PS5 e PS4: jogos crossgen aproveitarão os recursos de próxima geração, diz Jim Ryan

Horizon Zero Dawn, Guerrilla Games

PS5 e PS4 terão que viver juntos por um bom tempo ao que parece e até mesmo na recente entrevista ao The Telegraph o chefe da Sony PlayStation, Jim Ryan, deu a entender que uma boa quantidade de jogos crossgen nos aguardam entre os dois consoles, mas reiterando que mesmo estes ainda são desenvolvidos a fim de tirar proveito dos recursos de próxima geração específicos para o novo console.

Foi uma boa reviravolta o que vimos mais recentemente, em comparação com as afirmações bombásticas de meses atrás, quando o próprio Ryan havia garantido que a Sony “acredita em gerações”, no sentido de claras lacunas evolutivas e, portanto, na necessidade de jogos exclusivamente presentes no PS5, mesmo em comparação com o que a Microsoft relatou sobre a necessidade de apoiar a geração atual durante os primeiros anos do Xbox Series X e S.

A princípio vimos as versões PS4 do Spider Man: Miles Morales e Horizon Forbidden West aparecerem secretamente, então as declarações de Hideaki Nishino, vice-presidente da Sony Interactive Entertainment, também confirmaram a chegada de novos jogos cross-gen devido a de uma transição do PS4 que pode levar até três anos, finalmente as confirmações também vieram de Jim Ryan.

Na mesma entrevista ao Telegraph ele deu a entender que God of War 2 também pode chegar tanto no PS5 quanto no PS4, então especificou que os jogos cross-gen, em qualquer caso, ainda são desenvolvidos a fim de tirar proveito dos recursos de próxima geração do PS5.

“A primeira coisa que quero dizer é que as versões do PS5 desses jogos são construídas a partir do zero para tirar proveito de recursos específicos do PS5”, disse Ryan, “Então acho que não há nada de errado em oferecer uma versão PS5 para a comunidade de usuários PS5 e uma versão PS4 para a comunidade PS4.”

É bem inacreditável ouvir isso após a campanha contra a Microsoft de que a Sony “acredita em gerações” e que o jogos seria incríveis demais para rodar no Playstation 4. No final de tudo, voltaram atrás.

 

Fonte

138 comments on “PS5 e PS4: jogos crossgen aproveitarão os recursos de próxima geração, diz Jim Ryan

        1. Sera que tem haver com aquele monte de dev ter ido embora da sony,com certeza ta cheio de novatos la e os veteranos que tem ainda perdem tempo ensinando os novatos

          1. Não sei viu amigo, tá tudo meio nebuloso. Mas a imprensa passa pano, então fica tudo mais fácil. Se a coisa ficar feia a mídia vai segurar a Sony.

      1. Tô falando isso porque é melhor para o consumidor, mas até agora só me interessou o HZD 2….não consigo gostar de GOW…apesar de reconhecer que é um jogo muito bom e muito bem feito (é questão de gosto mesmo)

  1. É extremamente visivel que Demon’s Souls remake rodaria de boa no PS4 base, mas a Çony decidiu forçar a exclusividade de forma artificial pra justificar a compra do PS5. Os jogos que vão mostrar o poder real da próxima geração ainda estão por vir.
    Obs: A Disney deveria contratar Jim Ryan no papel de Lord Sith em Star Wars. Ele desperta repulsa só de olhar pra cara de velhaco dele com aqueles dente podre de cigarro e café.

    1. Por falar nele, ve a análise da DF com John e volte aqui pra afirmar que aquilo rodaria no PS4 kkk

      “um dos melhores jogos de lançamento, se não o melor”
      John Linneman, DF 2020

        1. Por falar nisso, a mídia no geral foi unânime em dizer que o PS5 é o único console de 2020 com cara de nextgen.

          E isso é espetacular, vc não acha kkk

          1. Onde? O único wue disse é vc, vc é da. Mídia?
            Aquela dlc com gráfica de ps4 e RT fake?
            Ou o remake com gráfico de ps4 pro 4k fake.
            Pois o PS5 nem 4k chega direito.

    2. Forçar exclusividade com um jogo nicho do nicho como Demon’s Souls’s (ainda mais soninho que só esta acostumado com cutscene) e com Ratchet & Clank é de uma genialidade…

      1. É pra Youtuber Çonysta malandro ficar falando “não rodaria no PS4, olha só o poder do PS5”. Até o Zangado, que é um çonysta enrustido, admitiu que Demon’s Souls remake poderia ser um jogo de PS4.

