Carregando...

Microsoft reitera: “60fps será a saída padrão do Xbox Series X, mas não será obrigatório”

As polêmicas para a próxima geração já estão a todo vapor, principalmente após o Inside Xbox da Microsoft. Na semana passada, 4K e 60fps foram estabelecidos como padrão no Xbox Series X e não demorou muito para que Assassin’s Creed Valhalla colocasse uma nuance. A nuance de que o jogo não confirma os 60fps o que levantou bolhas na comunidade. Agora, Aaron Greenberg esclarece que a decisão de 60fps depende dos desenvolvedores.

Em plena agitação pela confirmação de que Assassin’s Creed Valhalla se vai ou não oferecer 30fps, entre aqueles que querem defender e querem usar esse argumento como uma arma, o gerente do Xbox quis esclarecer que eles não impõem as regras aos desenvolvedores.

Os desenvolvedores sempre têm flexibilidade na maneira como usam o poder; portanto,  60fps não é um mandato.

Estas são as palavras de Aaron Greenberg que responderam a Tom Warren, que também se juntou à controvérsia causada por Assassin’s Creed Valhalla. Lembrando as informações da semana passada, houve rumores de que a saída do Xbox Series X suporta até 120Hz e, com ela, permitirá a exibição perfeita de jogos de até 120fps, onde encontramos jogos como o DIRT 5. Agora, foi esclarecido que o desempenho e a qualidade dos jogos são algo que depende dos próprios estúdios.

Sempre que os detalhes de um hardware são oferecidos, os limites a que eles costumam ser expostos, e o Xbox Series X é um hardware que suporta até 8K e 120Hz, representando os limites superiores de sua saída. Existem muitos aspectos que limitariam esse equilíbrio entre resolução e desempenho, e parece que muitos não perceberam que essa combinação está ainda mais em perigo se considerarmos o uso do Ray Tracing.

Jorge Henrique
Sou advogado, jornalista e fã da plataforma Windows há cerca de 10 anos. Faço cobertura em eventos e estou diariamente atento a respeito do universo da Microsoft no que tange aos produtos para os consumidores. Respondo como editor-executivo do Windows Club. Estou no Facebook e no Instagram a sua disposição.