Carregando...

Pequenas lojas de jogos declaram guerra ao Xbox Game Pass e até a Sea Of Thieves

Pequenas lojas de jogos declaram guerra ao Xbox Game Pass e até a Sea Of Thieves

xbox-game-pass-x

Em uma atitude inesperada, a Microsoft tornou o Xbox Game Pass um serviço ainda mais valioso para os jogadores ao anunciar recentemente que todos os futuros da Microsoft Studios irão para o Game Pass no dia do lançamento. Agora, veiculado pelo site GamesIndustry.biz, esta atitude tão amada para os jogadores acabou desagradando algumas lojas pequenas de games, que dizem que esta mudança definitiva irá matar as suas vendas de jogos.

Além do varejista austríaco, outros varejistas do Reino Unido como Extreme GAMEZ e Sholing Videdo são apenas mais algumas das lojas de jogos pequenas que acham o Xbox Pass um problema. Na verdade, existem planos para não vender mais o Xbox por  conta do Xbox Game Pass.

Stuart Benson da varejista Extreme Gamez  disse que não vai mais colocar produtos Xbox em seu estoque afirmando:

“Isso tornou o nosso negócio inútil do dia para a noite… por que as pessoas comprariam um jogo por $12 ou $15 jogo de segunda mão, quando eles podem apenas pagar uma nota de dez libras e obterem um enorme catálogo de títulos?”.

Paul Lemesurier do Sholing Video, outra loja pequena de jogos, também luta contra o Game Pass. Para ele, a Microsoft, incluíu títulos como o Sea Of Thieves no Game Pass impacta as vendas do títulos. E segundo ele, não irá vender o novo jogo da Rare.

Calma, vocês ainda não viram tudo, talvez a declaração mais forte de todas veio de Nick Elliott da Barkman Computerno Reino Unido, outro varejista com planos para não vender produtos do Xbox stock e nem títulos de terceiros. Ele diz que o Xbox Game Pass está abocanhando as vendas de jogos físicos, e as chances dos consumidores retornarem a uma loja para comprar jogos para Xbox. Para Elliott, há pouca razão para apoiar o Xbox por causa disso:

“sem essa possibilidade, há pouco benefício em alocar nossos recursos a um inoperante-fim-venda… Só vamos apoiar os fabricantes e editores que nos apoiam. Se um cliente entra em uma loja de varejo, e o varejista tem uma escolha entre vender um Xbox onde eles nunca iriam vender jogos ou um PS4 onde eles podem lucrar, eles certamente irão vender um PlayStation.

Mais uma vez, estes varejistas são pequenos e que estão chateados devido ao Xbox Game Pass ficar cada vez mais forte. Não sabemos se os grandes varejistas irão adotar isso ou se a pressão fará com que a Microsoft cancele o Xbox Game Pass.

Jorge Henrique
Sou advogado, jornalista e fã da plataforma Windows há cerca de 10 anos. Faço cobertura em eventos e estou diariamente atento a respeito do universo da Microsoft no que tange aos produtos para os consumidores. Respondo como editor-executivo do Windows Club. Estou no Facebook e no Instagram a sua disposição.