Carregando...

Phil Spencer falou sobre Scalebound e os rumores de seu possível retorno

Vamos colocar um ponto final nesta história hoje. Phil Spencer falou sobre Scalebound e os rumores de seu possível retorno. O chefe do Xbox refletiu sobre o ambicioso, mas infeliz jogo da PlatinumGames, e sobre as esperanças da mídia pelo renascimento de Scalebound, depois de ser cancelado há mais de 3 anos, no último episódio de IGN Unlocked.

Na videoconferência, Phil Spencer respondeu a várias perguntas, uma delas sobre o possível reinício do desenvolvimento do Scalebound e ele respondeu o seguinte:

Nós não estamos trabalhando neste título. Eu não estou na PlatinumGames hoje, mas tenho quase certeza de que eles não estão trabalhando nisso. Ter que cancelar um jogo sobre o qual conversamos há anos não foi uma decisão fácil. Mas é assim, para as pessoas que pensam que talvez ainda exista algo em processo, não existe.

Scalebound foi anunciado durante a conferência de imprensa da Microsoft na E3 2014 como exclusivo do Xbox One, sendo o projeto mais ambicioso do diretor Hideki Kamiya. Enquanto a maioria dos jogos Platinum até aquele momento (e mais tarde) foram criados para serem experiências de ação rápida, o Scalebound era algo totalmente diferente, fora da zona de conforto.

No entanto, algo não estava indo bem no desenvolvimento e, em 2017, a Microsoft decidiu cancelá-lo.

É difícil, porque eu tenho muito respeito pela Platinum, Kamiya-san e pela equipe. Mas tentamos fazer algo que não funcionou.

Esta não é a primeira vez que Spencer se pronuncia sobre o cancelamento de Scalebound, e o chefe da PlatinumGames, Atsushi Inaba, que foi o produtor do projeto, admitiu que ambas as partes foram culpadas pelo fracasso desse desenvolvimento. Spencer acredita que parte do problema foi que o jogo foi anunciado muito cedo.

Jorge Henrique
Sou advogado, jornalista e fã da plataforma Windows há cerca de 10 anos. Faço cobertura em eventos e estou diariamente atento a respeito do universo da Microsoft no que tange aos produtos para os consumidores. Respondo como editor-executivo do Windows Club. Estou no Facebook e no Instagram a sua disposição.