Se olharmos para trás, nós já conversamos muitas vezes sobre a computação em nuvem e suas vantagens ao aplicá-la. Começou com o Drivatares da... Sea Of Thieves faz uso da computação em nuvem no Xbox One

Sea-Of-Thieves-galera

Se olharmos para trás, nós já conversamos muitas vezes sobre a computação em nuvem e suas vantagens ao aplicá-la. Começou com o Drivatares da Forza Motorsport 5 e, em seguida, outros jogos como o Sunset Overdrive no multiplayer. Além deles, outro jogo que fará uso do “Poder da Nuvem” de forma maciça é o Crackdown 3, mas antes disso, saiba que Sea Of Thieves já faz uso da computação em nuvem.

Vamos falar sobre Sea Of Thieves e o uso dos recursos que dependem diretamente da nuvem para mostrar diferentes soluções no jogo. Esta informação foi revelada pelo Gameondaily, de onde eles confirmaram que o novo jogo da Rare faria uso avançado desta tecnologia em coisas como na física das ondas que seriam gerenciadas diretamente da nuvem e seriam compartilhadas com os usuários ao mesmo tempo.

Mas isso não será tudo, uma vez que os encontros aleatórios entre os jogadores também são projetados para que eles dependam da nuvem, de modo que encontremos outros piratas navegando nos mares a cada 20 minutos. Diante disso, a Rare parece estar tornando o jogo realmente bom em termos técnicos, pois parece que, graças à computação em nuvem, veremos muitas coisas calculadas remotamente.

Desta forma, Rare tem tudo sob controle para poder fazer o jogo executar todos esses cálculos e mostrá-los em tempo real. Vendo o tamanho do jogo, só podemos dizer que estamos à frente do projeto mais ambicioso criado até o momento pelo estudo britânico, então só podemos esperar até 20 de março para viver a experiência completa do Sea Of Thieves para Xbox One e Windows 10.

jorgemoderador

Sou advogado e fã da plataforma Windows há cerca de 10 anos. Acompanho todos os produtos das Microsoft, inclusive como jogador do Xbox One.

Curta nossa nova página no Facebook!