Carregando...

Paul Norris: “o anúncio para emprestar jogos no PS4 na E3 2013 foi infame”

Paul Norris: “o anúncio para emprestar jogos no PS4 na E3 2013 foi infame”

ps4one

Hoje chegaram mais declarações de Paul Norris, criador do jogo Aaero para consoles e PCs e membro do estudo Mad Fellow Games. Norris não economizou palavras, e afirmou que muitas pessoas criticaram a Microsoft em excesso, especialmente o Xbox One X, uma máquina que ainda não foi lançada e já tem uma legião de inimigos dispostos a fazer qualquer para envenená-la.

O fato foi relatado no site Gamingbolt que aprofundou mais essa questão. Norris afirmou que havia algumas ideias da Microsoft que foram ofuscadas pelo DRM controverso e todo o ruído extra que foi gerado a partir de alguns setores da indústria. Abaixo, suas declarações:

O lançamento do Xbox One na E3 parecia bastante desastroso do ponto de vista de um espectador. Eu acho que antes do lançamento, a Microsoft teve algumas grandes ideias que foram ofuscados pelo DRM, focando no conteúdo para TV e problemas para ficar online. Todas essas grandes empresas estão tão acostumadas a olhar para a frente ao longo do ciclo de vida de um produto, eu acho que a Microsoft calculou mal. Eu não acho que é tão controverso sugerir que um novo console precise ficar on-line em 2017, mas em 2013 talvez fosse prematuro demais.

Mas Paulo continua a explicar o que realmente o incomodava na apresentação da E3 2013:

O que foi frustrante para mim, pessoalmente, eu aceitei o “sempre on-line” e estava ansioso para usar a função onde você poderia compartilhar jogos com amigos e familiares. Em seguida, após a Sony na E3 fez um anúncio infame ao sugerir “apenas com o PS4 se empresta jogos” e na arena da E3 cantando aos gritos Sony! Sony! Pareceu que a Microsoft foi a mãe de todas as merdas.

Quem dera a Microsoft tivesse liberado o compartilhamento de jogos com amigos e familiares, foi uma pena de certo modo.

Você também achou infame o anúncio da Sony? O faz parte da concorrência usar todas as suas armas? Jogou sujo ou limpo? Manipulou?

Jorge Henrique
Sou advogado, jornalista e fã da plataforma Windows há cerca de 10 anos. Faço cobertura em eventos e estou diariamente atento a respeito do universo da Microsoft no que tange aos produtos para os consumidores. Respondo como editor-executivo do Windows Club. Estou no Facebook e no Instagram a sua disposição.