Obsidian contrata Joseph Rubino para realizar as cinemáticas de seu novo AAA

Muito pouco se sabe sobre o mais novo da Obsidian Entertainment. Depois de terminar e publicar The Outer Worlds, um jogo que críticos e jogadores gostaram muito, o estúdio agora faz parte da Xbox Game Studios, e uma pequena parta do estúdio está focado no Grounded, do qual em breve poderemos experimentar sua proposta. Entretanto, sabemos que ainda há um jogo maior e mais ambicioso, presumivelmente, será exclusivo para o Xbox Series X.

É desse último e misterioso projeto sobre o qual temos informações. É graças ao usuário do Twitter Klobrille que revelou que Joseph L. Rubino se tornou parte da equipe da Obsidian como diretor de cinemática para um projeto a ser anunciado.

O currículo de Joseph é realmente interessante e notável, o criativo trabalhou na cinemática de jogos como Assassin’s Creed Odyssey e nos últimos dois jogos da Rockstar, Grand Theft Auto V e Red Dead Redemption 2, mas não é só isso, Joseph até trabalhou anteriormente com a Microsoft na mesma posição que agora ocupa com a Obsidian, só que ajudou a Turn10 no Forza.

Sem mais informações no momento, talvez não conheçamos esse jogo misterioso há muito tempo, é improvável que o vejamos no streaming de julho focado em jogos do Xbox Game Studios, no entanto, com essa adição à equipe Obsidian já podemos garantir que o próximo jogo após o Grounded terá cinemática de alta qualidade. Recomendamos que você fique de olho no Windows Club para obter mais notícias.

73 comments on “Obsidian contrata Joseph Rubino para realizar as cinemáticas de seu novo AAA

  1. https://www.gamevicio.com/noticias/2020/05/xbox-e-uma-plataforma-muito-estrangeira-para-o-publico-japones-diz-hideki-kamiya/

    Deve doer em quem curte a plataforma, mas o japa foi realista

    1. Sempre foi como o kamiya disse, não é novidade. O momento em que começou a mudar um pouco esse quandro foi na época do 360 que recebeu muitos JRPG´s que mudaram um pouco a imagem do Xbox no Japão. Pararam de investir nesses tipos de jogos e coisa desandou de vez. Ainda mais com a gestão de jogos que temos hoje do Phil Spencer já viu onde isso vai dar.

      1. Cara, te falar que particularmente jogos japoneses não me atraem, sei que tem público para eles (e tem um público bem grande), mas tem muita gente (como eu) que não liga para esse tipo de jogo. Tendo dito isso, o que foi falado na reportagem não é nada de novo, até por motivos culturais mesmo. Não acho má jogada a MS investir em outros mercados, eu particularmente vejo o mercado japonês de jogos como algo que tem tido uma longa e lenta decadência, só ver o número de jogos semelhantes lançados todos os anos…o público mudou ao longo do tempo, o “glamour” dos jogos japoneses já diminuiu bastante (só ver que a preferência são jogos mais ocidentais, como Fifa, CoD, Battlefield, Minecraft, etc). Claro que sempre existirão jogos muito bons (como Sillent Hill), mas eu vejo o mercado japonês diminuindo cada vez mais de importância ao longo do tempo (dá uma olhada nos jogos japoneses da PSN…vai ver que dos 1.000 jogos, mais de 900 são pura porcaria, copia e cola, viagem japonesa).
        Em relação à gestão dos jogos do Phil Spencer, não posso reclamar, temos recebido diversos jogos de estilos variados, todos eles com suporte contínuo e novidades de tempos em tempos (vide State of Decay 2 e Sea of Thieves). “Ah, os jogos da Sony são melhores!” para mim não são, eu gosto de jogos multiplayer, gosto de jogar depois de meses parado e descobrir novidades no jogo. Não acho que Phil Spencer esteja errado, acho que o Japão já foi a potência de jogos lá atrás, mas que não é mais isso há muito tempo (assim como passar lua de mel em Campos do Jordão, que já teve seu auge há décadas e cada vez mais decai).

