Carregando...

Próximo Xbox terá um grande vantagem em relação ao PS5, alerta Microsoft

Foto conceito.

Falta ainda um ano para que o Project Scarlett seja lançado, a próxima geração do Xbox. Pouco a pouco, aprendemos mais detalhes: sabemos que apostará na velocidade, para atingir uma taxa de quadros por segundo mais alta nos jogos e ter um processador mais poderoso. Mas a Microsoft coloca a retrocompatibilidade como um de seus principais recursos, algo que é incerto de como funcionará no PS5. Os jogos intergeracionais lançados para o Xbox One e esse console melhorarão no Scarlett com um patch, e o Xbox Play Anywhere estará lá desde o primeiro dia. Essas funções, de acordo com Matt Booty, chefe da Xbox Games Studios, são “realmente importantes” para a Microsoft.

Em uma entrevista ao GamesRadar, o chefe da divisão de first party do Xbox explica que o objetivo é fazer com que a transição entre gerações não seja muito agressiva, graças à retrocompatibilidade: “Queremos que as pessoas se sintam confortáveis ​​investindo no Xbox. isso significa comprar um Xbox One S neste Natal ou um Scarlett no próximo outono; você se sentirá confortável de qualquer maneira. E essa biblioteca de conteúdo em que você está investindo o acompanhará, para que você não sinta que está fazendo um escolha entre gerações. Isso é muito importante para nós”.

Quando perguntado se o Project Scarlett terá um número maior de jogos de lançamento do que qualquer Xbox anterior , ele responde que “é assim que nos sentimos”. “Queremos que você saiba quando investir no Xbox que levará consigo a biblioteca de conteúdo herdada [do Xbox anterior]. É por isso que achamos que temos uma vantagem com o Project Scarlett, porque nosso objetivo é que qualquer jogo que funcione no Xbox One seja executado em Scarlett. Você não está migrando para um sistema operacional diferente, está mudando para uma API gráfica diferente, está simplesmente executando um jogo Xbox. Esperamos que seja uma grande vantagem em termos de nosso catálogo de conteúdo inicial”.

Um dos pontos fortes da retrocompatibilidade é que jogos de gerações passadas podem ser, e muitos foram, otimizados para a geração atual ganhando de forma gratuita qualidade de remaster. É difícil acreditar que o PS5 terá isso da noite para o dia, algo que não foi construído e conquistado durante a geração do PS4 já que demanda trabalho tais otimizações.

No entanto, o Booty não confirma que jogos de terceiros, ou seja, os de empresas externas a eles, funcionam desde o primeiro dia com Scarlett: “Não quero responder por eles, porque eles podem optar por fazer algumas coisas diferentes. É por isso que acho que é tão importante que temos o Xbox Games Studios, porque nos permite capturar conteúdo que é previsível e consistente alienado com nossos outros serviços e hardware.Isso significa que os fãs que investem no Xbox têm algo em que podem confiar, em termos de conteúdo e hardware”. As promessas de executivos que, com a aquisição de estúdios como  Ninja Theory, inXile entretenimento, Obsidian e Double Fine, entre outros, a sua carteira de 15 estúdios first-party permitem ao lançamento de ao menos um novo jogo exclusivo a cada três ou quatro meses.

Jorge Henrique
Sou advogado, jornalista e fã da plataforma Windows há cerca de 10 anos. Faço cobertura em eventos e estou diariamente atento a respeito do universo da Microsoft no que tange aos produtos para os consumidores. Respondo como editor-executivo do Windows Club. Estou no Facebook e no Instagram a sua disposição.