Carregando...

Nintendo poderá ser a próxima a fechar grande acordo com a Microsoft

Nunca perca de vista os rumores, já que às vezes até o mais louco deles pode ter um fundo de verdade. No início deste ano, várias fontes insistiram que a Microsoft poderia levar o xCloud e até o Game Pass para o Nintendo Switch, o que implicaria, de acordo com essas fontes, também trazer seus jogos para o console da Nintendo. Tudo isso foi subsequentemente questionado, e não tivemos mas nada a esse respeito.

No entanto, quando há alguns dias, a Sony anunciou sua parceria com a Microsoft, que começará a fornecer serviços do Azure para a empresa japonesa, provavelmente nós testemunhamos algo ainda mais incrível do que a Nintendo. A partir daí, o analista da Astris Advisory David Gibbons, especializado no mercado japonês ressuscitou de alguma forma aqueles velhos rumores.

De acordo com Gibbons, a Nintendo também está interessada em jogos de streaming, mas, como a Sony fez, a Microsoft usará o Azure para fazer isso. Como o analista twittou em um comunicado que parece mais um relatório interno do que um rumor, a Nintendo busca criar sua própria plataforma de streaming, o que fará com que funcione graças ao Azure, e que visaria mercados selecionados. Ainda não sabemos se chegará ao Brasil.

Em termos oficiais, nós não sabemos praticamente nada do Xbox para a próxima geração, nem como a empresa lançará seu serviço para o PC, ou como sua loja será revitalizada, mas parece que no aspecto da nuvem a Redmond está indo muito bem. Agora com o Google com o seu Stadia, é provável que todos os serviços de streaming de jogos acabem se tornando vivos de uma forma ou de outra pela empresa Satya Nadella, então no futuro próximo é esperado que a Microsoft oficialize ou não seus rumores.

Será que a Nintendo seguiria a Sony e fecharia parceria deste tipo com a dona do Xbox? O que vocês acham?

Jorge Henrique
Sou advogado, jornalista e fã da plataforma Windows há cerca de 10 anos. Faço cobertura em eventos e estou diariamente atento a respeito do universo da Microsoft no que tange aos produtos para os consumidores. Respondo como editor-executivo do Windows Club. Estou no Facebook e no Instagram a sua disposição.