Carregando...

Project XCloud: é assim que você poderá rodar jogos do Xbox em seu smartphone

Project XCloud. Imagem GDC 19.

Vamos ser sinceros, muitos daqui fogem de jogar em smartphones por conta do temido “gamepad na tela”, sendo uma experiência terrível para todos. Mas não tem que ser assim, como comprovado pela Microsoft na Game Developers Conference (GDC), ao mostrar seus planos do Project xCloud. Para os desenvolvedores, um componente-chave da experiência do xCloud é o que a Microsoft apelidou de “Kit de Adaptação ao Toque” e como isso tornará qualquer jogo do Xbox mais natural para os smartphones.

É um grande negócio e algo que só a Microsoft definiu em termos tão claros e compreensíveis. Veja como isso funciona e por que isso é importante. Entenda que, nenhum controle físico é necessário para o Project xCloud.

Quando a maioria pensa em jogar um jogo do Xbox One no seu celular, há uma tendência geral em usar um gamepad físico. Mas ter que andar com seu controle o tempo todo é um absurdo, e não aborda a geração de jogadores que crescem com uma tela de vidro como seu primeiro método de entrada. Em vez de se afastar disso, a equipe do xCloud adotou completamente o conceito e criou uma solução incrivelmente elegante.

Não é uma ótima aparência, se estamos sendo honestos. Muita coisa está acontece na tela, e para muitos jogos do Xbox você acaba precisando usar um monte desses botões ao mesmo tempo, o que você não pode fazer apenas com os polegares. Por isso, os desenvolvedores podem ajustar esse layout para atender às necessidades imediatas do player no momento. Em alguns casos, como o Cuphead, isso é super fácil. Você não precisa de uma tonelada de botões para o Cuphead.

E para jogos mais complicados como o Forza Horizon 4, você não precisa usar os layouts tradicionais de controle. Em vez de um joystick, você recebe um ícone de volante com as curvas esquerda e direita. No vidro, faz muito mais sentido e torna ainda mais gerenciável este layout de controle.

Então vale entender que o controle pode mudar não apenas a cada jogo, mas também a cada situação dentro do jogo, seja numa parte para direção, ou tiroteio ou busca de objetos. Além disso, o próprio jogador pode escolher os esquemas de controles, não é algo que será imposto apenas pelos desenvolvedores.

O que vocês acharam?

Jorge Henrique
Sou advogado, jornalista e fã da plataforma Windows há cerca de 10 anos. Faço cobertura em eventos e estou diariamente atento a respeito do universo da Microsoft no que tange aos produtos para os consumidores. Respondo como editor-executivo do Windows Club. Estou no Facebook e no Instagram a sua disposição.