Carregando...

Os melhores motivos para se orgulhar de ter um Xbox One nesta geração

Estima-se que essa geração de console, as vendas do Xbox One estejam em torno de 50 milhões de unidades. Essa é uma grande lacuna que a Microsoft provavelmente não fechará antes de aprendermos mais sobre a próxima geração de consoles no próximo ano, mas talvez por isso a Redmond teve que revolucionar o Xbox One por conta disso e o resultada trás orgulho para seus clientes.

Parece que a Sony se concentrou em jogos de grande sucesso como God of War, Spider-Man e Uncharted 4, enquanto a Microsoft se manteve com a saga Forza, Halo, Gears e trouxe boas novidades como “Ori”, Cuphead, outros e compra de estúdios. Entretanto,  esta geração foi muito diferente para o lado verde que se concentrou em iniciativas de acessionabilidade e relacionas a valor da plataforma. É justamente este pontos de economia e de humanidade da Microsoft que vamos tratar aqui.

Retrocompatibilidade

Você provavelmente já sabe que, desde 2015, conseguimos jogar jogos do Xbox 360 que já possuímos no Xbox One e, em 2017, a Microsoft adicionou vários jogos da biblioteca do Xbox original ao programa de Retrocompatibilidade. Isso o Playstation 4 não tem. Nos dois casos, o Xbox One consegue emular o software do hardware necessário e baixar uma versão licenciada de qualquer jogo em que você inseriu o disco. O único motivo que realmente vale a pena mencionar é salientar que o motivo pelo qual você não pode jogar todos os jogos Xbox 360 ou Xbox originais é por causa de qualquer editora que detenha as licenças desses jogos, não por qualquer problema de engenharia em nome da Microsoft ou porque eles não quer que você jogue. Não há nenhum plano para cobrar por alguns dos jogos que você deseja como parte do programa de retrocompatibilidade, porque a Microsoft sabe que eles são populares como estamos acostumados nos jogos modernos – na verdade, é apenas a lei.

A equipe da Microsoft descreve o trabalho no programa como algo por amor por um grupo realmente apaixonado de pessoas, em vez de uma grande mudança corporativa, com fins lucrativos. A razão de tudo isso é que é grátis, enquanto concorrentes focam em vender jogos remasterizados.

Sim, é totalmente gratuito jogar um jogo Xbox ou Xbox 360 no seu Xbox one se você possuir o disco. Basicamente: podemos jogar jogos que compramos por um longo período de tempo, o que parece simples, mas na era digital, quase parece uma vitória altruísta para todos nós. Não há desvantagem para os jogadores e, honestamente, não há muitos benefícios para a Microsoft, que teve que empregar pessoas em tempo integral apenas para trabalhar para garantir que nossos jogos antigos funcionassem.

Cabe notar que, muitos jogos estão adaptados para o Xbox One X, com melhores texturas, maior resolução e até maior taxa de quadros. Não canso de dizer, é grátis.

Game Pass

Em um ano em que os serviços de assinatura são sempre predominantes, o Game Pass se destaca. É difícil falar sobre o Game Pass sem apenas recitar pontos de marketing, mas isso ocorre porque os pontos de marketing são muito bons e também completamente precisos. No momento, o Xbox Game Pass Ultimate inclui Xbox Live Gold, Xbox Game Pass e Xbox Game Pass para PC por R$ . É uma promoção por tempo limitado – normalmente -, mas WOW, é um bom negócio. Para quem não sabe, com o Ultimate, você tem acesso a mais de 100 jogos no Xbox, mais de 100 jogos no PC (com ambas as plataformas, incluindo acesso antecipado a exclusivos do Xbox), além disso, você ganha ainda mais jogos gratuitos com o Games With Ouro. Não há muito o que dizer, exceto que, quando comparada à concorrência, a Microsoft cobra menos.

Vários jogos da Microsoft ou não já entram no lançamento no serviço! O catálogo é realmente generoso e é algo basicamente obrigatório. Um fator que acho especialmente subestimado é o suporte do Game Pass aos jogadores de PC, o que leva à próxima coisa …

Play Anywhere

O Play Anywhere é provavelmente tão subestimado. Com o Play Anywhere, se você comprar um jogo na loja digital do Xbox One ou Windows 10, terá o mesmo jogo na outra plataforma, incluindo economia na nuvem, jogatina cruzada e conquistas. Basicamente, o Play Anywhere permite repetidamente, sem nenhuma assinatura extra, obter dois jogos pelo preço de um. Além do valor óbvio disso, deixar as pessoas que possuem PCs e Xboxess alternarem entre os dois é uma bênção e, pela primeira vez na história do Xbox, também permite que pessoas que não possuem um console joguem exclusivos da Microsoft com seus amigos que fazem.

Temos aqui mais outro ponto alto e que favorece o consumidor.

Acessibilidade

O programa de acessibilidade da Microsoft está liderando o setor no momento. Primeiro: o controle adaptável do Xbox, projetado para atender às necessidades de jogadores com mobilidade limitada. A Microsoft o descreve como um “hub unificado para dispositivos que ajudam a tornar os jogos mais acessíveis” e permite conectar dispositivos externos como interruptores, botões, suportes e joysticks para criar um controle personalizado. Também existe um mapeamento de botões totalmente personalizável para controles do Xbox comum, controladores mais detalhados e personalizáveis ​​com mais opções, como o Elite 2, opções de legendas e narração para todo o painel, fala para texto, transcrição de jogos, suporte à American Sign Language por videochamadas, e mais coisas que você provavelmente nunca ouviu falar, se você não é uma das milhares e milhares de pessoas que precisam desses recursos. Simplificando:

Um site chamado caniplaythat.com também deu recentemente ao Gears 5 uma pontuação total de 6/6 em termos de jogabilidade para jogadores surdos.

Então, aí está. Permitindo que você jogue jogos comprados há mais de uma década em hardware novinho em folha, um serviço de assinatura que realmente parece um valor incrível por pouco dinheiro, jogos grátis para pessoas que jogam em dois conjuntos de hardware, e muito esforço é feito para garantir que mais tipos diferentes de jogadores possam … jogar.

A Microsoft tem ouvido e se preocupado cada vez mais com os consumidores, e notem que não é algo visando apenas o lucro, mas uma boa experiência para o seu produto final. Uma empresa que trabalha dessa forma é sem dúvida alguma algo que transmite orgulho aos seus clientes e que esperamos que a Sony e a Nintendo sigam esse exemplo.

O que vocês acham?

Jorge Henrique
Sou advogado, jornalista e fã da plataforma Windows há cerca de 10 anos. Faço cobertura em eventos e estou diariamente atento a respeito do universo da Microsoft no que tange aos produtos para os consumidores. Respondo como editor-executivo do Windows Club. Estou no Facebook e no Instagram a sua disposição.