Sony estava negociando a exclusividade temporária de Starfield

Um dos jogos da Bethesda que gerou mais agitação foi Starfield. Embora não muito tenha sido mostrado, pois ainda há um longo caminho a percorrer no seu desenvolvimento, o interesse por este título foi alto. E assim, empresas como a Sony, em um momento em que queriam conquistar o favor das editoras, planejavam obter um acordo exclusivo. Hoje foi confirmado que a Sony estava negociando a exclusividade temporária da Starfield, mas com a compra pela Microsoft, essa opção teria acabado.

A informação vem do insider da Kinda Funny, Imran Khan, que garante que a Sony estava a negociar a exclusividade temporária de Starfield para Playstation 5. A japonesa foi pega ontem de surpresa ao saber que a Bethesda e demais estúdios agora fazem parte da Xbox Game Studios.

O momento deste anúncio é absolutamente fascinante. Na semana seguinte, a Sony solidificou sua exclusividade existente com alguns jogos Bethesda, mas um dia antes do Xbox abrir as pré-vendas.

A Sony estava negociando exclusividade temporária da Starfield há alguns meses. Vou adivinhar que essas conversas acabaram ou que o preço subiu muito, muito.

Outros exemplos são o caso do Deathloop, o jogo Arkane Studios que é temporariamente exclusivo do Playstation 5. Uma exclusividade que não vai mudar, porque é algo que já está negociado e vai manter seus planos de lançamento em cada console após ser confirmado chegando ao Xbox no futuro.

E como no caso do Deathloop, também existe o GhostWire Tokyo, e em ambos os casos, o status de exclusividade é mantido, pois é algo que se negocia com a Bethesda quando esta era uma empresa independente. Uma empresa que tinha muitos projetos muito importantes em desenvolvimento e que a Sony tinha na mira. O exemplo mais claro é o que se revela agora, quando se confirma que a Sony estava a negociar a exclusividade temporária da Starfield. A Sony definitivamente não se deu bem.

109 comments on “Sony estava negociando a exclusividade temporária de Starfield

    1. Bem nessa, é nítido o desespero da Sony em tentar trazer exclusividades temporárias para seu console a fim de empurrar aquela bomba pra alguém, tem os trouxas que caem nessa.

    2. Bem nessa, é nítido o desespero da Sony em tentar trazer exclusividades temporárias para seu console a fim de empurrar aquela bomba pra alguém, tem os trouxas que caem nessa.

  1. Jorge, confirma se realmente os valores no brasil são, Serie X 5.000 Serie S 3.000, tem um monte de site confirmando já esses valores para o Brasil

    1. Sem falar que FF decaiu muito nos últimos anos. Essa exclusividade nem vai fazer diferença, pelo menos pra mim, nem FF XV joguei ainda. Saudade da SquareSoft, jogos eram melhores. SquareEnix já não está muito interessante nos dias de hoje

      1. Estão dizendo que o lider de criação desse novo FF é um carinha bem aclamado na saga. Estamos bem esperançosos com esse novo FF. Ainda não joguei o XV, mas não vou cometer esse pecado por muito tempo. kkkkk

    2. “Temos Final Fantasy 16 por um ano.”

      Mentiroso ! Final Fantasy é console exclusivo para sempre, tal qual Street Fighter V…saiba aceitar ! 😉

      “Temos Elder Scrolls, Fallout e Starfield para sempre.”

      Mentiroso !! Sinto muito lhe informar, mas não, não tem…

      http://pointnerd20.com.br/2020/09/21/ceo-da-bethesda-confirma-que-os-jogos-da-empresa-nao-serao-exclusivos-do-xbox/

      1. Eu jurava que iam ser exclusivos.
        Mas ainda assim, eles viram gratuitamente no GamePass, o que já é muita coisa. Mas falando sério agora, não dá pra lucrar dando jogos gratuitamente no GamePass. A MS precisa vender esses títulos pra outras plataformas. O bom é que ela mantem o jogo de graça na plataforma dela ao mesmo tempo que lucra em cima das outras. Essa MS é esperta!

        1. Quem disse que não? A MS vai lucrar com as assinaturas, fidelizar o cliente mesmo que ele não consuma o seu produto é sucesso, se não desse certo não teríamos a entrada de vários serviços de streaming por ai.
          Sem falar que a jogada da MS é lucrar com o Gamepass no Xcloud, sem barreira de uso a sua base de assinantes crescera exponencialmente. A questão não é lucro a curto prazo e sim ter uma base forte de títulos e estúdios para ganhar mais e mais assinantes.

          1. Você não pode negar que o jogo se pagaria melhor vendendo ele a preço cheio do que dá gratuitamente no GamePass. Foi uma compra de mais de 7bi, cara. São jogos de uma produtora com fama entre os gamers. Por que perder a chance de lucrar em cima da concorrencia?

            E outra, o simples fato do game sair gratuitamente no GamePass no dia do lançamento traz mais impacto do que torná-lo exclusivo do console, porque torna ainda mais evidente as diferenças entre Exclusivos e Serviços. A pessoa pensa: “Esse jogo tá custando mais de R$ 300 reais aqui. Mas no Xbox tá de graça“.

          2. Vamos a matemática, 10 doletas por mês x 15 milhões de assinantes = 150 milhões por mês. Sabe o que é 150 milhões por mês? Isso porque usei como base o valor só do Gamepass básico que é de 10 doletas. Então agora que sabe uns aproximados pode ver que não é tão louco lançar jogos assim no GP, fora que a tendência é aumentar a quantidade de usuários, principalmente com o xCloud, a compra de 7b se pagaria e fora que os jogos podem ser lançados em outras plataformas e ai teremos um plus de lucro por preço cheio igual você diz que é o que funciona.

      2. Prefiro que não seja exclusivo. O que interessa é estar no Day One no Gamepass (que é a menina dos olhos do Xbox), que continuem vendendo para outras plataformas para bancar (de preferência por preço maior).
        Exclusividades, quando existirem, devem ser de IPs novas ou consagradas de uma determinada companhia (Halo, Gears, Forza, State of Decay etc), e não mudar uma franquia já existente para exclusiva (Doom, Prey, The Elder’s Scroll etc).

        Em um breve comentário, ainda bem que a Sony não comprou (até porque não teria dinheiro para isso). Se tivesse comprado, ia transformar tudo em exclusivo e ferraria todos os jogadores. Nisso a Microsoft tem muito mais visão e Fairplay!

      3. “Console exclusivo pra sempre” KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKK
        É temporário, como todos os outros, e ainda chegará ao GP pro seu desespero
        Sonysta se iludindo é TOP

    1. Exatamente, é nítido o desespero da Sony em tentar trazer exclusividades temporárias para seu console a fim de empurrar aquela bomba pra alguém, tem os idiotias que caem nessa.

  2. Status da sony nesse início de geração:

    “A Sony definitivamente não se deu bem.”

    O que tá segurando ela são os gados e os desinformados kkkk

    1. “desinformados”

      Aqui caberia justamente um trabalho de MKT forte por parte da MS. Informar e mostrar todos os benefícios do seu produto e serviço. Imagine na loja, aquele vendedor Zé Roela que não sabe metade do que o Xbox oferece, vai empurrar PS para os pais que desconhecem de tais benefícios da concorrência.

      1. O Canal de Xbox Informa bem o que a consola é capaz, ter lojistas especializados dentro das grandes lojas já era um bocado abusado e ainda podiam acabar sendo processados.

  3. Então pessoal, lá no Twitter e estou vendo que existe rumores fortes sobre a Microsoft comprar a Sega.

    O que você acham disso? Vale a pena? Preferem outro?

    1. Para fechar o caixão da Sony, que a MS já compre os Playstation Studios… Pois depois da Betheda não dúvido de mais de nada… Achava que era impossível a WB games por 4 bi…
      Agora sei que tudo é possível quando se fala de MS…
      Saudações Colosso

    2. Acho muito difícil…empresas japonesas são complicadas por uma série de fatores internos e externos. Também não sei até que ponto seria vantajoso…
      Pelos mesmos motivos não vejo a Microsoft comprando Capcom e companhia.
      A compra da Bethesta foi fora do perfil dos outros estúdios comprados, mas foi uma jogada de mestre. Esse valor vai se pagar em dois tempos principalmente pelo aumento no número de assinantes do Gamepass e da venda dos jogos para outros consoles (e para o Xbox mesmo). Fora eventuais DLCs, que muita gente compra mesmo jogando pelo Gamepass. Acho que eles viram o risco de perderem franquias importantes para exclusividades temporárias ao longo do tempo, já tinham interesse e uma boa relação e resolveram adiantar o cronograma…..mas é puro achismo…

  4. Phil: Alô Ubi, tudo bem? E aí, como anda o desenvolvimento do WD Legion e do AC Valhalla?
    Ubisoft: Até que tudo bem. Pq?
    Phil: Nada, nada.

    1. Apesar de sonhar com a Ubisoft (adoro os jogos dela apesar dos problemas), acho MUITO difícil rolar uma eventual compra por alguns motivos: falta de interesse de ser vendida, alto preço de venda e escândalos de assédio. Se repararem a Microsoft tenta se afastar o máximo possível de empresas denunciadas por má práticas…acho MUITO difícil Phil Spencer querer associar a marca do Xbox com uma empresa envolvida nesse tipo de denúncia…

          1. Nem precisa comprar. A adesão do catálogo de jogos dela ao GamePass tem um efeito devastador na concorrência, em especial com o valor dos jogos lá em cima.

          2. Depois de hoje eu não divido de mas nada, só acredito que vai pegar um pouco de ar antes de atacar novamente. Pode até não ser a EA mais que vem mais vem.

        1. EA acho difícil. São parceiros sólidos demais, com custo alto demais para benefício relativamente baixo em uma eventual compra. Melhor manter como parceiros….

  5. Ainda bem que esse jogo não ficou como exclusivo temporário do PS, pois é um jogo que eu gostaria de jogar por ser relacionado a espaço (tema que eu adoro).

    Independente do Game Pass eu iria comprá-lo de qualquer jeito, então quando ele sair eu poderei considerar que o Game Pass me deu uma economia de 200 reais (assim como foi com Gears 5, que compraria no lançamento e não precisei comprar). Game Pass é foda!

  6. █▀▀▀█ █░▒█ █▀▀█ █▀▀▀ █▀▀█ ▀▄▒▄▀ █▀▀█ █▄░▒█ █▀▀▄ █▀▀█ █▀▀▀█
    ▀▀▀▄▄ █░▒█ █▄▄█ █▀▀▀ █▄▄▀ ░▒█░░ █▄▄█ █▒█▒█ █░▒█ █▄▄█ █░░▒█
    █▄▄▄█ ▀▄▄▀ █░░░ █▄▄▄ █░▒█ ▄▀▒▀▄ █░▒█ █░░▀█ █▄▄▀ █░▒█ █▄▄▄█

  7. Não é todo mundo que tem dinheiro pra comprar um estúdio forte como esse. O máximo que a Sony consegue fazer é comprar exclusivos temporários. Pra reagir, precisa investir em belas surpresas nos anos que se segue com seus exclusivos.

  8. A Sony começou com essa guerra de exclusivos temporários nos jogos para tentar combater o gamepass e o hardware do Xbox.

    Só esqueceu de contra quem está lutando. Coitadinha. Isso deve ser só o começo.

  9. Eu não tenho certeza se vão realmente manter a exclusividade em todos os jogos, pois seria perda de dinheiro pra MS.
    Acho que deveriam escolher os títulos tipo Elder Scrols ser exclusivo MS e jogos de menos impacto lançarem multiplataforma ou quem sabe com exclusividade temporária.

  10. Como diz minha mãe: Quem guarda comida com fome, vem um gato e come!
    Vacilou sony, agora vai ter que engolir toda sua arrogância pois quem vai decidir se os jogos da Bethesda vão pro PS é a MS!

      1. Putabundamole aquele DK, o cara foi um grande defensor do Xbox e do nada mudou de casaca! No lançamento do One X ele tbm foi contemplado, ganhou o console e um monte de jogo, como esses caras são ingratos! Não ganharam nada da Sony e agora estão ai falando merda da MS.

  11. Politica da Sony.. vou chegar em vários estúdios e pagar R$R$ exclusividade de 1 ano pelos jogos, quero manter meus gados no cercado!! e Boicotar as Vendas do Xbox!!

  12. MS: Quer dizer então que vcs estão negociando exclusividades com a Zenimax e seus estúdios. Vou comprar essa p*rra toda e, de quebra, meter uma propaganda do Xbox Game Studios bem na cara de vcs.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *