Por conta de 2016, Apple reduz salário de Tim Cook, mas ganho de Nadella continuam disparados

satya-nadella-microsoft

Estamos em 2017, mas temos a certeza que 2016 não será esquecido, nem só apenas pelos coisas boas, mas também pelos maus momentos.

Você faz ideia de quanto Satya Nadella, atual CEO da Microsoft, recebe pelo seu trabalho? De acordo com o Business Insider, o executivo faturou um total de US$ 17.692.031 no ano fiscal de 2016, que terminou no dia 30 de junho. Vale salientar que este número absurdo vai além do salário mensal de US$ 1,2 milhão, mas também um bônus de US$ 4,464 milhões oferecido por conta de sua performance gerenciando a empresa.

Os ganhos desta vez mostram que, apesar de tudo, os investidores e o quadro de diretores da Microsoft estão muito contentes com a atuação do CEO.

tim-cook-apple

Por outro lado, a luz amarela ascendeu para Tim Cook, atual CEO da Apple. Ontem, 06, a empresa da Maçã anunciou redução salarial dos seus executivos, incluindo o chefe Tim Cook, reflexo do ano de 2016, graças ao primeiro declínio da companhia em 15 anos.

Depois de não conseguir atingir as metas de receita e lucro no ano passado, a Apple cortou pouco mais de US$ 1,5 milhão do pagamento do seu CEO. Isso significa que a compensação de Cook caiu de US$ 10,28 milhões em 2015 para US$ 8,75 milhões em 2016.

As vendas anuais da companhia ficaram na casa dos US$ 215,6 bilhões ficaram 3,7% abaixo da meta de US$ 223,6 bilhões. Já a receita operacional de US$ 60 bilhões foi 0,5% menor que a meta de US$ 60,3 bilhões. Ao todo, as vendas líquidas caíram 7,7% em 2016 e a receita operacional caiu 15,7% em relação ao ano anterior.

Ainda ontem, nós mostramos uma matéria que refletia bastante o momento atual da Microsoft e da Apple em termos de produtos com inovações para o mercado.

Fonte: Apple Insider Business Insider

16 comments on “Por conta de 2016, Apple reduz salário de Tim Cook, mas ganho de Nadella continuam disparados

    1. Só torcemos pelo Windows, mas esta notícia saiu ontem e resolvemos comparar com a notícia sobre Nadella.
      É a função do site informar.
      Fazer matérias sobre a situação atual dos PCs e falar da Apple é quase que obrigatório. Você pode até ter nascido ontem e esteja por fora disso, mas o mundo não.
      É o duelo clássico da tecnologia, é importante saber não só o que aconteceu, mas o que acontecendo hoje.
      O problema é que existem pessoas que usam o Windows, odeiam o Windows e ainda acessam sites sobre o Windows, é complicado.

      1. São um bando de iludidos, reclamam do Windows e nunca saiem dele, pq não fazem como eu, não gosto do google e tento usar o mínimo de serviço dela.

  1. Apple vem em uma ascensão de 15 anos. Redefiniu o mundo desde lá na década de 90 com o iMac e os caras daqui “comemoram” uma queda nos lucros como se isso fosse algo bom.
    iPhone no final de semana do lançamento por mais que o pessoal critica, passa de 11 milhões de aparelhos vendidos. A Nokia no auge não vendia isso em um trimestre de vendas.
    Ao menos no Mobile, se a Microsoft no seu melhor semestre vendesse o que a Apple vende no pior trimestre, estaria dando pulos de alegria.

  2. Uma hora os números da Apple iria cair, é natural tem uma oscilação, mas convenhamos o mercado não está parado e a Apple não inova tanto quanto antes, não se vive só de nome por muito tempo, a Apple tem uma legião de fãs fiéis, mas com a falta de inovação e o avanço rápido das tecnologias, ela ficará para trás em pouco tempo se não se renovar…

  3. A Microsoft precisa melhorar muito o Windows para realmente ficar como a Apple. Ela usa hardware defasado mas que tem em muitos casos mais fluidez que o sistema da MS por conta de seu OS.

  4. O problema para o crescimento da Apple é falta de mercado… eles tem um produto bem especifico e caro, o que faz com que tenha uma quantidade máxima que pode ser vendida.. nos ultimos anos eles foram aumentando os mercados(como China) pra continuar aumentando as vendas, mas cedo ou tarde ia acabar os mercados novos..

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *