Carregando...

Rumor: Xbox Series S terá a mesma velocidade de CPU que o Xbox Series X

Na sexta-feira, o site The Verge relatou que o Xbox Series S (Lockhart) apresenta um perfil de desempenho de 7,5 GB de RAM utilizável e cerca de 4 teraflops de desempenho da GPU. Tal console seria um “irmão” menor do Xbox Series X que tinha como alvo trazer a próxima geração de jogos para jogadores que não podem pagar tão caro.

O possível Xbox Series S, ou seja, a versão mais barata do Xbox Series X que, diferentemente deste, não seria destinada a resoluções 4K, mas para usuários que procuram um modelo de preço mais acessível, orientado para telas de 1080p ou 1440p. Agora, Tom Warren qualifica as informações que vazaram em relação à CPU: e há alguns dias parecia que o processador desta versão do console da Microsoft seria um pouco mais lento que o do Series X, agora o jornalista Tom Warren indica que irá para a mesma velocidade.

Warren ratifica as informações de 7,5 GB de memória disponível para jogos (ou seja, a RAM disponível sem levar em conta o necessário para o sistema e os serviços em segundo plano do console), bem como os 4 Tflops, que em princípio seriam suficientes para rodar os mesmos jogos da Series X, mas com uma resolução mais baixa.

Embora a verdade seja que esse modelo não foi anunciado, desde os primeiros rumores sobre a nova geração da Microsoft, existem dois modelos: um mais poderoso (Anaconda) e outro mais acessível (Lockhart).

Os vazamentos revelados pelo The Verge são baseados em informações que supostamente vêm dos kits oficiais de desenvolvimento fornecidos pela Microsoft para os estúdios que já estão trabalhando em jogos para a nova geração.

Em princípio, ter a CPU idêntica e as diferenças concentradas na GPU e a quantidade de RAM disponível facilitaria para os desenvolvedores a preparação dos jogos para trabalhar nos dois modelos com muito menos esforço. A CPU normalmente assume cargas de dados associadas a aspectos que geralmente afetam a taxa de imagens por segundo (mais cálculos implica gerar menos fluidez na imagem); portanto, se os dois modelos operam na mesma velocidade, os desenvolvedores devem se concentrar apenas na adaptação da resolução e talvez em alguns efeitos, pois há diferenças na GPU e na RAM.

Jorge Henrique
Sou advogado, jornalista e fã da plataforma Windows há cerca de 10 anos. Faço cobertura em eventos e estou diariamente atento a respeito do universo da Microsoft no que tange aos produtos para os consumidores. Respondo como editor-executivo do Windows Club. Estou no Facebook e no Instagram a sua disposição.