Carregando...

The Outer Worlds foi limitado pela atual geração de consoles

The Outer Worlds foi limitado pela atual geração de consoles, confirmada por seus próprios desenvolvedores, Obsidian Entertainment, em um vídeo recente no YouTube. Este canal é conhecido por fazer uma espécie de documentário que se aprofunda no desenvolvimento de diferentes jogos (principalmente independentes) e tem declarações dos próprios desenvolvedores. Apesar de agora pertencer à Xbox Game Studios, a Obsidian desenvolveu de forma independente The Outer Worlds, com o apoio exclusivo da Private Division (2K) na distribuição do jogo em todo o mundo.

Por volta do minuto 11, Brian Heins, designer de The Outer Worlds, confirmou que os consoles atuais tinham pouco poder e memória, então eles tiveram que cortar em vários aspectos, como comentam no PurePlayStation. Uma delas é a estação espacial Groundbreaker, onde os desenvolvedores gostariam de ter mais NPCs se movendo livremente pela estação, além de uma maior densidade populacional devido ao tamanho da estação, mas quando eles tinham tudo preparado e planejado, eles perceberam que o PlayStation 4 e o Xbox One estavam com pouca memória e precisavam ser cortados.

O fato de The Outer Worlds ter sido limitado pela atual geração de consoles é algo que o próprio Brian Heins comenta no vídeo: «Isso parte meu coração um pouco, não há muitas pessoas se movendo no Groundbreaker. E isso foi basicamente porque quando recebemos o passe de arte e o passe de iluminação, tivemos que reduzir o número de personagens reais no Groundbreaker para acomodar os consoles, porque não tínhamos espaço de memória suficiente.”

Esses problemas de memória serão resolvidos com a nova geração de consoles, já que o Xbox Series X, além de ter uma RAM com maior capacidade, a velocidade do SSD e a arquitetura Velocity, leva muito mais rápido do disco para a RAM e não é necessário muito espaço para mostrar mais quantidade e qualidade.

Jorge Henrique
Sou advogado, jornalista e fã da plataforma Windows há cerca de 10 anos. Faço cobertura em eventos e estou diariamente atento a respeito do universo da Microsoft no que tange aos produtos para os consumidores. Respondo como editor-executivo do Windows Club. Estou no Facebook e no Instagram a sua disposição.