        1. Gostei da sua resposta. Pra mim o grande problema do mercado japonês começou de 1999 para 2000 quando ocorreu de vez a mudança do 2D para o 3D. Você pode reparar que tanto estúdios grandes como pequenos não conseguiram fazer seus jogos no 3D como eram no 2D, e os que conseguiam não ficava com um aspecto tão bem feito quanto os dos mercados europeu e americano. Esse fator na minha opinião afastou e quebrou muitos estúdios pequenos no japão. Pode reparar que a Capcom por exemplo está se dando melhor com engine gráfica para seus jogos do RE 7 pra cá, antes disso a maioria dos jogos japoneses tinham um pezinho lá nos gráficos do play 2. Os japoneses tem algum tipo de bloqueio com engines gráficas, por isso eles não conseguiram desenvolver muitos jogos 3D como fizeram com os 2D, essa é minha avaliação. IP´s é algo que deve sempre estar se fazendo investimento. É muito importante você ter IP´s que você possa lançar de tempos em tempos mas já sabendo que seu público e os recém chegados vão ter vontade de comprar esses jogos. Um bom exemplo disso é o FF 7 remake, não é da Sony mas com o acordo certo está vendendo muito bem no PS4. O Phil Spencer chegou a ser head líder da divisão Xbox em 2014 e de lá cá o cara não conseguiu trazer uma IP nova que fizesse sucesso, e só ficou repetindo Gears, Forza e Halo. Para não dizer que ele não emplacou nada de novo ele trouxe, Cup Head e Ori só. Ou sela dois jogos indies, que são ótimos jogos mas não trazem o mesmo glamour que IP´s que foram lançadas no 360 fizeram. Ter uma assinatura com vários jogos é uma ótima ideia mas é só indie e jogos mais antigos. Os jogos novos da Microsoft por exemplo já estão ficando desgastados (Gears, Forza e Halo). O Phil Spencer promete e fala que todo ano é o ano do Xbox, mas me trás jogos como Bleeding Edge, Grounded e battletoads ai fica difícil.

          1. Concordo com você em relação ao Japão, inclusive um fator que fez o Final Fantasy VII Remake vender muito foi a nostalgia do Final Fantasy original, considerado um dos melhores jogos do mundo até hoje…

            “O Phil Spencer chegou a ser head líder da divisão Xbox em 2014 e de lá cá o cara não conseguiu trazer uma IP nova que fizesse sucesso, e só ficou repetindo Gears, Forza e Halo. Para não dizer que ele não emplacou nada de novo ele trouxe, Cup Head e Ori só. ”
            Em relação à isso, sou obrigado a concordar parcialmente. Infelizmente demorou muito para a MS reconhecer que valia a pena investir no Xbox.
            A parte em que discordo é que a MS tem corrido atrás sim, mas somente nos últimos tempos. Tem vários jogos que prometem e que demonstram a preocupação da MS com diversidade de jogos (algo que os JRPGs e a Sony pecam muito), como State of Decay (adoro), Sea of Thieves, Grounded (particularmente estou doido para jogar rs), Flight Simulator (já foi confirmado que irá para o console), Gears Tatics (achei um ótimo spin-off)…e estúdios que já demonstraram capacidade boa de inovar mesmo com pouco dinheiro, como Obsidian, Inxile, Double Fine, Ninja Theory…acho que é questão de dar tempo ao tempo, teremos muitas novidades ainda…
            Em relação aos jogos da Sony, não estou querendo desmerecer, tem jogos muito bons e que curti bastante (tenho PS4 também, já joguei ótimos jogos como HZD e God of War, mesmo eu não curtindo muito esse último), mas é meio “fórmula batida” na maioria das vezes…muito cutscene, muito cinematográfico, mas gameplay fraco demais…entre esses jogos ou os da MS (não tenho interesse em ter um Nintendo Switch), eu fico com os jogos da MS, que me atraem muito mais.
            Mas sim, é óbvio que quero novas IPs e estilos diferentes de jogos da MS (nada contra Halo e Gears que adoro, ou Forza que não gosto por não gostar de jogos de corrida, mas que são jogassos)!

          2. Os jogos que você citou dessa última leva do xbox como SOT para mim não descem, mas se você gostou é algo muito pessoal. Já no meu caso estou curtindo mais os exclusivos de Playstation 4, são fórmulas batidas mas tem seu valor. Essa história de que o Xbox vai melhorar eu já não creio mais, até porquê o xbox já melhorou. O One x é um console a frente dessa geração, só não recebeu jogos que realmente explorassem seu hardware. Pra mim o Xbox tem tudo de melhor que seus concorrentes diretos, só não tem jogos atrativos.

          3. Jogos atrativos são literalmente questão de gosto…eu estou muito mais interessado em Halo Infinity do que God of War 2, por exemplo.
            Em relação a ser fórmula batida, é que teve uma época que Sony ficou numa mesmisse de dar dó..mas de coração, tomara que nessa próxima geração melhore muito (ambas as empresas)! Quero ver Halo Infinty, State of Decay 3, HZD 2, Spider Man 2, novas IPs (mas podem enterrar Death Stranding e Crackdown, por favor)!
            O que galera precisa entender é que você gostar de alguns jogos em um console não te impedem de gostar de jogos de outro console. Pessoalmente acho que somente 3 concorrentes (XSX, PS5 e Google Stadia, por mais que ninguém se lembre…Nintendo está concorrendo num nicho a parte) é muito pouco para um universo tão rico de jogos….
            Na próxima geração vou de XSX (já tenho uma grana separada para ele), mas mais adiante (não pego a primeira leva de jeito nenhum) talvez compre um PS5, por que não? Importante é jogar e se divertir 😉

    2. Exato!

      Por isso a MS precisa de no mínimo dois estúdios japoneses. Um grande e ou outro de pequeno (começar do zero) ou médio porte para lançar no mínimo, um exclusivo bom no estilo japonês por ano. E se quiser ter jogos constantes para esse público, deverá ter no mínimos uns 4 estúdios.

      Japoneses tem gostos excêntricos também. Então vai ter que colocar do pior ao melhor tipo de jogo que eles gostam. De jogo de namoro de pombo ao melhor JRPG e isso vai doer em muita gente.

    3. A realidade é essa mesmo. Mas cabe a própria MS mudar essa realidade, e ela poderá vir com muito trabalho e tempo para as coisas acontecerem. Hoje ela dispõe de ferramentas que nunca antes teve para mudar esse cenário, além de um CEO comprometido de verdade com o negócio de jogos, então veremos.

    1. Cinemática é uma coisa. Jogoa bons são outros. Vindo da Microsoft a comunidade gamer já fica com um pé atrás. Tomara que não seja mais um flop.

      1. Concordo plenamente, o fato é que a Microsoft precisa mostrar ja o que tem ai sendo feito, por que o que mostraram ate agora é brochante, nao vai ter nada que alimente a HYPE? Como aconteceu com Cyberpunk, GHOST, Homem aranha?

    2. È bom quando é bom, com ou sem cinematic, tem que ter um conjunto de fatores, nem so uma ou só a outra, mas ambas. Red Dead Rendemption 2 ta ai pra ensinar.

    3. È bom quando é bom, com ou sem cinematic, tem que ter um conjunto de fatores, nem so uma ou só a outra, mas ambas. Red Dead Rendemption 2 ta ai pra ensinar.

  2. Mano, na moral, a microsoft precisa dar mais personalidade as suas desenvolvedoras, é tudo preto e branco ? Cade as cores, a personalidade de cada logotipo? Ta tudo igual? kkkkkkkkkkkkkkkkkk
    Deus do Ceu, a Microsoft as vezes entra numa vibe, pqp.

    1. Mano, na moral, a Sony precisa dar mais personalidade as suas desenvolvedoras, é tudo preto e branco ? Cade as cores, a personalidade de cada logotipo? Tatudo igual? kkkkkkkkkkkkkkkkkk
      Deus do Ceu, a Sony as vezes entra numa vibe, pqp.

      1. Eu sou um caixista falando da Empresa que eu utilizo, a Microsoft, aprende a defender sem precisar comparar, aprende a ter argumentos, senao ja ja nao te respondo mais.

          1. Choro é vc que defende até os piores erros da Microsoft só por ser da empresa kkkk que mico. Quanta babação de ovo. Enquanto teremos no ps4 ghost of tsushima e Tlou part 2 vcs tem bleeding edge e grounded haha vergonha alheia total.

          2. Eu sou caixista, mas concordo com vc… lamentavelmente a microsoft deveria lancar um triple AAA em vez desse grounded que mais parece um minecraft de quintal… so gostaria de falar que Bleeding edge eh fantastico, so carece de investimento, de modos, skins, entre outros detalhes que faria do jogo, O JOGO, ja tenho mais de 200 horas de jogo

          3. Tudo bem, bleeding edge pode não ser um lixo como crackdown 3, concordo, agora vem cá, vc acha mesmo que colocando the last of us part 2 ou ghost of tsushima de frente com bleeding edge os da Sony são verdadeiros lixo como os caixistas ignorantes saem dizendo? Pq na boa isso não tem cabimento algum! Era tipo falar mal de halo elogiando knack ou algo assim.

    2. Concordo com vc! Precisa dar variedade, parece que é tudo a mesma coisa. Nessa geração teve coisas muito boas, mas podiam ter feito mais.

      1. A questao é que alguem que dirigia a microsoft tava fudendo ela, por que o que estao fazendo agora, com essas desenvolvedoras, eram para estar fazendo a muito tempo atras, na geração xbox one, ja entrar com jogos foda… mas agora estao correndo atras do prejuizo, só espero que da forma certa.
        O que esta acontecendo é que é a geracao SERIES X, mudaram a cor da logo do xbox pra algo mais sofisticado e ai tudo ta indo junto kkkkkkkkkkkkkkkkkkk

  3. E vamos combinar, enquanto a sony ta ai entregando, com melhor grafico ou nao, jogos AAA, a Microsoft só entrega indies ou joguinhos como Grounded, pelo amor de Deeeeeeeeeeeeeeus, ate eu que sou caixista to de saco cheio ja.

    1. E vamos combinar, enquanto a Microsoft ta ai entregando, com melhor grafico e jogos AAA, a Sony só entrega indies ou joguinhos como predator nota 50 pelo amor de Deeeeeeeeeeeeeeus.

      1. Qual jogo AAA?
        Predador é realmente um erro de trajetória.
        Eu adoro a Microsoft man, assim como em outros posts falei mal do Predador, mas nao é por que gosto muito da Microsoft que vou bater palmas pra as coisas mal feitas que ela faz.
        Tirando Ori 2, que é um primor, esse ano nao vi nada considerável que alimentasse hype de ninguem.

      2. Já te respondi em outro post e vc só tem esse argumento velho de predador que tem até pra Windows, mas vamos lá. Esse jogo nem divulgação teve. Triste é a Microsoft que lança jogo bosta como triple a feito cracudão 3, apareceu em 2 E3! Chamaram o pai do Chris pra divulgar, prometeram usar poder da nuvem no multi-player haha, adiou 3 vezes por 5 anos e lançou uma verdadeira merda nota 40 cujo multi-player não durou meses e já encerrou. Isso sim é fiasco.

          1. Divertido na sua cabeça caixista né haha maior erro aquele jogo. Multi-player dele encerrou com poucos meses não foi atoa, mesmo tando de graça no mendigo pass haha ninguém quis. Só vc pra defender uma merda dessa.

          1. Se eu vejo vc mentindo em todo post contando essa mesma historinha me intrometo sim. Isso é um post público, se não aguenta a pressão compra um diário e vai chorar nele seu noob fake.

          2. Se eu vejo vc mentindo em todo post contando essa mesma historinha me intrometo sim. Isso é um post público, se não aguenta a pressão compra um diário e vai chorar nele seu noob fake.

  4. Contratar grandes parcerias não significa nada vindo da Microsoft, chamaram o pai do Chris pra divulgar cracudão 3 e olha a merda que veio. Só esperando mesmo pra ver. Eles podem contratar até a Rockstar que conseguem cagar nos jogos.

    1. De fato, é um jogo divertido, mas na moral, muito a desejar, eu zerei, joguei umas 100 horas, mas por que pra falar sobre eu jogo muito pra ter respaldo… cracudao 3 eh realmente a desejar

          1. Ué vc que diz que joga os exclusivos do Xbox e não mostra a gt e fica pedindo id de todos haha pq será? Mostra sua gt que esfregão minha Id na sua cara, mas sabemos que vc não joga nada, só fala. Então vai fugir haha

          2. Quem tá enrolando é fugindo desde a outra matéria é você. Já pedi sua gt várias vezes, quando vc mandar a sua eu te mando a minha id. Já sabemos que vc não joga nada e defende os jogos lixo do Xbox só pra fazer listinha kkk

          3. O único chorão que tá defendendo jogo nota 40 nos posts é vc haha so defende em listinha pq nem joga. Hipocrisia de caixista haha choro é livre. Vai jogar grounded em breve haha certeza.

          4. Pode ficar tentar desconversar pedindo minha id mas já ficou claro pra todos aqui que vc usa perfil fake não é atoa haha não joga nada. Só fala merece esse console falido com jogo bosta que tem.

  5. Os empregos anteriores dele era fazendo Indie, foi contratado na Obsidian para continuar o excelente trabalho que prestou nos outros studios.

    1. Se o negócio dele é indie fez a parceria com a empresa certa. Microsoft é rainha de lançar indie e chamar de triple A ou como diz o cervejeiro. Tetra A

      1. Os “Indies” da Microsoft recebem conteudo novo todo mês, God of War AAA das galaxias, quando chega novos conteúdos, o cara zera em um find e faz o que com o jogo??

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *