Progressive Web Apps estão chegando ao Firefox do Android, e ganham força

mozilla-firefox

Já adianto que esta matéria é mais relacionada à empresa de Redmond do que sobre o Android, apesar do título.

Ocorre que, os Progressive Web Apps já começaram a ser suportados na Windows 10 em buids prévias da Redstone 4, e são vistos como potencialmente possíveis de acabar com a lacuna de aplicativos móveis que impera no Windows 10. Vale lembrar, o projeto dos PWAs tem dedo do Google e com a ajuda da Microsoft tudo isso poderá dar ainda mais certo.

Como os smartphones tornaram-se populares, o debate para aplicativos da web vs. aplicativos nativos foram caloroso. A visão original de Steve Jobs para o iPhone não incluiu uma loja de aplicativos e só executaria aplicativos da web, mas as coisas não se tornaram assim. Nos últimos anos, os aplicativos nativos explodiram em popularidade, enquanto as aplicações web estagnaram. No entanto, o problema é que os aplicativos nativos não são criados usando padrões abertos ou distribuídos através de “jardins murados” na forma de lojas de aplicativos. A equipe do Google Chrome trabalhava em Progressive Web Apps como uma solução para tornar aplicativos web tão rápidos e confiáveis como aplicativos nativos.

Embora seu uso e popularidade estejam se acelerando, o grande problema com o Progressive Web Apps foi até agora que eles foram restritos a serem executados apenas no navegador Google Chrome. Enquanto o Chrome é de longe o navegador mais popular no Android, os navegadores alternativos também são populares entre os usuários. Hoje, um obstáculo para a adoção do Progressive Web Apps acabou, já que a Mozilla anunciou suportará no Firefox para o Android.

Mais especificamente, a Mozilla anunciou que o Firefox 58 para Android será fornecido com o suporte do Manifestor da Aplicação da Web, sob a forma de funcionalidade “Adicionar à tela inicial“. Lembra do “fixar na tela inicial” do Windows Phone? Então, é quase isso.

Como um breve explicador, o Progressive Web Apps é uma tecnologia web padronizada que faz com que os aplicativos da Web se parecem com aplicativos nativos. Eles podem ser adicionados à tela inicial. O objetivo da PWA é tornar a experiência de aplicativos da web tão boa quanto aplicativos nativos, conseguindo isso usando a tecnologia aberta de aplicativos da web.

A Mozilla também planeja adicionar mais suporte para outras APIs relacionadas ao PWA, como a Sincronização em segundo plano, a Solicitação de pagamento e as APIs do Web Share. Os usuários podem experimentar a implementação “Adicionar à tela inicial”.

Na Windows Store existem raros aplicativos baseados nisso, mas fiquem atentos, os seus aplicativos tradicionais podem acabar, e esperamos que acabem por um ecossistema mais livre 😉

Fonte: XDA

71 comments on “Progressive Web Apps estão chegando ao Firefox do Android, e ganham força

  1. Sim isso seria uma solução fantastica, porem como a Google sabe que a Microsoft levará vantagem nisso é mais do que claro que ela não portará seu principais aplicativos para PWA…

  2. Fixar na tela inicial… E pensar que o Windows tem isso desde o IE9 no Windows 7, passando pelo Windows phone e agora é tratado como novidade pelos súditos da Google.

      1. Eu usava o lance de fixar sites na barra de tarefas como favicon do site. Era uma novidade muito bacana. Ele não apenas pegava o ícone, como barra do IE9 assumia a cor principal do ícone, numa época que os sites não informavam um cor de tema (provavelmente o ia lia os bytes do favicon e calculava a cor), agora tem esses dois recursos no chrome e estão tratando como revolucionário.

          1. Noto isso desde que comecei a desenvolver pra web. Lembro que antes do html5 havia umas firulas visuais em JavaScript que só o IE conseguia fazer, mas criticavam a Microsoft e diziam que só servia se fosse padrão pra todo mundo usar… Essa mesmíssima galera vive fazendo CSS com -webkit, -moz, e JavaScript que só roda no Chrome. Foi o tipo de hipocrisia que me fez ter asco da comunidade de devs web.

          2. Efeitos de sombra, borda redonda e outros, que demorou anos pra aparecer em html5, que os caras se recusavam a usar por pura birra.

          3. Então você acredita que existe ideologia entre os desenvolvedores? Tipo, vão ter que fazer uma campanha tipo, desenvolva sem partido? Kkk

          4. Isto chama-se Marketing. Algo que a Microsoft não tem sido muito boa ultimamente com seus produtos. A Microsoft cria, mas quem vende é o concorrente.

    1. Mas fixar na tela inicial qualquer página sempre foi possível no Android, pelo menos no Chrome, Opera e UC Browser (os navegadores que já usei).
      Usava esse recurso já no S3 (Jelly Bean).
      Acho que a novidade a que se referem, são os tais webapps.

    2. Os súditos da Google desconhecem que o pontapé inicial foi dado pela Palm e que a Google não faz p… nenhuma, pois a instituição responsável é a openwebos.

          1. Não quero criar, quero usar, não sou desenvolvedor, vocês são tão doentes que quando a gente quer levar numa boa, vocês já se doem. Estou perguntando exemplos que eu posso usar, hoje uso mito o Terra e o Twitter pra não carregar meu celular. Estou perguntando quais mais eu tenho pra usar aqui..

          2. Esses devs são assim mesmo. Também quero exemplos, pois para mim, 90% dos sites são praticamente webapps. Kekanto, Cbn, MetaTrader, TudoGostoso, PedidosJá, Outlook, Facebook, Wikipédia. Só a Caixa que exige um app para entrar no site, fala sério, a caixa é louca. O waze é quase um webapp, mas para que o Windows não tenha acesso no celular, eles desativaram a função de GPS, mas o mapa inteiro com todas as informações abrem no navegador. É como dizem. É boicote mesmo à Microsoft, se quisessem ofereciam alternativas sem aumento de custo.

          3. Não sei se o site do Estadão e da Folha de São Paulo o são. Mas pelo Edge do 950XL eu conseguia acessar o jornal digital com todas as suas funcionalidades de zoom, virar páginas, etc., sem necessidade de aplicativos. Inclusive bem antes do Estadão lançar os App para Android e iOS eu já desfrutava dessas funcionalidades no W10M. O problema é que meu L950XL pifou e voltei para o L1020 WP 8.1….aí fu…..

      1. vocês são tão doentes que quando a gente quer levar numa boa, vocês já se doem. Estou perguntando exemplos que eu posso usar, hoje uso mito o Terra e o Twitter pra não carregar meu celular. Estou perguntando quais mais eu tenho pra usar aqui.

        1. Desculpa Jaime, mas o seu passado de comentários invejosos, distorcidos e difamatórios sobre a plataforma mobile da Microsoft não te favorece nenhum pouco.

  3. Esse recurso revolucionario ai, chamo de boicote ao windows, quem usar o IE9 ou superior sabe desse recurso de fixa na tela iniciar(menu iniciar) e na barra de tarefa.

    1. percebe-se q vc não manja é nada….
      a ideia da limitação acaba com web eléctron e os apps funcionam da mesma maneira de um app nativo e não ficam fazendo download toda vez 😉

      1. Discordo. Trabalho como front end dev e já tive de fazer PWA a pedido de cliente. Os apps não funcionam exatamente da mesma forma que um APP nativo, e há uma limitação de APIs disponíveis

        Você pode ver o que se pode fazer hoje e o que não pode no https://whatwebcando.today/

          1. Confesso que nunca me aprofundei tanto em Electron, o último PWA que fiz foi totalmente com React. As poucas pessoas que me falaram sobre Electron diziam que ele era bom para criar aplicações que agiam como um desktop (vide VSCode, Atom).

            Vou procurar ver sobre.

          2. pesquise.. o problema de pessoas como o raposão é q eles vem algo a anos atrás (vide uwp 1.0 q era fraquinho) e acham q aquilo não evolui.. o eléctron é open source, Google microsoft e centenas de pessoas trabalham em cima dele, dizer q ele é tão bom qto um app nativo é mentira mas em 90% dos casos ele já esta resolvendo, com a vantagem de ser mais leve, mais rápido e gastar menos bateria/internet, dado o fato q se apoia em linguagens web q priorizam isso para um acesso mais estável. Fora q portar um app para qualquer plataforma é muito rápido, só o sistema aceitar linguagem web em seus apps q funciona de boa.

  4. Minha dúvida é se os usuários vão se adaptar ao “Adicionar a tela inicial” e quanto tempo isso vai levar. A Apple tem que aderir a parada também, senão tem boas chances de não vingar.

  5. Eu acho que as pessoas gostam de ir às lojas, estilo dar uma volta no shopping, estar num site e “colar na tela” ,é simples demais.
    Eu por acaso até tenho um site de apks na tela inicial, através do Chrome , e só agora é que compreendi porque não consigo aceder ao endereço, ele está com todo o aspecto de uma aplicação.

  6. Sim isso seria uma solução fantastica, porem como a Google sabe que a Microsoft levará vantagem nisso é mais do que claro que ela não portará seu principais aplicativos para PWA…

    1. Só de ter o site, já é bom caso. Se ela não quiser, duvido que a Microsoft não vai chamar os usuários para os serviços dela

  7. Esses devs são assim mesmo. Também quero exemplos, pois para mim, 90% dos sites são praticamente webapps. Kekanto, Cbn, MetaTrader, TudoGostoso, PedidosJá, Outlook, Facebook, Wikipédia. Só a Caixa que exige um app para entrar no site, fala sério, a caixa é louca. O waze é quase um webapp, mas para que o Windows não tenha acesso no celular, eles desativaram a função de GPS, mas o mapa inteiro com todas as informações abrem no navegador. É como dizem. É boicote mesmo à Microsoft, se quisessem ofereciam alternativas sem aumento de custo.

  8. PWA é para coisas pequenas. Nenhum app de porte médio ou grande vai virar um.

    Pensamos no mundo desktop, aplicações web existem desde os anos 90 e mesmo assim ainda temos apps desktop hoje em dia.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *