Carregando...

Nem Xbox One, nem Xbox Live! Microsoft muda a forma de abordar os jogadores

A marca Xbox ainda está atrelada a muitos como algo relacionados aos consoles, algo ainda que duela apenas com o Playstation da Sony. Bem, a verdade é que, se você acompanha as notícias, já deve ter notado que os consoles Xbox One fazem parte da família Xbox, mas está tem se tornado algo muito maior e que está relacionada a todos os investimento da Microsoft no mundo dos jogos.

Bons exemplos estão nos PCs, como por exemplo a barra de jogos que carrega o logo “Xbox” e o próprio Xbox Game Pass que roda na máquina. Ou ainda nos celulares, pelo qual vários jogos estão conectados à Xbox Live, mesmo sendo distribuídos por lojas do Google ou da Apple.

Se tem uma coisa que aprendi na era do Satya Nadella, atual CEO da Redmond, é que a nuvem está acima de tudo, inclusive do software e que apostar nisso (em serviços) tem feito muito bem para a saúde financeira da empresa. A Microsoft pode ter “soft” no nome, mas não se engane, os tempos mudaram e a nuvem é quem comanda tudo…. inclusive é o que já está acontecendo nos jogos.

Sem mais delongas, vamos adentrar no mérito da causa. Sempre notei que as propagandas do Playstation no Instagram ao receber um novo jogo exclusivo eram voltados em basicamente “compre o jogo”, mas por outro lado, a Microsoft usa uma estratégia diferente já que não pede que você compre um jogo, ou compre um Xbox One ou ainda assine a Xbox Live Gold. A Microsoft só quer que você assine o Xbox Game Pass.

Como você pode ver na imagem abaixo, e o que muitos usuários do Twitter notaram é que não tem qualquer menção de Xbox One ou Xbox Live Gold na propaganda do Gears 5, conhecido por muitos como o primeiro hit do Game Pass.

Com a chegada iminente no próximo mês do Project xCloud, e com o Xbox Game Pass cada vez mais forte, está bem claro o caminho que vamos ter pela frente. Use um PC, ou um Xbox One, ou Xbox Scarlett ou até mesmo um smartphone. A marca Xbox está cada vez maior.

O que vocês acham dessa estratégia?

Jorge Henrique
Sou advogado, jornalista e fã da plataforma Windows há cerca de 10 anos. Faço cobertura em eventos e estou diariamente atento a respeito do universo da Microsoft no que tange aos produtos para os consumidores. Respondo como editor-executivo do Windows Club. Estou no Facebook e no Instagram a sua disposição.