          1. Os carros chefes são:

            *DirectX Raytracing

            *Mesh Shaders

            *Sampler Feedback

            *Variable Rate Shading

            Mesmo o PS5 contando com uma arquitetura que é baseada em RDNA 2 (e não “Full” como nos consoles Series), é provável que ela vá desenvolver soluções para features similares

            Um exemplo de jogo que vai rodar exclusivamente na nova geração e você entende o motivo é o The Medium, afinal todo aqueles trabalho de duas realidades funcionando ao mesmo tempo cai principalmente no colo do processador, o jaguarzinho dos consoles One/PS4 não tem poderio nem features para ajudar a rodar aquilo de forma satisfatória.

          2. AH,disso ai eu sei faz tempo,problema é que ele nao tem hardware proprio pra RT ou VRS como nos xbox,provavelmente vao ter que fazer isso usando as unidades computacionais convencionais,o problema é que os tflops vao ter que competir com isso

          3. Exatamente, pensa, um console overclockado e ainda variado, com soluções genéricas e mitigando as unidades computacionais… cada jogo vai ser uma caixinha de surpresa.

          4. olha,se nao usar o RT a vantagem do xbox nao pe tao grande,mas quando tiver que usar,vai ser outro mundo praticamente,e as devs tao doidas pra usar isso,buscar um pouco de automatização no trabalho,diminuir gastos e esforço humano,diminuir o tempo de produção de jogo,fora que RT ainda da um baita tapa no visual se bem usado

          5. Principais diferenças pro povão :
            SSD, suporte a 120fps, Raytracing.
            O resto são upgrades básicos de CPU RAM GPU que eu saiba.

      1. Saiu uma. Média de venda na primeira semana, 1.6 M, fora pós isso.
        Mais é irrelevante.
        Sonu esta lutando pra nao falir com 110 milhões de unidade ao todo, em 7 anos com lucro de $18 dollars por cada console.
        Enquanto a M$ lucra todo mês com assinatura, e seus 100 milhões + 15/20 milhões de game pass.
        Parabens sony pela vendas inúteis…

    1. Oque eu vi foi um. Monte de usuários relatando problema de hardware e do sistema kkkk
      Isso é oque. Mais tem.
      E é so o começo, nao. Some, vou te atualizando

          1. O Philnóquio? O mesmo que promete todo ano o melhor evento de todos os tempos e anuncia só porcaria? Ou o Philnóquio que prometeu não lançar jogos de Xbox no Pc? Ou o que disse que jogo single não era mais interessante?

      1. Eu dou risada porque o proprio Jim Ryan destroi a narrativa que ele enfiou na cabeça do fanboy sonysta. Eu vou criar patentear a marca de detergente cerebral Jim Ryan, lava o cerebro do sonysta 3 vezes mais.

    1. Caixista deveria ficar preocupado com essa nova estratégia da Sony. Quem é dono de ps4 e não estava disposto a comprar um ps5 ou série X pelo preço pedido, muito provavelmente optaria pelo série S. Com a Sony lançando para ps4 por tanto tempo, muita gente vai desistir da idéia de comprar o serie S

      1. E que credibilidade o goty teve? Ja foi epoca, depois que uns dos jurados estava presente no jogo da sony, e o mesmo indicou o mesmo jogo, ja peedeua moral.
        RdD vendeu 4x mais que gow kkkk

  2. Relato de usuário de PS5 (atualizado):

    Nunca tive tantos problemas de lançamento, mas P&%$ta merda. Já redefinido as configurações de fábrica uma vez, tive que reconstruir o banco de dados duas vezes, agora pausado enquanto jogava Miles e o PS5 travou com este som estridente @AskPlayStation

    https://twitter.com/BassStriker/status/1328929766859296770

    1. Imagina redefinir as configurações de fábrica do PS5, ai o cara liga e aparece o logo do PS3, uaehaeuhaeuhaeh…, porque nada me tira a ideia que o PS5 é o sucessor espiritual do PS3.

    2. Imagina redefinir as configurações de fábrica do PS5, ai o cara liga e aparece o logo do PS3, uaehaeuhaeuhaeh…, porque nada me tira a ideia que o PS5 é o sucessor espiritual do PS3.

  3. “A primeira coisa que quero dizer é que as versões do PS5 desses jogos são construídas a partir do zero para tirar proveito de recursos específicos do PS5”

    Cara… quem acredita nisso?

  4. JIN CARA DE BUND4!
    SONY MENTIROSA!
    SONY VAGABUNDA!
    SONYNHOS ESTÚPIDOS!
    SONYNHOS MASOQUISTAS!
    SONYNHOS SÓ LEVAM NO CANECO TODO DIA!
    🦄🦄🦄🦄🦄🦄🦄
    👌👌👌👌👌👌👌
    🤭🤭🤭🤭🤭🤭🤭

  5. Engraçado como sonysta muda a narrativa conforme lhe convém…
    Agora cross-gen é bom, mas se falasse isso 4 meses atrás vc era motivo de piada.
    Pois veja bem, quem é a piada agora? kkkkk

  6. Se realmente for como Jim PinoquioRyan falou entendo como a solução ideal:

    Os jogos serem desenvolvidos pensando na nova geração seja para o PS5 ou Series X/S e caso seja possível fazer o port para a PS4/ONE. (Entendo que esta solução deveria ser adotado por todas as desenvolvedoras).
    Agora o que sou contra é nesse momento desenvolver um jogo pensando no PS4/ONE e depois portar para a PS5 e Series X/S. Pois neste segundo caso você estará limitando a próxima geração. (claro com exceção jogos que estão a um bom tempo em desenvolvimento – exemplo Cyberpunk 2077).
    E o terceiro caso que sou contra também é o que a Sony estava pretendendo fazer que lançar jogos apenas no PS5 que teriam condições de rodar no PS4, ainda bem que ela voltou atrás dessa decisão. Pois está decisão é melhor para os donos de PS4 e não acredito que venha a prejudicar os donos de PS5…

    Entendo como um exemplo da 1ª situação o Resident Evil Village, a Capcom desenvolveu o jogo para PS5 e Series e pretendia lançar também para PS4 e ONE, porém o jogo ficou com um desempenho muito ruim nestes consoles e acabou que o jogo será apenas next-gen… Tenho certeza que se a Capcom pudesse lançaria o jogo para PS4 e ONE é uma base instalada de mais de 150 milhões de dispositivos…

    Saudações Colosso

  7. Será que veremos o: jovem passa pano, testa sincero e careca sem regras, fazendo videos, dizendo que o crossgen do PlayStation vai atrapalhar a evolução gráfica dos jogos? 🤔

    1. Um dia ele aprende, igual ao Phil Spencer, que toda hora dava declarações e voltava atrás…do jeito que é a Indústria, não da pra vc ficar batendo o martelo como coisa definitiva….a Capcom com Resident Evil 4 que o diga….

    2. olha bem pro rosto desse cara, por uns 10seg e depois coloca no google “nanny mcphee”. kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

  8. Ontem o Davy Jones fez um vídeo falando bem da Microsoft, talvez você fique surpreso,mas isto é um sinal a mídia gamer no Brasil começou a sentir que os jogadores brasileiros estão optando pelo Xbox é que o Series S será um fenômeno, aliás nos comentários era só elogios ao monstrinho a atitude a favor do consumidor e do game pass, detalhe ele reconheceu que Phill Spencer é o melhor gerente de games da indústria.

    1. O meu saudosismo morreu com o Street Fighter 4 e 5, mais vale jogar osa jogos velhos que jogar os jogos novos, por isso tenho milhares de jogos antigos, posso jogar o melhor no seu melhor.

      Jogos novos é que tem de se mostrar relevantes, e de qualidade.

        1. foi divulgado que o Spider de 2018 já vendeu 20mi de unidades. Também foi divulgado que o Spider Miles e o Demon Soul que lançou semana passada, e em muitos lugares do mundo nem lançou, esses dois jogos juntos venderam mais do que foi vendido de xbox no Japão, então se dois jogos vendem mais que um console em um país super consumista, então eu não sei de mais nada

    2. Saudosismo não passa de uma desculpa esfarrapada… eu tive um Play 1 por 8 anos, durou o bichinho, no ultimo ano ele só funcionava quando eu deixava o console na diagonal em um determinado ângulo xD, nem por todos esses 8 anos de alegria com aquele console vai fazer eu deixar de lado a lógica e bom senso, como consumidor e jogador, em investir meu dinheiro em consoles PS atualmente.

      1. Eu tambem so tive ps ate o 4,mas a sony cagou muito dessa vez,vou dar prioridade pro xbox (ainda tem retro,posso jogar tudo do xbox sem ficar limitado a consoles)

  9. Microsoft, vamos lançar os jogos nós Xbox one e series

    Sony não vamos fazer isso, só iremos lançar os próximos jogos na nova geração para não limitar o jogo.

    Sony mudamos de ideia agora vamos lançar

    Microsoft ditando as regras kkkkk

  10. O maior problema disso tudo é cair o peso das decisões dos chefões nos desenvolvedores. Pra mim, mudou a geração, os firsts tinham que focar só na nova geração e foda-se, se os multis e indies quiserem lançar cross, dahora. Firsts deviam ser “garotos propaganda” pra vender a geração nova. Se não, acontece o que aconteceu com HALO.

    1. Economicamente seria um tiro no pé você simplesmente lançar um jogo de alto custo no primeiro ano fiscal exclusivamente para a nova geração, por mais que a Sony encha a boca para falar sobre suas “obras primas” ela sabe que a realidade é outra e os números não mentem

      Ao meu ver jogos de estúdios próprios tem capacidade e conhecimento de hardware/software mais do que suficiente para lançar um game de forma decente, seja para a geração anterior como para a nova, o que ocorreu com Halo é um caso a parte.

      1. Economicamente o investimento seria melhor aplicado. Principalmente para o lado xbox, que mesmo seguindo a filosofia cross, lançou sem jogos. Se HALO fosse focado next gen, tava ai, day ONE lindão, com apelo fudido para o console e o console com promessas maravilhosas e concretas de outros firsts para 2021, sendo que lá, ja teria uma boa base e ainda sim, teria um belo apelo no gamepass durante o ano de lançamento dos jogos e posteriormente como catalogo para futuros clientes.

        Halo não foi um caso a parte, o que aconteceu com Halo é a realidade de todos os studios MS, nenhum conseguiu entregar um jogo no day one series X. Isso não é uma estrategia, o console ta planejado a anos e lançar sem jogos provavelmente não era plano da MS.

        O problema é que o studio tem que pensar;

        Xbox ONE
        Xbox ONE S
        Xbox ONE X
        Xbox Series X
        Xbox series S
        PC
        e agora xCloud.

        Todas, absolutamente todas com capacidades diferentes.
        Mesmo a portabilidade entre as plataformas serem na teoria tranquila, isso é um trabalho que uma first não precisaria ter. no caso aqui ser uma first MS é trabalhar o tanto quanto uma multi e isso reflete em trabalhos as vezes apressado e Delays de entrega como vemos no lançamento do series.

        Se a microsoft quer aplicar a filosofia do xcloud. Lança jogos nativamente nos SERIES e pelo xcloud em todos os outros. Pronto! Você tem o retorno e apelo nas assinatura do serviço e apelo nas vendas do console next gen.

        1. tem nada a ver essa merda aí

          a 343 é incompetente e acabou, qualquer estúdio grande faz jogos pra quase 10 plataformas ao mesmo tempo e não tem essa p*taria

        2. É uma faca de dois gomes, ou você “força” uma migração, ainda mais em 2020 que ta parecendo um preludio das trombetas do apocalipse, faz tudo lindo e maravilhoso para a nova geração e ignora o hate de toda uma base já estabelecida anteriormente, ou enfrenta complicações de desenvolvimento e lida com o hate de atrasar jogos…., acredito que quanto ao Xbox esse será a ultima vez que passaremos por isso, como você bem disse existe a xCloud, mesmo sendo algo recente já é muito promissor e bem funcional, mais para a frente não haverá a necessidade de jogos first cross-gen, você só acessa o aplicativo da xCloud nos própros consoles series ou vai no navegador e joga os novos jogos, talvez até mesmo aproveitando o hardware “antigo”, não colocando toda a carga em cima da internet.

        3. É uma faca de dois gomes, ou você “força” uma migração, ainda mais em 2020 que ta parecendo um preludio das trombetas do apocalipse, faz tudo lindo e maravilhoso para a nova geração e ignora o hate de toda uma base já estabelecida anteriormente, ou enfrenta complicações de desenvolvimento e lida com o hate de atrasar jogos…., acredito que quanto ao Xbox esse será a ultima vez que passaremos por isso, como você bem disse existe a xCloud, mesmo sendo algo recente já é muito promissor e bem funcional, mais para a frente não haverá a necessidade de jogos first cross-gen, você só acessa o aplicativo da xCloud nos própros consoles series ou vai no navegador e joga os novos jogos, talvez até mesmo aproveitando o hardware “antigo”, não colocando toda a carga em cima da internet.

          1. Então mano, se tivesse focado tudo no next gen. O line up podia ter não só HALO, mas pelo menos mais um. Lançava junto tudo day one;
            jogos no series nativamente;
            No PC nativamente (ja que virou padrão);
            Tudo day one no gamepass;
            E só falar “ta afim jogar next gen, aqui ta a porra do xcloud, joga onde você quiser por stream!”

            A MS tem dinheiro, Ips e tecnologia pra fazer um lançamento foda e me vem com isso. Eu to cagando pra sony, só esperava que a MS conseguisse aproveitar tudo que tem. Mas só veremos os frutos no ano que vem mesmo.

            Acredito eu, assim como você que depois de 2021, jogos first vai ser melhor entregue pra gente.

        4. O XONE é um console floppado então faz sentido abandonar pra recomeçar do zero. Mas o PS5 é outta história, não faz sentido ainda abandonar sua fonte de renda. A menos que o meme “Sonysta não compra first party” seja real, então quem criará motivos pra comprar um PS5 sejam as third party burras dispostas a não lucrar com o PS4.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *