Senado aprova imposto mais alto para PCs, smartphones e tablets a partir de 2016

Dilma-campanha
A Comissão do Senado analisou a medida provisória 690/2015, que encerra com os benefícios fiscais para computadores, smartphones e tablets, aprovou nesta quarta-feira (02) o projeto de lei de conversão 26/2015, que estabelece o aumento das alíquotas de PIS/Cofins a partir de 1º de janeiro de 2016. Os incentivos voltarão apenas em 2019.

Entre 1º de janeiro e 31 de dezembro de 2016 será aplicada a alíquota de 11,75%, encarecendo os produtos no varejo. O Natal foi poupado pelos parlamentares, mas a Presidente Dilma Rousseff ainda terá que sancioná-la.

Muitas empresas investiram no Brasil por conta dos incentivos fiscais da Lei do Bem, porém o país não cumpriu com sua palavra e derrubou os benefícios antes da hora. Além de pagarmos mais caro por estes produtos, a medida afetará a confiabilidade da indústria de eletrônicos.

Claro que, a medida provisória foi de autoria da Presidente Dilma Rousseff.

Aproveitem o Natal!

Fonte: Senado

35 comments on “Senado aprova imposto mais alto para PCs, smartphones e tablets a partir de 2016

    1. É colonia mesmo mas os imperadores agora são pessoas irreconhecíveis internacionalmente. E os corruptos que não sabem administrar fazem como os bárbaros fizeram a Roma. Saquear e dividir o que sobrou.

      1. Meu amigo, quando eu disse país eu englobei tudo isso. Se eu fosse citar todos os responsáveis por esse inferno que é o Brasil, ficaria aqui o dia todo.

        1. Se explique melhor porque isentar o atual governo e colocar a culpa generalizada não é inteligente nem honesto. Afinal quem decidiu isso foi o atual governo.

          1. Basta não ser burro, como vc e ele, para saber se explicar decentemente. Afinal é fácil generalizar quando não é homem para apontar o dedo.

    1. Do jeito que as coisas vão pro saco, quem não recebe bolsa família, mas paga água, luz, IPTU, plano de saúde, colégio das crianças, telecomunicações, transporte e outras milhares de iof e taxas escondidas. Tem o direito a reclamar que as (,) virgulas do governo da Dilma estão sendo retiradas mas ninguém vê um PONTO FINAL na corrupção.

  1. Fudeu. A Microsoft já não trouxe o Surface e agora também quase não adianta trazer o 950. Vai ficar caro pra cacete. E vender pouco não é legal.

  2. Depois reclamam que o mercado não esta vendendo nada. É deste jeito que quem estimular a economia? Tendência é cair ainda mais as vendas.

    Governo também é safado mete impostos e não estimula economia e por conta disto o desemprego em alguns setores esta cada vez maior.

    Governo Dilma cada vez pior nem no governo Lula estava deste jeito. Pior é espera mais 3 anos para mudar o comando desta corja que não sabe gerenciar nem as contas públicas, vergonha.

  3. Acho que vale um esclarecimento… Dêem uma Lida esse link: http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/_ato2015-2018/2015/Mpv/mpv668.htm

    E PRINCIPALMENTE no rodapé da página Em— Exposiçao e Motivos– ou nesse link http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/_ato2015-2018/2015/Exm/ExmMP-668-15.doc
    A “autoria” não Foi da Presidenta(ou Presidanta como queiram chamar), e sim do ministro da Fazenda,Levy…. E sim Foi Ela, Dilma, quem adotou a medida, porém a ‘pedido’ de Levy.. O que acaba fazendo com que se tenha uma interpretação errada quanto a quem fez(deu idéia,formulou) e quem somente adotou e a encaminhou ao senado (nao exatamente..mas enfim..). Isso é algo da competência do ministro da fazenda, mais do que presidência, pois se fosse tudo da competência da presidência nao haveria um porque da existência de ministros …. Nao estou tirando responsabilidades e muito menos dizendo nao ha culpa dos governantes na situação, mas tudo virou culpa da Dilma e acho que muitos esqueceram ou esquecem que há todo uma maquina política em volta-senadores,deputados,etc… E deixar informações podem levar a esse pensamento unilateral o é bom para um crescimento politico da população.. Enfim, antes e falem , eu nao concordo com quase nada que o governo esta fazendo e nao acredito que algum “outro” partido teria salvado o país.. Na verdade todos os “dois” grandes partidos são no fim a mesma”coisq”… Mas esse não é meu foco…somente a questao mesmo de transmissão de informações que podem dar um sentido inverossímil…

      1. Sim, correto.. mas houve um pedido por parte do ministro e claro que somente o executivo a “pediria”… só contestei a forma contextual da autoria.

    1. Levy é o representante da Dilma no Ministério da Fazenda, ora bolas!

      A “autoria” não Foi da Presidenta(ou Presidanta como queiram chamar), e
      sim do ministro da Fazenda,Levy…. E sim Foi Ela, Dilma, quem adotou a
      medida, porém a ‘pedido’ de Levy.

      Claro que ele pediu para ela… ela é que assina, tchê!
      Se ela não desejasse, não assinaria e pronto.

      1. Claro, exatamente… Mas “autoria” pelo menos pra mim eu não colocaria a presi(como quiserem completar)….
        De um jeito ou de outro o povo se deu mal…

  4. As eleições sem urnas eletrônicas, darão de volta ao povo a demostração de toda sua criatividade. Votando nas figuras mais fantasiosas possíveis. Já que esse Brasil do futuro, vive no passado.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *