Carregando...

Na Rússia, Call of Duty: Modern Warfare é exclusivo dos consoles Xbox One

Isso é algo no mínimo inusitado e que nem todos esperavam, mas um dos jogos de tiro mais comentados do ano, Call of Duty: Modern Warfare, foi removido da PlayStation Store da Rússia. Contudo, os russos não precisam de tristeza pois o título estará disponível exclusivamente nos consoles Xbox One, e também em PCs.

A remoção do título da loja russa foi anunciada pela conta oficial do Twitter russa do Call of Duty. O tweet original foi, obviamente, publicado em russo, mas para aqueles que falam russo, colocamos o tweet original abaixo.

В основе Modern Warfare – полностью вымышленная история, тщательно созданная, чтобы доставить удовольствие всем игрокам. SIE решили не продавать игру в российском PS Store. Мы с нетерпением ждем выхода игры в цифровом варианте для ПК и Xbox 25 октября.

Felizmente, para aqueles que infelizmente não falam russo, traduzimos o tweet original para o inglês:

“Call of Duty: Modern Warfare é um jogo fictício que foi cuidadosamente criado para entreter os fãs e contar uma narrativa convincente”, diz a declaração traduzida.

“A Sony Interactive Entertainment decidiu não vender Modern Warfare na PlayStation Store na Rússia no momento. Estamos ansiosos para lançar Modern Warfare digitalmente na Rússia em 25 de outubro no PC via Battle.net e no console via Xbox. ”

Embora o título não tenha sido retirado da loja pelas mãos da editora Activision, pode haver um raciocínio político por trás do distanciamento da Sony. A campanha single player da Modern Warfare inclui inúmeras histórias que descrevem soldados russos como vilões, conforme a tradição do Call of Duty.

No MW 2019, você estará combatendo as forças russas com frequência. As peças de cenário incluem até um bombardeio russo em uma vila civil.

Jorge Henrique
Sou advogado, jornalista e fã da plataforma Windows há cerca de 10 anos. Faço cobertura em eventos e estou diariamente atento a respeito do universo da Microsoft no que tange aos produtos para os consumidores. Respondo como editor-executivo do Windows Club. Estou no Facebook e no Instagram a sua disposição.