios, que é relativamente nova já que está com novos estúdios, ocupou a sétima colocação. Não sei ao certo se The Outer Worlds entrou nessa lista, já que foi publicado pela Take-Two. Talvez a pontuação da Microsoft fosse ainda maior. A posição da Sony não é de se admirar já que seus jogos tiveram baixas notas no ano passado, Days Gone não ajudou e os títulos do PSVR a despencaram ainda mais.

Você pode conferir abaixo as 40 principais editoras de 2019 abaixo (os números são a média Metacritic de cada editora e a pontuação geral de pontos):

  1. 505 Games – 80 (306.7)
  2. Activision Blizzard – 79.9 (301.4)
  3. Nintendo – 80 (299.2)
  4. Paradox Interactive – 77.8 (296.8)
  5. Capcom – 79.1 (291.1)
  6. Annapurna Interactive – 80.5 (290.7)
  7. Xbox Game Studios – 76.4 (289.6)
  8. Humble Bundle – 76.2 (289.2)
  9. Square Enix – 76.1 (285)
  10. Devolver Digital – 76 (283)
  11. Focus Home Interactive – 74.7 (273.6)
  12. Take-Two Interactive – 74.9 (273.4)
  13. Electronic Arts – 75.2 (270.9)
  14. Ubisoft – 73.3 (265.9)
  15. Team17 – 74.7 (265.1)
  16. Spike Chunsoft – 75.3 (262.9)
  17. Koei Tecmo Games – 74.7 (262.1)
  18. Sega – 73.4 (253)
  19. Bandai Namco Games – 71.4 (246.5)
  20. Konami – 69.9 (244.8)
  21. Idea Factory – 68.7 (240.6)
  22. Sony – 71.5 (240.5)
  23. PQube – 68.2 (237.6)
  24. XSeed/Marvelous – 69.4 (234.9)
  25. TinyBuild – 67.8 (230.3)
  26. Iceberg Interactive – 70 (229.9)
  27. Koch Media – 69.9 (229.9)
  28. Digerati Distribution – 69.3 (229)
  29. THQ Nordic – 66.3 (225.4)
  30. Bethesda Softworks – 69.1 (225.1)
  31. NIS America – 69 (222.2)
  32. Daedalic Entertainment – 66.7 (222)
  33. QubicGames – 65.5 (218.2)
  34. Curve Digital – 66.2 (215.1)
  35. Plug In Digital – 66.1 (209.1)
  36. Ratalaika Games – 62.9 (203.5)
  37. Bigben Interactive – 64.7 (201.5)
  38. 1C Company – 62.1 (193.2)
  39. Headup Games – 61.3 (192)
  40. Merge Games – 61.8 (188)

O que você acha? Alguma surpresa nessa lista?

Jorge Henrique
Sou advogado, jornalista e fã da plataforma Windows há cerca de 10 anos. Faço cobertura em eventos e estou diariamente atento a respeito do universo da Microsoft no que tange aos produtos para os consumidores. Respondo como editor-executivo do Windows Club. Estou no Facebook e no Instagram a sua disposição.